A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
20 pág.
DJi - Erro Sobre Elementos do Tipo - Erro de Tipo

Pré-visualização | Página 7 de 7

com a intenção de matar). Se a vítima sobreviver, haverá tentativa de
crime culposo, único caso em que a culpa admite tentativa, pois
estamos diante da culpa imprópria, figura anômala de culpa. Assim,
relembrando o exemplo do primo, o sujeito assustado, confundindo-o
culposamente com um bandido, atirou com a intenção de matá-lo. Se,
por erro na pontaria, não conseguir seu intento, responderá por
homicídio culposo tentado. O crime, no entanto, jamais será doloso. Ou
é culposo, ou não há culpa e o fato é atípico. A competência, portanto,
nunca será do júri popular, pois o erro sempre excluirá o dolo. Além
disso, sendo o erro inevitável, o agente será absolvido com fundamento
no art. 386, III, do CPP (se o fato é atípico, em face da ausência de
dolo e culpa, não há crime). Tal posição não é pacífica e há quem
entenda que a descriminante putativa por erro de tipo não exclui o dolo,
tampouco afeta a tipicidade, mas a culpabilidade. Se o erro for
inevitável, estará excluída a culpabilidade, mas o fato foi típico (doloso)
e antijurídico. O fundamento da absolvição será o art. 386, V, do CPP
(circunstância que isenta o réu de pena). Se o erro for evitável, o agente
responderá pelo crime doloso, consumado ou tentado, conforme o
caso, mas, por motivo de política criminal, será aplicada a pena do
crime culposo, tentado ou consumado (conforme o caso).
2) Acidental: incide sobre dado irrelevante da figura típica. É um erro
sem o qual tudo continua tal e qual. Subdivide-se em:
a) erro sobre o objeto ou coisa;
b) erro sobre a pessoa;
c) erro na execução do crime ou aberratio ietus (com unidade simples e
complexa);
d) resultado diverso do pretendido ou aberratio criminis (com unidade
simples e complexa);
e) erro sobre o nexo causal, dolo geral, erro sucessivo ou aberratio
causae.
Jesus, Damásio E. de, Direito Penal, São Paulo, Saraiva,, 23ª ed.,
1999.
Capez, Fernando, Curso de Direto Penal, parte geral, vol. 1,
Saraiva, 10ª ed., 2006
(Revista Realizada por Suelen Anderson - Acadêmica em Ciências
Jurídicas - 12 de novembro de 2009)
Crime
Agravação pelo resultado - Arrependimento posterior - Coação
irresistível e obediência hierárquica - Crime consumado - Crime culposo
- Crime doloso - Crime impossível - Descriminantes putativas -
Desistência voluntária e arrependimento eficaz - Erro determinado por
terceiro - Erro sobre a ilicitude do fato - Erro sobre a pessoa - Estado de
necessidade - Excesso punível - Exclusão de ilicitude - Legítima defesa -
Pena de tentativa - Relação de causalidade - Relevância da omissão -
Superveniência de causa independente - Tentativa
Ação Penal - Aplicação da Lei Penal - Concurso de Pessoas - Crimes
contra a administração pública - Crimes contra a existência, a segurança
e a integridade do Estado - Crimes Contra a Família - Crimes contra a fé
pública - Crimes Contra a Incolumidade Pública - Crimes Contra a
Organização do Trabalho - Crimes Contra a Paz Pública - Crimes
Contra a Pessoa - Crimes Contra a Propriedade Imaterial - Crimes
Contra o Patrimônio - Crimes contra o sentimento religioso e contra o
respeito aos mortos - Crimes Contra os Costumes - Extinção da
Punibilidade - Imputabilidade Penal - Medidas de Segurança - Penas
[Direito Criminal] [Direito Penal]
Normas Relacionadas:
Art. 20, Erro Sobre Elementos do Tipo - Crime - Código Penal -
CP - DL-002.848-1940
Erro de Fato ou Erro de Direito - Princípios Gerais de Direito
Penal - Estatuto de Roma do Tribunal Penal Internacional - D-
004.388-2002
Ir para o início da página
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ir para o início da página