Aula 07 - conteudo on-line
5 pág.

Aula 07 - conteudo on-line


DisciplinaAnálise Organizacional3.092 materiais52.434 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Aula 07 
Desenho departamental III \u2013 Projetos, departamentalização matricial e departamentalização mista.
Introdução.
A partir deste texto introdutório, você será capaz de entender melhor os conceitos estudados nesta aula, estando apto a relacionar o conteúdo que será aprendido com o contexto em que está inserido.
A organização na base de Projetos envolve a diferenciação e o agrupamento das atividades de acordo com as saídas e os resultados (outputs) relativos a um ou a vários projetos da empresa. 
 As atividades e as pessoas recebem atribuições temporárias no arranjo de departamentalização por projetos. 
 
Departamentalização por projeto.
Segundo Chiavenato (2006, p. 246), a organização na base de Projetos envolve a diferenciação e agrupamento das atividades de acordo com as saídas e os resultados (outputs) relativos a um ou a vários projetos da empresa. As atividades e as pessoas recebem atribuições temporárias no arranjo de departamentalização por projetos.  
Oliveira (2004, p. 128/129) ressalva que o gerente de projeto é o responsável pela realização de todo o projeto ou por parte dele.
É importante lembrar que projeto é um trabalho que tem data de início e término previamente definida e também resultados estabelecidos.
Conceitos básicos do gerenciamento de projetos.
O que é um projeto?
Projeto é um empreendimento não repetitivo, caracterizado por uma sequência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido, sendo conduzido por pessoas dentro de parâmetros predefinidos de tempo, custo, recursos envolvidos e qualidade.
Como exemplos de projetos, podemos citar os seguintes:
Instalação de uma nova planta industrial.
Redação de um livro.
Reestruturação de um determinado setor ou departamento da empresa.
Elaboração de um plano de marketing e publicidade.
Lançamento de um novo produto ou serviço.
Informatização de um determinado setor da empresa.
Construção de uma casa.
Realização de uma viagem.
Os projetos podem ser aplicados em praticamente todas as áreas do conhecimento humano, incluindo os trabalhos administrativos, estratégicos e operacionais, bem como a vida pessoal. 
Podem-se destacar as seguintes áreas de aplicabilidade como os principais utilizadores da técnica de gerenciamento de projetos:
Engenharia e construção civil
Desenvolvimento de programas de computador
Estratégia militar
Administração de empresas
Marketing e publicidade
Pesquisa e desenvolvimento
Manutenção de planta e equipamentos.
Benefícios do gerenciamento de projetos.
Entre os principais benefícios da utilização do gerenciamento de projetos, podem-se destacar os seguintes:
1)Evita surpresas durante a execução dos trabalhos.
2)Permite desenvolver diferenciais competitivos e novas técnicas, uma vez que toda a metodologia está sendo estruturada.
3)Antecipa as situações desfavoráveis que poderão ser encontradas, para que ações preventivas e corretivas possam ser tomadas antes que essas situações se consolidem como problemas.
4)Adapta os trabalhos ao mercado consumidor e ao cliente.
5)Disponibiliza os orçamentos antes do início dos gastos.
6)Agiliza as decisões, tendo em vista que as informações estão estruturadas e disponibilizadas.
Chiavenato (2006) estabelece as seguintes características:
Flexibilidade - Requer uma estrutura organizacional flexível e mutável, capaz de adaptar-se rapidamente e sem consequências imprevistas às necessidades de cada projeto a ser desenvolvido e executado durante um determinado período de tempo.
Cordialidade - O agrupamento por projeto representa a estratégia que permite elevado grau de coordenação entre as partes envolvidas. O foco passa a ser o projeto em questão.
Temporalidade - Como cada projeto tem início, meio e fim, a estrutura organizacional precisa ser pensada e repensada com o fim de projetos e o início de outros. A estrutura da organização se modifica de tempos e tempos.
Conjunção de competências - Cada projeto requer a convergência de diferentes habilidades e competências, em função do projeto que se está desenvolvendo.
Departamentalização temporária por produto - No fundo, a departamentalização por projeto é uma departamentalização temporária por produto, quando este assume proporções enormes, que requer investimentos e recursos elevados para o seu planejamento e a sua execução.
Adequação dos projetos - Este tipo de departamentalização adapta a estrutura da empresa aos projetos que ela se propõe a construir.
Características de departamentalização por projetos:
Vantagens :
Melhor cumprimento de prazos e melhor atendimento ao cliente do projeto.
Grande concentração de diferentes recursos, em uma atividade complexa com produtos de grande porte.
Possibilita que os empregados envolvidos tenham elevado grau de conhecimento de todos os trabalhos inerentes ao projeto.
Permite alto grau de responsabilidade do grupo de execução do projeto.
Permite melhor entendimento ao cliente do projeto.
Desvantagens:
Quando termina um projeto, a empresa pode ser obrigada a dispensar pessoal ou paralisar máquinas e equipamentos se não tiver outro projeto em vista.
Devido à descontinuidade e limitações, a departamentalização por projeto pode provocar em muitas pessoas desanimo pela imprevisibilidade de futuro no emprego.
Causas de fracasso nos projetos elaborados e realizados.
As metas e os objetivos são mal estabelecidos, ou não são compreendidos pelos escalões inferiores.
O projeto não teve um gerente de projeto, ou teve vários.
O projeto foi estimado com base na experiência empírica, ou feeling dos envolvidos, deixando em segundo plano os dados históricos de projetos similares, ou até mesmo análises estatísticas efetuadas.
Ninguém verificou se as pessoas envolvidas nas atividades tinham conhecimento necessário para executá-las.
O treinamento e a capacitação foram inadequados.
Faltou liderança do gerente de projeto.
Não foi destinado tempo para as estimativas e para o planejamento.
As pessoas não estavam trabalhando nos mesmos padrões, ou os padrões de trabalho não foram estabelecidos.
Não se conheciam as necessidades de pessoal, equipamentos e materiais.
O gerente que gerencia os projetos.
O gerente é a pessoa designada pela organização responsável pela condução do projeto, com a missão de zelar para que os objetivos do projeto sejam atingidos. O gerente de projetos tem sido caracterizado por um perfil profissional com domínio e experiência especializados nos processos e nas áreas de conhecimento do gerenciamento de projetos.
O trabalho do gerente pode ser sintetizado em três grandes elementos:
Planejar (antes) e controlar (durante) as atividades do projeto e seu gerenciamento, conforme se pode constatar pela concentração de processos de gerenciamento de um projeto abrangendo todos os aspectos envolvidos.
Comunicar: os gerentes passam a maior parte do seu tempo se comunicando com os membros da equipe e com outras partes interessadas.
Aplicações da departamentalização por projeto.
Projeto como futuro - O desenho organizacional por projeto é indicado para situações em que o empreendimento é grande e tecnicamente complexo, acabado em si mesmo, tal como ocorre nas indústrias de construção e em atividades de pesquisa e desenvolvimento.
Inovação - O agrupamento por projeto é utilizado por empresas que se dedicam a atividades de pesquisa e desenvolvimento de empresas.
Convergência - Em termos contingenciais, se a tecnologia é autocontida, então a estrutura de projetos é a mais indicada. É o caso dos estaleiros navais que produzem navios de obras de construção civil (prédios) ou industrial (fábricas ou usinas hidroelétricas). Como o produto é de grande porte exige um planejamento individual e detalhado e um extenso período de tempo para a execução.
Investimento em novos produtos - No caso de empresas que dedicam grandes investimentos a pesquisa e desenvolvimento de novos produtos com duração de longos períodos de tempo. Cada projeto é tratado de maneira individualizada e particular. Exemplos: indústrias automotivas, farmacêuticas, químicas e petroquímicas.