Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
Erros Escrituração Contábil

Pré-visualização | Página 1 de 1

ERROS DE ESCRITURAÇÃO
E 
SUAS CORREÇÕES
Prof. Marco Antonio Furlan
Erros nos lançamentos contábeis ainda são
comuns nas empresas. Entre outros motivos,
isso acontece porque o dia a dia do profissional
de contabilidade é extremamente
movimentado, precisando lidar com diferentes
clientes, processos e tarefas.
Erros nos lançamentos contábeis 
CONCEITO DE CONTA:
Os elementos patrimoniais (bens, direitos, obrigações,
receitas e despesas) de uma entidade são representados por
meio de CONTAS.
Contas são nomes técnicos dados a elementos
patrimoniais, os quais são determinados com base na
natureza desses elementos. O nome de uma conta é aquele
que melhor representa a natureza de um elemento, de
forma a permitir que o usuário da informação contábil
entenda o que a conta representa.
Teoria Patrimonialista: 
a) Contas patrimoniais: São as contas 
representativas dos bens, dos direitos, das 
obrigações e do patrimônio líquido da 
entidade; 
b) Contas de resultado: São as contas que 
representam as receitas e a despesas da entidade. 
A Contabilidade registra os fatos contábeis de acordo com a
natureza das contas, e essas são movimentadas por meio de
débitos e créditos. Quando falamos em natureza das contas,
temos de considerar o que elas representam para a entidade.
Assim, as contas do ativo têm natureza devedora por
representarem débitos com a entidade. Já as contas do passivo
e do patrimônio líquido têm natureza credora por
representarem créditos com a entidade
ESCRITURAÇÃO 
O artigo nº 177 da Lei nº 6.404/76 estabelece a forma como as
sociedades anônimas devem elaborar e manter a escrituração
contábil, do qual vale destacar:
❑Mantida em registros permanentes (por exemplo: livros
Diário e Razão);
❑Elaborada de acordo com os princípios de Contabilidade
geralmente aceitos e com os preceitos da legislação
comercial e societária (novo Código Civil e da própria Lei nº
6.404/76);
❑Elaborada em obediência ao princípio da Competência.
Os fatos e alguns atos contábeis deverão ser escriturados
(registrados) em livros próprios. São vários os livros de
escrituração, cuja obrigatoriedade de elaboração dependerá,
basicamente, da forma jurídica (sociedade anônima,
limitada etc.), da atividade desenvolvida pela empresa
(industrial, prestação de serviços etc.) ou da forma de
apuração do Imposto de Renda (lucro real, presumido,
simples, arbitrado) das entidades
LIVROS DE ESCRITURAÇÃO 
O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED):
É a substituição da escrituração em papel pela
Escrituração Contábil Digital – ECD.
Trata-se da obrigação de transmitir em versão digital,
diversos livros contábeis e fiscais, antes preparados
em papel. O SPED Contábil ou Escrituração Contábil
Digital (ECD) é a obrigatoriedade da preparação de
livros contábeis em forma eletrônica.
Os erros que normalmente ocorrem na
escrituração do Livro Diário são: erros de
redação, borrões, rasuras, escritos nas
entrelinhas, intervalos em branco (saltos de
linhas de página), erros de valores lançados
a maior ou a maior, troca de uma conta por
outra, inversão de contas, omissão de
lançamentos e lançamentos em duplicata.
ERROS DE ESCRITURAÇÃO E SUAS CORREÇÕES
Com a automação presente em quase todos os setores das
atividades humanas, a contabilidade também passou a ser
feita por meio de processamento eletrônico de dados.
Assim alguns dos erros que eram comuns na época da
escrituração manuscrita praticamente deixaram de ocorrer,
como é o caso dos borrões, dos assaltos de páginas e das
rasuras.
Retificação de lançamento é o processo técnico de correção de
um registro realizado com erro, na escrituração contábil das
Entidades.
São formas de retificação:
a) Estorno;
b) Transferência;
c) Complementação;
d) Ressalva por contabilista habilitado
CORREÇÕES NA ESCRITURAÇÃO
Como corrigir Erros de lançamentos Contábeis:
O lançamento errado poderá ser corrigido por
meio de estorno, complementação ou
transferência.
O estorno é utilizado quando há duplicidade de
lançamento contábil ou por erro de lançamento
da conta debitada ou da conta creditada.
• Erros de Redação: Quando o erro for notado antes de
encerrado o histórico, basta utilizar um termo adequado,
como “digo”, “isto é”, “ou melhor” etc.
Se o erro for notado após encerrado o histórico, a solução
será estornar o lançamento errado e efetuar o lançamento
correto.
Em contabilidade, a expressão “estornar” significa
“lançar ao contrário”, isto é, a conta debitada no
lançamento errado será creditada no lançamento de
estorno e a conta creditada no lançamento errado será
debitada no lançamento errado.
• Borrões, rasuras, emendas, registros nas
entrelinhas: Ocorrendo um destes erros de
escrituração, o contabilista deverá ressalvar, datar
e assinar a ressalva na própria escrituração.
• Valores lançados a maior: Supondo um exemplo,
onde um contador lançou o valor de pagamento de
impostos de $ 785, sendo o correto $ 758. Neste
caso, a correção poderá ser feita de duas maneiras:
a)Estornar o lançamento inteiro (anulá-lo) e lançar
novamente a importância correta;
b)Estornar apenas a diferença por meio do
lançamento retificativo.
• Valores lançados a menor: Vamos supor que o contador
tenha lançado no pagamento de impostos o valor de $ 390,
sendo que o valor correto seria $ 890. Esse erro também
pode ser corrigido de duas maneiras:
a) Estornar o lançamento e lançar corretamente;
b) Efetuar um lançamento complementar.
• Troca de uma conta por outra: A correção também
poderá ser realizada de duas maneiras:
a)Estornar e lançar corretamente;
b)Fazer um lançamento de transferência da conta
errada para a conta correta.
• Inversão de contas: Na inversão pode-se fazer a
correção de duas maneiras:
a) Estornar e lançar corretamente;
b) Inverter as contas e lançar a importância duas
vezes.
• Omissão de lançamentos: A omissão se dá pelo
esquecimento: na época oportuna, o contabilista deixa de
efetuar o registro de um fato, por um motivo qualquer.
Passado algum tempo, ele verifica a omissão. Nesse caso, a
correção é simples, basta efetuar o registro do fato no dia em
que se verificou a omissão, mencionando, no histórico, o
motivo e a data correta do evento. Havendo na omissão a
ausência de recolhimento de tributos, a empresa deverá
proceder com urgência o recolhimento pagando
espontaneamente e acrescentando os encargos que estejam
previstos em lei.
• Lançamento em duplicata: Ocorre
quando o contabilista registra, por
qualquer motivo, duas vezes o mesmo
fato contábil. Quando notada tal
ocorrência, basta que se efetue o
estorno do lançamento a mais.
Retificação do SPED fiscal
No caso da retificação da ECF, a instrução é que os
arquivos anteriormente entregues poderão sofrer
alterações em até 5 anos, mediante apresentação de nova
ECF. Porém, existem alguns impeditivos para essa
mudança nos erros contábeis informados.
Não será admitida retificação de ECF que tenha por
objetivo mudança do regime de tributação (Simples
Nacional e etc.), salvo para fins de adoção do lucro
arbitrado, nos casos determinados pela legislação.
https://materiais.arquivei.com.br/guia-regimes-tributarios
BIBLIOGRAFIA:
MARION, J.C. Contabilidade básica – livro texto. 6 ed. São
Paulo: Atlas, 1998.
RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade I e II. 1.ed. São
Paulo: SARAIVA, 2006