Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Fisiologia do Sistema Digestório

Pré-visualização | Página 1 de 3

Fisiologia do Sistema Digestório .
Sistema Digestório começa na cavidade oral(boca e
faringe) , o alimento ingerido entra no trato
gastrintestinal que consiste em esofago , estomago,
intestino delgado e intestino grosso.
A porção do trato GI que vai do estômago até o
ânus é chamado também de intestino.
A digestão mecânica e química do alimento ocorre
principalmente no lúmen do intestino. Ao longo do
caminho, secreções são adicionadas ao alimento,
por células epiteliais e órgãos glandulares
acessórios (fígado, pâncreas, vesícula biliar e
glândulas salivares).
● Bolo alimentar é o alimento degradado
pelos dentes, língua e com salivas.
● Quimo é a mistura pastosa de alimento e
secreções.
O trato do Gi é um tubo que ao comprimento
contém anéis musculares , os esfíncteres que
funcionam para separar o tubo em segmentações
com funções distintas. O alimento move-se por
contrações musculares.
1. Na cavidade oral o alimento tem os
primeiros estágios de digestão , com a
mastigação e secreção da saliva por
glândulas salivares : Parótida (secreção
serosa], submandibular (secreção serosa) e
sublingual (secreção mucosa).
2. O alimento deglutido passa pelo esôfgo;
O esôfago tem a constituição de ⅓ superior de
músculo estriado esquelético; ¹/³ médio de músculo
esquelético e liso ; ¹/³ inferior de músculo liso.
3. No estômago continua a digestão ,
misturando o alimento com ácidos e
enzimas para criar o quimo.
4. A maior parte da digestão ocorre no
intestino delgado , realizado por enzimas
intestinais auxiliadas por secreções do
pâncreas e fígado.
5. A digestão termina no intestino grosso e
quase todos os nutrientes são digeridos e
os fluidos secretados são absorvidos. No
colo o quimo se transforma em fezes
semi sólidas , à medida que absorve água
são propelidas para o reto que
desencadeia o reflexo da defecação.
Funções e processos Digestórios
A função primária do sistema digestório é levar
nutrientes, a água e eletrólitos do ambiente externo
para o interno corporal.
- Digestão: quebra, ou degradação química
ou mecânica de alimento em unidades
menores , que podem ser levadas do
epitélio intestinal para dentro do corpo.
Fisiologia do Sistema Digestório .
- Absorção é o movimento movimento de
substâncias do lúmen para o líquido
extracelular.
- A secreção do trato do GI pode ter dois
significados. Pode ser o movimento de
água e íons do LEC para o lúmen , mas
pode também significar a liberação de
substâncias das células do lúmen ou do
LEC.
- Motilidade é o movimento do material no
trato GI como resultado da contração
muscular.
Desafios do sistema digestório
1. evitar a autodigestão, o sistema secreta
enzimas potentes para a digestão dos
alimentos a moléculas para absorção , há
mecanismos de proteção, caso falhem
ocorre úlceras e escolhidos se desenvolvem.
2. Balanço de massa ,controle da entrada e
saída .
3. Defesa , é o principal local de entrada
de patógenos , para a proteção o epitélio
contém o muco , enzimas digestivas ,
ácidos e tecido linfático associado ao
intestino (galt) , 80% do linfócitos estão
aqui.
Enzimas digestivas são secretadas tanto por
glândulas exócrinas ( glândulas salivares e o
pâncreas) ,quanto por células epiteliais no
estômago e no intestino delgado. São secretados na
forma de proenzimas inativas, conhecidas como os
zimogenio.
Muco é uma secreção viscosa composta
glicoproteínas, chamadas de mucinas, protetor
lubrifica o intestino, feito por células exócrinas
especializadas, chamadas de células mucosas do
estômago, nas glândulas salivares e células
caliciformes no intestino e sinais para liberação
incluindo a inervação parassimpática,
neuropeptídeos encontrados no sistema nervoso
entérico e citocinas provenientes de imunócitos.
Motilidade: o músculo liso gastrointestinal contrai
espontaneamente
Fisiologia do Sistema Digestório .
● contrações tônicas: são mantidas por
minutos ou horas
● contrações fásicas: com ciclo de
contração-relaxamento duram apenas
alguns segundos.
● O ciclo de contração e relaxamento do
músculo liso são associados a ciclos de
despolarização e repolarização
denominado potenciais de ondas lentas
ou simplesmente ondas lentas, originadas
de uma rede de células chamadas de
células intersticiais de cajal
Ondas lentas não alcançam o limiar a cada ciclo,
dessa forma não ocorre contração muscular.
A contração do músculo liso é graduada de
acordo com a quantidade de cálcio que entra na
fibra Quanto maior a duração das ondas lentas
mais potenciais de ação são disparados e maior é
a força de contração muscular. Depende de
informações do sistema nervoso entérico para
disparar o potencial de ação.
Músculo liso gastrointestinal apresenta diferentes
padrões de contração
● Complexo motor migratório, função de
limpeza da casa que vai do bolo
alimentar e bactérias do trato
gastrintestinal superior para o intestino
grosso.
● Peristaltismo são ondas progressivas de
contração se movem de uma seção do
trato GI para a próxima. Os Músculos
circulares contrai no segmento apical a
uma massa, ou bolo alimentar,
empurrando para frente até o segmento
receptor, onde os músculos circulares
estão relaxados,assim o segmento receptor
contrai continuando o movimento para
frente.
● contrações segmentares, segmentos (1-5
cm) de intestino contrai e relaxa
alternadamente, o músculo circular
Fisiologia do Sistema Digestório .
contrai a passo com músculo
longitudinal relaxa.
Regulação da função gastrointestinal
O sistema nervoso entérico controla a utilidade, a
secreção e o crescimento do trato digestório.
- neurônios intrínsecos são aqueles que se
situam completamente dentro do aparelho
do trato Gi. Os neurônios autonômicos
que levam sinais do SNC para o sistema
digestório são denominados neurônios
extrínsecos.
- Neurotransmissores e neuromoduladores,
liberam mais de 30 neurotransmissores e
neuromoduladores, os mais conhecidos
são a serotonina, o peptídeo intestinal
vasoativo e óxido nítrico.
- Células gias de sustentação dentro do
neurônio do SNE,
- barreira de difusão, os capilares que
circo dos glúteos não são muito
permeáveis e cria uma barreira de
difusão, similar a barreira
hematoencefálica.
- Centros integradores, reflexos originados
do trato Gi podem ser integrados e atuar
sem os que os sinais deixem o SNE.
● reflexos curtos, se originam dentro do
sistema nervoso entérico e são integrados
por ele sem sinais externos.
● reflexos longos, não importa onde se
originam os reflexos digestórios integrados
no SNC . Podem se originar
completamente fora do sistema digestório
incluem reflexo antecipatórios e reflexos
emocionais , os chamados cefálicos, pois
se originam no encéfalo.
iniciam com o estímulo ( visão, cheiro ou
pensamento no alimento).
A maioria dos neurônios parassimpáticos para o
trato Gi são encontrados no nervo vago. Os
neurônios simpáticos normalmente inibem as
funções do Gi.
Fisiologia do Sistema Digestório .
Peptídeos gastrointestinais inclui hormônios,
neuropeptídeos e citocinas
Podem atuar como hormônios ou como sinais
paracrinos.
- colecistocinina (cck) melhoras saciedade
dando a sensação que a fome foi saciada.
- A grelina é secretado pelo estômago e
age no cérebro para aumentar ingestão
alimentar.
Hormônios GI: Atuam sobre o trato Gi, em
órgãos acessórios, como pâncreas e encéfalo.
família de hormônios GI:
família da gastrina, inclui os hormônios
gastrina e colecistocinina, podem se ligar ao
mesmo receptor cckb.
família da secretina , inclui a secretina, o
peptídeo intestinal vasoativo (vip) , um
neurotransmissor não adrenérgico não colinérgico,
e GIP, conhecido como peptídeo inibidor gástrico ,
o hormônio peptídeo semelhante ao glucagon
(GLP) atua como um sinal antecipatório para
liberação de insulina.
A terceira família tem aqueles que não se
encaixam nas outras duas famílias . O o
hormônio principal é o motilina, o aumento dela
está associado ao complexo
Página123