Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
80 pág.
AP_510_gestao_de_informacoes_02062017_APROVADA

Pré-visualização | Página 1 de 14

Gestão de 
Informação e 
Novas 
Tecnologias
SEST – Serviço Social do Transporte
SENAT – Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte
ead.sestsenat.org.br 
CDU 005.94:004
80 p. :il. – (EaD)
Curso on-line – Gestão de Informações e Novas 
Tecnologias – Brasília: SEST/SENAT, 2016.
1. Gestão da informação. 2. Tecnologia da 
informação. I. Serviço Social do Transporte. II. Serviço 
Nacional de Aprendizagem do Transporte. III. Título.
3
Sumário
Apresentação 6
Unidade 1 | Tecnologia da Informação e Sociedade da Informação 7
1 Introdução 8
2 Tecnologia da Informação e Sociedade da Informação 13
2.1 A Revolução do Controle 13
2.2 Crise de Controle 16
2.3 Racionalização e Burocracia 17
2.4 Novas Tecnologias de Controle 20
2.4.1 Controle da Produção 20
2.4.2 Controle da Distribuição 21
2.4.3 Controle da Demanda e do Consumo 22
2.5 Sociedade da Informação 25
Glossário 28
Atividades 29
Referências 30
Unidade 2 | Logística e Competitividade 31
1 Logística 32
2 Outros Conceitos de Logística 34
3 Impacto das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) 
sobre a Logística 38
3.1 Desenvolvimentos Quanto à Cadeia de Valor 38
3.2 Possibilidades de Inovação nos Negócios Trazidas pelas TICs 41
Glossário 44
Atividades 45
Referências 46
4
Unidade 3 | Impacto da Logística sobre a Informática 47
1 Introdução 48
2 A Abordagem Logística de Ponta: Controle pelos Fluxos Físicos e Informacionais 49
2.1 Fluxos Físicos 49
2.2 Fluxos de Informação 50
3 A Amplitude da Difusão da Informática na Logística 51
4 A Comunicação com o Fluxo de Materiais 53
4.1 Acompanhamento Preciso dos Deslocamentos dos Materiais 54
4.2 Acompanhamento Preciso das Operações Físicas de Transformação 56
5 A Comunicação com Outros Sistemas Informatizados 57
5.1 A Necessidade de se Comunicar com os Parceiros 57
5.2 O Exemplo da Grande Distribuição 58
5.3 O Exemplo do Setor de Transportes 59
6 Funcionalidades de Suporte à Decisão 60
6.1 A Necessidade de Suporte à Decisão 60
6.2 Os Limites da Informática Clássica em Atender à Logística 61
Atividades 63
Referências 64
Unidade 4 | Aplicações de TICs em Transportes 65
1 Comunicação e Coleta de Informação de Baixa Tecnologia 66
1.1 Telefones Celulares 66
1.2 Radiocomunicação Bidirecional 67
1.3 Pager (palavra inglesa: pronuncia-se pêi-ger) 67
2 Comunicação e Coleta de Informação de Alta Tecnologia 68
2.1 Localização Automática de Veículo (AVL) e Comunicação via Satélite (SATCOM) 68
2.2 Computadores de Bordo (On-Board Computers – OBCs) 70
5
3 Tecnologias para Processamento da Comunicação e da Informação 71
3.1 Intercâmbio Eletrônico de Dados (Electronic Data Interchange – EDI) 71
3.2 Roteamento e despacho apoiado por computador 
(Computer-aided routing and dispatching, CAR and CAD) 73
3.3 Sistema de Acompanhamento da Manutenção Veicular 
(Maintenance Tracking Software – MTS) 74
3.4 Internet 75
Atividades 77
Referências 78
Gabarito 79
6
Apresentação
Prezado(a) aluno(a),
Seja bem-vindo(a) ao curso Gestão de Informações e Novas Tecnologias! 
Neste curso, você encontrará conceitos, situações extraídas do cotidiano e, ao final de 
cada unidade, atividades para a fixação do conteúdo. No decorrer dos seus estudos, 
você verá ícones que têm a finalidade de orientar seus estudos, estruturar o texto e 
ajudar na compreensão do conteúdo. 
Este curso possui carga horária total de 30 horas e foi organizado em 4 unidades, 
conforme a tabela a seguir.
Fique atento! Para concluir o curso, você precisa:
a) navegar por todos os conteúdos e realizar todas as atividades previstas nas 
“Aulas Interativas”;
b) responder à “Avaliação final” e obter nota mínima igual ou superior a 60; 
c) responder à “Avaliação de Reação”; e
d) acessar o “Ambiente do Aluno” e emitir o seu certificado.
Este curso é autoinstrucional, ou seja, sem acompanhamento de tutor. Em caso de 
dúvidas, entre em contato através do e-mail suporteead@sestsenat.org.br.
Bons estudos! 
Unidades Carga Horária
Unidade 1 | Tecnologia da Informação e Sociedade da 
Informação
12 h
Unidade 2 | Logística e Competitividade 6 h
Unidade 3 | Impacto da Logística sobre a Informática 7 h
Unidade 4 | Aplicações de TICs em Transportes 5 h
7
UNIDADE 1 | TECNOLOGIA DA 
INFORMAÇÃO E SOCIEDADE DA 
INFORMAÇÃO
8
Unidade 1 | Tecnologia da Informação e Sociedade 
da Informação
Caro(a) aluno(a), bem-vindo(a) à primeira unidade do Curso Gestão de Informações e 
Novas Tecnologias. Aqui trataremos de definir os mais básicos aspectos da informação e 
suas tecnologias, para, então, aprofundarmo ainda mais nas unidades seguintes.
Bons estudos!
1 Introdução
Pode-se dizer que o mundo industrial 
avançado se tornou uma sociedade 
da informação. Nos países mais 
desenvolvidos, a maior parte da força de 
trabalho agora trabalha, primariamente, 
em tarefas informacionais, tais como 
análise de sistemas e programação 
de computadores. Enquanto isso, a 
riqueza cada vez mais está associada 
a bens informacionais, como os 
microprocessadores e serviços de 
informática, como o processamento de 
dados. 
Para as economias de, pelo menos, meia dúzia de países – especificamente os de ponta –, 
o processamento de informação, há muito tempo, já deixou para trás o processamento 
de matéria e energia. 
 c
Mas porquê? Entre as inúmeras coisas que os seres humanos 
valorizam, porque seria a informação, envolvendo bens e 
serviços, que dominaria as maiores e mais avançadas economias 
do mundo? 
9
Embora haja uma inumerável quantidade de livros e artigos proclamando o advento 
da Sociedade da Informação, poucos autores se dedicaram a encontrar respostas para 
essas questões básicas. 
A questão central é: porque os computadores eletrônicos se tornaram tão centrais para 
a sociedade moderna, se tudo o que eles podem fazer é transformar informação de uma 
forma a outra? Como pode nossa inteira Era, popularmente descrita nos anos 1960 como 
a Era do Computador, ser associada a uma atividade aparentemente tão modesta, como 
o processamento de informação?
 c
Mesmo se pudermos explicar a crescente importância da 
informação e seu processamento nas economias modernas, 
imediatamente confrontaremos outra questão: Por que agora? 
Já que a informação sempre desempenhou um papel importante 
em todas as sociedades humanas. Temos que explicar porque só 
recentemente a informação emergiu como uma commodity 
(insumo econômico básico) distinta e crítica. 
A cultura material também tem sido crucial no desenrolar da história humana, e 
precisou haver uma revolução – a Industrial –, para que o capital destronasse a Terra (a 
propriedade de terras) como a principal base econômica. 
A que “revolução” tecnológica e econômica de magnitude comparável com a revolução 
industrial podemos atribuir a emergência da Sociedade da Informação? 
A resposta mais plausível a todas as 
perguntas acima é o que chamamos de 
Revolução do Controle, um complexo 
de rápidas mudanças nos arranjos 
tecnológicos e econômicos por meio 
dos quais a informação é coletada, 
armazenada, processada e comunicada, 
para permitir a tomada de decisões 
formais, ou programadas, que dão à 
sociedade poder de controle sobre suas 
próprias ações coletivas. 
10
Desde suas origens, nas últimas décadas do século XIX, a Revolução do Controle 
continuou imbatível e, na década de 1970, foi acelerada pelo desenvolvimento da 
tecnologia de microprocessadores e da difusão da digitalização, até chegar à Internet 
do final do século XX e seus efeitos. 
Em termos da magnitude e penetração do seu impacto sobre a sociedade, não menos 
intelectual e
Página123456789...14