Buscar

APANHADO RELAÇÕES ETNICOS RACIAIS NO BRASIL

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 10 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 10 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 10 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

APANHADO - RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO BRASIL 
SOL ~ASSESSORIA ACADÊMICA – GRUPOS DE PROVAS E APANHADOS 
01 - O Haiti é aqui 
O Haiti não é aqui 
Assinale a única alternativa cujo o tema não mostra relação com o teor da música acima: 
A)-Racismo 
B)-Geografia física (CONFIRMAR) 
C)-Cidadania 
D)-Diferenças étnico-raciais 
E)-Violência policial 
 
02- Passados 6 anos de criação da Lei n 10.639/2003 poucas escolas incluíram em seus 
currículos a temática da História e cultura Afro Brasileira .Sendo assim , em 2009, o 
Ministério da Educação publicou um Plano Nacional de Implementação das Diretrizes 
Curriculares Nacionais para a implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para 
a Educação das relações Étnico Raciais .Este documento enfatizou problemáticas que 
justificaram a implementação da Lei como: 
I- Formação dos professores para o trabalho em sala de aula na perspectiva das relações 
étnico- raciais. 
II- Produção de material didático adequado, que desfaça os estereótipos de 
raça/cor/gênero 
III- Sensibilização de todos agentes envolvidos nesse processo de implantação de 
igualdades racial na escola. 
IV- Desarticulação entre as esferas do poder público, no entendimento da necessidade de 
se trabalhar a educação para promoção da igualdade racial. 
Neste contexto, assinale a alternativa correta: 
A)- São corretas apenas as alternativas I, II , III (CORRIGIDO GABARITO) 
B)- É correta apenas a afirmativa III 
C)- A afirmativa IV não corresponde á necessidade de implementação da lei 
D)- São corretas apenas as afirmativas III e IV 
E)- Todas as afirmativas são corretas porque correspondem ás necessidades de 
implementação da lei. 
 
03- Pense na seguinte situação: um professor do Ensino Fundamental I depara-se com 
estes versos no livro didático que está adotando no trabalho com a turma do 3º ano: 
A Borboleta 
De manhã bem cedo 
Uma borboleta 
Saiu do casulo 
Era parda e preta. 
Foi beber no açude 
Viu-se dentro da água 
E se achou tão feia 
Que morreu de mágoa. 
Ela não sabia 
– boba! – que Deus deu para cada bicho 
a cor que escolheu. 
Um anjo a levou, 
Deus ralhou com ela, 
Mas deu roupa nova 
Azul e amarela. 
(Odilo Costa Filho, In: CEGALLA, 1980, p. 12) 
O que esse professor deveria pensar e/ou fazer, segundo uma perspectiva que leve em 
conta as relações equitativas entre brancos e negros? 
 
I- Deveria concluir que este poema colabora para reforçar o preconceito gerado pelos 
estereótipos que consideram negros e pardos como feios. 
II- Poderia construir uma outra versão do poema, junto com as crianças, que 
desconstruísse tais estereótipos. 
III- Deveria ignorar o poema, passando a trabalhar o próximo tópico do livro, para não 
reforçar os estereótipos raciais com as crianças. 
IV- Faria um debate sobre o teor preconceituoso do singelo poema, a fim de que as 
crianças pudessem perceber como são construídos os estereótipos e preconceitos raciais. 
V- Deveria abandonar o uso daquele livro didático no próximo ano letivo, buscando um 
material que não apresente nenhuma forma de preconceito ou visão simplificadora ou 
estereotipada da realidade. 
São corretas: 
A)-III, IV e V. 
B)-I, II e III. 
C)-I, II e IV. (CORRIGIDO AVA) 
D)-I, II, IV e V. 
E)-I, III, IV e V. 
 
04- Pierre Bourdieu, sociólogo francês, denominou a violência simbólica os mecanismos 
sutis de denominação social utilizado por indivíduos, grupos ou instituições e impostos 
sobre outros. Diante de pesquisas acadêmicas como a realizada por Eliane Cavaleiro na 
obra Do Silêncio do Lar ao Silêncio Escolar, (Ed. Contexto, 6° edição, 2012), sabe-se que 
na escola também ocorre a violência simbólica quando: 
A)-Não cumpre a obrigatoriedade de acesso ao ensino fundamental. 
B)-Articula-se com o poder judiciário na visibilidade das práticas de violência no cotidiano 
escolar 
C)-Organiza-se com os conselhos de pais, na tentativa de expulsão dos alunos considerados 
violentos e agressivos. 
D)- Trata iguais indivíduos que são desiguais, procurando encobrir as diferenças de raça, 
cor, classe, origem etc. (CORRIGIDO GABARITO) 
E)-Evita discutir a questão racial com os meios de comunicação. 
 
05- Pierre Bourdieu, sociólogo francês, explica-nos outra forma de compreender a 
configuração do racismo à brasileira, por meio do que denominou violência simbólica, a 
saber: 
A)-Mecanismos sutis de dominação social utilizados por indivíduos, grupos ou instituições 
e impostos sobre outros. 
B)-Identidade brasileira enraizada pela interiorização por todos os brasileiros, de normas 
enunciadas pelos discursos dos estrangeiros que nos colonizaram. 
C)-Assumir o universo simbólico de outro sem perceber que essa “transferência” é feita na 
forma de uma dominação no plano simbólico. 
D)-As alternativas “a”, “b” e “c” estão corretas. (CORRIGIDO LIVRO TEXTO pág.99/AVA) 
E)-Construção de uma consciência crítica do que significa pertencimento étnico 
06- Podemos considerar, segundo inúmeras pesquisas produzidas pelas universidades, 
que os livros didáticos apresentam os seguintes problemas quando os analisamos segundo 
uma perspectiva das relações étnico-raciais e da promoção da igualdade racial: 
I- A maioria dos livros didáticos traz uma representação muito simplificada dos fatos 
históricos, acabando por estigmatizar ou caricaturar segmentos sociais como mulheres, 
negros, idosos e trabalhadores, por exemplo, colaborando com o reforço de estereótipos. 
II-A invisibilidade desses segmentos sociais desfavorecidos, que aparecem representados 
no conjunto dos conteúdos didáticos numa relação desproporcional àquela existente na 
sociedade brasileira. 
III-A falta de representatividade negra ou de figuras de pessoas negras desempenhando os 
mais diversos papéis sociais, por exemplo, faz com que a criança afrodescendente não 
tenha parâmetros de igualdade e diversidade para a construção de sua identidade étnicoracial. 
Estão corretas as alternativas: 
A)-I e II. 
B)-I e III. 
C)-II e III. 
D)-I, II e III (CORRIGIDO AVA) 
E)-Somente a III. 
 
07- Podemos considerar, segundo inúmeras pesquisas produzidas pelas universidades, 
que os livros didáticos apresentam os seguintes problemas quando os analisamos, segundo 
uma perspectiva das relações étnico-raciais e da promoção da igualdade racial: 
I- A maioria dos livros didáticos traz uma representação muito simplificada dos fatos 
históricos, acabando por estigmatizar ou caricaturar segmentos sociais como mulheres, 
negros, idosos e trabalhadores, por exemplo, colaborando no reforço de estereótipos. 
II- A invisibilidade desses segmentos sociais desfavorecidos, que aparecem representados 
no conjunto dos conteúdos didáticos numa relação desproporcional àquela existente na 
sociedade brasileira. 
III- Os livros trazem, frequentemente, trechos racistas ou discriminatórios, que precisam 
ser ignorados pelo professor em sua prática pedagógica, visando a não reforçar os 
estereótipos raciais com as crianças. 
IV- A falta de representatividade negra ou de figuras de pessoas negras desempenhando os 
mais diversos papéis sociais, por exemplo, faz com a criança afrodescendente não tenha 
parâmetros de igualdade e diversidade para a construção de sua identidade étnico-racial. 
Está correta a alternativa: 
B)- As afirmações I, II e III estão corretas. 
C)- As afirmações II, III e IV estão corretas. 
D)- As afirmações I e II estão corretas. 
E)- Todas as afirmações estão corretas. 
 
08- Por que podemos afirmar que a Lei 10639/2003 é um importante instrumento na 
promoção da igualdade racial no Brasil? 
A)- Porque a herança cultural e histórica dos africanos no Brasil foi completamente 
apagada ao longo dos séculos. 
B)- Porque devemos resgatar as africanidades, afirmando o valor e as contribuições dos 
negros para a formação do Brasil. 
C)- Porque é necessário desfazermos os estereótipos raciais que colocam o negro apenas 
como escravo na História do Brasil apenas como escravona História do Brasil. 
D)- Porque a valorização da cultura afrodescendente contribui para a representação 
positiva dos negros. 
E)- Todas as alternativas estão corretas. (CORRIGIDO AVA) 
 
09- Quando tratamos sobre a formação do Brasil, todas as afirmações abaixo são 
verdadeiras, exceto: 
A)- O Brasil foi a maior empresa colonial de Portugal. 
B)-A colonização do Brasil já estava inscrita no contexto do capitalismo moderno. 
C)-A exploração de matérias-primas no Brasil seria o início desta empreitada colonial. 
D)- A agricultura exigiu grandes números de mão-de-obra e extensões de terra mão-de-obra e 
extensões de terra. 
E)-Para a colonização do Brasil, foram enviados para nosso território os cidadãos 
indesejados na Europa, como ladrões ou desocupados. (CORRIGIDO AVA) 
 
10- Quando se discute a qualidade do ensino oferecido à população, observa-se um 
grande problema chamado analfabetismo funcional, onde o aluno aprende os códigos 
linguístico e numérico, mas não consegue compreender textos ou mesmo produzi-los. 
Tendo em vista que os brancos têm em média 8 anos de estudos contra 6 anos dos negros, 
podemos afirmar que: 
A)- O alfabetismo funcional é uma realidade das escolas bilíngues indígenas. 
B)- O alfabetismo funcional é um investimento dos países da América do Norte e dos 
estados brasileiros. 
C)- O alfabetismo funcional ocorre em sua maioria entre a população negra e 
parda, tendo em vista o tempo reduzido de escolarização. (CORRIGIDO GABARITO) 
D)-È nulo o índice de analfabetos funcionais na educação brasileira. 
E)-O alfabetismo funcional ocorre quando a escolarização é oferecida com diferenciação 
segregacionista entre as etnias. 
 
11- Sabemos que a partir da aprovação da lei 10.639/2003 os professores são 
confrontados com a necessidade de se trabalhar a perspectiva étnico-racial em suas salas 
de aula. Para isso, terão de pensar e elaborar planos de ensino e aulas que contemplem o 
olhar da pluralidade cultural e da promoção de igualdade racial nas práticas escolares. As 
alternativas em seguida apresentam algumas das estratégias possíveis aos professores para 
tal planejamento, EXCETO: 
A)-Constituição de subjetividades outras, livres da clausura causada pelo modelo dito, 
”ideal”, visando buscar formas de vida. 
B)-Há que se planejar uma racionalidade objetiva que determine a construção de 
discursos igualitários. 
C)-Enfrentamento de toda e qualquer prática ou manifestação de racismo no ambiente 
escolar. 
D)-Luta diária contra as formas de “assujeitamento” que procuram modelar as pessoas de 
uma mesma forma. 
E)-Trabalho crítico com os livros didáticos e paradidáticos, a fim de detectar e combater 
os estereótipos neles ainda presentes. 
 
12- Segundo Munanga e Gomes (2006), há três aspectos da forte presença africana na 
formação do Brasil: no campo econômico, pela força de trabalho não remunerado, que 
deu sustentação econômica à empresa colonial brasileira; no campo demográfico, 
colaborando no povoamento do país e no campo cultural: A)-Pela influência linguística, 
por meio de palavras africanas incorporadas à língua portuguesa; 
B)- Pelas religiões de matriz africana, entre as quais o candomblé e a umbanda; 
C)-Pela herança no campo das artes, por meio de instrumentos musicais, ritmos, danças, 
entre outros; 
D)-As alternativas “a”, “b” e “c” estão corretas, pois a influência africana no campo 
cultural se estende ao idioma, a religião e às artes. (CORRIGIDO AVA) 
E)-Embora o povo africano tenha trabalhado intensamente em terras brasileiras, sua 
influência se limitou ao campo econômico e demográfico, pois a cultura brasileira é 
produto das articulações da burguesia europeia. 
 
13- Segundo nossos estudos , os significados de racismo cobertos pela legislação brasileira 
atual podem ser apresentados nas afirmações abaixo, EXCETO: 
A)- As ações de preconceito ou discriminação raciais praticadas no âmbito privado. 
CORRIGIDO GABARITO/AVA) 
B)- O preconceito racial, expresso verbalmente por meio de ofensas pessoais 
C)- A discriminação racial, ou seja, o tratamento desigual de pessoas, nos mais diversos 
âmbitos da vida social 
D)-Qualquer atitude que traga restrição ao amplo e liquido direito constitucional e legal á 
isonomia de tratamento 
E)- A expressão doutrinária do racismo ou a incitação pública do preconceito 
 
14- Segundo o material produzido pela Universidade Federal de São Carlos*, utilizado na 
formação de professores para uma educação cidadã e para a igualdade racial no Brasil, os 
professores e professoras devem: 
A)-Incorporar o discurso das diferenças não como um desvio, mas como algo enriquecedor 
de nossas práticas e das relações entre as crianças. 
B)-Colaborar para a constituição de subjetividades outras, livres da clausura causada pelo 
modelo dito “ideal”. 
C)-Promover novas relações interpessoais, mais afetuosas, profundas e significativas. 
D)-Recriar novos sentimentos e reconhecimentos, especialmente em relação a si mesmo, 
num movimento de respeito a toda forma de diversidade. 
E)-Todas as alternativas anteriores são estratégias válidas para a promoção da igualdade 
racial na escola. (CORRIGIDO AVA) 
 
15- Segundo Antônio Sérgio Guimarães (2004, p. 19), os significados de racismo 
cobertos pela legislação brasileira atual podem ser apresentados nas afirmações abaixo, 
exceto: 
A)-As ações de preconceito ou discriminação raciais praticadas no âmbito privado. 
B)- O preconceito racial expresso, verbalmente, por meio de ofensas pessoais. 
C)- A discriminação racial, ou seja, o tratamento desigual de pessoas, nos mais diversos 
âmbitos da vida social. 
D)- Qualquer atitude que traga restrição ao amplo e líquido direito constitucional e 
legal à isonomia de tratamento. 
E)-A expressão doutrinária do racismo ou a incitação pública do preconceito 
 
16- Sendo o Brasil o primeiro país do continente americano a criar leis específicas no 
combate ao racismo, indique quais leis efetivamente se referem ao racismo como crime: 
A)Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (9394/96) e o Código Penal. 
B)Estatuto da Igualdade Racial e o Estatuto da Criança e do Adolescente. 
C)Constituição Federal e Lei 10.639/03. 
D)Diretrizes Curriculares Nacionais para o ensino das relações étnico-raciais e para o 
ensino da história e cultura dos afrodescendentes e a Lei 11.645/08. 
E)Constituição Federal de 1988, Lei 7.716/89 e o Código Penal, artigo 140. (CORRIGIDO 
AVA) 
 
17- Silva (2003), no artigo Africanidades Brasileiras: Esclarecendo Significados e 
Definindo Procedimentos Pedagógicos, 
Sugere aos professores algumas estratégias bastante úteis para uma mudança de 
paradigma, partindo da compreensão e aplicação do que sabemos sobre africanidades 
brasileiras. Além disso, a autora resume em três pontos os princípios da pedagogia 
antirracista, que seriam: 
A)-Respeito, reconstrução do ideal do branqueamento e do mito da democracia racial. 
B)-Respeito, reconstrução do discurso pedagógico e estudo da recriação das diferentes 
raízes da cultura brasileira. (CORRIGIDO GABARITO) 
C)-Respeito às diferenças, reelaboração do currículo escolar e aplicação de estratégias 
que dão ênfase a crenças e hábitos de um único grupo social. 
D)-Articulação com um saber politicamente construído, reprodução de uma ideologia 
dominante e investimento na prática pedagógica excludente. 
E)-Nenhuma das alternativas anteriores apresentam princípios de uma pedagogia 
antirracista. 
 
18- Sobre a diáspora vivida pelos negros após sua transferência forçada ao Brasil, a 
partir de 1550, avalie as afirmações abaixo e assinale aquela que melhor descreve esse 
fenômeno histórico: 
A)-Desterrados de seu continente, separados de seus laços de relação pessoal, 
ignorantes da língua e dos costumes, o deslocamento dos negros foi de tal monta que 
acabou alterando cores, costumes e a própria estrutura da sociedade local. 
(CORRIGIDO AVA) 
B)-Toda a história da Áfricafoi sendo apagada dos livros, que passaram a contar a 
história apenas sob a perspectiva do branco colonizador. 
C)- Foi inegável influência que a cultura brasileira, em formação, recebeu como 
herança africana, não só no campo econômico, através do trabalho escravo e não 
remunerado, mas nos campos demográfico, cultural, entre outros. 
D)-Os quilombos contribuíram como força de resistência negra durante o período de 
escravidão, surpreendendo também pela capacidade de organização e por apresentar 
uma proposta social e política alternativa ao modelo colonial. 
E)-Trata-se do envio de milhares de imigrantes brancos ao Brasil a partir, 
principalmente, do início do século XX, para substituir a mão de obra negra após a 
abolição da escravatura. 
 
19- Trata-se de um processo de valorização e resgate da história e cultura africana e 
afro-brasileira, a fim de desfazer os estereótipos raciais construídos pelos grupos 
dominantes (brancos, homens, proprietários, livres e ricos)” 
Escolha a opção que melhor define esse conceito: 
A)-Projeto nacional de branqueamento 
B)-Africanidades brasileiras (CORRIGIDO AVA) 
C)-Mito da democracia Racial 
D)-Invisibilidade Histórica 
E)-Processo de abolição da escravatura 
20- Todas as alternativas condizem com os conceitos de raça e etnia estudados, exceto: 
A)- O termo raça costuma ser indevidamente utilizado para designar unicamente 
características físicas e biológicas das pessoas pessoas. 
B)- O conceito de raça deve ser compreendido no interior das relações sociais e 
processos históricos. 
C)- A identificação étnica é um processo social dado por atribuição categorial dos 
sujeitos dado por atribuição categorial dos sujeitos envolvidos. 
D)- Os conceitos de raça e etnia são sinônimos. 
E)- Etnia é um grupo possuidor de algum grau de coerência e solidariedade. 
 
21- Todas as afirmações abaixo apresentam justificativas que explicam por que o 
termo “raça” não pode ser compreendido segundo uma perspectiva biológica, exceto: 
A)-Segundo os estudos mais recentes da genética, não existem raças - somos uma única 
raça humana. 
B)-A explicação dada pela biologia para o termo “raça” faz parte das concepções 
construídas pelo chamado “racismo científico” durante o século XIX. 
C)-Não se pode atribuir características determinadas pela natureza a aspectos que são 
resultados de um processo cultural. 
D)-Todas as raças humanas devem ser respeitadas e merecem tratamento específico da 
lei. (CORRIGIDO AVA) 
E)-A perspectiva racialista pressupõe uma hierarquização entre as diferentes raças, o 
que é inconcebível para qualquer área do conhecimento. 
 
22- Todas as afirmações abaixo expressam alguns motivos pelos quais as crianças e 
adolescentes negros no Brasil encontram dificuldades em construírem sua identidade 
negra, exceto: 
A)- As relações sociais no Brasil são permeadas por imagens e representações 
estereotipadas dos negros. 
B)-A construção da identidade pressupõe a diversidade, dificultada no Brasil pelo mito 
da democracia racial. 
C)-As crianças e adolescentes negros podem construir sua identidade a partir das 
representações e imagens positivas dos negros presentes na mídia, na literatura, nos 
livros didáticos etc. (CORRIGIDO AVA) 
D)- O projeto nacional de branqueamento trouxe reflexos que persistem até hoje em 
nossa sociedade de traços tão autoritários. 
E)- Vivemos uma situação paradoxal, em que as leis ditam a igualdade racial, mas o 
cotidiano revela relações hierarquizadas. 
 
23- Todas as afirmações abaixo apresentam alguns dos aspectos que definem a identidade 
étnica. 
Assinale a alternativa INCORRETA: 
A)- Essência e substancialidade.(CORRIGIDO LIVRO TEXTO pág 14) 
B)- Ancestralidade. 
C)- Atribuição categorial exógena ou endógena. 
D)- Dimensão relacional e de fronteira. 
E)- Realce ou saliência conforme a interação social. 
Pág 14 - Ainda de acordo com Poutignat e Streiff-Fenart (1998), os principais aspectos que 
definem a identidade étnica são: 
•atribuição 
categorial: os atores identificam-se 
ou são identificados pelos outros 
(endógena ou exógena); 
•dimensão relacional e de fronteira: 
implica a dicotomia nós/eles (processo 
político); 
 
•origem comum: intencionalidade dos atores em demonstrar 
uma 
ancestralidade 
com seu grupo étnico, por meio de símbolos indenitários (processo simbólico); 
•realce ou saliência: possibilidade de os sujeitos se posicionarem conforme a situação 
de interação social na qual se encontram (processo social). 
 
24- Um trabalho pedagógico que leve em conta a diversidade étnico-racial e cultural é 
uma das tarefas mais difíceis a serem enfrentadas pela escola e pelas instituições 
brasileiras. Todos os envolvidos no processo educacional devem 
A)- Estar atentos à desconstrução de estereótipos raça/cor 
B)- Desmitificar os mitos raciais existentes na sociedade brasileira 
C)- Demonstrar relações não discriminatórias 
D)-Ter atitudes equitativas em sala de aula 
E)- Todas alternativas anteriores são corretas (CORRIGIDO GABARITO) 
 
 
DISCURSIVAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO BRASIL 
 
01) “ A escravidão no Brasil foi uma das mais longas na história moderna devido ao 
caráter passivo e acomodado dos negros, que pouca ou nenhuma resistência apresentavam 
á sua condição de escravos””. Em contraponto a essa inverdade, relate os meios 
encontrados pelos escravizados para superar o regime de escravidão. 
R1: A citação no livro texto descreve que os africanos nunca foram "passivos ou 
acomodados". Há muitos episódios em que os negros se colocaram como resistentes do 
poder colonial. Até mesmo a organização dos chamados Quilombos é uma importante 
demonstração de que eles pretendiam construir, no Brasil, outro modelo de sociedade 
aberta a todos o que pudessem demonstrar a estrutura escravocrata, implantando “em seu 
lugar “outra forma de vida, outra estrutura política na qual se encontram todos os tipos 
de oprimidos”“. (PROVA NOTA 10) 
 
02) As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e 
para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana apresenta o conceito de 
raça como a construção social forjada nas tensas relações entre brancos e negros, bem 
como nas relações sociais brasileiras para informar determinadas características físicas e 
como estas influenciam, interferem e até mesmo determinam o destino e o lugar social dos 
sujeitos no interior da sociedade brasileira (MEC, 2004). 
Em decorrência desta interpretação conceitual do termo raça, teça uma reflexão sobre o 
as tensas relações entre brancos e negros na sociedade brasileira. 
 
R- É importante destacar que se entende por raça a construção social forjada nas tensas 
relações entre brancos e negros, muitas vezes simuladas como harmoniosas, nada tendo a 
ver com o conceito biológico de raça. Pode-se esclarecer que o termo raça é utilizado com 
frequência nas relações sociais brasileiras, para informar como determinadas 
características físicas, como cor de pele, tipo de cabelo, entre outras, influenciam, 
interferem e até mesmo determinam o destino e o lugar social dos sujeitos no interior da 
sociedade brasileira. (LIVRO TEXTO. 
 
03) (As) Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações ÉtnicoRaciais e para o 
Ensino de Histórias e cultura Afro-brasileira e Africana de 2004 é um 
documento de interesse do poder público dos educadores, dos gestores educacionais, de 
todos cidadão brasileiro interessado em uma educação de qualidade para todos. 
Registre a importância dessa diretriz aos educadores das instituições de ensino. 
R2: Busca identificar as contribuições da Lei para o reconhecimento e a valorização da 
diversidade étnico-racial brasileira, passo fundamental para uma sociedade de fato 
igualitária e livre do racismo. (LIVRO TEXTO) 
 
04) Africanidades brasileiras […] é um processo de valorização e resgate da história e 
cultura africana e afro-brasileiraa fim de desfazer os estereótipos raciais construídos 
pelos grupos dominantes [...]. Aponte as possibilidades de se trabalhar com o conceito de 
africanidades no processo de escolarização.: 
R: Por se tratar de um processo de valorização e resgate da história e cultura africana e 
afro-brasileira, africanidades refere-se às raízes da cultura brasileira que têm origem 
africana. Uma perspectiva que reconheça a grande participação dos africanos na 
formação do Brasil, que os apresenta não apenas em sua condição de escravizados, mas 
como personagens participantes da construção histórica, que, com suas culturas, línguas, 
formas de organização e economia, participaram expressivamente da construção disso que 
somos atualmente. (LIVRO TEXTO) 
 
05) A partir da publicação do Estatuto da Criança e do Adolescente, em 1990, as crianças 
e adolescentes passam a ser protegidos por lei, não podendo sofrer qualquer forma de 
negligência ou discriminação. Nesse contexto, as crianças afrodescendentes têm seus 
direitos assegurados? Comente a indagação 
R: Sim, conforme o artigo 5º. Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer 
forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido 
na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão, aos seus direitos fundamentais 
(BRASIL, 1990). No entanto toda criança é assegurada, o documento que versa sobre os 
principais direitos garantidos à população afrodescendente no Brasil é o Estatuto da 
Igualdade Racial, Lei nº 12.288/2010 o SINAPIR, um órgão criado para organizar e 
articular as estratégias destinadas a superar as desigualdades étnicas existentes no país, 
prestados pelo poder público federal. (LIVRO TEXTO) 
 
06) Após aprofundar seus estudos no campo das relações étnico-raciais, que análises você 
faria a partir da intersecção desses dois aspectos: os dados estatísticos oficiais levantados 
anualmente pelo IBGE e outros órgãos de pesquisa; e o conjunto de leis e diretrizes 
nacionais anti-racistas existentes em nossos pais. Em outras palavras, apresentem um 
texto dissertativo que discuta como esses dois aspectos se relacionam e revelam o teor das 
relações étnicas no Brasil, bem como a condição do negro na sociedade brasileira. 
 
R: Essas diretrizes não interessam somente ao poder público e gestores educacionais, mas 
todo cidadão brasileiro que esteja interessado em uma educação de qualidade para todos, 
e busca combater o racismo e as discriminações que atingem particularmente aos negros. 
O racismo se confirma através dos levantamentos estatísticos oficiais, produzidos pelo 
IBGE, dados esses que demonstram que a condição dos afrodescendentes na sociedade 
brasileira ainda é desvantajosa quando comparada à de outros segmentos da população, 
enquanto o conjunto de leis e diretrizes nacionais busca identificar as contribuições da Lei 
para o reconhecimento e a valorização da diversidade étnico-racial brasileira, para uma 
sociedade igualitária e livre do racismo. (LIVRO TEXTO) 
 
07) A pedagogia antirracista requer para sua funcionalidade: respeito, reconstrução do 
discurso pedagógico e estudo da recriação das diferentes raízes da cultura brasileira 
(SILVA,2003 p.27-28). Comente a operacionalização na escola destes princípios da 
pedagogia antirracista: 
R: A escola deve buscar conhecer as concepções prévias de seus alunos, ajudar os alunos a 
compreender que ninguém constrói sozinhas as concepções a respeito de fatos, mas sim 
nas observações e estudos, lançar desafios para que os alunos ampliem e reformulem suas 
concepções prévias, incentivar a observação da vida cotidiana, no contexto da sala de aula, 
elaboração de conclusões, a comparação entre concepções construídas tanto a partir do 
senso comum como a partir do estudo e combater os próprios preconceitos e os gestos de 
discriminação e assim organizar seus planos de trabalho, as atividades para seus alunos, 
que os levem a pôr “a mão na massa”, sempre informados e apoiados pelos mais 
experientes. (LIVRO TEXTO) 
 
08) Ao ter uma consciência crítica das relações étnico-raciais no Brasil e de suas 
implicações no cotidiano das relações sociais, torna-se possível interpretar e compreender 
as formas de discriminações bem como avaliar as situações de conflitos Inter étnicos. 
Podemos considerar que há uma dificuldade em entender as relações Inter étnicas no 
País? 
R: SIM, é preciso de uma legislação antirracista, que ajude a coibir atitudes 
discriminatórias e sirva de base para uma ampla discussão popular capaz de transformar 
comportamentos e mentalidades, por mais profundas que sejam suas raízes e as 
resistências enfrentadas, precisamos sem dúvida de leis que amparem essas minorias, 
fortalecendo, assim, os movimentos sociais na garantia de proteção e equidade de direitos 
e oportunidades. (LIVRO TEXTO) 
 
09) Após o estudo da disciplina de relações étnico-raciais e Afro descendência, como você 
definiria os conceitos de raça e etnia. Faça um texto, dissertativo, mostrando as 
especificidades de cada definição: 
Conceito de raça, criado no século XVI para diferenciação biológica dos seres humanos, 
forjada nas tensas relações entre brancos e negros, muitas vezes simuladas como 
harmoniosas. Termo utilizado com frequência para informar determinadas características 
físicas, como cor de pele, tipo de cabelo, entre outras como cor de pele, tipo de cabelo. 
 
 
SOL ~ASSESSORIA ACADÊMICA – GRUPOS DE PROVAS E APANHADOS

Outros materiais