Buscar

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 92 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 92 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 92 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

ALINY GUERREIRO + FERNANDA MENDES 
TEMOS GRUPOS DE ESTUDOS 63-98498-2374 
 
 
ALINY GUERREIRO + FERNANDA MENDES 
TEMOS GRUPOS DE ESTUDOS 63-98498-2374 
 
 
 
 
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO 
 
1. Marx afirma que entende por educação três definições. Primeiramente: Educação mental. Segundo: Educação física, tal como é dada em escolas de ginástica e pelo exercício militar. Terceiro: Instrução tecnológica, que transmite os princípios gerais de todos os processos de produção e, simultaneamente, inicia a criança e o jovem no uso prático e manejo dos instrumentos elementares de todos os ofícios. Um curso gradual e progressivo de instrução mental, gímnica (ginástica geral) e tecnológica deve corresponder à classificação dos trabalhadores jovens. Os custos das escolas tecnológicas deveriam ser em parte pagos pela venda dos seus produtos. 
 
A partir da compreensão de educação em Marx, analise as afirmativas a seguir. I. A formação para o trabalho associada à condição sócio histórica. II. Concepção de trabalho como princípio educativo. 
III. Educação integral associada à compreensão do processo produtivo. 
IV. Educação privada a todos articulada com a formação para o trabalho. Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
2. Característica de sociedades ditas "primitivas" ou menores, ou seja, menos complexas, segundo o próprio Durkheim: "é proveniente do fato de que um certo número de estados de consciência é comum a todos os membros da mesma sociedade"DURKHEIM, ÉMILE. Da divisão social do trabalho. São Paulo: Martins Fontes, 2010, p.83.Segundo Durkheim. O tipo de solidariedade que a citação acima se refere é: 
 
R: Solidariedade Mecânica. 
 
3. "Como sabemos, o capitalismo é, para Weber, a forma mais elevada de racionalização. Numa sociedade capitalista-racional burocrática, os indivíduos distinguem-se pelas suas qualificações (havendo necessidade de ‘funcionários especializados’, ‘profissionalmente mais informados’): a educação é o elemento que contribui para a seleção social, é um dos recursos possíveis para se manter – ou melhorar – o status (e quanto mais reduzido for o grupo, maior o prestígio social dos seus membros). Também para Weber, tal como para Durkheim, a educação é um processo de socialização permanente, constante (que, para além da escola, se consubstancia igualmente na família), de reprodução e manutenção social" (LOPES, 2012).Com base na perspectiva weberiana sobre a relação entre a escola e a vida moderna, analise as afirmações que seguem. 
 
I. Na perspectiva weberiana a escola, assim como outras instituições sociais, foi fortemente influenciada pelo processo de racionalização do mundo. 
 
II. Com o desenvolvimento do capitalismo industrial e das cidades, os objetivos da instituição escolar passaram a ser formar indivíduos cada vez mais especializados. 
 
III. Com as transformações do mundo moderno, a construção da subjetividade dos indivíduos e a criatividade passaram a ser estimuladas cada vez mais. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e II estão corretas. 
 
4. "A tarefa do professor seria, então, servir os seus alunos apenas com o seu conhecimento e com sua experiência e não lhes impor suas opiniões políticas pessoais. O profeta e o demagogo não pertencem à cátedra acadêmica. Mas, quando o professor julga não poder renunciar às avaliações práticas, então que as assinale claramente como tais a seus alunos e, acima de tudo, a si próprio. Ou seja, que distinga com o máximo rigor entre os enunciados que exprimem um ‘conhecimento empírico’ e os que exprimem ‘juízos de valor’, pois sempre que o homem de ciência introduz seu julgamento pessoal de valor, cessa a plena compreensão dos fatos" (CARVALHO, 2010). 
 
A partir da visão de Weber sobre a atividade docente, complete as lacunas a seguir. Para Weber o professor deve prezar pela __________ dos alunos, selecionando conteúdos que estimulem a reflexão sobre a realidade social. Ao mesmo tempo, o docente deve deixar seu _____________ destinado à outras esferas sociais, pois a sala de aula tem como base o ____________ e não as apreciações pessoais. 
 
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas. 
 
R: autonomia - juízo de valor - conhecimento científico. 
 
5. "Os fatos sociais são formas de agir cuja manifestação coletiva constitui aquilo que entendemos como sociedade, a qual surge, assim como um dado autônomo que pode ser descrito, interpretado e explicado pela ciência com base em uma metodologia própria: o método sociológico." SILVA, Afrânio et al. Sociologia em movimento. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2016, p.43. 
Por fatos sociais entende-se o conjunto de normas e regras coletivas que: 
 
R: Orientam e condicionam a ação individual. 
 
6. Para Antônio Gramsci, os intelectuais possuem um papel central na mudança social. 
 
A respeito da noção de intelectual, apresentada pelo autor, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
( ) Gramsci compreende o papel do intelectual na sociedade de modo dissociado da perspectiva de classe. 
( ) Os intelectuais de uma sociedade consistem nos indivíduos que realizam um trabalho abstrato. 
( ) De acordo com Gramsci todos os homens são intelectuais, ainda que muitos não exerçam o papel de intelectual na sociedade. 
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: F - V - V. 
 
7. "Filosofia da práxis não é um pensamento puro ou um esquema gnosiológico abstrato que cria idealmente as coisas e os fatos, mas ‘ato impuro’, atividade concreta, histórica, fundada em relações abertas, dinâmicas, dialéticas do homem com a natureza, da vontade humana com as estruturas econômicas, dos projetos políticos com as cristalizações culturais" (FELIX, 2017). Nessa perspectiva, analise as afirmações que seguem. 
 
I. A filosofia da práxis tem na função de estimular a crítica e a mudança social. II. A filosofia da práxis consiste ao mesmo tempo em ação e consciência das contradições do mundo capitalista. 
III. A filosofia da práxis é fundamental para a desconstrução da narrativa capitalista que naturaliza as desigualdades sociais. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. Alternativas: 
 
R: As afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
8. "Conscientes de seus vínculos de classe, [os intelectuais orgânicos] manifestam sua atividade intelectual de diversas formas: no trabalho, como técnicos e especialistas dos conhecimentos mais avançados; no interior da sociedade civil, para construir o consenso em torno do projeto da classe que defendem; na sociedade política, para garantir as funções jurídico-administrativas e a manutenção do poder do seu grupo social" (SEMERARO, 2006). 
 
De acordo com o texto e o conteúdo abordado, analise as afirmações que seguem. I. A reflexão sobre as desigualdades sociais deve ocorrer tanto no ambiente de trabalho como no ambiente escolar. 
II. Os trabalhadores devem se apropriar dos conhecimentos científicos e filosóficos para desenvolvimento de uma consciência crítica. 
III. No combate ao sistema capitalista, cabe aos intelectuais utilizarem o conhecimento científico para a redução das desigualdades sociais, já aos trabalhadores cabe a realização de greves e protestos. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e II estão corretas. 
 
9. "Assim, a preocupação de Gramsci com a educação tinha relação com a sua crítica ao ensino técnico italiano de caráter pragmático, destinado aos trabalhadores – e estes destinados ao trabalho assalariado, a submissão e exploração pelo capital – e ao ensino humanista italiano, oferecido à burguesia – esta sim destinada a comandar, a dominar, a governar a sociedade capitalista, compondo os cargos na administração pública do Estado liberal-burguês. O processo de trabalho para Gramsci deve ser o princípio educativo, mas não o modelo de escola profissional de sua época (não diferente hoje) que apenas cumpria a função de eternizaràs estratificações de classes e a pré-destinação da maioria ao trabalho alienante, sob falsos princípios democráticos" (NASCIMENTO; SBARDELOTTO, 2008). 
 
De acordo com o pensamento de Gramsci, analise as afirmações que seguem. I. O modelo de ensino tecnicista, diz Gramsci, promove a manutenção das desigualdades sociais. 
II. Gramsci destaca a importância do ensino tecnicista para a garantia da consciência crítica dos trabalhadores. 
III. Gramsci avalia o modelo de ensino tecnicista como um meio que as classes dominantes utilizam para garantir sua hegemonia. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e III estão corretas. 
 
10. Como poucos dentre seus contemporâneos, Foucault soube apropriar-se do projeto nietzscheano de destruição e transvaloração dos valores vigentes, ensinando-nos a desconfiar da herança metafísica incrustada em conceitos supra históricos como ‘o’ Homem, ‘a’ verdade, ‘a’ natureza, ‘o’ poder, ‘a’ razão, ‘o’ sexo, ‘o’ corpo, etc. 
As marcas de sua genialidade intelectual já se anunciavam em sua primeira grande obra, A história da loucura na idade clássica, publicada em 1961. Abria-se ali o espaço de pesquisas que Foucault denominou como uma arqueologia das ciências humanas, e que culminaria em obras fundamentais como As palavras e as coisas, O nascimento da clínica e Arqueologia do saber. 
 
Considerando o contexto apresentado, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas. 
I. Foi um intelectual que esteve presente em debates e ações de movimentos sociais, tais como a luta antimanicomial, o movimento gay, movimentos estudantis no mundo, os movimentos por maior transparência e humanização dos sistemas prisionais. De certa forma, pode-se perceber a profunda relação de suas obras com as lutas das quais ele participou. 
PORQUE 
II. Possivelmente a força em direção a algumas temáticas deve-se às experiências pessoais vivenciadas pelo próprio Foucault. Sua melancolia na juventude, talvez construída por uma incompreensão e vergonha da própria homossexualidade, o levou a duas tentativas de suicídio - motivo que determinou a internação do jovem pela família. 
 
Acerca dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. 
 
11. A Revolução Francesa acarretou diversas mudanças no campo da educação. Leia o trecho a seguir. 
"A Terceira República (1870-1940) realizou uma obra escolar de grande amplitude. As leis escolares preparadas pelo Ministro da Instrução Pública instituíram um ensino primário gratuito, laico e obrigatório para todas as crianças de 6 a 12 anos. O estado investiu fortemente na construção de escolas até nas pequenas aldeias e na formação de professores. O processo de alfabetização na França já estava bastante avançado, mas, doravante, a totalidade das crianças devia passar muitos anos na escola seguindo programas nacionais, que serviram de base para os manuais publicados em dezenas de milhares de exemplares. Esta obra escolar definia um conjunto de saberes que todos os cidadãos deviam atingir e participava de um projeto ideológico: integrar todas as classes sociais da nação." (Fonte: THIESSE, Anne-Marie. Ensinar a nação pela região: o exemplo da Terceira República Francesa. Educação, Santa Maria: UFSM, v. 34, n. 1, p. 13-28, jan./abr. 2009). 
 
Considerando a importância da Revolução Francesa na formação de uma nova ordem social, analise as afirmativas a seguir e assinale V para verdadeiro e F para falso. 
( ) As reflexões sobre igualdade e liberdade elaboradas por Émile Durkheim foram influenciadas diretamente pelo contexto social de reformas decorrentes da Terceira República Francesa. 
( ) O período denominado como Terceira República Francesa teve a defesa das liberdades individuais e a criação de um ensino público e facultativo como algumas de suas principais bandeiras. 
( ) A obra de Émile Durkheim reflete as mudanças de sua época, apresentando reflexões sobre a relação entre indivíduo e sociedade e as formas de estabelecimento de consenso na vida social. 
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: V - F - V. 
 
12. "Formaríamos homens mais conscientes e menos violentos se eles entendessem, desde cedo, que cuidar de bebês, cozinhar, limpar a casa não são tarefas atreladas a um gênero, mas algo de responsabilidade do casal. Não há nada mais anacrônico do que tomar como natural que o homem deve sair para caçar e a mulher ficar cuidando da tenda no clã. Em alguns países, após um período inicial de licença maternidade básica, o casal escolhe quem continua fora do trabalho para cuidar do pimpolho. Podem decidir, por exemplo, que ele ficará em casa e ela irá para a labuta. (...) A indústria de brinquedos, com raras exceções, trabalha com essa dualidade "meninas precisam aprender a cuidar da casa e ficar bonitas para os meninos" e "meninos precisam aprender a governar o mundo". Quem quer romper com isso encara certa dificuldade para encontrar produtos." (Fonte: SAKAMOTO, Leonardo. Por uma sociedade melhor, meninos deveriam brincar de boneca e de casinha. 09 jan. 2013. Disponível em: . Aceso em: 06 nov. 2017). 
 
A classificação de algumas brincadeiras infantis como sendo exclusivas para meninas e outras exclusivas para meninos reflete o senso comum a respeito da divisão de gênero na realização de atividades. A respeito da relação entre ciência e senso comum, analise as afirmativas a seguir e assinale V para verdadeiro e F para falso. 
 ( ) Para Durkheim a sociologia deve se distanciar do senso comum, pois este é repleto de valores e impossibilita o estabelecimento da neutralidade científica. ( ) Para Durkheim a sociologia se distingue do senso comum por produzir conhecimento sobre a vida social a partir de métodos específicos e análises sistemáticas. 
( ) Para Durkheim a sociologia deve se aproximar do senso comum, de modo a compreender a dinâmica das relações entre os indivíduos de uma mesma sociedade. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: V - V - F. 
 
13. "A "luz" do pensamento de Augusto Comte, ganha espaço na emergente "camada média" brasileira da segunda metade do século XIX, quando "nossos positivistas" entrincheirados nas instituições de ensino, nos quartéis, nas repartições públicas etc., somam seus esforços contra o Império e a favor de uma República, sem negros no pelourinho, sem catolicismo hegemônico e com uma "nova religião" – a religião da humanidade, que com seus sacerdotes da ordem, implantaria o estandarte do "amor por princípio, a ordem por base, o progresso por fim", acreditando que nossa "eclética" sociedade da época, convertida ao novo credo seguiria rumo ao patamar experimental e científico do estado positivo, abandonando os dogmas teológicos e as obscuridades metafísicas. Heterodoxos com relação a doutrina de Comte, os "Positivistas Ilustrados", liderados por Luis Pereira Barreto, confiavam que a iluminação cientificista, viria inaugurar um tempo sem o mal-estar social gerado pelas ideias e ações baseadas nas emoções e impulsos metafísicos – um tempo matemático, físico e positivo, um estado onde o homem dependerá unicamente da razão e da ordenação das coisas para o domínio da natureza. Então, neste inventário inicial sobre "homens de ideias" do século XIX, denominados de positivistas ilustrados, cabe destacar que, mesmo não conseguindo implantar a "sociedade racional positivista", com suas cidades iluminadas pela lâmpada de Augusto Comte e com sua sede mundial localizada em Paris (cidade luz), esses 
"intelectuais", que foram derrotados politicamente pelos liberais, conseguiram um 
feito que perpetuou a "Moral Positivista" neste país, o carimbo de "Ordem e Progresso", no símbolo mais exibido aos brasileiros, a Bandeira Nacional; o que nos leva a pensar, que apesar dos avanços intelectuais contemporâneos, a sombra de Comte e de seus adeptos está presente em nosso cotidiano e atravessará o novo milênio (PAIXÃO, 2000)." 
 
A partirdas informações apresentadas, pode-se inferir corretamente que: 
 
R: o positivismo no Brasil defendia a implementação de um sistema político republicano e o fim da escravidão, posições progressistas no contexto social da segunda metade do século XIX. 
 
14. A solidariedade social é definida por Durkheim como o laço que une os indivíduos, sendo responsável pela coesão social. 
Considerando as características da solidariedade social e sua expressão através do Direito, associe os tipos de solidariedade, numerados com ordinais, com os elementos que as caracterizam, antecedidos por números romanos. 
 
Agora, assinale a alternativa que contém a sequência correta da associação entre as colunas. 
 
R: I - 2 e 4; II - 1 e 3. 
 
15. Segundo Émile Durkheim, o fator de coesão de sociedades industriais consideradas por ele "modernas" (tendo como base a França em que viveu no final do século XIX e começo do XX) é um processo de união a partir da divisão social do trabalho. 
 
O tipo de solidariedade social nas sociedades industriais, segundo Durkheim, seria: 
 
R: Solidariedade orgânica 
 
16. Karl Marx reconhece na era moderna e em suas novas formas de produção grande responsabilidade pela alienação do homem. Quando o trabalho fica cada vez mais especializado e dividido, o trabalhador fica de tal forma afastado daquilo que produz, que é incapaz de reconhecer-se no produto final de seu esforço. 
 
A partir do conceito de alienação compreendido em Marx, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
( ) O trabalhador é proprietário dos meios de produção. 
( ) O trabalhador participa de todas as etapas da produção. 
( ) O trabalhador não tem mais controle sobre aquilo que produziu. 
( ) Em lugar do produto ser criado livremente pelo produtor, é o produtor que fica subordinado às exigências do produto, 
Assinale a alternativa que representa a sequência correta. R: F – F – V – V. 
 
17. "O alemão Max Weber (1864-1920), diferentemente de Durkheim, tem como preocupação central compreender o indivíduo e suas ações. Por que as pessoas tomam determinadas decisões? Quais são as razões para seus atos? Segundo esse autor, a sociedade existe concretamente, mas não é algo externo e acima das pessoas, e sim o conjunto das ações dos indivíduos relacionando-se reciprocamente. Assim, Weber, partindo do indivíduo e de suas motivações, pretende compreender a sociedade como um todo." 
 
R: É a conduta humana dotada de sentido: o indivíduo age conduzido por motivos que resultam da influência da tradição, da emotividade e dos interesses racionais. 
 
18. Max Weber discorre por diversas vezes em sua obra sobre como o cientista deve lidar com o julgamento de valor e a neutralidade científica. 
 
A respeito da noção de neutralidade axiológica, apresentada pelo autor, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
( ) Weber defende a neutralidade axiológica como meio para que o cientista conduza suas pesquisas objetivando a verdade. 
( ) A neutralidade axiológica reconhece a existência de diversos valores ao mesmo tempo em que preza a produção do conhecimento dentro dos padrões científicos. ( ) Para Weber a neutralidade axiológica pressupõe que o cientista defenda seus valores ideológicos na sua pesquisa. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: V - V - F. 
 
19. A questão dos intelectuais ocupa uma posição estratégica nos escritos do comunista sardo. Ela é tratada, no desenvolvimento de suas análises, em relação aos processos de formação da hegemonia e ao conceito de Estado. Em Gramsci, os intelectuais e sua função no âmbito da vida social não são conceituados como sujeitos e ações distantes das determinações do mundo real, como um grupo 'autônomo e independente'. 
 
A partir da visão de Gramsci sobre a os intelectuais e a luta de classes, complete as lacunas a seguir. 
 
O papel do __________, na perspectiva gramsciana, está relacionado aos conflitos da sociedade. Assim, os intelectuais __________ da classe burguesa são responsáveis pela elaboração de uma visão de mundo a partir de seus interesses, garantido sua __________. 
 
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas. 
 
R: intelectual - orgânicos - hegemonia. 
 
20. Para o marxista italiano, o ‘cimento’ do bloco histórico é a hegemonia, cuja concepção supera o entendimento da hegemonia enquanto mera aliança de classes (conforme pensara Lênin), ou como simples subordinação de uma classe em relação à outra: hegemonia seria a capacidade de direção política e cultural, ou seja, a de construir uma visão de mundo a ser incorporada pelas demais classes. Na perspectiva das ideias apresentadas, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
 
I. Gramsci sugere que a classe trabalhadora também tivesse seus intelectuais no intuito de alcançar uma hegemonia e a dominação de outros grupos sociais. 
PORQUE 
II.O conceito de hegemonia em Gramsci indica que a dominação exercida pela classe burguesa no mundo capitalista não se dá apenas pela força, mas também ideologicamente através da cultura de uma sociedade. A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
 
R: A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. 
 
21. "Gramsci indaga como se pode produzir, na situação histórica específica que investiga, uma ideologia que seja instrumento de mobilização e organização na luta contra as formas de dominação vigentes para a criação de uma nova ordem social." Para Gramsci, o antídoto contra a alienação imposta pelas estruturas ideológicas das classes dominantes seria: 
 
R: A filosofia da práxis de Karl Marx. 
 
22. Para Martins (2013), "[...] ao sustentar-se ontológica, axiológica e epistemologicamente no marxismo, mas em um marxismo que prima pela dialética, Gramsci enfrentou dificuldades para formular sua proposta educativa. Sua concepção de educação, assim como sua filosofia, tem a marca da luta de classes e se forjou sob a égide da dialética relação entre estrutura e superestrutura". Sobre o papel da educação na perspectiva de Gramsci, analise as afirmações a seguir. 
 
I. Para Gramsci a educação deve estar relacionada ao pensamento crítico e a conscientização das massas de seu lugar na história. 
II. A educação pública vigente em seu tempo se baseava num modelo pedagógico que combatia as desigualdades sociais. 
III. Gramsci critica a tendência tecnicista de ensino por ela excluir as críticas à sociedade e formar indivíduos não- reflexivos. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e III estão corretas. 
 
23. A contestação e a revisão de conceitos operadas por Foucault criaram a necessidade de refazer percursos históricos. Não é sobre os governos e as nações que ele concentra seus estudos, mas sobre os sistemas prisionais, a sexualidade, a loucura, a medicina etc. Três fases se sucederam em sua obra. A da arqueologia do conhecimento é marcada pela análise dos discursos ao longo do tempo, de acordo com as circunstâncias históricas, em busca de um saber que não foi sistematizado. A genealógica corresponde a um conjunto de investigações das correlações de forças que permitem a emergência de um discurso, com ênfase na passagem do que é interditado para o que se torna legítimo ou tolerado. 
Com base nesse contexto, analise as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
 
I. Para Foucault, o saber representa, de certa forma, um poder que se constitui a partir de um discurso tido como válido e, que a partir da Idade Moderna, estará, fundamentalmente, ligado aos domínios científicos. 
 PORQUE 
II. Nesse jogo das práticas relativas e do saber se inserem as relações de liberdade e ideologia, tratada em item específico por Foucault. Enquanto liberdade devemos considerar as visões de mundo que dialogam com os saberes que os produzem, e que por eles são produzidos, se reproduzem e perpetuam. 
 
Acerca dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: A asserção II é uma proposição falsa, e a I uma proposiçãoverdadeira. 
 
 
24. Uma vez que a ideologia em Foucault, é vista como prática discursiva que se fortalece diante de outras práticas, ela passa a ter um papel importante para refletirmos acerca do domínio expressado por ela nas relações de poder entre os sujeitos. Assim, é possível pensar nas práticas de poder existentes na escola como exemplo da discussão foucaultiana. Há na obra Vigiar e Punir: nascimento da prisão, de 1975, a elaboração de uma genealogia do poder colocando-o como uma dinâmica teia de relações que, mais do que determinar as grandes estruturas de poder, busca desvelar a sua microfísica. 
 
Sobre os estudos relativos as questões de "poder", analise as afirmativas a seguir e julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
( ) A microfísica do poder de Foucault nos diz que o poder vem exclusivamente a partir da violência, de uma repressão que se impõe sobre os sujeitos. 
( ) Foi na constituição da ciência moderna, exercício de uma poderosa máquina de poder, que se tratou de instituir uma verdade científica indubitável, que o processo educacional articulou-se em pedagogia, como forma de construir uma verdade sobre o ensino e a aprendizagem. 
( ) Podemos pensar nas práticas de poder existentes na escola como exemplo da discussão foucaultiana. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: F - V - V. 
 
25. Foi primeiro nos colégios depois nas escolas secundárias onde vimos aparecer esses métodos disciplinares nos quais os indivíduos são individualizados dentro da multiplicidade. O colégio reúne dezenas, centenas e às vezes milhares de escolares, e trata-se então de exercer sobre eles um poder que será muito menos oneroso do que o poder do preceptor, que não pode existir senão entre o aluno e seu mestre. 
 
Foucault nos coloca frente a frente com uma das matérias-primas do nosso trabalho enquanto educadores, um saber específico que foi consolidado em práticas discursivas circunscritas aos domínios científicos, a pedagogia. A partir desse contexto, analise as seguintes afirmativas. 
 
I. O autor aborda a dominação existente na escola, seja em seu aspecto arquitetônico – pátios e distribuição das carteiras nas salas de aula, por exemplo -, seja no seu modelo pedagógico – aulas expositivas, repetição, memorização, avaliação - para docilizar corpos e mentes. 
II. O que se destaca, portanto, é o processo de flexibilização de um sujeito que se vê em liberdade, e que por essa razão, passa a se comportar da maneira inesperada, a ponto de interiorizar tais comportamentos, passando a reproduzi-los. 
III. A ciência moderna criou campos de investigações e proposições que, ao serem legitimados, ganharam status de verdade, passando a determinar as ações dos indivíduos envolvidos no processo do ensino-aprendizagem. 
IV. Essas determinações consolidaram um perfil disciplinador da escola que foi identificado por Foucault em Vigiar e Punir. 
Assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas. 
 
26. "O trabalho pedagógico secundário (escola) depende muito do trabalho pedagógico primário, constituindo-se como uma sequência do mesmo. Os autores Bourdieu e Passeron denunciam na escola uma espécie de "ideologia da recusa", isto é, a escola recusa-se a aceitar que há uma pré-história, anterior a ela". 
A citação acima refere-se à teoria da reprodução, construída a partir das pesquisas de Bourdieu e Passeron. Partindo desse pressuposto, é correto afirmar: 
 
R: Os alunos filhos de trabalhadores têm uma tendência maior a encontrar resistências no espaço escolar, pelos seus servidores e a própria instituição, haja visto que este espaço seria o espaço de socialização a partir da cultura e ideologias dominantes. 
 
27. Segundo Berman (1986, p. 16), "(...) com a Revolução Francesa e suas reverberações, ganha vida, de maneira abrupta e dramática, um grande e moderno público. Esse público partilha o sentimento de viver em uma era revolucionária, uma era que desencadeia explosivas convulsões em todos os níveis de vida pessoal, social e política". 
A partir desse contexto, analise as afirmações a seguir. 
I. A sociologia nasce a partir da reflexão sobre as mudanças sociais resultantes das revoluções ocorridas entre os séculos XVIII e XIX. 
II. O surgimento da sociologia está associado ao pensamento científico sobre as transformações da vida coletiva. 
III. A sociologia é consolidada pelo senso comum na França no século XVIII, período de intensas transformações políticas. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: As afirmativas I e II estão corretas. 
 
28. O positivismo analisa a sociedade a partir de regras científicas e métodos objetivos. Leia o trecho a seguir. 
 
"(...) a filosofia das ciências ou Positivismo explica o mundo, o homem, suas propriedades respectivas; só especula sobre matérias acumuladas pela observação e sobre fatos ensaiados pela experimentação. Procura o como e não o porquê, o estado real dos corpos, suas propriedades constantes, as leis naturais. Em suma, o Positivismo, na interpretação do mundo e do homem, estabelece a unidade, não em relação à sua natureza própria, que não há em parte alguma, mas, no entendimento humano, fazendo a classificação das propriedades, e em seguida dos seres que as manifestam, em relação à Humanidade; é uma coordenação abstrata concebida sob o ponto de vista do homem, do sujeito, donde a síntese subjetiva (RIBEIRO JUNIOR, 2005)." 
 
Considerando o contexto apresentado, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas. 
I. O positivismo idealizado por Auguste Comte buscava a compreensão científica das leis gerais que regiam a sociedade. 
PORQUE 
II. O pensamento positivista criticava a sociedade moderna, estimulando os conflitos sociais. 
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
 
29. A obra de Émile Durkheim apresenta forte influência do pensamento positivista. Observe o trecho a seguir. 
"É preciso observar os fatos sociais do exterior; descobri-los como descobrimos os fatos físicos. Como temos a ilusão de conhecer as realidades sociais, torna-se importante convencer-nos de que elas não são conhecidas imediatamente. Por isso Durkheim afirma que é preciso considerar os fatos sociais como coisas. As coisas são tudo o que nos é dado, tudo o que se oferece (ou antes, se impõe) à nossa observação (ARON, 1987, p. 337)." 
Com base no conteúdo abordado, avalie as seguintes afirmativas. 
I. Auguste Comte e Émile Durkheim foram responsáveis pela fundação de um pensamento sistemático sobre os fenômenos sociais baseado no senso comum. II. A compreensão de que todos os indivíduos estão submetidos a uma ordem social, apresentada por Auguste Comte, teve profundo impacto na obra de Émile Durkheim. III. Assim como Auguste Comte, Émile Durkheim apresenta uma concepção organicista da vida social. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: As afirmativas II e III estão corretas. 
 
30. De acordo com Durkheim (2012, p. 429), "(...) se a divisão do trabalho produz a solidariedade, não é apenas porque ela faz de cada indivíduo um "trocador", como dizem os economistas; é porque ela cria entre os homens todo um sistema de direitos e deveres que os ligam uns aos outros de maneira duradoura. Do mesmo modo que as similitudes sociais dão origem a um direito e a uma moral que as protegem, a divisão do trabalho dá origem a regras que asseguram o concurso pacífico e regular das funções divididas". 
A partir da reflexão fomentada pelo texto, assinale a alternativa que apresente a afirmação correta. 
 
R: Durkheim destaca em sua obra que além do aumento da produção e do lucro, a divisão do trabalho possui a função de produzir coesão social. 
 
31. O Ensino Médio no Brasil passou recentemente por uma reforma que colocou em pauta de discussão o processo formativo dos estudantes, pois a LDB 9394/96, alterada pela Lei 13.415/2017 em seu Art. 36 apontaque o currículo do ensino médio será composto pela Base Nacional Comum Curricular e por itinerários formativos. O documento dispõe ainda sobre a formação profissional e aponta que a critério dos sistemas de ensino, a escola ofertará formação com ênfase técnica e profissional. Sobre formação profissional, Ciavatta (2005, p. 2) afirma que “(...) significa que buscamos enfocar o trabalho como princípio educativo, no sentido de superar a 
dicotomia trabalho manual / trabalho intelectual, de incorporar a dimensão intelectual ao trabalho produtivo, de formar trabalhadores capazes de atuar como dirigentes e cidadãos”. 
 
Considerando a relação trabalho e educação na sociedade capitalista contemporânea, analise as afirmativas a seguir. 
I. O trabalho deve ser abordado com um princípio educativo. II. A escola media a relação entre trabalho e educação. 
III. A escola busca atender as necessidades do mercado produtivo. 
IV. A importância do trabalho para a subsistência humana não tem relação com a escola. 
Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
32. “O desenvolvimento científico e tecnológico das últimas décadas não só transformou a vida social, como causou profundas alterações no processo produtivo que se intelectualizou, tecnologizou, e passa a exigir um novo profissional, diferente do requerido pelos modelos taylorista e fordista de divisão social do trabalho. A sociedade contemporânea aponta para a exigência de uma educação diferenciada, uma vez que a tecnologia está impregnada nas diferentes esferas da vida social” (DOMINGUES; TOSCHI; OLIVEIRA, 2000, p. 66). Considerando a relevância da educação no processo formativo da sociedade, complete as lacunas. 
Diante das mudanças no desenvolvimento do país a escola possui um papel relevante, pois cabe a ela preparar para o ____________, de modo que possa também contribuir para uma sociedade mais desenvolvida. Contudo, atender ao ____________ moderno coloca a escola em condição difícil, pois corre o risco de deixar de lado a compreensão do trabalho como um princípio ____________ para atender as demandas do ____________ produtivo e do capital. 
 
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas. 
 
R: trabalho – capitalismo – educativo – mercado. 
 
33. Marx acreditava que a educação era parte da superestrutura de controle usada pelas classes dominantes. Por isso, ao aceitar as ideias passadas pela escola à classe dos trabalhadores (que Marx denominava classe proletária) cria uma falsa consciência, que a impede de perceber os interesses de sua classe. Assim, Marx concebia uma educação socializada e igualitária a todos os cidadãos. 
Considerando as contribuições de Marx sobre a relação trabalho e educação, julgue as assertivas a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. Na sociedade moderna a educação tende a atender as exigências do capitalismo. 
PORQUE 
II. É parte integrante de um sistema político e econômico e responsável pela formação de muitos jovens. 
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. 
 
34. A obra de Max Weber abrange temas como a formação do capitalismo e as transformações na vida moderna. Considerando as características do pensamento desse autor, analise as afirmações que seguem. 
 
I. Com o estabelecimento do capitalismo industrial como modo de produção, as relações sociais se orientam por uma lógica tradicional. 
II. Os tipos de dominação, racional-legal, tradicional e carismática, podem ser encontrados puros na vida social. 
III. A dominação acontece quando uma ordem, com um conteúdo específico, é obedecida por um determinado número de pessoas. Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente a afirmativa III é correta. 
 
35. O filósofo italiano Antônio Gramsci refletiu, dentre várias questões, sobre a relação entre cultura, política e tomada de consciência. 
Considerando a vida e a obra de Gramsci, analise as afirmações que seguem. 
I. A obra de Gramsci destaca o papel do intelectual no sistema capitalista e na luta de classes. 
II. Gramsci se associou em 1913 ao Partido Socialista e, apesar de preso, permaneceu filiado ao partido até o fim de sua vida. 
III. Gramsci, em sua vida e obra, apresentou de forma veemente sua oposição ao fascismo. 
Em relação ao contexto apresentado, é correto o que se afirmar em: 
 
R: I e III, apenas. 
 
36. A superestrutura seria, para Gramsci, compreendida como um conjunto dinâmico, complexo, e pleno de contradições, através do qual a classe hegemônica exerce sua dominação – via instrumentos repressivos ou culturais –, cuja função seria justamente disseminar a ideologia dominante para as classes subalternas e auxiliares, processo no qual o Estado, ao ampliar suas funções, sobretudo as de caráter educativo. 
De acordo com o pensamento gramsciano, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. Para Gramsci o poder da classe dominante também se expressa no campo da cultura, definido por Marx como superestrutura, que reflete as relações sociais de produção em todas as suas esferas. 
PORQUE 
II. Para o autor, a dimensão material da sociedade, também chamada de infraestrutura, se relaciona dialeticamente com o campo da cultura. A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
 
R: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. 
 
37. Segundo Duriguetto (2014), "[...] o que Gramsci afirma é que todo grupo social necessita da criação de intelectuais para a legitimação de sua posição de classe. É nesse sentido que 'o empresário capitalista cria consigo o técnico da indústria, o cientista da economia política, o organizador de uma nova cultura, de um novo direito’ etc. E também atua diretamente no espaço econômico e estatal para referendar seu projeto societário”. 
A partir da crítica gramsciana à sociedade capitalista, analise as afirmações que seguem. 
 
I. A burguesia estabelece e mantém sua dominação por meio da coerção física. 
II. A ciência para Gramsci deve ser utilizada como meio de combater o capitalismo. III. O pensamento de Gramsci dialoga diretamente com a luta das classes trabalhadoras. 
Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas II e III estão corretas. 
 
38. Para Semeraro (2001, p. 100), "[...] reequilibrando uma certa acentuação objetivista presente no marxismo e uma certa subordinação da superestrutura à base econômica, Gramsci destaca que o ponto crucial de todas as questões em torno da filosofia da práxis é chegar a entender como nasce o movimento histórico sobre a base da estrutura". 
Considerando o pensamento gramsciano, analise as afirmações que seguem. 
I. Gramsci compreendeu as estruturas econômicas e ideológicas de modo dialético. II. Gramsci idealizou uma nova ordem social baseada na igualdade entre os indivíduos e na superação do sistema capitalista. 
III. Gramsci corroborou com as correntes marxistas de seu tempo ao destacar os aspectos econômicos do capitalismo, em detrimento da dimensão cultural. Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e II estão corretas. 
 
39. "O princípio é conhecido: na periferia uma construção em anel; no centro, uma torre; esta é vazada de largas janelas que se abrem sobre a face interna do anel; a construção periférica é dividida em celas, cada uma atravessando toda a espessura da construção; elas têm duas janelas, uma para o interior, correspondendo às janelas da torre; outra, que dá para o exterior, permite que a luz atravesse a cela de lado a lado" 
No texto acima Foucault está se referindo ao panóptico. Para Michel Foucault a finalidade do panóptico seria: 
 
R: Vigiar, manipular e controlar os indivíduos. 
 
40. Se a história do pensamento pudesse permanecer como o lugar das continuidades ininterruptas, se ela unisse sem cessar encadeamentos que nenhuma análise poderia desfazer sem abstração, se ela tramasse, em torno do que os homens dizem e fazem, obscuras síntesesque se antecipam a ele, o preparam e o conduzem indefinidamente para o seu futuro, - ela seria para a soberania da consciência um abrigo privilegiado. A história contínua é o correlato indispensável à função fundadora do sujeito: a garantia de que tudo que lhe escapou poderá ser-lhe devolvido; a certeza de que o tempo não dispersará nada sem reconstituí-lo em uma unidade recomposta; a promessa de que todas essas coisas mantidas a uma grande distância pela diferença, o sujeito poderá um 
dia – sob a forma da consciência histórica – delas se apropriar novamente, restaurar seu domínio sobre elas e encontrar o que se pode bem chamar sua morada. 
 
Sobre os estudos de Foucault, relativos à história, analise as afirmativas a seguir. 
I. Apresenta uma noção que é muito cara à condição humana, a “vontade de saber”. Um desafio e um desejo que permeia a vida e que regulou, de certo modo, a historiografia para a construção de um conhecimento que fosse irretocável. II. Na sua arqueologia Foucault problematizou essa concepção e inaugurou um estudo que rompia com a ideia de totalidade, ou grandes estruturas dispostas a pensar a gênese, a história e o devir. 
III. Foucault, buscou observar o “campo em que se manifestam, se cruzam, se emaranham e se especificam as questões do ser humano, da consciência, da origem e do sujeito”. 
IV. Na sua arqueologia Foucault, buscou comprovar que a história, assim como os saberes, é universal, universalizante e linear. 
Agora assinale a alternativa correta: 
 
R: Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
41. "Michel Foucault estudou, dentre outros temas, a complexidade daquilo que ele tratou por___________________. Nessa esteira, ele buscou compreender as origens, modos e consequências dos processos de________________, bem como os __________________nos sistemas sociais, o que inclui a Educação." 
 
R: sociedade disciplinar - adestramento e vigilância do corpo - saberes, os discursos e as formas de poder. 
 
42. O sociólogo francês Pierre Bourdieu investigou ao longo de sua obra como as estruturas sociais se manifestam nas ações dos sujeitos. Considerando o conceito de campo, apresentado pelo autor, analise as afirmativas que seguem. 
I. Para Bourdieu o campo é um espaço relativamente autônomo que age sobre os sujeitos. 
II. Para Bourdieu o campo é um espaço onde relações de poder e interesses se manifestam. 
III. Campo e habitus são conceitos utilizados por Bourdieu para compreensão das ações não intencionadas, coletivas e individuais. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. B) Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
43. “O sábio não desconhece que suas descobertas serão suscetíveis de utilização futura. Pode acontecer mesmo que, de preferência, ele dirija suas pesquisas sobre tal ou qual ponto, porque eles lhe pareçam mais aproveitáveis ou permitam satisfazer a necessidades urgentes. Mas, quando cientificamente investiga, ele se desinteressa das consequências práticas. Ele diz o que é; verifica o que são as coisas, e fica nessa verificação. Não se preocupa em saber se as verdades que descubra são agradáveis ou desconcertantes, se convém que as relações que estabeleça fiquem como foram descobertas, ou se valeria a pena que fossem outras. Seu papel é exprimir a realidade, não julgá-la (DURKHEIM, 1955).” De acordo com a sociologia positivista de Émile Durkheim, complete as seguintes lacunas. 
Émile Durkheim se aproxima da perspectiva positivista de Auguste Comte ao elaborar um método que compreende de maneira ___________ os fenômenos sociais. Para tal, a ___________ constitui um elemento imprescindível para a investigação sociológica, pois somente distante dos pré-julgamentos os ____________objeto de estudo da sociologia, podem ser analisados de modo prático. 
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas. 
 
R: objetiva - neutralidade científica - fatos sociais. 
 
44. “Estudando, assim, o desenvolvimento total da inteligência humana em suas diversas esferas de atividade, desde seu primeiro voo mais simples até nossos dias, creio ter descoberto uma grande lei fundamental, a que se sujeita por uma necessidade invariável, e que me parece poder ser solidamente estabelecida, quer na base de provas racionais fornecidas pelo conhecimento de nossa organização, quer na base de verificações históricas resultantes dum exame atento do passado. Essa lei consiste em que cada uma de nossas concepções principais, cada ramo de nossos conhecimentos, passa sucessivamente por três estados históricos diferentes (COMTE, 1978)". 
Sobre a Lei dos Três Estados, elaborada por Auguste Comte, podemos destacar os seguintes estágios: 
1. Estado Positivo ou Científico 
 
2. Estado Teológico ou Fictício 
 
3. Estado Metafísico ou Abstrato 
 
Assinale a opção que representa a ordem correta, segundo o autor. 
 
R: 2 - 3 - 1. 
 
45. Durkheim compreendia a instituição escolar como um espaço de reprodução da sociedade. O conhecimento e a moral social são transmitidos aos alunos, de modo que os indivíduos internalizem as regras sociais que orientam a comunidade em que vivem. A escola, portanto, é elemento fundamental para organização da sociedade. 
Na perspectiva das ideias apresentadas anteriormente no texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. Durkheim apresenta uma concepção tradicional da escola. 
PORQUE 
II. Na perspectiva do autor a escola é o espaço para o estímulo de questionamentos e da mudança social. 
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
 
R: A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
 
46. “A atividade pedagógica é discutida por Durkheim, que procura distinguir pedagogia e educação, demonstrando que, apesar da proximidade, se tratam de termos distintos e muitas vezes mal-empregados. Se a educação constitui uma ação contínua, exercida por pais e mestres sobre as gerações ainda imaturas para a vida social, a pedagogia diz respeito à maneiras de conceber a educação e, portanto, tem por característica ser teórica. A pedagogia consiste então numa reflexão sobre as práticas educativas. Mas mesmo considerando a dimensão teórica da pedagogia, esta não pode ser considerada uma ciência em sentido estrito. Embora o fato educativo possua os requisitos básicos de um objeto científico e como tal possa ser estudado, o autor insiste que a pedagogia não é a ciência mais adequada ao estudo do fato educativo. Isto porque uma ciência enquanto tal deve dedicar-se desinteressadamente ao estudo de seu objeto, sem preocupações maiores com a prática. Ora, o pedagogista ao estudar a educação não está somente preocupado em dizer que as coisas são, mas também o que as coisas devem ser. Existe um lado prescritivo em sua atividade que escapa a mera descrição. Logo, sua atividade não pode ser considerada como ciência pura, haja vista que a pedagogia tem um lado prático que a impede de ser tomada como 'ciência da educação'. Ao dialogar com campos distintos do conhecimento humano, a pedagogia se inscreve na intersecção entre a arte e a ciência, constituindo uma 'teoria prática', pois, ao mesmo tempo em que reflete sobre os processos e práticas educativas, procura aplicar o resultado dessas reflexões.” 
 
Considerando a distinção entre Pedagogia e educação, na perspectiva durkheimiana, analise as afirmações que se seguem. 
 
I. A Pedagogia é a ciência apropriada para o estudo científico e objetivo da educação. 
II. A educação, enquanto objeto da pesquisa sociológica, deve ser compreendida a partir das regras que a orienta. 
III. Apesar de seu caráter teórico, a Pedagogia possui uma dimensão que visa a aplicação e aperfeiçoamento das práticas educativas. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: As afirmativas II e III estão corretas. 
 
47. “São as classes que protagonizam as lutas econômicas e políticas, que fazem alianças e que produzem transformações históricas. Cada classe tem sua própria cultura, seu próprio ponto de vista. Portanto as ideias e as crençasde cada período histórico e de cada setor da sociedade são determinadas pelo posicionamento especifico das classes (COLLINS, 2009, p.53)”. 
Considerando o materialismo dialético e os períodos históricos que Marx descreveu como o caminho para a formação de um novo mundo, podemos destacar as seguintes etapas. 
1. Período em que as relações entre os homens são de liberdade e igualdade. 
2. Período em que as relações entre os homens são mediadas pelo dinheiro. 
3. Período em que as relações entre os homens são mediadas por laços feudais e aristocráticos. 
Assinale a opção que representa a ordem correta. 
 
R: 3 - 2 - 1. 
 
48. “Filosofia da práxis não é um pensamento puro ou um esquema gnosiológico abstrato que cria idealmente as coisas e os fatos, mas ‘ato impuro’, atividade concreta, histórica, fundada em relações abertas, dinâmicas, dialéticas do homem com a natureza, da vontade humana com as estruturas econômicas, dos projetos políticos com as cristalizações culturais” (FELIX, 2017). 
 
Nessa perspectiva, analise as afirmações que seguem. 
I. A filosofia da práxis tem na função de estimular a crítica e a mudança social. II. A filosofia da práxis consiste ao mesmo tempo em ação e consciência das contradições do mundo capitalista. 
 
III. A filosofia da práxis é fundamental para a desconstrução da narrativa capitalista que naturaliza as desigualdades sociais. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: As afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
49. “Conscientes de seus vínculos de classe, [os intelectuais orgânicos] manifestam sua atividade intelectual de diversas formas: no trabalho, como técnicos e especialistas dos conhecimentos mais avançados; no interior da sociedade civil, para construir o consenso em torno do projeto da classe que defendem; na sociedade política, para garantir as funções jurídico-administrativas e a manutenção do poder do seu grupo social” 
De acordo com o texto e o conteúdo abordado, analise as afirmações que seguem. I. A reflexão sobre as desigualdades sociais deve ocorrer tanto no ambiente de trabalho como no ambiente escolar. 
II. Os trabalhadores devem se apropriar dos conhecimentos científicos e filosóficos para desenvolvimento de uma consciência crítica. 
III. No combate ao sistema capitalista, cabe aos intelectuais utilizarem o conhecimento científico para a redução das desigualdades sociais, já aos trabalhadores cabe a realização de greves e protestos. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e II estão corretas. 
 
50. “Assim, a preocupação de Gramsci com a educação tinha relação com a sua crítica ao ensino técnico italiano de caráter pragmático, destinado aos trabalhadores – e estes destinados ao trabalho assalariado, a submissão e exploração pelo capital – e 
ao ensino humanista italiano, oferecido à burguesia – esta sim destinada a comandar, a dominar, a governar a sociedade capitalista, compondo os cargos na administração pública do Estado liberal-burguês. O processo de trabalho para Gramsci deve ser o princípio educativo, mas não o modelo de escola profissional de sua época (não diferente hoje) que apenas cumpria a função de eternizar às estratificações de classes e a pré-destinação da maioria ao trabalho alienante, sob falsos princípios democráticos” (NASCIMENTO; SBARDELOTTO, 2008). 
De acordo com o pensamento de Gramsci, analise as afirmações que seguem. 
 
I. O modelo de ensino tecnicista, diz Gramsci, promove a manutenção das desigualdades sociais. 
II. Gramsci destaca a importância do ensino tecnicista para a garantia de trabalho assalariado aos trabalhadores. 
III. Gramsci avalia o modelo de ensino tecnicista como um meio que as classes dominantes utilizam para garantir sua hegemonia. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas I e III estão corretas. 
 
51. A questão dos intelectuais ocupa uma posição estratégica nos escritos do comunista sardo. Ela é tratada, no desenvolvimento de suas análises, em relação aos processos de formação da hegemonia e ao conceito de Estado. Em Gramsci, os intelectuais e sua função no âmbito da vida social não são conceituados como sujeitos e ações distantes das determinações do mundo real, como um grupo 'autônomo e independente'. 
A partir da visão de Gramsci sobre a os intelectuais e a luta de classes, complete as lacunas a seguir. 
O papel do __________, na perspectiva gramsciana, está relacionado aos conflitos da sociedade. Assim, os intelectuais __________ da classe burguesa são responsáveis pela elaboração de uma visão de mundo a partir de seus interesses, garantido sua __________. 
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas. 
 
R: intelectual - orgânicos - hegemonia. 
 
52. Para o marxista italiano, o ‘cimento’ do bloco histórico é a hegemonia, cuja concepção supera o entendimento da hegemonia enquanto mera aliança de classes (conforme pensara Lênin), ou como simples subordinação de uma classe em relação à outra: hegemonia seria a capacidade de direção política e cultural, ou seja, a de construir uma visão de mundo a ser incorporada pelas demais classes. 
Na perspectiva das ideias apresentadas, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. Gramsci sugere que a classe trabalhadora também tivesse seus intelectuais no intuito de alcançar uma hegemonia e a dominação de outros grupos sociais. 
PORQUE 
II. O conceito de hegemonia em Gramsci indica que a dominação exercida pela classe burguesa no mundo capitalista não se dá apenas pela força, mas também ideologicamente através da cultura de uma sociedade. A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
 
R: A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. 
 
53. A obra de Antônio Gramsci apresenta uma densa análise sobre o modo como as desigualdades sociais operam na sociedade capitalista. Nessa perspectiva, observe a imagem a seguir. 
 
Considerando o pensamento de Gramsci, assinale a alternativa com o termo que se relaciona com o conteúdo da tirinha apresentada. 
 
R: Hegemonia. 
 
54. Para Manacorda (1991), a educação materializada na escola é resultado de uma construção histórica. O homem, historicamente, desenvolve a educação por meio da aprendizagem mútua. Na antiguidade acontecia através da transferência de pais para filhos. Na idade média passa-se a enxergar a educação de forma diferenciada, sendo que as classes “abastadas” pagavam mestres particulares para suas crianças. Foi no século XVIII que nasceram as primeiras escolas públicas mantidas pelo Estado. Em meio a este processo histórico, a escola sempre foi tida como instrumento das classes dominantes para manutenção de sua hegemonia. 
 
Considerando a história da educação na sociedade industrial, assinale a alternativa correta. 
 
R: O processo de alienação do homem ocorre por meio da divisão sócio-técnica trabalho e educação. 
 
55. Karl Marx reconhece na era moderna e em suas novas formas de produção grande responsabilidade pela alienação do homem. Quando o trabalho fica cada vez mais especializado e dividido, o trabalhador fica de tal forma afastado daquilo que produz, que é incapaz de reconhecer-se no produto final de seu esforço. 
 
A partir do conceito de alienação compreendido em Marx, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
 
( ) Divisão do trabalho como divisão social. 
( ) Trabalhador possuir acesso a sua produção. 
( ) Incapacidade de reconhecer-se no produto. 
( ) Homem como máquina repetidora de ações de produção em busca do capital. 
 
Assinale a alternativa que representa a sequência correta. 
 
R: V – F – V – V. 
 
56. Segundo Pinho (2009, p. 01), "(...) a educação pode servir enquanto instrumento ideal da emancipação humana universal, a partir da qual a liberdade humana se torne genuína, isto é, na vida real e a partir da qual podem se desenvolver homens omnilaterais, e não mais homens unilateralizados pela divisão capitalista do trabalho". 
 
A partir do conceitode emancipação social em Marx, indique a alternativa correta. 
 
R: Sem superação da sociedade do capital, nunca poderão haver mudanças substanciais na esfera educacional da sociedade. 
 
57. Max Weber discorre por diversas vezes em sua obra sobre como o cientista deve lidar com o julgamento de valor e a neutralidade científica. 
A respeito da noção de neutralidade axiológica, apresentada pelo autor, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
 
( ) Weber defende a neutralidade axiológica como meio para que o cientista conduza suas pesquisas objetivando a verdade. 
( ) A neutralidade axiológica reconhece a existência de diversos valores ao mesmo tempo em que preza a produção do conhecimento dentro dos padrões científicos. ( ) Para Weber a neutralidade axiológica é fundamental para a produção de um conhecimento que priorize os afetos do cientista. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: V - V - F. 
 
58. A contestação e a revisão de conceitos operadas por Foucault criaram a necessidade de refazer percursos históricos. Não é sobre os governos e as nações que ele concentra seus estudos, mas sobre os sistemas prisionais, a sexualidade, a loucura, a medicina etc. Três fases se sucederam em sua obra. A da arqueologia do conhecimento é marcada pela análise dos discursos ao longo do tempo, de acordo com as circunstâncias históricas, em busca de um saber que não foi sistematizado. A genealógica corresponde a um conjunto de investigações das correlações de forças que permitem a emergência de um discurso, com ênfase na passagem do que é interditado para o que se torna legítimo ou tolerado. 
 
Com base nesse contexto, analise as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. Para Foucault, o saber representa, de certa forma, um poder que se constitui a partir de um discurso tido como válido e, que a partir da Idade Moderna, estará, fundamentalmente, ligado aos domínios científicos. 
PORQUE 
 
II. Nesse jogo das práticas relativas e do saber se inserem as relações de liberdade e ideologia, tratada em item específico por Foucault. Enquanto liberdade devemos considerar as visões de mundo que dialogam com os saberes que os produzem, e que por eles são produzidos, se reproduzem e perpetuam. 
 
Acerca dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: A asserção II é uma proposição falsa, e a I uma proposição verdadeira. 
 
59. Uma vez que a ideologia em Foucault, é vista como prática discursiva que se fortalece diante de outras práticas, ela passa a ter um papel importante para refletirmos acerca do domínio expressado por ela nas relações de poder entre os sujeitos. Assim, é possível pensar nas práticas de poder existentes na escola como exemplo da discussão foucaultiana. Há na obra Vigiar e Punir: nascimento da prisão, de 1975, a elaboração de uma genealogia do poder colocando-o como uma dinâmica teia de relações que, mais do que determinar as grandes estruturas de poder, busca desvelar a sua microfísica. 
 
Sobre os estudos relativos as questões de “poder”, analise as afirmativas a seguir e julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas. 
 
( ) Para compreender o poder numa determinada sociedade, deveríamos abandonar os instrumentos astronômicos que nos guiam no tratado macroscópico das cartografias, para assumir os microinstrumentos de uma cristalografia que nos permitisse perscrutar os minúsculos abismos e arestas da microscópica organização dos cristais. 
( ) A microfísica do poder de Foucault nos diz que o poder vem exclusivamente a partir da violência, de uma repressão que se impõe sobre os sujeitos. Contudo, também considera complexa a sua leitura a respeito do fenômeno do poder pois o concebe como uma teia que recobre toda a sociedade e que tem uma dinâmica inflexível. 
( ) Foi na constituição da ciência moderna, exercício de uma poderosa máquina de poder, que se tratou de instituir uma verdade científica indubitável, que o processo educacional articulou-se em pedagogia, como forma de construir uma verdade sobre o ensino e a aprendizagem. 
( ) Foucault desenvolve uma noção de poder que, no lugar de percebê-lo confinado a determinados topoi, a partir dos quais distenderia suas cordas, determinando as correlações de força, passava a percebê-lo disseminado pela sociedade que, se vista como uma “teia de renda”, estaria enredada pelo poder, constituindo os micronós que dariam a própria feição do tecido social. 
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. 
 
R: V - F - V - V. 
 
60. Foi primeiro nos colégios depois nas escolas secundárias onde vimos aparecer esses métodos disciplinares nos quais os indivíduos são individualizados dentro da multiplicidade. O colégio reúne dezenas, centenas e às vezes milhares de escolares, e trata-se então de exercer sobre eles um poder que será muito menos oneroso do que o poder do preceptor, que não pode existir senão entre o aluno e seu mestre. 
 
Foucault nos coloca frente a frente com uma das matérias-primas do nosso trabalho enquanto educadores, um saber específico que foi consolidado em práticas discursivas circunscritas aos domínios científicos, a pedagogia. 
 
A partir desse contexto, analise as seguintes afirmativas. 
 
I. O autor aborda a dominação existente na escola, seja em seu aspecto arquitetônico – pátios e distribuição das carteiras nas salas de aula, por exemplo -, seja no seu modelo pedagógico – aulas expositivas, repetição, memorização, avaliação - para docilizar corpos e mentes. 
II. O que se destaca, portanto, é o processo de flexibilização de um sujeito que se vê em liberdade, e que por essa razão, passa a se comportar da maneira inesperada, a ponto de interiorizar tais comportamentos, passando a reproduzi-los . 
III. A ciência moderna criou campos de investigações e proposições que, ao serem legitimados, ganharam status de verdade, passando a determinar as ações dos indivíduos envolvidos no processo do ensino-aprendizagem. 
IV. Essas determinações consolidaram um perfil disciplinador da escola que foi identificado por Foucault em Vigiar e Punir. 
Assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas. 
 
61. Para Bourdieu o espaço social é marcado por disputas onde os indivíduos lutam para manutenção ou melhoria de sua posição social. Nessa perspectiva, os diferentes tipos de capital são instrumentos utilizados pelos sujeitos ao longo de sua trajetória. 
 
BONAMINO, Alicia et al. Os efeitos das diferentes formas de capital no desempenho escolar: um estudo à luz de Bourdieu e de Coleman. Revista Brasileira de Educação, v. 15, n. 45, 2010. 
Considerando o pensamento do autor, associe os capitais, apresentados na Coluna I, com seus respectivos elementos, relacionados na Coluna II. 
 
	 COLUNA I 	 COLUNA II 
1. Capital Social I. Poder Simbólico e Prestígio 
 
2. Capital Cultural II. Fatores de Produção e Bens Materiais 
 
3. Capital Simbólico III. Rede de Relações 
 
4. Capital Econômico IV. Saberes e Diplomas Escolares 
 
Agora, assinale a alternativa que contém a sequência correta da associação entre as colunas. 
 
R: I - 3; II - 4; III - 1; IV - 2. 
 
62. Segundo Berman (1986, p. 16), "(...) com a Revolução Francesa e suas reverberações, ganha vida, de maneira abrupta e dramática, um grande e moderno público. Esse público partilha o sentimento de viver em uma era revolucionária, uma era que desencadeia explosivas convulsões em todos os níveis de vida pessoal, social e política". 
A partir desse contexto, analise as afirmações a seguir. 
I. A sociologia nasce a partir da reflexão sobre as mudanças sociais resultantes das revoluções ocorridas entre os séculos XVIII e XIX. 
II. O surgimento da sociologia está associado ao pensamento científico sobre as transformações da vida coletiva. 
III. A sociologia é consolidada como disciplina científica na França no século XVIII,período de intensas transformações políticas. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: As afirmativas I e II estão corretas. 
 
63. O positivismo analisa a sociedade a partir de regras científicas e métodos objetivos. Leia o trecho a seguir. 
“(...) a filosofia das ciências ou Positivismo explica o mundo, o homem, suas propriedades respectivas; só especula sobre matérias acumuladas pela observação e sobre fatos ensaiados pela experimentação. Procura o como e não o porquê, o estado real dos corpos, suas propriedades constantes, as leis naturais. Em suma, o Positivismo, na interpretação do mundo e do homem, estabelece a unidade, não em relação à sua natureza própria, que não há em parte alguma, mas, no entendimento humano, fazendo a classificação das propriedades, e em seguida dos seres que as manifestam, em relação à Humanidade; é uma coordenação abstrata concebida sob o ponto de vista do homem, do sujeito, donde a síntese subjetiva (RIBEIRO JUNIOR, 
2005).” 
Considerando o contexto apresentado, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas. 
I. O positivismo idealizado por Auguste Comte buscava a compreensão científica das leis gerais que regiam a sociedade. 
PORQUE 
II. O pensamento positivista criticava a sociedade moderna, estimulando os conflitos sociais. 
 
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
 
64. A obra de Émile Durkheim apresenta forte influência do pensamento positivista. Observe o trecho a seguir. 
 
"É preciso observar os fatos sociais do exterior; descobri-los como descobrimos os fatos físicos. Como temos a ilusão de conhecer as realidades sociais, torna-se importante convencer-nos de que elas não são conhecidas imediatamente. Por isso Durkheim afirma que é preciso considerar os fatos sociais como coisas. As coisas são tudo o que nos é dado, tudo o que se oferece (ou antes, se impõe) à nossa observação (ARON, 1987, p. 337)." 
Com base no conteúdo abordado, avalie as seguintes afirmativas. 
I. Auguste Comte e Émile Durkheim foram responsáveis pela fundação de um pensamento sistemático sobre os fenômenos sociais baseado no senso comum. II. A compreensão de que todos os indivíduos estão submetidos a uma ordem social em comum, apresentada por Auguste Comte, teve profundo impacto na obra de Émile Durkheim. 
III. Assim como Auguste Comte, Émile Durkheim apresenta uma concepção organicista da vida social. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: As afirmativas II e III estão corretas. 
 
65. De acordo com Durkheim (2012, p. 429), “(...) se a divisão do trabalho produz a solidariedade, não é apenas porque ela faz de cada indivíduo um “trocador”, como dizem os economistas; é porque ela cria entre os homens todo um sistema de direitos e deveres que os ligam uns aos outros de maneira duradoura. Do mesmo modo que as similitudes sociais dão origem a um direito e a uma moral que as protegem, a divisão do trabalho dá origem a regras que asseguram o concurso pacífico e regular das funções divididas”. 
 
A partir da reflexão fomentada pelo texto, assinale a alternativa que apresente a afirmação correta. 
 
R: Durkheim destaca em sua obra que além do aumento da produção e do lucro, a divisão do trabalho possui a função de produzir coesão social. 
 
66. O Ensino Médio no Brasil passou recentemente por uma reforma que colocou em pauta de discussão o processo formativo dos estudantes, pois a LDB 9394/96, alterada pela Lei 13.415/2017 em seu Art. 36 aponta que o currículo do ensino médio será composto pela Base Nacional Comum Curricular e por itinerários formativos. O documento dispõe ainda sobre a formação profissional e aponta que a critério dos sistemas de ensino, a escola ofertará formação com ênfase técnica e profissional. Sobre formação profissional, Ciavatta (2005, p. 2) afirma que “(...) significa que buscamos enfocar o trabalho como princípio educativo, no sentido de superar a 
dicotomia trabalho manual / trabalho intelectual, de incorporar a dimensão intelectual ao trabalho produtivo, de formar trabalhadores capazes de atuar como dirigentes e cidadãos”. 
 
Considerando a relação trabalho e educação na sociedade capitalista contemporânea, analise as afirmativas a seguir. 
 
I. O trabalho deve ser abordado com um princípio educativo. II. A escola media a relação entre trabalho e educação. 
III. A escola busca atender as necessidades do mercado produtivo. 
IV. A importância do trabalho para a subsistência humana não tem relação com a escola. 
Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
67. “O desenvolvimento científico e tecnológico das últimas décadas não só transformou a vida social, como causou profundas alterações no processo produtivo que se intelectualizou, tecnologizou, e passa a exigir um novo profissional, diferente do requerido pelos modelos taylorista e fordista de divisão social do trabalho. A sociedade contemporânea aponta para a exigência de uma educação diferenciada, uma vez que a tecnologia está impregnada nas diferentes esferas da vida social” (DOMINGUES; TOSCHI; OLIVEIRA, 2000, p. 66). Considerando a relevância da educação no processo formativo da sociedade, complete as lacunas. 
Diante das mudanças no desenvolvimento do país a escola possui um papel relevante, pois cabe a ela preparar para o ____________, de modo que possa também contribuir para uma sociedade mais desenvolvida. Contudo, atender ao ____________ moderno coloca a escola em condição difícil, pois corre o risco de deixar de lado a compreensão do trabalho como um princípio ____________ para atender as demandas do ____________ produtivo e do capital. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas. 
 
R: trabalho – capitalismo – educativo – mercado. 
 
68. Marx acreditava que a educação era parte da superestrutura de controle usada pelas classes dominantes. Por isso, ao aceitar as ideias passadas pela escola à classe dos trabalhadores (que Marx denominava classe proletária) cria uma falsa consciência, que a impede de perceber os interesses de sua classe. Assim, Marx concebia uma educação socializada e igualitária a todos os cidadãos. 
Considerando as contribuições de Marx sobre a relação trabalho e educação, julgue as assertivas a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. Na sociedade moderna a educação tende a atender as exigências do capitalismo. 
PORQUE 
II. É parte integrante de um sistema político e econômico e responsável pela formação de muitos jovens. 
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta. 
 
R: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. 
 
69. A obra de Max Weber abrange temas como a formação do capitalismo e as transformações na vida moderna. 
Considerando as características do pensamento desse autor, analise as afirmações que seguem. 
 
I. Com o estabelecimento do capitalismo industrial como modo de produção, as relações sociais se orientam por uma lógica tradicional. 
II. Os tipos de dominação, racional-legal, tradicional e carismática, podem ser encontrados puros na vida social. 
III. A dominação acontece quando uma ordem, com um conteúdo específico, é obedecida por um determinado número de pessoas. Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente a afirmativa III é correta. 
 
70. Gramsci considera que a filosofia, a arte, a poesia, a linguagem, a política e toda atividade produzida no âmbito da mente humana são, diferentemente do que muitos pensam, práticas as quais qualquer um pode se dedicar. Afinal, todos nós pensamos e, portanto, somos capazes de desenvolver ideias. Preocupado com a formação política, social e cultural do ser humano Gramsci desenvolveu uma linha de pensamento e de atitudes. 
Nesse contexto, avalie as afirmações que se seguem. 
 
I. Gramsci foi um combativo e intransigente favorável ao fascismo. 
II. Uma das preocupações de Gramsci é fazer com a que a linguagem filosófica,política, econômica, seja traduzida para o meio comum e para os diversos ambientes sociais. 
III. Não admitia que a vida das massas pudesse ser controlada, como pretendia o regime de Mussolini com o propósito de realizar uma grande transformação na natureza humana e na vida associada. 
Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas II e III estão corretas. 
 
71. O filósofo italiano Antônio Gramsci refletiu, dentre várias questões, sobre a relação entre cultura, política e tomada de consciência. 
 
Considerando a vida e a obra de Gramsci, analise as afirmações que seguem. 
I. A obra de Gramsci destaca o papel do intelectual no sistema capitalista e na luta de classes. 
II. Gramsci se associou em 1913 ao Partido Socialista e, apesar de preso, permaneceu filiado ao partido até o fim de sua vida. 
III. Gramsci, em sua vida e obra, apresentou de forma veemente sua oposição ao fascismo. 
Em relação ao contexto apresentado, é correto o que se afirma em: 
 
R: I e III, apenas. 
 
72. A superestrutura seria, para Gramsci, compreendida como um conjunto dinâmico, complexo, e pleno de contradições, através do qual a classe hegemônica exerce sua dominação – via instrumentos repressivos ou culturais –, cuja função seria justamente disseminar a ideologia dominante para as classes subalternas e auxiliares, processo no qual o Estado, ao ampliar suas funções, sobretudo as de caráter educativo. 
 
De acordo com o pensamento gramsciano, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
 
I. Para Gramsci o poder da classe dominante também se expressa no campo da cultura, definido por Marx como superestrutura, que reflete as relações sociais de produção em todas as suas esferas. 
PORQUE 
II. Para o autor, a dimensão material da sociedade, também chamada de infraestrutura, se relaciona dialeticamente com o campo da cultura. A respeito dessas asserções, assinale a opção correta 
 
R: As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. 
 
73. Segundo Duriguetto (2014), "[...] o que Gramsci afirma é que todo grupo social necessita da criação de intelectuais para a legitimação de sua posição de classe. É nesse sentido que 'o empresário capitalista cria consigo o técnico da indústria, o cientista da economia política, o organizador de uma nova cultura, de um novo direito’ etc. E também atua diretamente no espaço econômico e estatal para referendar seu projeto societário”. 
 
A partir da crítica gramsciana à sociedade capitalista, analise as afirmações que seguem. 
 
I. A burguesia estabelece e mantém sua dominação por meio da coerção física. 
II. A ciência para Gramsci deve ser utilizada como meio de combater o capitalismo. III. O pensamento de Gramsci dialoga diretamente com a luta das classes trabalhadoras. 
Agora, assinale a alternativa correta. 
 
R: Somente as afirmativas II e III estão corretas. 
 
74. Poucos pensadores da segunda metade do século 20 alcançaram repercussão tão rápida e ampla quanto o francês Michel Foucault (1926-1984). Por ter proposto abordagens inovadoras para entender as instituições e os sistemas de pensamento, a obra de Foucault tornou-se referência em uma grande abrangência de campos do conhecimento. Em seus estudos de investigação histórica, o filósofo tratou diretamente das escolas e das ideias pedagógicas na Idade Moderna. 
 
Os estudos de Foucault, referentes à escola, revelam que: 
 
R: o autor deixou leituras que ele fez a respeito do espaço escolar como uma instituição social privilegiada para a formação dos dispositivos de controle característicos da sociedade disciplinar. 
 
75. Se a história do pensamento pudesse permanecer como o lugar das continuidades ininterruptas, se ela unisse sem cessar encadeamentos que nenhuma análise poderia desfazer sem abstração, se ela tramasse, em torno do que os homens dizem e fazem, obscuras sínteses que se antecipam a ele, o preparam e o conduzem indefinidamente para o seu futuro, - ela seria para a soberania da consciência um abrigo privilegiado. A história contínua é o correlato indispensável à função fundadora do sujeito: a garantia de que tudo que lhe escapou poderá ser-lhe devolvido; a certeza de que o tempo não dispersará nada sem reconstituí-lo em uma unidade recomposta; a promessa de que todas essas coisas mantidas a uma grande distância pela diferença, o sujeito poderá um dia – sob a forma da consciência histórica – delas se apropriar novamente, restaurar seu domínio sobre elas e encontrar o que se pode bem chamar sua morada. 
 
Sobre os estudos de Foucault, relativos à história, analise as afirmativas a seguir. 
I. Apresenta uma noção que é muito cara à condição humana, a “vontade de saber”. Um desafio e um desejo que permeia a vida e que regulou, de certo modo, a historiografia para a construção de um conhecimento que fosse irretocável. 
 
II. Na sua arqueologia Foucault problematizou essa concepção e inaugurou um estudo que rompia com a ideia de totalidade, ou grandes estruturas dispostas a pensar a gênese, a história e o devir. 
III. Foucault, buscou observar o “campo em que se manifestam, se cruzam, se emaranham e se especificam as questões do ser humano, da consciência, da origem e do sujeito”. 
IV. Na sua arqueologia Foucault, buscou comprovar que a história, assim como os saberes, é universal, universalizante e linear. 
 
Agora assinale a alternativa correta: 
 
R: Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
 
76. Foucault apresenta um método de trabalho que dará sustentação a ideia de que o saber não é universal ou universalizante e que não há continuidades ininterruptas na história. Na sua arqueologia Foucault problematizou e inaugurou um estudo que rompia com a ideia de totalidade, ou grandes estruturas dispostas a pensar a gênese, a história e o devir. Ele buscou observar o campo em que se manifestam, se cruzam, se emaranham e se especificam as questões do ser humano, da consciência, da origem e do sujeito. 
 
Em relação ao contexto apresentado, complete as lacunas da sentença a seguir. 
 
Foucault trata de práticas discursivas que estão carregadas de __________ e 
__________ para os interlocutores dessa dinâmica. Por isso, há saberes que são __________ das ciências, mas não há saber sem uma prática discursiva __________, e toda prática discursiva pode-se definir pelo saber que ela forma. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas. 
 
R: sentido - valor - independentes - definida. 
 
77. O sociólogo francês Pierre Bourdieu investigou ao longo de sua obra como as estruturas sociais se manifestam nas ações dos sujeitos. Considerando o conceito de campo, apresentado pelo autor, analise as afirmativas que seguem. 
 
I. Para Bourdieu cada sociedade possui um campo que orienta as ações de seus indivíduos. 
II. Para Bourdieu o campo é um espaço onde relações de poder e interesses se manifestam. 
III. Campo e habitus são conceitos utilizados por Bourdieu para compreensão das ações não intencionadas, coletivas e individuais. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a resposta correta. 
 
R: Somente as afirmativas II e III estão corretas. 
 
78. Marx afirma que entende por educação três definições. Primeiramente: Educação mental. Segundo: Educação física, tal como é dada em escolas de ginástica e pelo exercício militar. Terceiro: Instrução tecnológica, que transmite os princípios gerais de todos os processos de produção e, simultaneamente, inicia a criança e o jovem no uso prático e manejo dos instrumentos elementares de todos os ofícios. Um curso gradual e progressivo de instrução mental, gímnica e tecnológica deve corresponder à classificação dos trabalhadores jovens. Os custos das escolas tecnológicas deveriam ser em parte pagos pela venda dos seus produtos. 
 
A partir da compreensão de educação em Marx, analise as afirmativas a seguir. I. A formação para o trabalho associada à condição sociohistórica. II. Concepção de trabalho como princípio educativo. 
III. Educação integral associada à compreensão do processo produtivo. 
IV. Educação privada

Mais conteúdos dessa disciplina