Buscar

ABORD. SOCIOPSICOLÓGICAS DA VIOLÊNCIA E DO CRIME

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Meus
Simulados
Teste seu conhecimento acumulado
 
Disc.: ABORD. SOCIOPSICOLÓGICAS DA VIOLÊNCIA E DO CRIME 
Aluno(a): ALEXA KAROLINE PEREIRA DE SOUZA 202202379522
Acertos: 8,0 de 10,0 11/09/2022
 
 
Acerto: 1,0 / 1,0
Émile Durkheim (1858-1917) foi um importante autor francês que desenvolveu o conceito de solidariedade: a
maneira como as pessoas se relacionam nas sociedades. A sua teoria aponta para a existência de
solidariedade mecânica (onde os indivíduos não dependem tanto dos outros) e orgânica (onde há uma maior
dependência entre os indivíduos. Ao pensarmos na sociedade brasileira, podemos dizer que:
Os dados sobre violência não aumentaram durante os anos, o que prova que a sociedade ainda não
atingiu o pico de violência.
A violência é um fenômeno universal, ocorrendo tanto no campo como nas grandes cidades na mesma
proporção.
 Os indivíduos que residem em grandes cidades estão experimentando um distanciamento muito
grande um do outro, e esse fato é uma marca do individualismo próprio do capitalismo.
A sociedade está cada vez mais solidária e a prova disso é a redução significativa dos dados sobre
violência.
A rápida urbanização do Brasil, a partir de meados do século passado, afastou os indivíduos do
convívio social.
Respondido em 11/09/2022 15:51:27
 
 
Explicação:
Os grandes centros urbanos desfavorecem a proximidade entre os indivíduos, nos levando a uma espécie de
'ossificação' de atitudes e sentimentos
 
 
Acerto: 1,0 / 1,0
As emoções tem um papel fundamental na constituição do indivíduo. A psicologia é o ramo que estuda o
indivíduo como um ser dotado de capacidades numa lógica comportamental. Nesse sentido, podemos dizer
que:
As emoções possuem aspectos unicamente sociais;
As emoções não são reações individuais a eventos do cotidiano;
O papel das emoções está distante da sociedade já que ela tem reflexos somente individuais;
Tendo em vista a complexidade das emoções, torna-se impossível qualquer estudo sobre a mesma.
 A comunicação aos outros dos nossos sentimentos pode facilitar o processo de interação social;
Respondido em 11/09/2022 15:55:06
 
Acerto: 1,0 / 1,0
 Questão1
a
 Questão2
a
 Questão
3a
https://simulado.estacio.br/alunos/inicio.asp
javascript:voltar();
A psicologia é um ramo da ciência que estuda a forma como os indivíduos se comportam em sociedade bem
como os seus processos mentais. Entre os fatores que interferem no processo perceptivo, temos que:
 A seletividade perceptiva é a visualização de apenas parte da realidade, em virtude de fatores
subjetivos;
O condicionamento refere-se à dificuldade em perceber as circunstâncias a partir das consequências
que aquela determinada experiência ou situação causou à pessoa;
A experiência prévia não interfere no processo de percepção sobre a realidade.
A acentuação perceptiva ocorre quando somos indiferentes a um determinado comportamento de
outrem;
Fatores contemporâneos, tais como a economia do país e o custo de vida não influenciam no processo
perceptivo;
Respondido em 11/09/2022 16:10:13
 
 
Explicação:
Cada indivíduo percebe o mundo que o cerca de diferentes maneiras, isto porque a percepção varia de sujeito
para sujeito, se mostrando como uma manifestação devida a fatores individuais
 
 
Acerto: 1,0 / 1,0
Michel Foucault estabeleceu uma teoria na qual o fenômeno da violência estaria intrinsecamente ligado a
própria existência do Estado. Nesse sentido, o Estado seria o maior promotor da violência na sociedade já que
ele não inclui a maioria dos indivíduos em suas políticas públicas e aprisiona numa legislação penal os ditos
¿marginais¿. Segundo essa teoria, podemos afirmar que:
O estudo da sociologia da violência não percebe a influência do Estado como produtor de
desigualdades.
Políticas públicas não reduzem a criminalidade posto que existem indivíduos que são fadados ao
fracasso no convívio social.
A ideia do criminoso é completamente acertada e a sociedade deve aumentar a punição sobre estes.
 Os ¿marginais¿ são uma produção da própria sociedade e ela deve levar em conta essa questão na
prevenção de futuras práticas criminosas.
O homem foi feito para viver no isolamento, não cabendo falarmos em vida coletiva.
Respondido em 11/09/2022 16:33:38
 
 
Explicação:
Seguindo o critério de Foucault, podemos entender o Estado como responsável por gerar violência, sendo assim
uma das formas de se 'corrigir' esse mal seria criar políticas públicas capazes de dar condições aos menos
favorecidos, livrando-os da marginalidade
 
 
 
Gabarito
Comentado
 
Acerto: 0,0 / 1,0
Na crítica à violência das cidades, muito se fala da população periférica, tida como responsável por praticar
uma série de infrações, contudo, quando refletimos sobre um contexto aprofundado da política, economia e
desigualdade, podemos concluir que:
as políticas públicas sociais para aquisição de renda seriam as responsáveis pelo desinteresse da
população da periferia no trabalho formal.
 
 Questão4
a
 Questão5
a
 não podemos incluir a população negra como alvo da violência de Estado, pois a pobreza abrange
várias etnias.
a ausência de políticas públicas para a população pobre não teria relevância na violência constituída no
país, já que vivemos em um Estado de livre mercado, baseado na competência e esforço individuais,
para a conquista de melhores condições de vida.
 estaria ocorrendo um processo de violência de Estado com a população das periferias, principalmente
a população negra e jovem, voltado para a exclusão e extermínio.
 a população da periferia não teria interesse em ocupar cargos formais de trabalho, se beneficiando do
crime para conseguir maior renda do que os trabalhadores formais.
Respondido em 11/09/2022 16:35:07
 
 
Explicação:
A falta de políticas públicas no Brasil para combater as desigualdades sociais acaba por responsabilizar as
classes desfavorecidas, os negros, moradores das periferias pela violência. Por conta disso, os homicídios são a
principal causa de morte de jovens de 15 a 29 anos, atingindo majoritariamente jovens negros do sexo
masculino, baixa escolaridade, moradores das periferias e áreas metropolitanas dos centros urbanos.
 
 
Acerto: 1,0 / 1,0
Sobre o conteúdo direcionado às crianças, estudos recentes evidenciam que 92% da temática transmitida para
a faixa etária de 2 a 11 anos possuem violência. Este dado pode revelar que:
 As crianças são submetidas a um discurso constante sobre violência.
O bullying praticado nos colégios não possui relação com o conteúdo das mensagens veiculadas na
mídia.
Estamos vivendo um processo muito distante da formulação da violência como discurso dominante.
O discurso sobre violência não vai além das imagens vinculadas a programação infantil.
Respondido em 11/09/2022 16:32:18
 
Acerto: 1,0 / 1,0
¿Qualquer ato ou conduta que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto na
esfera pública quanto na privada, é considerado violência.¿ Esta é a definição prevista na Convenção
Interamericana (também conhecida como ¿Convenção de Belém do Pará¿), de 1994, para Prevenir e Erradicar
a Violência contra a Mulher. Dados da Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180) revelam aumento da
formalização das denúncias. Os atendimentos da central subiram de 43.423 em 2006 para 734.000 em 2010,
quase dezesseis vezes mais. Sobre a violência praticada contra as mulheres, podemos afirmar que:
A agressão verbal por si só não constitui uma violência plena.
 É uma prática enraizada na sociedade brasileira, em virtude do seu modelo patriarcal.
Não é possível fazermos uma generalização na sociedade brasileira sobre a violência de gênero em
virtude do caráter apaziguador dos brasileiros.
No Brasil, segundo os dados acima expostos, temos uma redução no número de casos.
Respondido em 11/09/2022 16:29:11
 
Acerto: 1,0 / 1,0
Considerando a violência DA escola como sendo aquela própria do espaço escolar, marque a alternativa que
NÃO representa uma dessas violências:
agressão físicade um aluno contra o professor
aluno que vandaliza o patrimônio escolar
 um aluno ser atingido por uma bala perdida
nenhuma das alternativas anteriores
agressão física ou verbal entre alunos
Respondido em 11/09/2022 16:25:58
 Questão6
a
 Questão7
a
 Questão8
a
 
Acerto: 0,0 / 1,0
Considerando as medidas sócio-educativas que podem ser aplicadas sobre um adolescente que pratica ato
infracional, marque a alternativa que NÃO indica uma dessas medidas
prestação de serviços à comunidade
internação
 nenhuma das alternativas anteriores
liberdade assistida
 prisão para averiguação
Respondido em 11/09/2022 16:18:30
 
Acerto: 1,0 / 1,0
O trânsito pode ser pensado como um grande sistema que se organiza segundo três importantes eixos ou
subsistemas, que são:
A via, os indivíduos e os pedágios.
A via, os indivíduos e a sinalização horizontal e vertical.
A via, os indivíduos e a pavimentação.
 A via, os indivíduos e os veículos.
Respondido em 11/09/2022 16:11:38
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Questão9
a
 Questão10
a
javascript:abre_colabore('38403','292886716','5637038580');

Outros materiais