Buscar

Órtese questões QUESTIONARIO AVA UNIP

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Órtese 
· 
	
	As possíveis causas que levam a uma amputação decorrem de doenças infecciosas e parasitárias, doenças do aparelho circulatório, diabetes mellitus, neuropatias periféricas, doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, neoplasias, causas externas, doenças de pele e malformações congênitas. Leia as afirmações abaixo sobre amputações de membro inferior:
 
I. As amputações dos membros inferiores são mais frequentes quando associadas ao envelhecimento populacional e a doenças crônicas, como o diabetes e as doenças vasculares.
II. As amputações por causas traumáticas prevalecem em acidentes de trânsito e em ferimentos por arma de fogo, sendo esta a causa principal das amputações no Brasil.
III. Indivíduos diabéticos têm risco maior de serem submetidos a amputações, o que é mais frequente na população diabética de baixo nível socioeconômico, com condições inadequadas de higiene e pouco acesso aos serviços de saúde.
Está correto o que se afirma em:
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
I e III, apenas.
· Pergunta 2
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Leia as afirmações abaixo sobre amputações por causas vasculares.
 
I. A tromboangeíte obliterante apresenta etiologia desconhecida, mas é diretamente relacionada ao tabagismo, sendo que o principal tratamento dessa doença consiste na suspensão do tabagismo e no uso de medicamentos como vasodilatadores e anticoagulantes.
II. As doenças arteriais obstrutivas periféricas levam ao estreitamento da luz das artérias dos membros inferiores, podem ser associadas à doença aterosclerótica e tendem a piorar com o envelhecimento do indivíduo, podendo levar à alteração funcional dos membros inferiores, maior risco para ulcerações e até mesmo amputações.
III. As doenças obstrutivas periféricas têm causa genética e não devem ser relacionadas com a hipertensão arterial sistêmica, com o aumento da taxa de triglicérides, tabagismo, hipercolesterolemia, nem mesmo ao processo de envelhecimento.
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
I e II apenas.
	
	
	
· Pergunta 3
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Como consequência da neuropatia periférica associada ao diabetes é esperado encontrar, exceto:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Hiperreflexia ósteotendinosa.
	
	
	
· Pergunta 4
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Corresponde à sutura da musculatura seccionada recobrindo as extremidades ósseas e ancorando os grupos flexores e extensores uns aos outros, como se fossem novas inserções. Essa manobra permite que os músculos trabalhem, garantindo ao paciente um melhor controle dos movimentos do coto, reduzindo o edema e acolchoando as extremidades ósseas. A qual procedimento o texto está se referindo?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
Mioplastia.
	
	
	
· Pergunta 5
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Na amputação de desarticulação de Lisfranc ocorre:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Desarticulação de metatarsos com o osso cuboide e cuneiforme (antepé com o mediopé).
	
	
	
· Pergunta 6
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	As amputações transfemorais podem ser realizadas no terço proximal, médio e distal. Sobre o tema leia as afirmações abaixo:
 
I. Nesta amputação, o membro residual tende à deformidade em flexão e abdução do quadril, sendo que quanto menor o coto, maior a tendência à deformidade, devido ao desequilíbrio muscular.
II. Nesta amputação, o encurtamento dos músculos flexores de quadril se deve, principalmente, à manutenção da posição sentada por longos períodos.
III. Nas amputações transfemorais, a descarga de peso é feita na região distal, no apoio isquiático e nas laterais do coto.
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
I e II, apenas.
	
	
	
· Pergunta 7
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	A protetização imediata é adaptada ao coto de amputação imediatamente após a cirurgia, ainda no centro cirúrgico, e ela têm características de uma prótese normal. Vários benefícios são alcançados com a protetização imediata, porém, nem todos os pacientes têm indicação para esse tipo de protetização, e caberá ao cirurgião verificar a possibilidade de realizá-la. Em relação a este procedimento, espera-se como benefício, exceto:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
Favorecer descarga de peso total no membro residual.
	
	
	
· Pergunta 8
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Leia as afirmações abaixo sobre as possíveis complicações no pós-operatório de uma amputação:
 
I - Quando o membro é amputado, os nervos periféricos são seccionados, mas com o tempo, os axônios destes nervos podem iniciar um processo de brotamento regenerativo, formando assim um neuroma. O paciente descreve uma dor como um choque ao percutirmos com as pontas dos dedos o local do neuroma e muitos relatam ter enorme dificuldade em descarregar seu peso no local afetado.
II - A sensação de membro-fantasma é definida como a existência de sensações dolorosas no membro amputado.
III - A deiscência da sutura cirúrgica é uma complicação grave na qual as bordas da ferida, que estão unidas por uma sutura, acabam se abrindo e se afastando, aumentando o risco de infecção e dificultando a cicatrização.
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
I e III, apenas.
	
	
	
· Pergunta 9
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Leia as afirmações abaixo sobre as características específicas do coto.
 
I. O coto deve apresentar mioplastia e miodese adequadas, permitindo assim mobilidade e estabilidade durante a fase de protetização.
II. O coto pode apresentar espículas ósseas e áreas de neuromas dolorosos, uma vez que estes podem facilitar a protetização.
III. O enfaixamento do coto deve ser realizado pelo menos uma vez por semana, pelo período de um mês, e a pressão do enfaixamento deve ser maior distalmente e diminuir proximalmente, favorecendo um formato de cone.
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
I, apenas.
	
	
	
· Pergunta 10
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Um dos objetivos do tratamento fisioterapêutico após a amputação será evitar possíveis encurtamentos musculares. Sobre isso leia as afirmativas abaixo.
 
I. Nas amputações do pé, as contraturas musculares mais encontradas são os pés em equino (flexão plantar), nas amputações de dedos podem ocorrer deformidades em adução dos dedos remanescentes.
II. Nas amputações transtibiais encontramos principalmente encurtamento de flexores de joelho devido ao tempo prolongado sentado e ao braço da alavanca estar menor, favorecendo a flexão do joelho.
III. Nas amputações transfemorais as principais contraturas observadas são em rotação interna e adução de quadril.
Está correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
I e II, apenas.
	
	
	
Ortese2
	· 
	
	
	Em relação à escala de funcionalidade nível K ( K level), classifique o paciente descrito no caso clínico a seguir: Paciente de 55 anos de idade foi submetido à amputação transfemoral de terço proximal da perna direita por atropelamento, a lesão ocorreu há 1 ano e o mesmo apresentou quadro de hemiparesia espástica à esquerda, secundário ao traumatismo cranioencefálico em decorrência do acidente. Apresentou também lesão frontotemporal, com alteração do nível de compreensão de ordens simples. Como você o classificaria pela escala de funcionalidade K?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
Nível K0.
	
	
	
· Pergunta 2
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Paciente de 20 anos de idade sofreu uma amputação traumática transfemoral por acidente motociclístico. Iniciou a reabilitação e atualmente foi protetizado e o paciente tem capacidade para deambular com cadência variável e para transpor barreiras arquitetônicas. Se desloca na comunidade e voltou a exercer suas atividades profissionais, neste caso podemos classificá-lo como:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
Nível K3.
	
	
	
· Pergunta 3
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Em relação às próteses exoesqueléticas, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta:
 
I – Elas são confeccionadas com componentes de madeira ou plástico, que servem de conexão entre o encaixeda prótese e do pé.
II – São chamadas também de próteses modulares e são montadas a partir de componentes protéticos que podem ser combinados entre si de diversas maneiras, ou seja, escolhe-se o encaixe, o tipo de joelho, o tipo de pé.
III – São as próteses mais indicadas atualmente, principalmente para pacientes jovens.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
Apenas I está correta.
	
	
	
· Pergunta 4
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Em relação ao encaixe protético, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta:
 
I – O encaixe é o principal componente da prótese, independentemente do nível da amputação, uma vez que é o elo entre o membro residual e a prótese.
II – Quanto mais preciso for o encaixe, melhor será o controle da prótese pelo paciente, melhor será a qualidade da marcha e o conforto para o paciente (a prótese deve ser percebida pelo paciente como a continuação do seu corpo).
III – O encaixe a ele é moldado no coto do paciente e isso só deverá ser feito após o coto estar em formato de cone e sem edema, uma vez que ele só será utilizado depois de um longo período após a amputação.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
Apenas I e II estão corretas.
	
	
	
· Pergunta 5
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Em relação aos tipos de encaixe para amputações transtibiais, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta:
 
I – O encaixe PTS ( Prothese Tibial Supracondilian) foi criado na França, em 1964, mas não é mais utilizado; este encaixe era colocado acima da patela, abraçando todo o joelho (incluindo a patela) e com uma janela na parte posterior (depressão na fossa poplítea).
II – O encaixe PTB ( Patellar Tendon Bearing) foi criado nos Estados Unidos, em 1959, seu encaixe tem forma de triângulo, a descarga de peso ocorre no tendão patelar e a suspensão se faz nos côndilos femorais (ponto de apoio). É o modelo mais utilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), principalmente por amputados crônicos.
III – O encaixe KBM ( Kondylen Bettung Munster) foi criado na Alemanha, em 1968, e não é mais utilizado; seu encaixe ocorria acima dos côndilos, deixando a paleta livre, e às vezes era acoplado a correias de apoio.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
Apenas I está correta.
	
	
	
· Pergunta 6
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Em relação aos pés protéticos, no caso de paciente geriátrico com histórico de quedas e deambulador terapêutico, indica-se o:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Pé SACH.
	
	
	
· Pergunta 7
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Em relação ao componente encaixe da prótese, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta:
 
I. Apresenta funções de englobar o volume do coto sem inibir a circulação sanguínea, fixando a prótese ao coto do paciente, possibilitando a transmissão de forças e controle dos movimentos.
II. Importante componente de uma prótese, independentemente do nível de amputação, uma vez que ele é o elo entre o coto de amputação e a prótese.
III. A precisão do encaixe não influencia diretamente no controle da prótese, na qualidade da marcha e no conforto do uso da prótese.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	e. 
Apenas I e II estão corretas.
	
	
	
· Pergunta 8
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Em relação à abordagem fisioterapêutica na fase protética, analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta:
 
I – O fisioterapeuta deverá instruir o paciente a continuar realizando o enfaixamento do membro residual nesta fase.
II – Durante o treino com a prótese, o fisioterapeuta deverá ensinar o paciente a colocar e retirar a prótese, treinar a passagem da postura de sentado para ortostase com a prótese.
III – Durante o treino com a prótese, o fisioterapeuta deverá treinar o equilíbrio e a transferência de peso, treinar as fases da marcha, incluindo a dissociação de cinturas e o controle postural, e treinar a marcha em rampas, terrenos acidentados, e a subir e descer escadas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
Apenas II e III estão corretas.
	
	
	
· Pergunta 9
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	As órteses podem ser definidas, de modo geral, como dispositivos exoesqueléticos que podem ser aplicados a um ou vários segmentos do corpo. São finalidades do uso das órteses, exceto:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Substituir o membro amputado.
	
	
	
· Pergunta 10
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	A displasia congênita de quadril é um caso frequente em bebês e seu tratamento deve ser realizado de forma precoce, nos primeiros meses de vida. Para que o quadril fique locado corretamente indica-se o uso de:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
Suspensório de Pavlik.

Outros materiais

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes