Buscar

Estudo Psicologia socio interacionista

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Psicologia Socio Interacionista NP2 
 
Henri Wallon 
 
• Psicologo, médico e filosofo. 
 
• Nascido em 1879 – falecido em 1962 
 
• Estudou sobre o desenvolvimento infantil e da psicologia da criança 
 
• Acreditava que o desenvolvimento humano era um processo complexo e 
dinâmico, influenciado por fatores biológicos, sociais e culturais 
 
• Enfatizou a importância das interações sociais e emocionais no 
desenvolvimento das crianças 
 
• Método de análise genética comparativa: serie de comparações entre 
conjuntos, para melhor compreensão do desenvolvimento, pessoa em 
constante processo, pessoa enquanto totalidade e integração entre os 
conjuntos afetivos, motores e cognitivos 
 
• Compreensão do ser humano enquanto ser social 
 
• Reconheceu a importância da infância enquanto idade única e fecunda 
 
• Apresentou forte preocupação pedagógica 
 
• A inteligência é genética e organicamente social. 
 
• Sujeito integral – desenvolvimento descontinuo – cada etapa provoca 
mudanças nas demais 
 
 
Estágios Do Desenvolvimento 
 
• Estagio impulsivo-emocional (0-1 ano): o desenvolvimento é dominado por 
impulsos e emoções. A criança está focada principalmente em suas 
necessidades básicas, como alimentação, conforto e sono. Ela expressa suas 
emoções de forma direta, sem controle ou regulação. 
 
• Estagio sensório-motor e projetivo (1-3 anos): a criança começa a explorar 
ativamente o ambiente ao seu redor. Ela desenvolve habilidades motoras, 
como andar, correr e manipular objetos. Alem disso, a criança começa a usar a 
imaginação e a simbolização, representando objetos ausentes e 
desempenhando papeis em jogos simbólicos. A linguagem também se 
desenvolve rapidamente, permitindo a criança se comunicar e expressar suas 
necessidades. 
 
• Estagio personalismo (3-6 anos): a criança desenvolve um senso de identidade 
pessoal e se torna mais consciente de suas emoções, desejos e pensamentos. 
Ela começa a explorar o ambiente de forma mais independente e a interagir 
com outras crianças. A linguagem se torna mais complexa, permitindo à criança 
expressar pensamentos e sentimentos com mais precisão. A criança também 
começa a internalizar regras sociais e a desenvolver noções de certo e errado. 
 
• Estagio categorial (6-11anos): a criança começa a pensar de forma mais 
abstrata e a compreender conceitos como tempo, espaço e causalidade. Ela é 
capaz de realizar operações mentais mais complexas e resolver problemas de 
forma logica. A criança também desenvolve habilidades sociais mais 
sofisticados, como empata, cooperação e compreensão das perspectivas dos 
outros. 
 
• Estagio puberdade e adolescência (11-20): é marcado por mudanças físicas e 
emocionais significativas. A criança passa pela puberdade, experimenta 
alterações hormonais e desenvolve características sexuais secundarias. Ela 
também passa por um processo de busca de identidade, explorando diferentes 
papeis e valores. Nesse estágio, a influência dos pares e do grupo social se 
torna muito importante, e a criança começa a desenvolver um senso de si 
mesma em relação aos outros. 
 
Noção Sugerido Wallawiano 
 
• A criança é única ser em constante metamorfose, ou seja, passando por 
mudanças e transformações ao longo do tempo. 
 
• Acreditava que o desenvolvimento humano é marcado por contrastes e 
conflitos 
 
• Destacava a integração e a interação entre diferentes aspectos do 
desenvolvimento, como físico, o cognitivo e o socioemocional. 
 
• O processo da criança é continuo e dinâmico, atravessado por contrastes e 
conflitos, mas que, ao mesmo tempo, há uma unidade subjacente que permite 
o crescimento, a aprendizagem e a emergência de novas capacidades. 
 
 
Conjuntos Funcionais 
 
• Conjunto afetivo: refere-se a esfera emocional e afetiva da pessoa. Envolve a 
expressão emocional, a capacidade de estabelecer vínculos afetivos com os 
outros e a regulação das emoções, 
 
• Conjunto ato motor: refere-se as habilidades motoras e à capacidade de ação 
física da pessoa. Envolve habilidades motora básicas, como andar e manipular 
objetos, bem como habilidades motoras mais complexas como escrever e 
praticar esportes 
 
• Conjunto cognitivo: refere-se ao aspecto intelectual e cognitivo da pessoa. 
Envolve habilidades como percepção, memoria, raciocínio e resolução de 
problemas 
 
• A pessoa: representa a totalidade integrada das dimensões afetivas, motoras e 
cognitivas do desenvolvimento humano, enfatizando a interação entre esses 
aspectos e sua influência na formação do indivíduo como um todo. 
 
 
Leis De Desenvolvimento 
 
• Lei de alternância: afirma que o desenvolvimento humano envolve a 
alternância entre diferentes formas de funcionamento mental e emocional. 
 
• Lei da preponderância: em cada estágio de desenvolvimento uma função 
mental ou emocional especifica tem maior influência e importância. 
 
• Lei da integração: destaca a importância da integração entre as diferentes 
funções mentais e emocionais. 
 
 
Afetividade 
• Emoção: considerava as emoções como uma forma primaria de vivenciar o 
mundo e desempenhavam um papel importante no estágio impulsivo do 
desenvolvimento 
 
• Sentimento: os sentimentos como um aspecto importante no estágio 
emocional do desenvolvimento