Buscar

Psicologia do Desenvolvimento Humano

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO – Prof. FÁTIMA VASCONCELOS 
Aula 1 
O que é desenvolvimento humano? O que vêm à mente de 
vocês quando pensam em desenvolvimento humano? 
 
 
 
Integralidade do Ser Humano 
• Crescimento 
• Transformações 
• Aumento de tamanho 
• Multiplicação de células 
• Acréscimo de elementos 
• Formação dos órgãos 
• Formação dos sistemas 
• Ampliação do funcionamento 
• Especificação das funções 
 
Ampliação das Relações 
• Aumento da percepção 
• Aumento da capacidade visual 
• Ampliação da capacidade de linguagem falada 
• Aquisição da capacidade de escrita e leitura 
• Ampliação da capacidade cognitiva 
• Sensorial-concreto-abstração 
• Compreensão dos símbolos 
 
 
Desenvolvimento Humano - Abordagem de Baltes 
• O desenvolvimento é: 
1. Vitalício 
a. contínuas alterações ao longo de todo o ciclo de vida 
b. cada período tem características e valor ÚNICOS 
c. o período mais importante é o ... (atual) 
 
 
2. Multidimensional 
a. três grandes dimensões totalmente interrelacionadas e, 
ao mesmo tempo, independentes 
➢ Físico- Motor- Perceptivo 
➢ Cognitivo - Moral 
➢ Emocional- Auto-conceito – Psicossocial 
 
3. Multidirecional 
a. prontidão (biológico) + interesses (psicológico) + contexto (sócio-cultural) 
 
4. Relacionado com indivíduo (biológico + psicológico) e com ambiente (sócio-cultural) 
5. Mudança na alocação de recursos (interesses – entender o indivíduo) 
6. Plasticidade (capacidade de aprender) (aprendizagem e desenvolvimento) 
7. Influenciado pela história e pela cultura (normativos – entender o contexto) 
 
• Educação baseada em evidências significa ter conhecimento sobre o desenvolvimento para: 
➢ Descrever + Explicar + Prever + Intervir / (avaliar) (teorizar) (planejar) (educar) 
• Perspectiva INTER ou TRANS disciplinar 
• Periodização do desenvolvimento é uma construção social, mais do que científica 
➢ Infância- Adolescência- Adulto 
Etapas do Ciclo Vital 
• Faixa etária 
• Desenvolvimentos Físicos 
• Desenvolvimentos Cognitivos 
• Desenvolvimentos Psicossocial 
 
Dimensões do Desenvolvimento Humano 
• FÍSICO-MOTOR 
• COGNITIVO 
• SÓCIO-MORAL 
• AFETIVO 
 
Domínios do Desenvolvimento Humano 
• BIOLÓGICO/ FÍSICO-MOTOR 
➢ Estudo do funcionamento cerebral, da fisiologia e das modificações causadas pelo ambiente; 
 
• COGNITIVO 
➢ Estudo dos processos psicológicos, como pensamento, Percepção e linguagem; 
➢ Processos psicológicos: aspectos mentais como sensação, percepção, atenção, memória, emoção, sentimento, linguagem e 
comunicação são exemplos de processos psicológicos básicos. 
➢ Cognição: é uma função psicológica atuante na aquisição do conhecimento e se dá através de alguns processos, como a percepção, a 
atenção, associação, memória, raciocínio, juízo, imaginação, pensamento e linguagem. 
➢ Pensamento: uma forma de processo mental ou faculdade do sistema mental. 
➢ Percepção: a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, Através da percepção um indivíduo organiza e interpreta 
as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio. 
➢ Linguagem: capacidade que possuímos de expressar nossos pensamentos, ideias, opiniões e sentimentos. 
• PSICOSSOCIAL 
➢ Estudo das emoções, da personalidade e das relações interpessoais. 
➢ Emoções: é uma reação a um estímulo ambiental que produz tanto experiências subjetivas, quanto alterações neurobiológicas 
significativas. 
➢ Personalidade: é o conjunto de características psicológicas que determinam os padrões de pensar, sentir e agir, ou seja, a 
individualidade pessoal e social de alguém. 
➢ Relações interpessoais: as ligações, conexões ou vínculos entre duas ou mais pessoas dentro de um determinado contexto. 
 
 
 
 
Desenvolvimento Motor 
• Ocorre por meio de uma alteração orgânica e psíquica. 
• Sofre interferências de fatores externos (movimentos e manipulações provenientes de um “outro” e do ambiente) e internos 
(necessidades afetivas, fisiológicas e intencionais provenientes das relações estabelecidas e dos desejos). 
• Processo maturacional da estrutura anátomo-neurológica. 
• A motricidade humana não é instintivo, impulsivo, irrefletido, imediato nem repentista. -> Reflexivo, antecipatório, balístico, extrapolado, 
pensado, engendrado, pré-motor, psicomotor -> Portador de cognição, sensibilidade e consciência 
 
Neurodesenvolvimento 
 
• Estímulos externos causam interferência em dois processos: 
➢ Neurogênese ➢ Sinaptogênese 
• Influenciam a formação de diversas áreas desenvolvimento do cérebro 
• Sensoriais, manipulação de objetos, visuais, mobilidade, audição habilidades comportamentais, afetivas, sociais , e emocionais 
comunicação e linguagem 
 
 
 
 
• Processo de desenvolvimento do nascimento até a idade 
escolar, envolvendo aspectos físicos, afetivos cognitivos e 
sociais 
• Cérebro continua se desenvolvendo mesmo após ao 
nascimento 
Gestação 
• Construção da base estrutural do Sistema Nervoso 
• FASE I 
➢ Formação da placa neural 
➢ Proliferação neural 
➢ Organogênese embrionária do Sistema Nervoso Central 
desde a concepção 
• FASE II 
➢ Migração neuronal 
➢ Crescimento dos axônios e dendritos 
• FASE III 
➢ Neurogênese 
➢ Início da formação de conexões interneuronais. 
 
• FASE IV 
➢ Diferenciação celular 
➢ Mielinização 
➢ Próximo ao nascimento 
• FASE V 
➢ Sinaptogênese 
• FASE VI 
➢ Poda neural 
➢ Eliminação de conexões formadas 
➢ Manutenção de conexões formadas 
 
 
 
• Cada fase da vida pressupõe algumas características. 
• Alguns autores, como Diane Papália sugere que as etapas do ciclo vital são compostas por: 
➢ Período Pré-natal, 
➢ Primeira Infância, 
➢ Segunda Infância, 
➢ Terceira Infância, 
➢ Adolescência, 
➢ Jovem Adulto, 
➢ Meia Idade e 
➢ Terceira Idade . 
 
INFÂNCIA 
Marcos do Desenvolvimento 
Nascimento aos 2 anos 
• SÓCIO-MORAL 
➢ Regras puramente motoras. 
➢ Ausência de regras coletivas 
➢ Anomia (ausência de leis ou regras) 
• FÍSICO-MOTOR 
➢ Grandes avanços em relação ao desenvolvimento físico. 
➢ Sustentação da cabeça, sentar, engatinhar, andar, 
correr. 
➢ Desenvolvimento neurológico (córtex). 
 
• AFETIVO 
➢ Desenvolvimento da ligação afetiva com a mãe, pai e 
depois outras pessoas. 
➢ Entre 08 a 12 meses é frequente o aparecimento de 
medo de estranhos. 
➢ Fase oral/anal. 
• COGNITIVO 
➢ Período sensório-motor. 
➢ Reflexos. 
➢ Desenvolvimento da linguagem. 
➢ Egocentrismo total. 
➢ Centralização. 
 
2 aos 6 anos 
• SÓCIO-MORAL 
➢ Fase de heteronomia. Regras que vem dos outros. 
➢ Obediência e transgressão. 
➢ Raciocínio moral pré-convencional. Imitação. 
• FÍSICO-MOTOR 
➢ Aprimoramento das capacidades motoras. 
➢ Anda com segurança, corre, pula, sobe escadas, anda de 
bicicleta. 
 
 
 
 
• AFETIVO 
➢ Possibilidade de distanciar-se dos pais. Primeiras 
amizades. 
➢ Brigas/agressões físicas, na escola, acontecem mais no 
início e depois declina. 
➢ Identificação com o pai ou a mãe. Definição da 
sexualidade. Fase anal/fálica. 
➢ Fase fálica: pênis ou o clitóris é a zona erógena principal. 
O estágio fálico do desenvolvimento 
➢ psicossexual anuncia a chegada do nível edípico do 
desenvolvimento 
• COGNITIVO 
➢ Período pré-operatório. Egocentrismo. 
➢ Pré-conceitos. Pensamento irreversível. 
➢ A atenção torna-se mais focalizada e seletiva. 
6 aos 12 anos 
• SÓCIO-MORAL 
➢ Heteronomia (sujeição a uma lei exterior ou vontade de 
outro; ausência de autonomia) (KANT) 
➢ Sinais de autonomia crescente. 
➢ Necessidade de controle mútuo e unificação das regras. 
• FÍSICO-MOTOR 
➢ O crescimento físico continua num ritmo lento até a 
puberdade. 
➢ Consegue andar de bicicletas sem as rodinhas de apoio, 
jogar bola e fazer outras atividades que requerem 
considerável coordenação. 
 
• AFETIVO 
➢ Energia (libido) fica voltada para a aprendizagem. 
Sexualidade fica latente. 
➢ Período de latência - Neste período, o desenvolvimento 
psicossexual está suspenso. Portanto, é ummomento 
sereno comparado com os seis primeiros anos de vida 
➢ Personalidade já está organizada. 
➢ Grupo de amigos é muito importante e normalmente 
formado por crianças do mesmo sexo 
• COGNITIVO 
➢ Período operatório-concreto. Queda do egocentrismo. 
➢ Operações mentais. Conservação de quantidades / 
reversibilidade. 
 
❖ Gestação, parto, até os seis anos: primeira infância 
❖ Arquitetura do cérebro é construída ao longo dos anos e modelada por meio das experiências 
❖ Ambiente acolhedor, harmonioso e rico em experiências 
❖ Gestação: participa de sensações como prazer, audição. 
❖ Nascimento até os 2 anos: maiores transformações (marcha, fala, observações dos demais e do ambiente, 
 
 
De 2 à 4 anos: 
Mundo simbólico 
Dar nomes aos objetos, ações e qualidades 
Andar ereto 
Ampliação da perspectiva do mundo. 
 
De 4 à 6 anos: 
Entrada no mundo da escrita, da leitura e do cálculo. 
Aquisição de juízo de valor 
 
Desenvolvimento Infantil 
SER: BIO – PSICO – SOCIAL 
• Carinho 
• Afeto 
• Estímulos visuais, táteis, auditivos e olfativos 
 
• Ambiente acolhedor 
• Seguro 
• Interativo 
• Harmônico 
 
• Desenvolvimento sensorial 
• Motor 
• Simbólico 
 
• Alimentação 
• Higiene 
• Saúde 
 
INATISTA (Racionalista) 
• Primazia dos fatores endógenos ou hereditários. 
• Os seres humanos já nascem com todas as suas características prontas, e essas serão desenvolvidas durante a vida. 
• O ambiente deve interferir o mínimo possível para não “desvirtuar” tais características. 
• Trazemos em nossa inteligência não só os princípios racionais, mas também algumas ideias verdadeiras que são ideias inatas. 
• Alguns autores considerados inatistas: Platão (IV a.C.), Descartes (Séc. XVII), Rousseau (Séc. XVIII) 
• Frases que trazem embutidas as ideias inatistas: 
➢ “Pau que nasce torto, morre torto.” 
➢ “O pai dele nunca foi bom aluno, é claro que ele também não pode ser muito inteligente.” 
➢ “A força de vontade para aprender já nasce com a pessoa. Se nasceu sem, não vai aprender.” 
➢ “Com certeza vai mal na escola porque nasceu com algum problema daqueles que não deixa aprender.” 
 
AMBIENTALISTA (Empirista) 
• Atribui poder ao ambiente no desenvolvimento e na aprendizagem. 
• Acredita que o homem nasça um “folha em branco”, na qual vão sendo impressas características durante toda a sua vida, de acordo com 
o ambiente onde esteja inserido. 
• Homem = ser extremamente plástico (pode ser moldado facilmente) 
• Corrente filosófica: Empirismo: a razão, a verdade e as ideias racionais são adquiridas por meio da experiência, principalmente a sensorial. 
Exemplo de ambientalista: Thorndike e Watson 
• Frases que trazem embutidas as ideias ambientalistas: 
➢ “É de pequenino que se torce o pepino.” 
➢ “Devemos planejar, ao máximo, nosso trabalho. Assim, conseguiremos controlar nossos alunos.” 
➢ “Quer se livrar da indisciplina? Dê castigos rígidos, como ficar em pé a aula toda ou perder os intervalos. Em menos de 2 meses a tal 
indisciplina acaba.” 
 
INTERACIONISTA (Construtivista) 
• Criança constrói o seu conhecimento por meio da interação com: meio, semelhantes e consigo mesma. 
• Fatores internos e externos se interrelacionam continuamente, formando uma combinação de influências. 
• Desenvolvimento e Aprendizagem: apoiam-se na ideia de interação entre o organismo e o meio, sendo o conhecimento algo construído 
pelo indivíduo durante toda a vida, não estando pronto ao nascer (inatismo), nem sendo adquirido por meio das pressões do meio 
(ambientalismo). 
ORGANISMO + MEIO = INTERAÇÃO 
• Criança como um ser ativo que ao interagir com o mundo, o reconstrói, desenvolvendo novas estruturas cognitivas. 
• Principal interacionista: Jean Piaget (1896-1980) 
 
 
SÓCIO-HISTÓRICA (Cultural) 
• Abordagem sócio-histórica - Entendida como algo que se torna possível porque “o homem está imerso em uma sociedade na qual 
atividades instrumentais e relações sociais direcionam o desenvolvimento humano” (BOCK). 
• Cultura - Torna-se parte da natureza humana e o homem se desenvolve à sua própria imagem e semelhança. 
• Aprendizagem - Ocorre na interação com membros mais maduros da cultura que “apresentam” os conteúdos acumulados 
historicamente. Refere-se à formação de conceitos pelo próprio sujeito, de forma ativa. Principal representante: L. S. Vygotsky (1896-
1934).

Outros materiais