Buscar

Petição Inicial - Cumprimento de Sentença - Indenização por danos morais e materiais e Honorários Sucumbenciais

Prévia do material em texto

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(ÍZA) DE DIREITO DA 5ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS
Processo nº xxxxxxxxxxx
ASSOCIAÇÃO VACINAR É ESSENCIAL, inscrita no CNPJ nº 1234568-0001, já devidamente qualificado nos autos do processo em epígrafe, por intermédio desta procuradora, vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, com fundamento no art. 523 e seguintes do CPC, requerer o
CUMPRIMENTO DE SENTENÇA
em face de TODO CONHECIMENTO ESTÁ NAS REDES SOCIAIS, inscrito no CNPJ nº 000171717-0001, também já devidamente qualificado, pelos seguintes termos:
I – DOS FATOS E FUNDAMENTOS
Nos autos da Ação de Indenização por danos morais e materiais de nº 12345.82.2020.8.21.0010, restaram procedentes os pedidos da autora, aqui exequente, consoante título judicial em anexo, devidamente transitado em julgado, para condenar a empresa executada (i) ao pagamento de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), os quais deverão ser corrigidos pelo IGP-M a contar da data da sentença, e acrescidos de juros moratórios de 1% ao mês, a contar da data do evento, conforme Súmula 54 do STJ.
Além disso, a empresa executada restou condenada ao pagamento de custas e despesas processuais e aos honorários sucumbenciais que foram fixados em R$ 500,00 (quinhentos reais).
A ação transitou em julgado no dia 24/08/2022, conforme evento 29 do referido feito, com a interposição dos recursos de apelação e posteriormente recurso especial e extraordinário, sendo que estes restaram improvidos e mantida a decisão de primeiro grau.
A dívida sub judice, atualmente perfaz o valor de R$ 54.000,00 (cinquenta e quatro mil reais) no tocante à condenação em danos materiais e morais e o valor R$ 500,00 (quinhentos reais) referente aos honorários sucumbenciais. Com isso, de acordo com o cálculo em anexo, o valor total é de R$ 54.500,00 (cinquenta e quatro mil e quinhentos reais).
Deste modo, decorrido prazo sem o adimplemento voluntário da empresa executada, necessário o requerimento da presente fase de cumprimento de sentença, com fundamento no art. 523 e seguintes do CPC.
II – DOS PEDIDOS
DIANTE DO EXPOSTO, postula-se a Vossa Excelência:
a) A extensão dos efeitos da gratuidade de justiça à exequente nesta fase de cumprimento de sentença, de acordo com os arts. 98 e seguintes do CPC, tendo em vista que não tem condições de suportar as despesas do processo;
b) O recebimento da fase de cumprimento de sentença, com a intimação da parte executada, com fulcro no art. 513, §2º, inciso IV, do CPC;
c) Decorrido in albis o prazo para pagamento ou rejeitada eventual impugnação ao cumprimento de sentença, o acréscimo da multa de 10%, nos termos do art. 523, §1º, do CPC, com a realização de bloqueio de valores via sistema SISBAJUD;
d) A condenação do executado ao pagamento de custas e demais despesas processuais, bem como ao pagamento de honorários sucumbenciais.
Nestes termos, pede e espera deferimento.
Dá-se à causa o valor de R$ 54.500,00 (cinquenta e quatro mil e quinhentos reais).
Novo Hamburgo, 1º de setembro de 2022.
Larissa Franco de Souza,
OAB/RS 123456789

Continue navegando