Buscar

Agravo_Interno


Prévia do material em texto

Agravo Interno 1
Agravo Interno
Created
Tags Processual Civil II
Introdução
Trata-se de expediente recursal utilizado para se insurgir 
contra decisões interlocutórias do relator de processos que 
tramitam em tribunais. O relator, ao longo do trâmite do 
recurso no tribunal, poderá tomar decisões monocráticas de 
caráter interlocutório que podem ser desafiadas por 
intermédio do agravo interno. 
A finalidade desse expediente é deslocar essa decisão para 
o colegiado do tribunal.  TORQUES, Ricardo. Apostila do 
Estratégia. p. 53.
Cabimento
March 24, 2024 331 PM
Agravo Interno 2
⚖ CPC  Art. 1.021. Contra decisão proferida pelo relator caberá agravo 
interno para o respectivo órgão colegiado, observadas, quanto ao 
processamento, as regras do regimento interno do tribunal.
Busca-se levar ao Colegiado a decisão do relator; 
Toda vez que o relator profere uma decisão, ela está suscetível ao Agravo 
Interno. 
Prazo
15 dias.
Processamento
Petição com impugnação específica → detalhar a parte da decisão que se 
deseja agravar. 
⚖ CPC  Art. 1.021. Contra decisão proferida pelo relator caberá 
agravo interno para o respectivo órgão colegiado, observadas, 
quanto ao processamento, as regras do regimento interno do 
tribunal.
§ 1º Na petição de agravo interno, o recorrente impugnará 
especificadamente os fundamentos da decisão agravada.
O agravo interno deve ser dirigido ao próprio relator do processo. 
Agravo Interno 3
⚖ CPC  Art. 1.021. Contra decisão proferida pelo relator caberá 
agravo interno para o respectivo órgão colegiado, observadas, 
quanto ao processamento, as regras do regimento interno do 
tribunal.
§ 2º O agravo será dirigido ao relator, que intimará o agravado 
para manifestar-se sobre o recurso no prazo de 15 (quinze) dias, 
ao final do qual, não havendo retratação, o relator levá-lo-á a 
julgamento pelo órgão colegiado, com inclusão em pauta.
Retratação ou Inclusão em pauta → o relator pode retratar a decisão e, se 
não for o caso, determinará a inclusão dos autos em pauta para julgamento 
do agravo;
O relator deve utilizar uma outra fundamentação para julgar a decisão 
agravada → ele precisa prepara a minuta do voto do acórdão do agravo 
com fundamentos diversos da sua decisão, atacando os pontos específicos 
levantados no agravo interno. Aplica-se, pois, o Princípio da Motivação 
das Decisões Judiciais. 
⚖ CPC  Art. 1.021. Contra decisão proferida pelo relator caberá 
agravo interno para o respectivo órgão colegiado, observadas, 
quanto ao processamento, as regras do regimento interno do 
tribunal.
§ 3º É vedado ao relator limitar-se à reprodução dos 
fundamentos da decisão agravada para julgar improcedente o 
agravo interno.
Intimação do agravado;
Julgamento Improcedente
Prevê-se aplicação de multa.
Agravo Interno 4
⚖ CPC  Art. 1.021. Contra decisão proferida pelo relator caberá agravo 
interno para o respectivo órgão colegiado, observadas, quanto ao 
processamento, as regras do regimento interno do tribunal.
§ 4º Quando o agravo interno for declarado manifestamente 
inadmissível ou improcedente em votação unânime, o órgão 
colegiado, em decisão fundamentada, condenará o agravante a 
pagar ao agravado multa fixada entre um e cinco por cento do valor 
atualizado da causa.
§ 5º A interposição de qualquer outro recurso está condicionada ao 
depósito prévio do valor da multa prevista no § 4º, à exceção da 
Fazenda Pública e do beneficiário de gratuidade da justiça, que 
farão o pagamento ao final.
Elementos necessários para a aplicação da multa:
a) Decisão que é considerada manifestamente inadmissível por todo o 
colegiado;
b) Reverte em favor da parte agravada;
c) Valor de 1 a 5% sobre o valor atualizado da causa; 
d) O pagamento da multa é condicionante para a interposição de outros 
recursos.

Continue navegando