Buscar

MAPA FISIOLOGIA HUMANA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 8 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 8 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

M.A.P.A – Fisiologia Humana 
 
 
Nome: Taynara P Abreu Lirio 
R.A: 23235267-5 
Disciplina: Fisiologia Humana 
 
INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE 
1. 2. Todos os campos acima (cabeçalho) deverão ser devidamente 
preenchidos. 
3. O(A) aluno(a) deverá utilizar este modelo padrão para realizar a atividade. 
4. Esta atividade deverá ser realizada individualmente. Caso identificada cópia 
indevida de colegas, as atividades de ambos serão zeradas. Também serão 
zeradas atividades que contiverem partes de cópias da Internet ou livros sem 
as devidas referências e citações de forma correta. 
5. Para realizar esta atividade, leia atentamente as orientações e atente-se ao 
comando da questão. Procure argumentar de forma clara e objetiva, de 
acordo com o conteúdo da disciplina. 
6. Neste arquivo resposta, coloque apenas as respostas identificadas de acordo 
com as questões. 
7. Após terminar o seu arquivo resposta, salve o documento em PDF e o 
nomeie identificando a disciplina correspondente, para evitar que envie o 
MAPA na disciplina errada. Envie o arquivo resposta na página da atividade 
MAPA, na região inferior no espaço destinado ao envio das atividades. 
ARQUIVO ÚNICO (tire fotos do todas as páginas de exercício resolvido e 
coloque em um arquivo só) 
 
FORMATAÇÃO EXIGIDA 
1. 2. O documento deverá ser salvo no formato PDF (.pdf). 
3. Tamanho da fonte: 12 
4. Cor: Automático/Preto. 
5. Tipo de letra: Arial. 
6. Alinhamento: Justificado. 
7. Espaçamento entre linhas de 1.5. 
8. Arquivo Único. 
ATENÇÃO 
VALOR DA ATIVIDADE: 3.0 
Esta atividade deve ser realizada utilizando o formulário abaixo. Apague as 
informações que estão escritas em vermelho, pois são apenas demonstrações e 
instruções para te auxiliar, e, posteriormente, preencha todos os campos com suas 
palavras/imagens. 
 CASO 1 
1) QUAIS são os valores normais para pressão arterial para homens e mulheres? 
 
 
User 
CONTEXTUALIZAÇÃO 
Durante um estágio supervisionado obrigatório do curso de graduação, você e seus 
colegas foram direcionados para diferentes alas de um hospital. Você está no grupo 
que ficou responsável por observações no setor de cardiologia. Os responsáveis 
pela supervisão do estágio submeteram vocês a três diferentes casos, que estão 
descritos a seguir: 
 
CASO 1: entendendo a pressão arterial 
Um paciente do sexo masculino de 62 anos, ao passar pela triagem no hospital, 
apresentou pressão arterial de 150 mmhg / 100 mmHg. Além disso, relatou sentir 
palpitações e visão embaçada, e que esses sintomas são comuns, e costumam 
aparecer quase diariamente. Outro ponto relatado pelo paciente é que ele possui 
aparelho de pressão arterial, e que sua pressão é constante em 140 mmHg/ 90 
mmHg. 
 
CASO 2: aterosclerose e risco cardiovascular 
Um paciente em processo de infarto com histórico de aterosclerose está internado 
para uma intervenção cirúrgica. O tipo de intervenção, colocação de Stent ou ponte 
de safena, será discutido pela equipe de cardiologistas de acordo com o que for 
melhor para o paciente e para a situação. 
Para entender como ocorre o processo de aterosclerose e como esse pode causar o 
infarto do miocárdio, o seu supervisor disponibilizou um artigo com o título 
“Alimentação e aterosclerose: um artigo informativo” e um vídeo “Ataque cardíaco 
devido à aterosclerose”, disponíveis nos links a seguir: 
Link do artigo: https://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/633/501 
Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=5qG-
K546AJM&t=11s&ab_channel=NucleusMedicalMedia 
 
CASO 3: regulação do ritmo cardíaco 
Um paciente com arritmia cardíaca (arritmia sinusal) irresponsiva a tratamento 
farmacológico deu entrada no pronto-socorro. O seu eletrocardiograma (ECG) está 
apresentado a seguir: 
 
Fonte: https://cardiodf.com.br/saude/arritmia-sinusal-tem-cura-grave-o-que-isso. 
Acesso em: 21 set. 2023. 
 
A fim de compreender o batimento cardíaco normal e interpretar o eletrocardiograma 
do paciente, o supervisor de estágio lhes entregou a seguinte figura: 
 
Fonte: https://www.msdmanuals.com/pt/casa/dist%C3%BArbios-do-
cora%C3%A7%C3%A3o-e-dos-vasos-sangu%C3%ADneos/arritmias-
card%C3%ADacas/considera%C3%A7%C3%B5es-gerais-sobre-arritmias-
card%C3%ADacas. Acesso em: 21 set. 2023. 
 
Além da figura, o supervisor enviou um link explicativo para retomada da 
interpretação do eletrocardiograma. O link para assistir ao vídeo está a seguir: 
Link: 
https://www.youtube.com/watch?v=PIyfkR7RNa4&ab_channel=AlilaMedicalMediaem
Portugu%C3%AAs 
 
Seu supervisor disse que, em caso de arritmias, pode-se utilizar tratamentos não 
farmacológicos. Logo após essa fala, ele disponibilizou o artigo “Orientações a 
respeito das interferências sobre marcapassos cardíacos”. 
 
DESENVOLVENDO A ATIVIDADE: 
 
CASO 1: 
1- Quais são os valores normais para pressão arterial para homens e 
mulheres? 
Os valores normais de pressão arterial podem variar ligeiramente dependendo das 
diretrizes médicas, mas geralmente são considerados dentro da faixa de 90/60 
mmHg a 120/80 mmHg. Esses números representam a pressão arterial sistólica 
(quando o coração está bombeando sangue) sobre a diastólica (quando o coração 
está em repouso entre as batidas). Portanto, a leitura normal seria algo como 120 
mmHg/80 mmHg. 
 
Para adultos, os valores de pressão arterial normal podem ser geralmente 
considerados da seguinte forma: 
Normal: Menos de 120/80 mmHg 
Pré-hipertensão: 120-139/80-89 mmHg 
Hipertensão estágio 1: 140-159/90-99 mmHg 
Hipertensão estágio 2: 160/100 mmHg ou mais 
No caso específico mencionado no Caso 1, o paciente apresentou uma pressão 
arterial de 150 mmHg/100 mmHg, o que está acima do limite considerado normal. 
Isso pode indicar hipertensão, especialmente se esses valores forem persistentes. 
 
2) Dos valores de pressão arterial apresentados pelo paciente, qual é a 
SÍSTOLE e qual é a DIÁSTOLE? EXPLIQUE o que é cada um destes termos. 
A pressão arterial é uma medida da força que o sangue exerce contra as paredes 
das artérias enquanto o coração bombeia o sangue para o corpo. Os dois valores 
fornecidos, 150 mmHg / 100 mmHg, referem-se à pressão arterial sistólica 
(SÍSTOLE) e à pressão arterial diastólica (DIÁSTOLE). 
 
SÍSTOLE: O valor mais alto, 150 mmHg, representa a pressão arterial sistólica. 
Esse valor é alcançado durante a fase de contração do coração, quando o sangue é 
impulsionado para as artérias. A pressão sistólica é a pressão máxima exercida nas 
artérias durante esse processo. 
 
DIÁSTOLE: O valor mais baixo, 100 mmHg, representa a pressão arterial diastólica. 
Este valor é medido durante a fase de relaxamento do coração, entre as batidas. 
Durante a diástole, as artérias estão menos contraídas, e essa é a pressão mínima 
nas artérias. 
Portanto, a pressão arterial é expressa como a pressão sistólica sobre a diastólica, 
e a leitura normalmente é apresentada como um número sobre o outro (por 
exemplo, 120/80 mmHg). A pressão arterial é uma medida essencial para avaliar a 
saúde cardiovascular, e valores elevados podem indicar problemas como 
hipertensão, aumentando o risco de doenças cardíacas e acidentes vasculares 
cerebrais. No caso apresentado, o paciente apresentou uma leitura elevada, 
indicando a necessidade de monitoramento e possível intervenção para controlar a 
pressão arterial. 
 
3) Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-
diagnóstico com relação ao paciente: hipertensão, hipotensão ou pressão 
arterial normal? JUSTIFIQUE sua resposta. 
Com base nos valores fornecidos pelo paciente (150 mmHg / 100 mmHg), podemos 
fazer uma análise do estado da pressão arterial. No entanto, é importante ressaltar 
que qualquer diagnóstico médico deve ser feito por profissionais de saúde com base 
em uma avaliação mais abrangente, considerando outros fatores clínicos e de 
saúde do paciente. 
 
Pré-diagnóstico: Hipertensão 
 
Justificativa:Pressão Arterial Sistólica (SÍSTOLE): O valor de 150 mmHg indica que a pressão 
arterial sistólica está elevada. Normalmente, valores acima de 130 mmHg são 
considerados elevados, e 150 mmHg sugere hipertensão. 
Pressão Arterial Diastólica (DIÁSTOLE): O valor de 100 mmHg para a pressão 
diastólica também está acima do limite considerado normal (normalmente até 80 
mmHg). Valores elevados na diastólica indicam uma pressão arterial elevada 
durante o período de relaxamento do coração. 
Portanto, com base nos valores apresentados, há indícios de hipertensão. No 
entanto, é fundamental que um profissional de saúde avalie o paciente de maneira 
abrangente, considerando outros fatores como histórico médico, estilo de vida, 
presença de outras condições médicas e realizando medições adicionais ao longo 
do tempo para confirmar o diagnóstico de hipertensão. 
 
 CASO 2 
4) Sobre o paciente do caso 2, EXPLIQUE quais os mecanismos fisiológicos 
da aterosclerose? Não esqueça de mencionar a formação de ateromas 
(placas). 
A aterosclerose é um processo fisiopatológico que envolve o acúmulo progressivo 
de placas ateromatosas nas paredes das artérias, levando à obstrução do fluxo 
sanguíneo. Este processo tem diversos estágios e envolve vários mecanismos 
fisiológicos. O processo geralmente começa com lesões ou danos às células 
endoteliais que revestem as paredes internas das artérias, permitindo a entrada de 
lipídios, especialmente o colesterol de baixa densidade (LDL). 
 
Os lipídios sofrem oxidação, tornando-se mais propensos a provocar uma resposta 
inflamatória. O sistema imunológico responde à presença de lipídios oxidados, 
desencadeando uma resposta inflamatória que envolve a migração de células 
inflamatórias, como macrófagos, para o local da lesão. Os macrófagos absorvem 
lipídios, transformando-se em células espumosas, e juntamente com células 
musculares lisas e outros componentes, formam as chamadas placas ateromatosas. 
 
Com o tempo, as placas podem crescer e se tornar mais complexas. A superfície da 
placa pode ser fissurada, expondo o conteúdo trombogênico e desencadeando a 
formação de trombos (coágulos sanguíneos) na superfície da placa. O acúmulo de 
placas leva ao estreitamento da artéria, reduzindo o fluxo sanguíneo. Placas 
instáveis podem romper, levando à formação de trombos maiores que podem 
obstruir completamente a artéria, causando eventos cardiovasculares agudos, como 
infarto do miocárdio. A formação de ateromas é central na progressão da 
aterosclerose, e o entendimento desses mecanismos é crucial para desenvolver 
estratégias de prevenção e tratamento. 
 
5) De acordo com o mal que acomete o paciente, EXPLIQUE de forma 
resumida e objetiva como a aterosclerose contribui para ocorrer o infarto. 
A aterosclerose contribui para o infarto do miocárdio ao longo de vários estágios. 
Inicialmente, o acúmulo de placas ateromatosas nas artérias coronárias leva ao 
estreitamento desses vasos sanguíneos. Isso reduz o fluxo de sangue para o 
músculo cardíaco (miocárdio). Em casos mais avançados, as placas podem se 
romper, desencadeando a formação de coágulos sanguíneos (trombos) na 
superfície da placa ou nas áreas lesionadas das artérias. 
Quando um coágulo bloqueia completamente uma artéria coronária, o suprimento 
de sangue ao miocárdio é interrompido, resultando em isquemia (falta de oxigênio e 
nutrientes). A isquemia prolongada pode levar à lesão e morte das células do 
músculo cardíaco, resultando no infarto do miocárdio, popularmente conhecido 
como ataque cardíaco. Portanto, a aterosclerose, ao estreitar as artérias coronárias 
e predispor à formação de coágulos, é um fator crítico no desenvolvimento de 
eventos cardiovasculares graves, como o infarto do miocárdio. 
 
 CASO 3 
6) Sabendo que o caso do paciente 3 está sendo causado por uma condução 
elétrica anormal no coração, descreva a fisiologia do sistema de condução 
elétrica normal do coração. 
O sistema de condução elétrica do coração desempenha um papel crucial na 
coordenação das contrações cardíacas para garantir um bombeamento eficiente do 
sangue. Inicia-se no nó sinusal (NS) no átrio direito, que atua como o marcapasso 
natural, gerando impulsos elétricos regulares. Esses impulsos se propagam pelos 
átrios, atingindo o nó atrioventricular (AV), onde ocorre um ligeiro atraso para 
permitir o enchimento adequado dos ventrículos. 
 
A partir do nó AV, os impulsos percorrem o feixe de His, dividindo-se nos ramos 
direito e esquerdo no septo interventricular. Esses ramos se ramificam em fibras de 
Purkinje, distribuindo os impulsos por toda a musculatura ventricular e resultando 
em uma contração coordenada dos ventrículos. 
 
Após a contração, ocorre a repolarização, restaurando o potencial elétrico das 
células cardíacas para o estado de repouso. Esse ciclo de eventos cria o ritmo 
cardíaco normal e é essencial para manter a eficiência do bombeamento sanguíneo. 
Qualquer anormalidade nesse sistema de condução elétrica pode levar a arritmias 
cardíacas, como no caso da arritmia sinusal mencionada no Caso 3. 
 
7) Como o paciente não tem resposta ao tratamento farmacológico, os 
médicos decidem que será necessário um tratamento não farmacológico 
com estimulação cardíaca artificial. Sabendo disso, qual será o tratamento 
não farmacológico adotado pelos médicos e, de forma objetiva e reduzida, 
como ele atua? 
O tratamento não farmacológico adotado pelos médicos para o paciente com 
arritmia sinusal é a estimulação cardíaca artificial por meio de um marcapasso. O 
marcapasso é um dispositivo médico implantável que emite impulsos elétricos 
regulares para estimular o músculo cardíaco a contrair-se. O objetivo é regularizar o 
ritmo cardíaco, compensando a falha na condução elétrica normal do coração. 
O marcapasso age como um substituto para o nó sinusal, gerando impulsos 
elétricos em intervalos regulares para coordenar as contrações cardíacas. Essa 
estimulação artificial assegura um ritmo cardíaco consistente e adequado, 
melhorando a eficiência do bombeamento sanguíneo e aliviando os sintomas 
associados à arritmia sinusal. O dispositivo é implantado cirurgicamente e 
conectado ao coração, proporcionando a estabilidade elétrica necessária para 
manter um ritmo cardíaco saudável. 
 
 
REFERÊNCIAS 
CARDIO, E. S. Arritmia Cardíaca: quando é necessário um CDI ou 
Marcapasso? Disponível em: <https://seucardio.com.br/arritmia-cardiaca-quando-e-
necessario-um-cdi-ou-marcapasso/>. Acesso em: 9 dez. 2023. 
DA CLÍNICA CEU, E. Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial: 5 cuidados 
indispensáveis. Disponível em: <https://www.clinicaceu.com.br/blog/prevencao-
combate-hipertensao-arterial-cuidados-indispensaveis/>. Acesso em: 9 dez. 2023. 
ECG Manual Prático de Eletrocardiograma. Disponível em: <http://ole.uff.br/wp-
content/uploads/sites/419/2019/04/ECG-Manual-Pr%C3%A1tico-de-
Eletrocardiograma-HCor.pdf>. Acesso em: 9 dez. 2023. 
MANUAIS, M. S. D. ECG: Como interpretar as ondas (animação). , 13 nov. 2023. . 
Acesso em: 9 dez. 2023 
THANASSOULIS, G.; AZIZ, H. Aterosclerose. Disponível em: 
<https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/doen%C3%A7as-
cardiovasculares/arterioesclerose/aterosclerose>. Acesso em: 9 dez. 2023.

Mais conteúdos dessa disciplina