A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Diabetes - Seminário

Pré-visualização | Página 1 de 1

Alunas:
Luciana S. Ywamoto / Naiane C. Carvalho
Professoras: Ana Lúcia Yamazaki e Fabiana Nonino
Introdução
O diabetes mellitus é hoje um dos
maiores problemas de saúde em todo
o mundo. Atualmente, mais de 250
milhões de pessoas convivem com a
doença. O Brasil ocupa a 4ª posição
entre os países com maior prevalência
de diabetes: são 13,7 milhões de
pessoas, e muitas ainda nem foram
diagnosticadas.
O que é Diabetes ?
Doença crônica em que o pâncreas não produz insulina em quantidade
suficiente ou o organismo não consegue usar adequadamente a glicose
(açúcar) do sangue para produzir energia.
A glicose é necessária, pois fornece energia para o corpo todo. Ela chega
aos tecidos pela corrente sanguínea e entra nas células com a ajuda da
insulina, que libera entradas de glicose na membrana celular.
A insulina é o hormônio responsável pela redução da glicemia (taxa de
glicose no sangue). Ela promove a entrada da glicose nas células que
fornecem energia para síntese de proteínas e armazenamento de
gorduras.
Diabetes tipo 1
Diabetes tipo 2
Diabetes Gestacional
Pré-diabetes
Diabetes Mellitus 
São diversas as classificações do diabetes 
mellitus. Os mais conhecidos são: 
CLASSIFICAÇÃO DO DIABETES MELLITUS
Diabetes tipo 1 – (10% dos casos)
É o tipo mais agressivo, causa emagrecimento rápido. Ocorre
a produção reduzida ou nula de insulina, onde a pessoa
precisará de injeções diárias de medicamento. Em fase
avançada, pede uso de insulina. Manifesta-se geralmente em
crianças e adultos jovens.
CLASSIFICAÇÃO DO DIABETES MELLITUS
Diabetes tipo 2 – (90% dos casos)
Cerca de 80% dos casos de diabetes tipo 2 podem ser atendidos
predominantemente na atenção básica.
A glicose não é absorvida adequadamente pelas células. Pode ser
controlada por dieta e exercícios. É uma doença silenciosa, que surge
geralmente após os 40 anos de idade, podendo passar despercebida.
A absorção inadequada de glicose pelas células provoca sua elevação
no sangue, ultrapassando as taxas normais de 70 a 100 mg/dl em
jejum, e 140 mg/dl após refeições.
Hiperglicemia
diagnosticada na gravidez,
de intensidade variada,
geralmente se resolvendo
no período pós-parto, mas
retornando anos depois em
grande parte dos casos.
Diabetes Gestacional
O pré diabetes é a condição que precede o aparecimento do
diabetes tipo 2, é consequência de múltiplos fatores, que
podem em conjunto ou separadamente, causar a doença.
Pré-diabetes 
-Ganho excessivo de peso
-Sedentarismo
-Genética 
-HAS 
-Mães que tiveram filhos com mais de 4 quilos
podem apresentar o quadro de pré diabetes.
A Fisioterapia nos cuidados com o Diabetes 
Orientações e cuidados com os pés e a pele de forma global
Monitoramento frequente da pressão arterial
Realização de atividades físicas frequentes
Exercícios para melhorar a respiração
Exercícios para equilíbrio e coordenação
Orientações posturais
Exercícios em grupo
Exercícios com bola terapêutica
Caminhadas
Orientações para o Diabético: 
-Visite regularmente o médico 
-Tome rigorosamente os remédios 
-Faça o autocontrole diário 
-Mantenha seu peso estável 
-Siga seu plano nutricional 
-Faça exercícios diariamente 
-Não fume 
Consequências do Diabetes não Controlado: 
-Cegueira 
-Enfarte do miocárdio e derrame cerebral 
-Gangrena e amputações 
-Doenças nos rins 
-Impotência sexual masculina
Tenha Cuidado ! Evite a formação de Úlceras 
• Pessoas com diabetes correm o risco
frequente de sofrer lesões nos nervos e
problemas de má circulação.
• Estes problemas podem gerar
complicações como úlceras nos pés e em
outras regiões do corpo, além de feridas
que demoram a cicatrizar.
• A infecção destas feridas pode levar a
amputações.
Existe controle para o Diabetes ?
SIM !!!
Aplicação de insulina
Obrigada !