Prova Objetiva de Fundamentos Filosóficos da Educação
12 pág.

Prova Objetiva de Fundamentos Filosóficos da Educação


DisciplinaIntrodução à Filosofia2.136 materiais31.875 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Questão 1/10
No senso comum, quando se pensa em existencialismo, normalmente as pessoas trazem à memória a famosa frase de Shakespeare: \u201cSer ou não ser, eis a questão\u201d. Porém, os estudos trabalhados na disciplina de Fundamentos Filosóficos assinalam que este conceito não é tão simplista de modo a ser enquadrado neste trecho da obra Shakespeariana.  
Conforme os preceitos filosóficos, assinale a alternativa que conceitua corretamente o existencialismo.
	
	A
	É uma corrente filosófica que enfatiza apenas os conhecimentos culturais de um determinado grupo.
	
	B
	É uma corrente filosófica que enfatiza somente a influência da natureza de uma determinada sociedade.
	
	C
	É uma corrente filosófica que enfatiza a liberdade e a responsabilidade individual do ser humano.
Você acertou!
O foco dessa filosofia é a liberdade e a responsabilidade individual do ser humano.(P125)
	
	D
	É uma corrente filosófica que enfatiza a responsabilidade do Estado em gerir determinadas esferas sociais.
 
	
	E
	É uma corrente filosófica que prima pelo autoconhecimento que cada indivíduo precisa atingir para tornar o mundo mais igualitário e justo.
 
Questão 2/10
Fonte: http://www.filosofico.net/marx.htm
Na foto acima é possível visualizar a imagem dos dois filósofos, considerados como os precursores do Socialismo Científico.
Assinale a alternativa que completa a sentença a seguir.
 
Para Marx e Engels, os planos de socialistas pacíficos para a transformação da sociedade não passam de utopias, pois a história da humanidade sempre foi marcada pela: 
	
	A
	luta de classes.
Você acertou!
A luta de classes sempre foi presente na história da humanidade, de acordo com Marx e Engels. Houve conflito entre patrícios e escravos, entre senhores e servos, entre capitalistas e trabalhadores.(p.95)
	
	B
	igualdade.
	
	C
	riqueza bem distribuída.
	
	D
	cientificidade.
	
	E
	Justiça social.
Questão 3/10
Para Marx e Engels, a história da humanidade deve ser sempre estudada e elaborada em conexão com a história da indústria e das trocas.
Como se desenvolve a história para Marx e Engels? Assinale a alternativa que apresenta a resposta correta.
	
	A
	Desenvolve-se a partir do tecnicismo.
	
	B
	Desenvolve-se a partir do teocentrismo.
	
	C
	Desenvolve-se a partir do darwinismo.
	
	D
	Desenvolve-se de forma naturalista.
	
	E
	Desenvolve-se de forma dialética.
Você acertou!
Para esses filósofos, a história desenvolve-se de forma dialética, isto é, em um movimento de tese/antítese/síntese, configurada em uma contínua luta de classes. (p.100-101)
Questão 4/10
O pensamento filosófico empenha-se em pensar, repetidas vezes, o mesmo assunto, e como um círculo, encerra-se em si mesmo. (ARAÚJO, G. Fundamentos Filosóficos do Pensamento Moderno. Rio de Janeiro: Universidade Castelo Branco, 2007). Deste modo, em torno dele, surgem várias correntes ao longo da história, incluindo-se o pensamento grego.
 
 
Considerando os apontamentos de Vasconcelos (2011), no que diz respeito ao período clássico do pensamento grego, analise as proposições a seguir e, em seguida, assinale a alternativa correta.
I. Os filósofos gregos antigos assim como os modernos, afirmam que a razão está corrompida pelo pecado original e não é capaz de conhecer a verdade. 
II. O pensamento grego antigo, sobretudo no período clássico, versava apenas sobre questões cosmológicas e não se interessava por questões políticas. 
III. De acordo com Platão, considerado o mais notável discípulo de Sócrates, as ideias são seres perfeitos e eternos. 
IV.  Para Aristóteles a realidade é exatamente aquilo que conhecemos por meio dos sentidos e as ideias só existem na mente humana. 
	
	A
	As proposições I, III e IV estão corretas.
	
	B
	As proposições III e IV estão corretas.
Conforme Vasconcelos (2011) inicialmente as principais especulações filosóficas dos gregos da Antiguidade diziam respeito à natureza e aos fenômenos físicos. Mas no período clássico, os filósofos se voltaram cada vez mais para o estudo das dimensões ética e política da vida humana.(P23-24)
	
	C
	As proposições I, II e III estão corretas.
	
	D
	As proposições II e IV estão corretas.
	
	E
	As proposições I e IV estão corretas.
Questão 5/10
\u201cDescrever a filosofia medieval é um fenômeno complexo [...] Do ponto de vista histórico, esse estudo passa inevitavelmente pelo reconhecimento de que a transmissão do saber é um fenômeno que acompanhou a história política das instituições. A filosofia grega em sua origem, passou a ser romana e depois cristã.\u201d (STORCK, Alfredo.Filosofia Medieval. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editora, 2003, p. 09)
No tocante ao pensamento medieval analise as proposições a seguir. 
I. Uma das novidades principais do pensamento medieval em relação à filosofia grega antiga é a questão da relação entre a razão humana e o conhecimento da verdade.
II. O pensamento Medieval se caracteriza pela valorização do ser humano e principalmente da sua razão que garante a conquista da verdade.
III. De acordo com a perspectiva cristã, que no período medieval fica em evidência, a verdade absoluta só pode ser conhecida por meio da fé.
IV. No contexto medieval um dos principais problemas filosóficos é o conflito entre fé e razão. 
 
Assinale a alternativa com os itens corretos.
	
	A
	As proposições I, II e III estão corretas.
	
	B
	As proposições I, II e IV estão corretas.
	
	C
	As proposições I, III e IV estão corretas.
Conforme relata Vasconcelos (2011, p 31) no período Medieval o pensamento cristão é dominante e o centro da reflexão se desloca para o conhecimento de Deus. A razão e o homem se encontram deformados pelo pecado e consequentemente a verdade absoluta só pode ser conhecida por meio da fé.
	
	D
	As proposições II, III e IV estão corretas.
	
	E
	As proposições I, II, III e IV estão corretas.
Questão 6/10
Aristóteles ao longo dos anos inverteu a Teoria de Platão. Onde Platão via ideias como existência independente, ele via essências personificadas na substância do mundo (STRATERN, 1997).STRATERN, Paul. Aristóteles em 90minutos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997. 
Considerando os conteúdos abordados em aula e no livro base da disciplina, no que diz respeito à teoria aristotélica do conhecimento, considerando os apontamentos de Vasconcelos (201) analise as afirmações a seguir e marque V para verdadeiro ou F para falso. Em seguida assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(  ) Aristóteles  não rejeita nenhum ponto da teoria platônica, pois como Platão, ele afirma que as coisas estão em perpétua mudança. 
(  ) De acordo com Aristóteles adquirir ideias significa conhecer a essência, ou seja, aquilo que permanece diante das mudanças.
(  ) Conhecer é fazer vir à tona as ideias eternas que a alma humana  possui desde o momento de sua concepção.
(  ) Na concepção aristotélica corpo e alma estão  unidos em um vínculo de dependência recíproca, isto é, para existirem, um depende do outro.
	
	A
	F \u2013 V \u2013 F \u2013 V.
Você acertou!
Aristóteles rejeita a teoria platônica do mundo das ideias, para ele as coisas mesmo estando em perpétua mudança, possuem uma essência que é universal. Exemplo: os seres humanos nascem, crescem, envelhecem, mas a humanidade que é comum entre eles permanece sempre a mesma. Adquirir ideias significa conhecer esta essência que permanece diante das mudanças. (p.29).
	
	B
	F \u2013 F \u2013 F \u2013 F.
	
	C
	V \u2013 F \u2013 V \u2013 F.
	
	D
	V \u2013 V \u2013 F \u2013 V.
	
	E
	V \u2013 F \u2013 F \u2013 F
Questão 7/10
Assinale a alternativa que responde a questão a seguir.
Hegel, considerado o mais importante filósofo alemão do século XIX, utilizava um método de análise, no qual, o movimento do pensamento era concebido a partir do choque de ideias contraditórias. Que método é esse?
 
	
	A
	Positivista.
	
	B
	Conservador.
	
	C
	Dialético.
Você acertou!
Para Hegel, como o pensamento e a realidade são a mesma coisa,
Japão
Japão fez um comentário
O
0 aprovações
Dirce
Dirce fez um comentário
Questão 1/10 Leia o fragmento de texto a seguir: [...] "Educação é vida". "Escola Nova é um movimento renovador que se opera dentro da educação"; "Escola Nova, para John Dewey se caracteriza como 'uma mudança radical semelhante à mudança operada no sistema planetário'"; "os trabalhos manuais e o desenho são as duas matérias nas quais o aluno percebe grande atividade de realização"; "Dewey foi o grande defensor da Escola Ativa" [...]. Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: CAMARGO, Marilena Aparecida Jorge Guedes de. Coisas velhas: um percurso de investigação sobre cultura escolar. São Paulo: Editora UNESP, 2000. (p. 108) Ainda com base no texto, é possível dizer que o pensamento de Dewey esteve, no Brasil, fortemente representado no movimento chamado Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova. De acordo com os conteúdos e livro-base da disciplina, quais, entre os intelectuais a seguir, sofreram forte influência do pensamento pragmatista de Dewey? A Celso Vasconcelos, Celso Antunes e Rubem Alves. B Émile Durkheim, Karl Marx e Max Weber. C Ovide Decroly, Maria Montessori e Darcy Ribeiro. D Dermeval Saviani, Monteiro Lobato, Álvaro Vieira Pinto. E Fernando de Azevedo, Lourenço Filho e Anísio Teixeira. Você acertou! “[...] Nesse período, vários intelectuais brasileiros, como Fernando de Azevedo, Anísio Teixeira, Lourenço Filho, entre outros, buscaram inspiração nas ideias de Dewey. [...]”. (p. 150) Questão 2/10 Leia o fragmento de texto a seguir: [...] O objetivo do processo educacional, dizia ele, "é capacitar os indivíduos a dar continuidade a sua própria educação e a finalidade e recompensa do aprendizado é proporcionar-lhes os meios para um constante desenvolvimento". Vida e educação são inseparáveis e todo programa educacional tem de necessariamente conduzir o cidadão a uma melhoria de vida. Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: OLIVEIRA, Admardo Serafim de; et. al. Introdução ao pensamento filosófico. 8 ed. São Paulo, Loyola, 2005. (p. 109) O texto acima refere-se aos propósitos de John Dewey para a educação. De acordo com o texto, e com os conteúdos e livro da disciplina, por qual a razão Dewey influenciou o pensamento de educadores brasileiros na década de 1930? A O pragmatismo, após a abertura política do país, serviria para resgatar as contribuições do humanismo como base da educação nacional. B Após o regime militar, os fundamentos do pragmatismo pareciam preparar para a superação das dificuldades bem como para a luta de classes. C Em consonância com a situação política da época, o pragmatismo poderia ser utilizado como bandeira de movimentos de esquerda. D Em fase de superação de um regime político oligárquico, o pragmatismo parecia apontar para uma possibilidade de educar para uma sociedade democrática. Você acertou! “[...] Talvez o aspecto mais importante da filosofia desse autor para os intelectuais brasileiros tenha sido sua insistência na formação dos educandos para uma sociedade democrática. Depois de décadas de regime oligárquico, os educadores da década de 1930 viam no pragmatismo de Dewey um sólido fundamento teórico para suas aspirações políticas.” (p 150-151). E Objetivando uma educação de qualidade para a formação de intelectuais o pragmatismo parecia dar base para a proliferação das escolas privadas no país. Questão 3/10 Leia o fragmento de texto a seguir: A fenomenologia provê uma maior restauração cultural por reconhecer a validade das artes e das ciências na atitude natural, e também a validade do senso comum, da prudência na ordem prática. Há uma tendência racionalista no pensamento moderno que quer fazer da filosofia o substituto perfeito para todas as formas pré-filosóficas da razão, e a fenomenologia contraria essa tendência. [...] Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: SOCOLOWSKI, Robert. Introdução à fenomenologia. São Paulo, Loyola: 2004. (p. 72) Conforme o texto e os conteúdo das aulas e livro da disciplina, a psicologia, aos poucos, como parte da filosofia, foi assumindo um papel mais importante, tendo se firmado, no século XX como uma ciência. A filosofia entrou, então, em crise e a fenomenologia surge como possibilidade de superar esse impasse. Sobre a fenomenologia, analise as sentenças a seguir: I – Um dos objetivos de Husserl, ao elaborar suas proposições teóricas, era o de elevar efetivamente a filosofia ao patamar de ciência. II – Uma das primeiras tentativas de atualizar a filosofia ficou conhecida como neokantismo, sendo a fenomenologia a segunda dessas propostas. III – Ao se fazer ciência, a fenomenologia acabou por desprezar, em algumas instâncias, as contribuições da área das humanidades. Agora assinale a resposta correta: A Está correta a sentença I apenas. B Estão corretas as sentenças I e II apenas. Você acertou! As sentenças I e II são corretas, visto que: “Crítico do naturalismo e do historicismo, Edmundo Husserl (1859-1938) tinha o desejo de alçar a filosofia a um efetivo patamar científico. [...]” (p. 121); “[...] Nesse contexto, surgiram basicamente duas grandes propostas de superação "dos impasses ocasionados pela interpretação do psicologismo do conhecimento. A primeira delas foi o neokantismo. [...]” (p. 120-121) e “A segunda proposta vem de Edmund Husserl [...].” (p. 121). Já a sentença III é incorreta, visto que a fenomenologia está pautada na área das humanidades enquanto “[...] os positivistas, muitas vezes, foram longe demais, desprezando a contribuição das humanidades [...]” (p. 83) C Está correta a sentença III apenas. D Estão corretas as sentenças II e III apenas. E Está correta a sentença II apenas. Questão 4/10 Leia o fragmento de texto a seguir: A filosofia vai encontrar-se, pois, ao nascer, numa posição ambígua: em seus métodos, em sua inspiração, aparentar-se-á ao mesmo tempo às iniciações dos mistérios e às controvérsias da ágora; flutuará entre o espírito de segredo próprio das seitas e a publicidade do debate contraditório que caracteriza a atividade política. Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: VERNANT, Jean-Pierre. As origens do pensamento grego. 11ª ed. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2000. p. 48. De acordo com os conteúdos abordados nas aulas e no livro da disciplina, em seu inicio, as principais especulações filosóficas que surgiram em substituição aos mitos diziam respeito à ... A cosmologia e fenômenos biológicos. B pólis e fenômenos políticos C natureza e fenômenos físicos. Você acertou! [...] Por isso, podemos dizer que a filosofia, como pensamento que busca pensar a experiência humana de modo distinto do pensamento mítico, surgiu primeiramente entre os gregos. No começo, as principais especulações filosóficas dos gregos diziam respeito à natureza e aos fenômenos físicos. (p. 23). D ágora e fenômenos intelectuais. E democracia e fenômenos sociais. Questão 5/10 Leia o fragmento de texto a seguir: Marx considera que, no decorrer da formação da classe burguesa, criaram-se as condições para a diferenciação entre indivíduo pessoal e membro de classe. As contingências das relações socioeconômicas impuseram-lhe uma ação e modelaram uma personalidade e uma funcionalidade econômica. A burguesia, ao desenvolver a economia orientada para as trocas, estimulada pelas relações monetárias, criou as condições para o estabelecimento de uma nova relação social, através da qual pôde assenhorar-se das condições sociais e técnicas do processo de trabalho. [...] Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: SAEZ, Adelaide Maria. O conceito de classes sociais em Marx. In.: TESKE, Ottmar (coord.) Sociologia: textos e contextos. 2 ed. Canoas: Editora ULBRA, 2005. (p. 152) De acordo com o texto e com base nos conteúdos e livro da disciplina, nesse processo, segundo Marx e Engels, os burgueses tornaram-se os detentores do capital, seja esse capital convertido em dinheiro, propriedades ou equipamentos. E os trabalhadores, desprovidos do capital passaram a ser chamados de ... A empreiteiros. B funcionários. C proletários. Você acertou! “[...] De acordo com os filósofos alemães, os capitalistas são os detentores de capital, isto é, possuem capital e itens que podem ser convertidos em dinheiro, como equipamentos e títulos de propriedade. Também chamados de proletários, os trabalhadores, desprovidos de capital, viam-se na condição de vender sua força de trabalho em troca de salários para poder garantir sua sobrevivência. D escravos. E obreiros. Questão 6/10 Leia o fragmento de texto a seguir: [...] A fenomenologia não aspira à objetivação. "Não se trata de assegurar a objetividade, mas de compreendê-la. Por isso, a fenomenologia não é jamais autoritária, não possui uma mentalidade colonizadora e, mais ainda, não deseja compreender os outros, isto é, incluí-los no domínio do próprio. [...], a fenomenologia nada impõe (mentalidade colonizadora), nem se preocupa em ilustrar (atitude presente na "filosofia das luzes”), mas apenas sugere e expõe. [...] Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: FABRI, Marcelo. Fenomenologia e cultura: Husserl, Levinas e a motivação ética do pensar. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2007. (p. 56) A partir do texto e dos conteúdos e livro-base da disciplina, afirma-se que a Fenomenologia, enquanto perspectiva filosófica surgiu em fins do século XIX, início do século XX com a intenção de superar alguns dos impasses de qual ciência? A Psicologia. Você acertou! “Das três correntes que estudaremos nesse capítulo, duas são estreitamente relacionadas: a fenomenologia e o existencialismo. A fenomenologia surgiu na virada do século XIX para o XX como uma tentativa de superar os impasses trazidos pela psicologia, que na época ameaçava desacreditar as pretensões da filosofia de buscar um conhecimento verdadeiro e objetivo [...]” (p. 118) B Sociologia. C Pedagogia. D Antropologia. E Biologia. Questão 7/10 Leia o fragmento de texto a seguir: Em Emílio, tratado de Rousseau sobre a educação, o filósofo considera o desenvolvimento da criança quando seu crescimento ocorre no campo, tentando analisar os princípios subjacentes ao processo natural de maturação, partindo da infância até a fase adulta. [...] Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: COLLINSON, Diané. 50 grandes filósofos. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2009. (p. 152) A partir do texto e fundamentado no conteúdo e no livro-base da disciplina, qual era o objetivo de Rousseau ao escrever “Emílio, ou Da educação”? A Divulgar uma inovadora proposta pedagógica a respeito da educação e formação humana. B Elaborar um guia prático para educadores, a respeito da educação e formação humana. C Pensar o currículo escolar a partir da discussão a respeito da educação e formação humana. D Estimular o pensamento e a imaginação das pessoas a respeito da educação e formação humana. Você acertou! “Apesar dessa crítica absolutamente pertinente, não podemos perder de vista o propósito de Rousseau ao escrever Emílio ou Da educação. A obra, segundo seu autor, não pretendia apresentar um roteiro prático para pais e professores, mas sim estimular a imaginação, fazer com que as pessoas pensassem. [...]” (p. 59) E Difundir o maior número de ideias filosóficas a respeito da educação e formação humana. Questão 8/10 Leia o fragmento de texto a seguir: As grandes navegações, iniciadas no final do século XV, mostraram os limites presentes na Geografia de Cláudio Ptolomeu [...]. As dificuldades enfrentadas pelos navegadores não podiam ser resolvidas sem a observação direta dos fenômenos. O problema da observação se tornou, por causa dessa circunstância, importante como método de conhecimento. A filosofia moderna teve que estudar o problema da experiência natural. Os conceitos da ciência moderna não eram mais produto dialético da razão, como haviam sido na escolástica. [...] O problema que garante a certeza, ou valida a experiência, foi respondido de modo diverso por Francis Bacon (1561-1626) e René Descartes (1596-1640). [...] Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em:CARVALHO, José Maurício de. História da filosofia e tradições culturais: um diálogo com Joaquim de Carvalho. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001. p.36-37 De acordo com o texto e com os conteúdos abordados no livro-base da disciplina, é possível dizer que as especulações filosóficas da Idade Moderna se fundaram tanto na cultura quanto na ciência, sendo que esta última buscava estabelecer leis gerais a partir de experiências particulares. Nesse contexto, eram duas as perspectivas metodológicas da ciência moderna em seus primórdios: A cartesianismo e baconismo. B positivismo e marxismo. C fenomenologia e materialismo. D existencialismo e neopositivismo. E racionalismo e empirismo. Você acertou! Para Bacon (1979), os preceitos, embora dificultem o conhecimento da verdade, não representam um obstáculo intransponível. Averiguando com cuidado as informações que receberemos, seremos perfeitamente capazes de alcançar um conhecimento seguro da realidade. O empirismo se coloca assim como um posicionamento crítico em relação ao racionalismo. (p. 36) As especulações filosóficas da Idade Moderna foram, em parte, reflexo das mudanças que ocorriam na época tanto no campo da cultura quanto no da ciência. A ciência moderna buscava estabelecer leis gerais a partir de experiências particulares. Mas o empirismo e o racionalismo explicam, cada um à sua maneira, apenas parte da realidade. [...] (p. 36-37). Questão 9/10 Leia o fragmento de texto a seguir: Considerando as diferentes modalidades de Aparelhos Ideológicos de Estado (AIE) (religioso, escolar, familiar, jurídico, político, sindical, da informação, cultural), Althusser conclui que o aparelho ideológico de Estado escolar se converteu, no capitalismo, em aparelho ideológico dominante. Nessa condição, a escola tornou-se o instrumento mais acabado de reprodução das relações de produção capitalistas. Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: SAVIANI, Dermeval. História das id ideias pedagógicas no Brasil. 2ª d. Campinas: Autores Associados, 2008. (p. 394-395) De acordo com o texto e com os conteúdos e livro-base da disciplina, a escola é um dos meios de transmissão da ideologia burguesa capitalista, contribuindo para a manutenção do controle social. Numa crítica à educação da classe dominante, a filosofia de Althusser serviu como base e inspiração para qual corrente pedagógica? A Liberal-renovadora B Crítico-reprodutivista. Você acertou! “Em uma perspectiva althusseriana, a educação em geral, e a escola em particular, são veículos de transmissão da ideologia dominante [...]. Em função disso, a filosofia de Althusser (1985) serve de inspiração a uma corrente pedagógica chamada crítico-reprodutivista, designação motivada pela característica dessa linha pedagógica de denunciar o caráter ideológico da educação escolar [...]” (p. 104) C Materialista-histórica. D Progressista-libertária. E Histórico-crítica. Questão 10/10 Leia o fragmento de texto a seguir: A palavra "positivismo" foi cunhada por Auguste Comte e sugere, mais do que o próprio Comte o afirma explicitamente, a necessidade de que todo juízo sobre um estado de coisas ou pronunciamento sobre o mundo seja confirmado pela experiência (daí o termo "positivo", e por derivação a palavra "positivismo", que designa a corrente de pensamento que assim caracteriza a atividade do espírito que se quer e se propõe científica, e não simplesmente teológica, metafísica ou ideológica). [...] Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está em: DOMINGUES, Ivan. Epistemologia das ciências humanas – Tomo 1: positivismo e hermenêutica: Durkheim e Weber. São Paulo: Loyola, 2004. (p. 168) De acordo com o texto e com os conteúdos e livro-base da disciplina, Augusto Comte foi um marco na filosofia positiva, sendo ele um dos primeiros autores a pensar na importância de... A uma explicação metafísica da sociedade B uma ciência para estudar a sociedade. Você acertou! “Augusto Comte, pensador francês da primeira metade do século XIX, marcou o início da filosofia positivista com os seus escritos. Sua importância advém do fato de ter sido um dos primeiros autores a pensar a possibilidade e a importância de uma ciência da sociedade. [...]” (p. 70) C um método fenomenológico para a compreensão da sociedade. D uma discussão biológica sobre a transitoriedade social. E um fundamento ideológico para o entendimento do fato social. ... Veja mais
5 aprovações
Lucilene
Lucilene fez um comentário
nossa quando vc fez essa prova e quando foi
0 aprovações
valderson
valderson fez um comentário
parabéns
1 aprovações
Pkls
Pkls fez um comentário
Rafael parabéns, VC está curso qual matéria, é de matemática
1 aprovações
Carregar mais