Abordagem Comportamental
35 pág.

Abordagem Comportamental


DisciplinaAdministração e Cultura Organizacional7 materiais129 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
 ABORDAGEM 
 COMPORTAMENTAL 
*
ABORDAGEM COMPORTAMENTAL \u2013 BEHAVIORISTA
Oposição à Teoria Clássica, à Teoria das Relações Humanas e à Burocracia;
Comportamento é a maneira pela qual um indivíduo ou uma organização age ou reage em suas interações com o seu meio ambiente e em resposta aos estímulos que dele recebe. As ciências comportamentais trouxeram à teoria administrativa uma variedade de conclusões a respeito da natureza e características do ser humano, a saber:
1. O homem é um animal social dotado de necessidades.
2. O homem é um animal dotado de um sistema psíquico.
3. O homem tem capacidade de articular a linguagem com o raciocínio abstrato.
4. O homem é um animal dotado de aptidão para aprender.
5. O comportamento humano é orientado para objetivos.
6. O homem caracteriza-se por um padrão dual de comportamento.
Os behavioristas identificaram a necessidade do administrador em conhecer o comportamento humano para uma melhor qualidade de vida dentro das organizações. Tornou-se assim, necessário o estudo da motivação humana.
 
*
Nova abordagem das ciências do comportamento humano nas organizações \u2013 maneira pela qual um indivíduo ou uma organização age ou reage em suas interações com o seu meio ambiente e em resposta aos estímulos que dele recebe
Ênfase:
Da estrutura organizacional para os processos organizacionais;
Do comportamento individual na organização para o comportamento organizacional como um todo;
Predomínio da ênfase nas pessoas porém num contexto organizacional. 
O Homem é um animal complexo, dotado de necessidades;
Não existem organizações sem pessoas...
ABORDAGEM COMPORTAMENTAL - BEHAVIORISTA
*
ABORDAGEM COMPORTAMENTAL - BEHAVIORISTA
O administrador deve saber utilizar a motivação humana como uma arma - ela deve ser um meio para alcançar melhor qualidade de vida, dentro das organizações;
Distinção:
Teoria das Relações Humanas: entende que o indivíduo é dotado de sentimentos e percepções;
 
Comportamento Humano: além de reconhecer esses aspectos, situa o indivíduo como agente de seu próprio progresso na medida em que o entende como participativo e não como mero espectador da realidade que o cerca.
Composta por duas teorias:
Teoria Comportamental da Administração;
Teoria do Desenvolvimento Organizacional.
*
TEORIA COMPORTAMENTAL 
DA
 ADMINISTRAÇÃO
*
TEORIA COMPORTAMENTAL DA ADMINISTRAÇÃO
 Origens e Características:
A oposição ferrenha e definitiva da Teoria das Relações Humanas (com sua profunda ênfase nas pessoas) em relação à Teoria Clássica (com sua profunda ênfase nas tarefas e na estrutura organizacional).
2. A Teoria Comportamental representa um desdobramento da Teoria das Relações Humanas.
3. A Teoria Comportamental crltlca a Teoria Clássica.
4. Com a Teoria Comportamental deu-se a incorporação da Sociologia da Burocracia.
5. Em 1947, surge um livro que marca o início da Teoria Comportamental na administração: O Comportamento Administrativo de Herbert A. Simon. O livro constitui um ataque aos princípios da Teoria Clássica e a aceitação - com os devidos reparos e correções - das principais idéias da Teoria das Relações Humanas.
*
TEORIA COMPORTAMENTAL DA ADMINISTRAÇÃO
 Origens e Características:
A Teoria Comportamental é, no fundo, um desdobramento da Teoria das Relações Humanas. Apesar de compartilhar alguns dos seus conceitos fundamentais, utiliza-os apenas como pontos de partida, ou pontos de referência, e reformula-os profundamente.
 Novas proposições sobre a motivação humana:
O comportamento da organização é derivada do comportamento individual.
O comportamento individual é conduzido pela motivação humana.
O administrador precisa conhecer as necessidades humanas para entender melhor o comportamento humano.
Fundamenta-se no comportamento individual das pessoas e, para isso é preciso o estudo da motivação humana para melhorar a qualidade de vida dentro das organizações.
Novo conceito de organização baseado em colaboração e consenso.
*
TEORIA COMPORTAMENTAL DA ADMINISTRAÇÃO
Para explicar o comportamento organizacional, a Teoria Comportamental fundamenta-se no comportamento individual das pessoas. 
Para poder explicar como as pessoas se comportam, torna-se necessário o estudo da motivação humana.
 Assim, um dos temas fundamentais da Teoria Comportamental da Administração é a motivação humana, campo no qual a teoria administrativa recebeu volumosa contribuição.
*
ABRAHAM MASLOW
Apresenta uma teoria de motivação segundo a qual as necessidades humanas estão organizadas e dispostas em níveis, numa hierarquia de importância.
\u201cA motivação humana é conseqüência de uma necessidade insatisfeita\u201d;
Quando as necessidades inferiores estiverem satisfeitas, as dos níveis superiores começam a dominar o comportamento;
Quando uma necessidade de nível mais baixo deixa de ser satisfeita, ela volta a predominar no comportamento.
*
ABRAHAM MASLOW
Cada pessoa sempre possui mais de uma motivação, todos os níveis atuam conjuntamente dominando as necessidades mais elevadas sobre as mais baixas, desde que estas estejam suficientemente atendidas;
A intensidade das necessidades e sua manifestação são variadas e obedecem às diferenças individuais. 
Qualquer frustração da satisfação de certas necessidades transforma-se em uma ameaça psicológica (descontentamento).
*
Hierarquia das Necessidades
*
ABRAHAM MASLOW
 Maslow apresentou uma teoria da motivação segundo a qual as necessidades humanas estão organizadas e dispostas em níveis, em uma hierarquia de importância. 
 Essa hierarquia de necessidades pode ser visualizada como uma pirâmide. Na base da pirâmide estão as necessidades mais baixas (necessidades fisiológicas) e no topo, as necessidades mais elevadas (as necessidades de auto-realização).
*
Hierarquia das Necessidades de Maslow X Meios de Satisfação
*
FREDERICK HERZBERG
Formulou a \u201cteoria dos dois fatores\u201d \u2013 explica o comportamento das pessoas no local de trabalho;
Conceito: existem 2 fatores que orientam o comportamento (motivação) humana. São eles:
Fatores higiênicos ou extrínsecos;
Fatores motivacionais ou intrínsecos.
Os fatores higiênicos e motivacionais são independentes e não se vinculam entre si;
A satisfação no cargo depende dos fatores motivacionais a insatisfação no cargo depende dos fatores higiênicos.
*
FREDERICK HERZBERG
Fatores higiênicos ou extrínsecos:
Localizados no ambiente de trabalho - são de responsabilidade da organização;
Estão fora do controle das pessoas, pois são decisões da empresa;
Ex: salários, benefícios sociais, tipo de chefia ou supervisão, condições físicas e ambientais de trabalho, políticas e diretrizes da empresa, regulamentos internos, clima de relações entre a empresa e as pessoas;
São chamados de higiênicos (profiláticos e preventivos) pois evitam a insatisfação mas não levam a satisfação.
*
FREDERICK HERZBERG
Fatores motivacionais ou intrínsecos:
Relacionados ao conteúdo do cargo e com a natureza das tarefas que a pessoa executa;
Os fatores motivacionais neste caso estão sob o controle do indivíduo;
Ex: sentimentos de crescimento individual, reconhecimento profissional, as necessidades de auto-realização;
Quando os fatores motivacionais são ótimos, provocam a satisfação. Quando deficientes evitam a satisfação.
*
Teoria dos Dois Fatores de Herzberg
*
DOUGLAS McGREGOR
 Douglas McGregor = duas visões dos seres humanos. 
 Visão Negativa = Teoria X
 - Indivíduos que não gostam de trabalhar, evitam responsabilidades, falta-lhes ambição, evitam o trabalho e resistem às mudanças.
 -Precisam ser \u201cforçados\u201d para atingir as metas.
 Visão Positiva = Teoria Y
 - indivíduos que acham o trabalho tão natural quanto descansar ou se divertir. As pessoas gostam de atividade, não são passivas e têm motivação e potencial de desenvolvimento.
 - aceitam e até procuram responsabilidades são inovadoras.
*
DOUGLAS McGREGOR
Teoria X : modelos de Taylor, Fayol e Weber. Homem visto como máquina, como um