A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
83 pág.
MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA

Pré-visualização | Página 14 de 21

propagar as espécies. Neste 
tipo de reprodução os novos indivíduos são produzidos por: (1) um 
organismo parental ou; (2) uma célula (organismos unicelulares). A 
reprodução assexuada nos organismos eucariotos é mais complexa que 
nos procariotos, onde uma única célula parental simplesmente se divide 
em duas células-filhas idênticas. Nos eucariotos deve ser precedida de 
MITOSE - uma forma de divisão nuclear na qual todos os cromossomos da 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
53
célula são duplicados e os dois novos conjuntos se separam para formar 
os núcleos filhos idênticos. A célula então se divide em 2 células-filhas, 
cada uma recebendo um núcleo. 
� Reprodução Sexuada: fusão de duas células sexuais diferentes (gametas) 
que são procedentes de dois pais de sexos diferentes ou tipo de relação 
sexuada. A fusão de gametas é denominada fertilização e a célula 
resultante, de zigoto na reprodução sexual têm-se: (1) fusão de dois 
núcleos haplóides; (2) formação de um zigoto (diplóide); (3) MEIOSE, 
resultando novamente em células haplóides; (4) a fusão das células 
haplóides completando o ciclo. 
 
 
5.2.2 Reprodução em Microrganismos Procarióticos 
 
A maioria das bactérias se multiplicam pelo processo de reprodução 
assexuada - FISSÃO BINÁRIA TRANSVERSA - onde as células dividem-se 
individualmente em 2 células-filhas de tamanho aproximadamente igual. 
 
Alguns procariotos reproduzem-se assexuadamente por outros modelos de 
divisão celular: brotamento (ex. Rhodopseudomonas acidophila); Fragmentação 
(ex. Nocardia) ou; Formação de Exospóros (ex. Streptomyces). 
 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
54
5.3 Crescimento de uma Cultura Bacteriana 
 
Em microbiologia, o termo crescimento refere-se a um aumento do número 
de células e não ao aumento das dimensões celulares. Durante o crescimento 
ativo de uma cultura microbiana as populações de células crescem 
exponencialmente, aumentando por meio de uma progressão geométrica (2n). 
Crescimento Populacional pode ser definido como o aumento do número, ou da 
massa microbiana. A taxa de crescimento é a variação no número ou massa por 
unidade de tempo. O tempo de geração é o intervalo de tempo necessário para 
que uma célula se duplique. O tempo de geração é variável para os diferentes 
organismos, podendo ser de 10 a 20 minutos até dias, sendo que em muitos dos 
organismos conhecidos, este varia de 1 a 3 horas. O tempo de geração não 
corresponde a um parâmetro absoluto, uma vez que é dependente de fatores 
genéticos e nutricionais, indicando o estado fisiológico da cultura. O tempo de 
geração pode ser calculado quando uma cultura encontra-se em fase 
exponencial, pela fórmula abaixo: 
N=No.2n, onde N= número final de células, No= número inicial de células, 
n= número de gerações. n = log(N) - log(No)/0.301 
 g = t/n , onde g= tmpo de geração, t= tempo de crescimento e n= 
determinado acima. 
 
5.4 Curva de Crescimento Bacteriana Típica 
 
Quando uma cultura microbiana desenvolve-se em um sistema fechado, 
pode-se confeccionar uma curva de crescimento. Esta pode ser dividida em 
diferentes etapas: lag, log, estacionária e de declínio. 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
55
 
Curva de Crescimento Padrão, em um sistema fechado 
 
Fase de 
crescimento 
Taxa de 
crescimento 
Características 
Lag zero nenhum aumento no número de células, aumentam de 
tamanho, são sintetizadas novas enzimas para as células 
se adaptarem ao novo meio 
Exponencial 
ou Log 
máxima ou 
constante 
condições de crescimento balanceado; as células são 
uniformes em termos de composição química e atividade 
metabólicas e fisiológicas. Pico da atividade e eficiência 
fisiológica 
Estacionária zero acúmulo de produtos metabólicos tóxicos e/ou exaustão de 
nutrientes. Algumas células morrem, outras crescem e se 
dividem. O número de células viáveis diminui 
Morte negativa acúmulo adicional de produtos metabólicos inibitórios. A 
taxa de morte é acelerada; o número de células diminui de 
modo exponencial. Tipicamente todas as células morrem 
em dias ou meses 
 
 
5.5 Medida de Crescimento da População 
 
O crescimento dos microrganismos pode ser mensurado por diferentes 
técnicas, tais como pelo acompanhamento da variação no número ou peso de 
células, por exemplo. Dentre as diferentes técnicas utilizadas pelos 
microbiologistas para quantificar o crescimento microbiano, os mais comuns são: 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
56
(1) Contagem Microscópica - muito comum, aplicada para quantificar 
células em vacinas, leite e culturas, e expresso em número de células/mL. 
(2) Contagem Celular Eletrônica - muito comum, aplicada para quantificar 
células em vacinas, leite e culturas, e expresso em número de células/mL. 
(3) Contagem em Placa - muito comum, aplicada para quantificar células 
em vacinas, de leite, culturas, solos e alimentos, expresso em UFC/mL (unidade 
formadora de colônia). 
(4) Membrana Filtrante - aplicada para quantificar células em vacinas, de 
leite, culturas, solos e alimentos, expresso em UFC/mL (unidade formadora de 
colônia). 
(5) Turbidez - aplicado para ensaio microbiológico, estimativa de unidades 
de absorbância da massa de células em caldo ou outras suspensões. 
(6) Conteúdo de Nitrogênio - muito comum, aplicado para a medida indireta 
da massa celular, expresso em mg de N/mL. 
(7) Peso Seco - muito comum, aplicado para a medida indireta da massa 
celular, expresso em mg de N/mL. 
(8) Produtos Metabólicos - aplicados a ensaios microbiológicos e medidas 
indiretas da atividade metabólica (crescimento), expressa em quantidade do 
produto/mL. 
 
5.6 Cultura Contínua 
 
Técnica muito usada nos processos industriais de obtenção de produtos 
microbiológicos. Nestes casos, tem-se o interesse em manter as células em fase 
log ou estacionária. Utilizam-se fermentadores ou quimiostatos, que permitem um 
crescimento em equilíbrio dinâminco, havendo assim um controle da densidade 
populacional e da taxa de crescimento. Estes são respectivamente controlados 
pela concetração do nutriente limitante (fonte de C ou N) e pela taxa de fluxo (taxa 
de diluição). Em baixas concentrações do nutriente limitante, a taxa de 
crescimento é proporcional à concentração do nutriente (que é virtualmente zero). 
São usadas para simular o habitat natural de uma espécie microbiana para 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
57
estudar sua estabilidade genética em relação ao tempo. Estes sistemas abertos 
ou Culturas Contínuas podem ser obtidos assim: 
 
O quimiostato é um aparelho amplamente usado para o crescimento 
contínuo dos microrganismos. 
 
5.7 Culturas Sincrônicas 
 
As células se dividem todas ao mesmo tempo, mais pode se conseguir isto 
(por um determinado período), por exemplo, semeando