Texto Informativo - Técnicas de Redação

@interpretacao-e-producao-de-texto-ii UFCG
#interpretação#II#técnicas#redação#Produção de Texto
...

Pré-visualização

*

UFCG
CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/EDUCOMUNICAÇÃO
PROFESSOR: ROSILDO R. BRITO

 

TEXTO INFORMATIVO
TÉCNICA DE REDAÇÃO 





*

O LIDE (lead)

TRATA-SE DO PRIMEIRO PARÁGRAFO DA NOTÍCIA NO JORNALISMO IMPRESSO E QUE CONTÉM AS INFORMAÇÕES MAIS IMPORTANTES ACERCA DO FATO RELATADO. 

EM GERAL OBEDECE À TÉCNICA DA PIRÂMIDE INVERTIDA (exposição das informações mais importantes seguidas para as de menor importância)

HÁ VÁRIOS TIPOS DE LIDES. OS MAIS COMUNS SÃO:

CLÁSSICO
RESUMO
FLASH





*

LIDE CLÁSSICO

É AQUELE QUE ORDENA OS ELEMENTOS DA PROPOSIÇÃO(QUE/QUEM/QUANDO/ONDE/COMO/ PORQUE) A PARTIR DA NOTAÇÃO MAIS RELEVANTE:
SUJEITO DA ORAÇÃO (personagem ilustre)

B) AÇÃO (sujeito mais complemento verbal com destaque para o ato provocado por este)

C) CIRCUNSTÂNCIA (utilizando na construção verbos relacionais, tais como causou ou resultou, ou ainda preposições, tais como: quando (geralmente sugerindo causa) ou depois de.)



*

 EXEMPLO DE LIDES CLÁSSICOS:

A presidente dilma rousseff manifestou-se, ontem, "como cidadã", indignada com a sentença que absolveu os comandantes da operação militar em que morreram 19 lavradores sem terra, em Eldorado dos Carajás. A sentença foi anunciada no Tribunal de Mato Grosso. (SUJEITO DA ORAÇÃO)
João da Silva, bancário de 32 anos, matou, ontem de madrugada, com dois tiros de revólver, sua mulher, Maria das Dores Silva, enfermeira, de 34 anos, de quem estava separado há dois meses. O crime ocorreu no antigo apartamento do casal, na Avenida Central do Kobrasol, onde Maria continuava morando. 
(AÇÃO – sujeito mais complemento verbal)


*

Ao quebrar o recorde de velocidade com sua Susuki Hayabusa modificada, o piloto americano Bil Warner, 44, sofreu um trágico acidente que motivou a sua morte. O acidente aconteceu na tarde de ontem em Boston, quando o experiente piloto ao ultrapassar a velocidade de 450 k/h perdeu o controle de sua moto e caiu de uma altura de mais de 10 metros. 

(C - CIRCUNSTÂNCIA (utilizando na construção verbos relacionais, tais como causou ou resultou, ou ainda preposições, tais como: quando (geralmente sugerindo causa) ou depois de.)



*

 LIDE RESUMO

Utiliza-se eventualmente na cobertura – em 
geral, continuações (ou suites) – de eventos em
que há várias informações de destaque e que 
devem ser condensadas em uma única matéria.


*

 EXEMPLO DE LIDE RESUMO

No dia seguinte ao terremoto que atingiu 20
cidades turcas, o número de mortos elevava-se
ontem a sete mil, o de feridos a 30 mil, havia dez
mil desaparecidos, cem mil desabrigados, uma
grande refinaria estava ainda em chamas e 
crescia o temor de que o caos dos transportes e
serviços públicos causasse fome e epidemias.


*

 LIDE FLASH

Uma frase curta inicia o texto. 
Utiliza-se, às vezes, como recurso para 
dramatizar uma situação ou estabelecer uma 
relação retórica – geralmente uma antítese – 
entre eventos distintos.


*

 EXEMPLO DE LIDE FLASH

   Um gigante cada vez mais poderoso. Bill Gates ficou dez bilhões de dólares mais rico desde a crise cambial russa, que tornou o Brasil mais pobre. De outubro de 1998 a julho desse ano, a fortuna do maior bilionário de todos os tempos, segundo a revista Forbes.


*

MÉTODO PRÁTICO E RÁPIDO PARA SE REDIGIR UMA NOTÍCIA
1. Leia (ouça) o texto.  2.Marque as proposições (afirmações, sentenças) mais relevantes.  3. Numere as proposições em ordem decrescente de importância: 1,2,3 ...  4.Alterne discurso direto e o indireto, seguindo a seguinte fórmula: 



*

 
Para isso, considere que em cada parágrafo
haverá algo que está sendo transcrito ("P") e algo
que informa que está sendo transcrito (d). 

A proposição d contém necessariamente um
verbo dicendi, isto é, do campo semântico de 
dizer ( dizer, declarar, afirmar, conclamar etc.). 


*

 
Para isso, considere que em cada parágrafo
haverá algo que está sendo transcrito ("P") e algo
que informa que está sendo transcrito (d). 

A proposição d contém necessariamente um
verbo dicendi, isto é, do campo semântico de 
dizer ( dizer, declarar, afirmar, conclamar etc.). 

Verbos "dicendi" são aqueles que empregamos
para introduzir a fala de pessoas (personagens).


*

 “A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso. A palavra foi feita para dizer.” 
                       (Graciliano Ramos) 
O uso adequado da classe de verbos dicendi aponta para o domínio da linguagem por parte de quem escreve e, em especial, para a explicitação do emprego das diferentes funções das palavras referenciais dentro da construção do texto.



*

VERBOS DICENDI: CLASSIFICAÇÃO

Os verbos dicendi estão subdividos em duas classes: denotativos (argumentativos) e os conotativos (emotivos).

Os primeiros referenciam o caráter objetivo, denotativo da locução: dizer, falar, explicar, comentar, etc.

Os segundos enfatizam a carga sentimental/conotativa da elocução: indignou, lamentou, ressaltou, criticou, etc..



*

Referência bibliográfica

LAGE, Nilson. Curso de Jornalismo. Acessado em: http://www.jornalismo.cce.ufsc.br/ 



*
*
*
*
*
*

Ainda não temos comentários aqui
Seja o primeiro!