Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
(x) EAMBAN 2013.1 - A História Das Coisas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Curso: Eng. Ambiental e Sanitária. Sala:3002
Aluno: Camila Reis Caldas. Matrícula:131004249
Matéria: EAMBAN - Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.
Com base no filme "A história das coisas", apresentado em classe, responda às seguintes questões: 
Quais são as etapas do sistema produtivo atual?
Extração, produção, distribuição, consumo e tratamento de lixo.
Porque o sistema linear de produção é incompatível com o uso de recursos que são finitos? 
Porque como o sistema é linear, ele tem um início e um fim, ou seja, ele extrai, fabrica, distribui, vende e vira lixo, sem um reaproveitamento do fim. Assim, os recursos que são finitos uma hora acabarão e esse sistema linear não terá mais como funcionar já que o início dele que é a extração do recurso não existirá mais.
Como o filme aborda a situação atual da disponibilidade dos recursos naturais? 
Como algo limitado que está chegando ao seu limite por conta da extração ter aumentado significantemente rápido nas últimas décadas. Desta maneira debilitando a capacidade do planeta para sustentar o nosso modo de vida.
Como o sistema produtivo consegue manter os produtos com valores tão reduzidos? 
Com a extração deliberada de recursos, com poluição não controlada, com o trabalho de produção e venda não bem remunerados, sendo assim as pessoas que participam da fabricação, distribuição e venda de um produto contribuíram para um preço baixo do produto, exteriorizando o verdadeiro custo de produção.
O que é uma externalidade e como se aplica na composição dos custos dos produtos no sistema econômico atual? 
Externalidade são os fatores de custos que não estão inclusos no preço do produto. A aplicação da externalidade na composição dos custos dos produtos no sistema econômico atual dá-se por essa externalidade ser cobrada nas etapas de extração, produção, distribuição e venda do produto das pessoas que trabalham nessas etapas, desprovendo-as de boa remuneração salarial, de boa saúde e do equilíbrio do meio ambiente para poder gerar produtos baratos para que cada vez mais as pessoas comprem. Desta maneira, toda a sociedade paga por isso para poder sustentar o sistema econômico atual que é o sistema de consumo.
Quais são as estratégias indutoras do consumo? 
São dois tipos de estratégias indutoras do consumo, sendo elas reforçadas pela mídia:
Obsolescência planejada: que é outra forma de dizer “criado para ir para o lixo”, onde as coisas são produzidas de modo que seja inútil tão rápido quanto possível para ser jogado fora e ser comprado novamente. A exemplo disto em menor proporção está os sacos e copos plásticos, porém isto também vem sendo visto em coisas maiores como DVDs, máquinas fotográficas e até computadores.
Obsolescência perceptiva: já a obsolescência perceptiva faz com quê joguemos fora coisas que ainda são úteis, a técnica utilizada para isso é a mudança da aparência, de modo que o que temos seja ultrapassado e indique que não contribuímos para o consumismo, o que nos força indiretamente a comprar outros modelos. Um bom exemplo disso está a moda, onde de uma estação para a outra mudam-se a largura e tamanho dos saltos, as cores que são tendências e outras peculiaridades do mundo da moda, apenas com o intuito que a as pessoas consumam. 
Qual a vida média da maioria dos produtos nos E.U.A? Como isso afeta o modelo linear? 
A vida média da maioria dos produtos dos E.U.A são de 6 meses. Isso afeta o modelo linear porque a produção acompanha esse ritmo mas infelizmente a formação de lixo também acompanha, gerando assim cada vez mais produtos e cada vez mais lixo.
Por que a reciclagem não consegue, por si só, resolver a questão da disposição dos resíduos?
Apesar de a reciclagem reduzir o lixo produzido e reduzir a pressão de extração da matéria prima no meio ambiente, a reciclagem sozinha não é o suficiente porque além de ter o lixo gerado por nós consumidores tem o lixo gerado pela indústria pra poder produzir o produto, além de quê a maioria dos lixos não podem ser reciclados ou porque tem demasiados tóxicos ou porque foram criados inicialmente para não serem reciclados.
Quais as implicações sociais no atual modelo produtivo? 
O modelo produtivo é um sistema em crise porque está atingindo limites em várias etapas da produção, da extração excessiva que causa mudança do clima ao decréscimo da felicidade, já que o ser humano trabalha cada vez mais pra comprar cada vez mais coisas que não necessita impulsionado pelo ato do consumismo tão fortemente induzido nas mídias.
Qual a alternativa para o modelo produtivo atual e quais as tecnologias envolvidas? 
A alternativa é a intervenção em cada uma das etapas de produção, indo da extração até o lixo. Começando pela extração de matérias-primas onde pode-se interver salvando florestas, na produção a busca por uma produção limpa e por direitos do trabalho, na etapa de distribuição e venda diminuindo o nível de consumo sem necessidade e buscar por produtos que sejam de energias limpa, e na etapa de lixo devemos ao máximo tentar reciclar tudo que for possível reciclar.
De que forma cada um de nós pode contribuir para a mudança desse paradigma? 
Para cada um de nós contribuirmos para a mudança desse paradigma devemos primeiramente enxergar as ligações e os panoramas gerais e nos unirmos para reivindicar e transformar esse sistema linear em algo novo que seja equilibrado e sustentável, em forma de ciclo fechado, que não desperdice recursos ou pessoas.