A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
73 pág.
RESUMÃO 1ª PROVA FARMACOLOGIA

Pré-visualização | Página 20 de 20

advertir seus pacientes dos possíveis riscos de dependência e da complicada retirada. Entretanto o 
processo judicial contra os fabricantes do remédio deu em nada. 
 
(caderno) 
� BZD – janela terapêutica larga, depressores não seletivos, potencializa a ação do GABA. 
o Flumazenil – antagonista competitivo do receptor usado em casos de superdosagem. 
o Diaxepan – distribuído ligado a PTN plasmáticas (99%), qdo biotransformado ainda tem eficácia 
terapêutica e pd sofrer redistribuição. Excreção renal. 
- farmacodinâmica : potencializa a ação do GABA abrindo os canais de Cl-, Absorção – variável por causa da 
lipossolubilidade. 
- Efeitos adversos: comprometimento das atividade psicomotoras, vertigem. 
 
Antidepressivos 
o Aumentam a excitabilidade, interferem na concentração das aminas biológicas. 
o Alguns tem tempo de tolerância 
o Buscam aumentar a concentração de NE e 5HT na fenda sináptica, a elevação ocorre por inibição da 
degradação. 
Tratamento 
1) Inibidores da MAO (inibição reversível ou irreversivel) 
MAOa – maior ação nessa 
MAOb – degrada dopamina 
2) Antidepressivos tricíclicos 
3) Inibidores seletivos da recaptação de 5HT. Ex.: fluoxetina 
4) Derivados heterociclicos de segunda geração 
 
Mecanismo de ação: A serotonina é um um neurotransmissor, uma substância envolvida na comunição dos neurônios, 
associada a regulação do humor, emoções, sono e apetite. Os inibidores seletivos da recaptação de serotonina agem 
impedindo a retirada da serotonina da fenda sináptica, local onde este neurotransmissor exerce suas ações. Deste 
modo, a serotonina permanece disponível por mais tempo, causando melhora no humor dos pacientes. 
 
Como qualquer droga antidepressiva, os inibidores seletivos da recaptação de serotonina demoram pelo menos 2 
semanas para começarem a fazer efeito e até 8 semanas para atingirem seu potencial máximo. 
 
O principal efeito adverso desta classe são as disfunções sexuais, nomeadamente diminuição da libido e dificuldades em 
se atingir o orgasmo, motivo pelo qual estas drogas podem ser usadas no tratamento da ejaculação precoce. Outros 
efeitos colaterais comuns incluem náuseas e insônia. 
 
 
 
 Fármaco 73 
 
BZD (animação disponível em � http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/corpo-humano-sistema-
nervoso/imagens/sistema-nervoso2.swf) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1 
1 
2 
2 
3 
3 
4 
4 
5