A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
49 pág.
Texto - Metodologia Cientifica

Pré-visualização | Página 2 de 11

e na Internet.
DEDALUS - Banco de dados bibliográfico das coleções das bibliotecas da USP - disponível  na INTERNET.
Nos casos de busca on-line, a etapa de localização é simultânea à de obtenção, uma vez que nas bases de dados e portais que disponibilizam texto completo de artigos de periódicos, o download, quando permitido, é imediato, dependendo apenas do interesse do pesquisador.
Obtenção - na última etapa de execução do levantamento bibliográfico, após proceder à localização das publicações, o pesquisador irá obtê-las na própria instituição ou através de outros meios, tais como: o COMUT (Programa de Comutação Bibliográfica), BLDSC (British Library Document Supply Center), empréstimo entre bibliotecas ou solicitação do documento diretamente ao autor.
Em se tratando de busca on-line em portais de acesso aos textos completos dos artigos, a obtenção se dá por meio de download, uma vez que nesses portais, em sua maioria, os documentos disponibilizados são de acesso livre.
De posse do material identificado e selecionado no levantamento bibliográfico, o pesquisador vai proceder a leitura dos documentos recuperados
Leitura e Documentação
Alguns autores consideram a etapa da leitura e documentação como parte da pesquisa bibliográfica, mas, na verdade, ela deve fazer parte de toda pesquisa científica, quaisquer que sejam as abordagens metodológicas adotadas, se considerarmos a necessidade da revisão de literatura que se constitui em um capítulo à parte, de pesquisa bibliográfica.
Essa documentação servirá de suporte, ainda, à análise de dados de uma pesquisa, no referencial teórico ou no estado da arte da literatura da área, como já enfatizado.
Na pesquisa bibliográfica, propriamente dita, a leitura e documentação deverão ocorrer após a obtenção do documento, na ocasião em que o pesquisador deverá proceder à leitura, seleção e documentação do seu conteúdo, com vistas à retenção do conhecimento obtido e a sua utilização futura.
Esta documentação, também denominada fichamento, poderá ser manual ou automatizada, mas basicamente deverá conter:
Assunto: expresso através de palavras-chave que identifiquem o conteúdo do documento;
Referência: A Unopar adota as Normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
Conteúdo: Para descrição do conteúdo, o pesquisador poderá utilizar-se de resumos, de citações ou de outras formas de anotações. Os resumos poderão ser livres ou de acordo com tipos de resumos existentes na literatura. Por exemplo: indicativos, informativos ou críticos, segundo a ABNT; resumos estruturados, segundo modelo proposto por Moraes (1990, p. 92), e constante deste livro, entre outros. Outra forma de descrever o conteúdo do texto lido é citar, podendo as citações ser: textuais ou diretas, copiadas exatamente como aparecem no documento, entre aspas ou em itálico; citações conceituais - indiretas, pois neste caso as ideias do autor são traduzidas pelo pesquisador. Outra forma de anotações do conteúdo é a apresentação dos comentários ou críticas pessoais do pesquisador com relação ao documento lido.
Local: anotar o nome da instituição e/ou site onde se obteve o documento, evitando-se o trabalho de localizá-lo novamente, caso necessário.
Exercício - Escolha um dos artigos identificados no exercício anterior e faça o fichamento, seguindo os itens sugeridos acima.
WEB AULA 2
Unidade 1 – Apresentação formal de um trabalho científico
Resumo
Elaboração de resumos
O resumo deve ser redigido pelo autor do trabalho, em linguagem clara, concisa e direta. Deve conter: objetivos do estudo, procedimentos básicos (seleção da amostra ou dos animais de laboratório, métodos e técnicas empregados), principais achados (dados específicos e até mesmo sua significância estatística) e as principais conclusões. O resumo deve, ainda, ressaltar os aspectos novos e mais importantes do estudo.
De acordo com França e colaboradores (2004, p. 80)
Resumo é a apresentação concisa e seletiva de um texto, ressaltando de forma clara e sintética a natureza do trabalho, seus resultados e conclusões mais importantes, seu valor e originalidade. É importante para os investigadores, sobretudo por auxiliar na seleção de leituras.
Os resumos têm como funções:
comunicar uma informação;
decidir ou não pela leitura do documento original;
substituir a informação do texto completo (no caso de resumos informativos);
recuperar informações;
substituir um idioma ao qual não se tem acesso; e
reter informações com vistas a sua utilização futura (revisão de literatura, apoio na análise de dados, etc.).
A última função não requer um resumo de acordo com as normas e padrões vigentes, mas sim, uma síntese das principais partes da publicação lida em consonância com os objetivos da pesquisa que se está realizando. Desse modo, o pesquisador poderá utilizar, para elaboração de um resumo com esta finalidade, um roteiro próprio ou outro, como o proposto por Moraes (1990, p.92), cujo exemplo adaptado é o que se segue:
Para as demais funções, principalmente para a disseminação de informação, recomenda-se que os resumos sejam elaborados de acordo com as normas do canal utilizado (por exemplo: o evento, o artigo, a base de dados etc.), uma vez que são utilizados em:
documentação primária específica (artigos de periódicos, relatórios, teses, monografias, atas de congressos, patentes);
documentação secundária (publicações de indexação e análise, prospectos e catálogos de editoras e livrarias);
bases de dados (seleção automática da recuperação de informação contida em texto).
Localização dos resumos
Em teses, dissertações e monografias, o resumo precede o texto no idioma do documento e em inglês. Em artigos de periódicos, é colocado antes do texto no idioma do periódico e, no final do artigo, em outros idiomas de difusão internacional, geralmente o inglês.
Extensão dos resumos
Como recomendado nas normas de âmbito nacional, diferentes extensões para o resumo são encontradas, dependendo do tipo de documento resumido, como, por exemplo:
Até 100 palavras para notas e comunicações breves;
Até 250 palavras para monografias e artigos de periódicos;
Até 500 palavras para livros, teses e relatórios de pesquisa;
Extensão livre para resenhas ou resumos críticos.
Tipos de Resumos
Indicativo - indica apenas os pontos principais do texto e não apresenta dados qualitativos e quantitativos. É um resumo sumário e menos profundo. Não apresenta os resultados do trabalho resumido, as suas conclusões, nem tampouco dispensa a leitura do original.
	SOUZA, Vera Lucia Trevisan de; PLACCO, Vera Maria Nigro de Souza. O auto-respeito na escola. Cad. Pesqui., v.38, n.135, p. 729-755, 2010.
Estudo com objetivo de identificar os valores presentes na escola e verificar quais interações favorecem a construção e ou a manutenção dos valores morais em particular o auto-respeito. Com enfoque teórico da Psicologia Socioistórica, a investigação apoiou-se nos estudos sobre moralidade de Jean Piaget e Yves de la Taille e constatou que coexistem na escola interações favorecedoras e não favorecedoras da construção de valores morais sendo que as últimas são mais freqüentes.
Palavras-chave : EDUCAÇÃO; VALORES MORAIS; FORMAÇÃO DO CARÁTER; AUTORIDADE.
Informativo - Inclui os objetivos, o processo metodológico utilizado, o desenvolvimento da pesquisa, os resultados obtidos, as conclusões e as recomendações do texto resumido. Pode dispensar a leitura do original.
Exemplo de resumo informativo
	GARNICA, Antonio Vicente Marafioti. Um ensaio sobre as concepções de professores de Matemática: possibilidades metodológicas e um exercício de pesquisa. Educ. Pesqui. v.34, n.3, p. 495-510, 2008.
Este artigo tem como tema principal as concepções dos professores de Matemática. Considerando o termo "concepção" a partir do pragmatismo de Peirce, elabora-se um conjunto de parâmetros metodológicos - chamado de "método indireto" - a ser aplicado no estudo das concepções de professores de Matemática. Trata-se, em síntese, de investigar as concepções dos professores