A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
64 pág.
Tema (1)

Pré-visualização | Página 1 de 3

Tema: VYGOTSKY E WALLON
Lev Vygotsky
Henri Wallon
Livro: Criança e Desenvolvimento 2
Capítulo 3 : A Aprendizagem e o Desenvolvimento para Vygotsky. P.81-107
Capítulo 4 : A dinâmica dos fatores presentes na aprendizagem: uma ciranda de muitas voltas. P.113-175
 Objetivos
Identificar a relação entre aprendizagem e desenvolvimento em Vygotsky e Wallon
Lev Semenovich Vygotsky
Nasceu em 05 de novembro de 1896 , em Orsha, Bielo-Rússia e faleceu prematuramente em 1934, vítima de tuberculose
Principais colaboradores de Vygotsky Alexander Luria e Leontiev.
“O ser humano constitui-se enquanto tal na sua relação com o outro social. (...) A intervenção pedagógica provoca avanços que não ocorreriam espontaneamente.” 
(VYGOTSKY, in La Taille, 1992) 
Vygotsky: A perspectiva socio-cultural
 em seus estudos preocupou-se em compreender a importância das interações do indivíduo com o meio físico e social,
 salientando que o conhecimento não se dá apenas a partir da ação do sujeito sobre a realidade, mas sim, por meio das relações inter-pessoais.
O papel fundamental da cultura para a constituição do indivíduo
Falar de desenvolvimento na perspectiva de Vygotsky é falar da dimensão sócio-cultural em que os seres humanos se encontram inseridos.
Para Vygotsky, a relação do homem com o mundo não é uma relação direta, mas sim mediada por instrumentos e signos que foram inventados graças às necessidades surgidas da complexidade do convívio social
Aprendizagem e desenvolvimento para Vygotsky: a importância do outro social para o desenvolvimento psicológico
 	Para Vygotsky o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função das interações sociais, sendo um produto da maturação do organismo.
 Na perspectiva vygotskiana
O desenvolvimento das funções intelectuais especificamente humanas é mediado socialmente pelos signos e pelo outro. 
Ao internalizar as experiências fornecidas pela cultura, a criança reconstrói individualmente os modos de ação realizados externamente e aprende a organizar os próprios processos mentais. 
O indivíduo deixa de se basear em signos externos e começa a se apoiar em recursos internalizados, tais como: imagens, representações mentais, conceitos...
Signos
Elementos que representam ou expressam outros objetos,
eventos, situações. 
A palavra mesa, por exemplo, é um signo que representa o objeto mesa;
A fala, entendida como instrumento ou signo, tem um papel fundamental de organizadora da atividade prática e das funções psicológicas humanas.
A verdadeira essência do comportamento humano complexo se dá a partir da unidade dialética da atividade simbólica – a fala – e a atividade prática.
 Vygotsky considera que o indivíduo é produto e produtor de um processo sócio-histórico,e realça o papel da linguagem e da aprendizagem no desenvolvimento humano.
As funções psicológicas superiores são aquelas que envolvem processos mentais mais complexos e sofisticados, típicos dos seres humanos como: a possibilidade de pensar em objetos ausentes, planejar uma atividade, imaginar uma situação não vivida, mediadas por ferramentas ou signos e têm como característica fundamental a sua maneira voluntária, intencional.
 Nos seus trabalhos e pesquisas Vygotsky, fazia a mediação da questão do desenvolvimento humano a partir de uma perspectiva complexa, em que bases biológicas encontram-se indissociadas de aspectos sócio-culturais no desenvolvimento psicológico do indivíduo, o que dá às interações culturais um papel determinante na constituição da condição humana.
	Ao admitir a influência da natureza sobre o homem, afirmava que este, por sua vez age sobre ela modificando-a e cria através das mudanças novas condições naturais para sua existência. (VYGOTSKY, 2002).
 Para Vygotsky, a relação do homem com o mundo não é uma relação direta, mas sim mediada por instrumentos e signos que foram inventados graças às necessidades surgidas da complexidade do convívio social. 
Nesta perspectiva os instrumentos, presentes desde a formação da espécie humana, são elementos mediadores, interpostos entre o trabalhador e o objeto de seu trabalho. 
 Os signos nasceram da necessidade de solucionar problemas de ordem psicológica, como, lembrar, comparar coisas, relatar, quantificar. Dessa maneira,podemos pensar em nosso sistema de escrita como signos culturais.
Sistema de escrita = Signo cultural
	Vygotsky entendia que a criança a partir do seu nascimento, dentro de um contexto histórico e cultural desenvolve o seu comportamento e psiquismo sob a interferência de um mundo constituído na história de sua cultura
	Ele enfatiza que a maioria das habilidades e conhecimentos que os seres humanos dispõe só se aprende socialmente por meio da apropriação da experiência histórico social de gerações.
Pensamento de Vygotsky
	O desenvolvimento humano se constitui por meio das interações da criança com outras pessoas mais experientes e capazes, particularmente com aquelas mais envolvidas afetiva. 
 O nosso cérebro é um sistema aberto, cuja estrutura e funcionamento podem ser constituídos ao longo da história da espécie e do desenvolvimento individual pelas interações culturais.
 
Vygotsky transforma o homem de apenas ser biológico para também ser sócio histórico, num processo em que a cultura torna-se parte essencial da constituição da natureza humana. 
Resumindo,os postulados de Vygotsky são:
 o funcionamento psicológico fundamenta-se nas relações entre os indivíduos e o mundo exterior e essas relações são mediadas por sistemas simbólicos;
b) o ser humano constitui-se enquanto tal na sua relação como outro;
c) as funções psicológicas superiores têm um suporte biológico, pois sua base material é o cérebro;
d) o cérebro não é um sistema de funções fixas e imutáveis, mas um sistema aberto, de grande plasticidade.
ESCOLA
AMIGOS
Aprendizagem
FAMÍLIA
A aprendizagem está presente desde o início da vida da criança, possibilitando o processo de desenvolvimento.
É por meio das interações estabelecidas com outro mais capaz da mesma espécie que o ser humano pode se desenvolver plenamente.
Níveis de Desenvolvimento
POTENCIAL
REAL
Relação aprendizagem e desenvolvimento para Vygotsky
A aprendizagem acontece e se desenvolve com a zona de desenvolvimento proximal. Ou seja, a distância existente entre os dois níveis de desenvolvimento: nível de desenvolvimento real ou efetivo e do desenvolvimento potencial
DESENVOLVIMENTO REAL OU EFETIVO
 É o conjunto de informações que a criança já tem em seu poder, ou seja, aquelas funções que ela já é capaz de desempenhar sozinha, sem auxílio.
DESENVOLVIMENTO POTENCIAL
É caracterizado pela capacidade da criança de resolver problemas, auxiliada ou orientada por adultos ou outros mais capazes.
Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP)
 Constitui-se pelas funções que ainda não estão maduras, mas em processo de desenvolvimento e que poderão efetivar- se graças ao auxílio do outro.
 Vygotsky 2002, afirma que “o que a criança pode fazer hoje com o auxílio dos adultos poderá fazê-lo amanhã por si só”
As idéias de Vygotsky favorecem um repensar da prática pedagógica:
a importância da atuação pedagógica na zona de desenvolvimento proximal;
 ao resgate e aproveitamento do conhecimento que o aluno já possui;
 à formação e o desenvolvimento de conceitos;
 a importância da mediação do professor no processo de ensino-aprendizagem dos conteúdos escolares;
 ao papel dos conteúdos, enquanto ferramentas de ensino- aprendizagem,no processo de desenvolvimento das funções psicológicas superiores, entre outras.
 IMPLICAÇÕES DA ABORDAGEM DE VYGOTSKY PARA A EDUCAÇÃO
Valorização do papel da escola
O bom ensino é o que se adianta ao desenvolvimento
 Papel do outro na construção do conhecimento
O papel da imitação no aprendizado
O papel do professor na dinâmica das interações interpessoais e na interação das crianças com os objetos de conhecimento
Para Vygotsky a aprendizagem...