A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
SLIDES - Verbas remuneratórias e indenizatórias

Pré-visualização | Página 1 de 1

Clique para editar o estilo do subtítulo mestre
*
*
*
Clique para editar o estilo do título mestre
Verbas remuneratórias e indenizatórias
REMUNERAÇÃO = 
SALÁRIO (pago diretamente pelo empregador) + 
GORJETAS (pagas por terceiros)
(CLT art. 457)
*
*
*
SALÁRIO
Importância fixa
Comissões
Percentagens
Gratificações (função, balanço, tempo de serviço, quebra de caixa, semestrais, natalinas)
Diárias para viagens
Abonos 
(CLT, art. 457, par. 1º)
Prêmios
Adicionais (periculosidade, insalubrid. penosid. H. extras, noturno, transferência, risco)
Ajuda de custo
Utilidades (parcelas in natura)
*
*
*
VERBAS REMUNERATÓRIAS
Em regra: 
 Pagas por força do contrato;
Retribuem diretamente o trabalho prestado ou o tempo do empregado à disposição;
Características de comutatividade e habitualidade 
 
*
*
*
VERBAS INDENIZATÓRIAS
Em regra:
Ressarcir dano ou reparar prejuízo sofrido pelo empregado em razão do contrato. 
Também:
Definidas em lei
Negociação coletiva
Contrato de trabalho
Parâmetro: Lei 8.212/91, art. 28, par. 9º
 
*
*
*
Verbas remuneratórias
Salário fixo (base)
Comissões 
Gratificações voluntárias (ajustadas ou liberais/habituais)
Gratificações compusórias (13º salário, 1/3 de férias)
Prêmios habituais
Adicionais (insal, peric, penosid, h. extras, noturno, de função, de cargo, de risco, transferência, por tempo de serviço)
Abonos habituais
*
*
*
Verbas indenizatórias
(Lei 8.212/91)
Salário-familia
Salário-maternidade
Abono pecuniário de férias (venda 10 dias)
Indenização tempo serviço
Vale-transporte
Salário educação
Bolsa-estágio
Alimentação PAT
Abonos e prêmios (eventuais ou assim definidos em norma coletiva ou contrato)
Indenização adicinal
Parcelas in natura (art. 458, par. 2º, CLT)
*
*
*
VERBAS DE NATUREZA CONTROVERTIDA
Diárias para viagem (critério legal e doutrinário)
Verba de representação
Participação nos lucros
Aviso prévio pago
Férias indenizadas 
*
*
*
SALÁRIO IN NATURA
Complemento salarial pago pelo empregador, em utilidades vitais ao trabalhador, por força do contrato ou do costume, com habitualidade.
Além do pagamento em dinheiro compreende-se no salário, para todos os efeitos legais, a alimentação, habitação, vestuário ou outras prestações in natura que a empresa, por força do contrato ou do costume fornecer habitualmente ao empregado. (CLT, art. 458)
*
*
*
SALÁRIO IN NATURA – exceções
CLT art. 458, par. 2º
I- Vestuário, equipamentos e outros acessórios utilizados no local de trabalho, para a prestação dos serviços;
II – educação em estabelecimento próprio ou de terceiros;
III – transporte para deslocamento ao trabalho e retorno;
IV – assistência médica, hospitalar e odontológica, prestada diretamente ou mediante convênio;
V- seguro de vida e de acidentes pessoais;
VI – previdência privada. 
Não será permitido pagamento com bebidas alcoólicas e drogas nocivas (Art. 458, caput, parte final)
*
*
*
SALÁRIO IN N ATURA - Descontos e integrações salariais
Valores justos e razoáveis (não podem exceder os percentuais das parcelas componentes do salário-mínimo – art. 458, par. 1º)
Habitação e alimentação (25% e 20% do salário contratual – art. 458, par. 3º)
Integração salarial (par. 3º do art. 458 ou o “valor real da utilidade” – Súmula 258 TST)