A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
Simulado de CARDIO   MUITAS QUESTÕES

Pré-visualização | Página 6 de 9

e vasopressores, resultado do aumento da pressão intraventricular
	
	O aumento da tensão intraventricular dificulta o enchimento adequado dos vasos coronarianos intramurais, ocasionando angina
	
	A dispneia presente relaciona-se desde o início, aos pequenos esforços e ao repouso, por dificuldade de volume sanguíneo do retorno venoso
	
	A progressão da doença valvar aórtica é lenta e gradual, pois os mecanismos adaptativos visam preservar a função contrátil, o débito cardíaco e a fração de ejeção do ventrículo esquerdo
	
	A estenose aórtica sintomática é caracterizada por angina, dispneia e síncope
		
	
	 5a Questão (Ref.: 201201224759)
	5a sem.: Doença arterial coronária
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	A doença arterial coronária representa alto custo para a saúde pública e é uma das principais causas de mortalidade no mundo. Devido a essas características descritas acima, assinale a alternativa que descreve as alterações que ocorrem na artéria coronária:
		
	
	A deposição de gordura, colesterol, plaquetas e fibrina favorece o aumento da elasticidade e da luz da artéria coronária
	
	No processo crônico da aterosclerose ocorre lesão endotelial, atração de monócitos, fagócitos e partículas de LDL
	
	Trombo que causa estreitamento da luz da artéria coronária e interrupção do fluxo sanguíneo
	
	Na isquemia miocárdica, a área acometida aumenta sua habilidade de contração, devido enrijecimento da parede da artéria coronária. 
	
	O estágio inicial do processo da aterosclerose inicia-se por resposta fibroproliferativa da parede arterial por agressão ao endotélio 
	
	 1a Questão (Ref.: 201201557146)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	Paciente, 56 anos, sexo masculino, fumante, hipertenso controlado a 20 anos, apresenta diagnóstico de Edema Agudo de Pulmão (EAP) de origem cardiogênica. Assinale a afirmativa CORRETA que pontua os principais efeitos terapêuticos da ventilação mecância não invasiva no EAP de origem cardiogênica: 
		
	
	↑ da pré-carga do VE, ↑ da pós-carga do VE, redistribuição do líquido para o espaço peribrônquico, ↑ da PO2. 
	
	↓ da pré-carga do VE, ↑ da pós-carga do VE, redistribuição do líquido para o espaço peribrônquico, ↑ da frequência cardíaca. 
	
	↓ da pré-carga do VE, ↑ da pós-carga do VE, ↑ da complacência pulmonar, ↑ da frequência respiratória e redução da dispnéia. 
	
	↓ da pré-carga do VE, ↓ da pós-carga do VE, redistribuição do líquido para o espaço peribrônquico e ↑ da PO2. 
	
	↓ da pós-carga do VE, ↑ da pré-carga do VE, ↑ da CRF, reduz extravasamento do líquido do alvéolo e reduz a dispnéia. 
		
	2a Questão (Ref.: 201201728135)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	A aplicação de dispositivos mecânicos com a finalidade de prover assistência ou suporte circulatório tem permitido recuperar um número de pacientes que, de outra forma, morreriam, em consequência do baixo débito cardíaco. A terapia farmacológica associada ao emprego do balão intra-aórtico (BIA) pode oferecer um suporte circulatório adequado, com sobrevida de até cerca de 70% dos pacientes que não conseguem ser desconectados da circulação extracorpórea. Como benefícios, promove:
		
	
	Aumento da pressão arterial; melhora a perfusão das artérias coronarianas; reduz a pós-carga.
	
	Diminuição da pré-carga; melhora a perfusão cerebral; aumenta a pressão arterial. 
	
	Aumento do cronotropismo; aumento da pressão arterial; melhora a perfusão das artérias coronarianas.
	
	Aumento da pressão arterial; melhora a perfusão das artérias coronarianas; aumenta o consumo de oxigênio tecidual.
	
	Aumento do pós-carga; melhora da perfusão das artérias coronarianas; aumento do consumo de oxigênio tecidual. 
	3a Questão (Ref.: 201201725867)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	A mudança no estilo de vida é muito importante no tratamento das enfermidades cardiovasculares, o paciente deverá ser orientado a reduzir o peso corporal, a ingesta de sódio, o consumo de bebidas alcoólicas e, também, a realizar exercícios físicos regularmente. Os exercícios aeróbicos e de força muscular podem trazer benefícios importantes como a redução da PA, colesterol, glicemia, dentre outros; entretanto, sua prática não é isenta de riscos à saúde. Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA: 
I - A magnitude da resposta pressórica, durante o exercício resistido, está indiretamente relacionada às características do exercício, ou seja, à intensidade, o número de repetições e à massa muscular envolvida. Desta forma para cardiopatas recomenda-se exercícios com cargas progressivas, 1 a 2 séries, 10 a 15 repetições e com intervalo entre séries maior que o tempo de atividade. 
II - O exercício isométrico é pouco recomendado por determinar uma resposta volumétrica importante e favorecer o risco de evento isquêmico agudo. 
III - O fenômeno de interdependência alveolar justifica a utilização de exercícios respiratórios no pós operatório de cirurgia cardíaca, com o objetivo de melhorar as trocas gasosas e a expansibilidade torácica. 
		
	
	Apenas as alternativas I, II e III estão corretas. 
	
	Apenas as alternativas II e III estão corretas. 
	
	Apenas a alternativa III está correta. 
	
	Apenas a alternativa II está correta. 
	
	Apenas as alternativas I e II estão corretas. 
	5a Questão (Ref.: 201201725647)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	A prescrição de exercícios resistidos tem sido evidenciada nos estudos atuais sobre a reabilitação de pacientes com enfermidades cardiovasculares. São adaptações cardiovasculares agudas ao exercício resistido isotônico: 
		
	
	Aumento da tolerância ao esforço. 
	
	Aumento da freqüência cardíaca e redução da pressão arterial sistólica (PAS). 
	
	Aumento da pressão arterial, do volume sistólico e da FC. 
	
	Aumento da pressão arterial de repouso e da resistência vascular periférica (RVP). 
	
	Redução do volume sistólico e aumento da FC e da pressão arterial diastólica (PAD)
	3a Questão (Ref.: 201201680926)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	Durante a prática de exercício aeróbico ou de fortalecimento muscular observa-se um aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial como adaptação aguda ao esforço, aumentando o risco de aparecimento de angina e infarto agudo do miocárdio. A prescrição de exercícios para pacientes com cardiopatias deve priorizar o equilíbrio na relação entre o consumo e a oferta de oxigênio para o miocárdio, minimizando o risco de eventos isquêmicos. Um dos fatores envolvidos no aumento da oferta de oxigênio miocárdica é a perfusão coronariana, que depende: 
		
	
	da pressão sistólica e da duração da fase sistólica; na sístole os vasos são comprimidos pelo músculo cardíaco impulsionando um maior volume de sangue e favorecendo a irrigação. 
	
	da pressão diastólica e da duração da fase diastólica; na diástole, a pressão na parede dos ventrículos é menor e os vasos coronarianos se abrem irrigando o miocárdio. 
	
	da pressão diastólica e da duração da fase diastólica, entretanto, quando o fluxo sanguíneo não for suficiente para nutrir o miocárdio o mesmo aumentará a sua fração de extração de oxigênio para compensar a demanda metabólica. 
	
	da pressão diastólica e da duração da fase diastólica; na diástole, a pressão na parede dos ventrículos é menor e os vasos coronarianos se contraem para aumentar o fluxo de sangue para o miocárdio. 
	
	da pressão sistólica e da duração da fase sistólica; na sístole os vasos tendem a se dilatar pela ação do músculo cardíaco que tracionam as paredes das coronárias, favorecendo a irrigação miocárdica. 
	1a Questão (Ref.: 201201730819)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	A cardiomiopatia dilatada é uma patologia cardíaca caracterizada por uma dilatação ventricular progressiva que causa um déficit da função sistólica com consequente:
		
	
	Redução da FE% e DC
	
	Aumento do volume sistólico
	
	Aumento do DC

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.