A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
311 pág.
EXERCÍCIOS HISTORIA COC

Pré-visualização | Página 14 de 50

e da Cultura Medievais:
I. A reação aos dogmas da Igreja Católica se manifestou através do surgimento das
heresias.
II. A existência de relações servis restringia-se às pequenas propriedades.
III. Os direitos feudais, defendidos pela cavalaria, garantiam a conservação da ordem
onde uns “rezam, outros combatem e outros trabalham”.
De acordo com as frases apresentadas, é correto afirmar:
a) as frases I e II estão corretas;
b) as frases I e III estão corretas;
c) as frases II e III estão corretas;
d) apenas a frase II está correta.
A A L T A E A
B A IXA ID A D E
M É D IA
H IS T Ó R IA
HISTÓRIA – A alta e a baixa idade média
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
2
3. Unifor-CE Reelaborando o patrimônio cultural dos povos com quem entraram em con-
tato, os muçulmanos realizaram inúmeros progressos intelectuais, transmitidos para a
Europa medieval. No que se refere a essa transmissão:
a) foi grande a influência árabe na formação de vocabulário, principalmente nas línguas
portuguesa e castelhana, já que dominaram a região por séculos;
b) a expansão árabe pela Europa Ocidental, no século VIII, impediu a difusão do Cristi-
anismo e promoveu o renascimento do comércio na região;
c) a civilização árabe espalhou em torno de si a herança cultural grego-romana, respon-
sabilizando-se pelo surgimento do helenismo;
d) o maior mérito da civilização árabe está na compilação, conservação e divulgação
para o mundo das grandes obras gregas e romanas;
e) a renascença italiana, que ocorreu a partir do século XIV, sofreu notável influência da
arte e da filosofia dos eruditos árabes.
4. UFES O século XIV, na Idade Média, corresponde a uma fase em que o feudalismo já
estava enfrentando sérios problemas, que impunham mudanças. Não fez parte dessa fase
de crise do feudalismo o(a):
a) escassez da mão-de-obra servil, devido a epidemias como a “Peste Negra”, doença
que dizimou grande parcela da população;
b) desorganização da produção causada pela incidência de guerras, como a Guerra dos
Cem Anos;
c) aumento da mortalidade provocada pela Grande Fome, que produziu a miséria no
campo;
d) eclosão de revoltas camponesas desencadeadas pela situação de empobrecimento do
homem do campo;
e) política oficial explicita de contenção da produção agrícola e do crescimento demo-
gráfico.
5. UFPR Coloque V para as questões verdadeiras e F para as falsas. Na sociedade medieval:
( ) A partir do século X, as universidades constituíram-se como grandes centros de
difusão do ensino para as massas populares das cidades.
( ) Os mosteiros e as escolas eclesiásticas das cidades promoviam a formação de qua-
dros eclesiásticos, o que garantiu a supremacia intelectual dos representantes da
Igreja nesse período.
( ) As cantigas dos trovadores nas cortes régias e senhoriais, representaram uma das
principais manifestações da cultura medieval laica.
( ) Nos mosteiros, entre os século XII e XIII, foi desenvolvida a técnica dos tipos
móveis para a impressão de textos. A partir de então, os monges copistas dedica-
ram-se integralmente ao magistério.
( ) Na baixa Idade Média, as catedrais foram o espaço onde a burguesia e os artesãos
passaram a ostentar sua prosperidade, com a oferta de vitrais que apresentavam,
simultaneamente, cenas religiosas e os gestos e as ferramentas de seus ofícios.
( ) A fundação progressiva de cidades junto às rotas comerciais marítimas e fluviais
levou a uma diversificação entre a cultura urbana e a rural.
6. FUVEST-SP A economia da Europa ocidental, durante o longo intervalo entre a crise do
escravismo, no século III, e a cristalização do feudalismo, no século IX, foi marcada pela
a) depressão, que atingiu todos os setores, provocando escassez permanente e fomes
intermitentes.
b) expansão, que ficou restrita à agricultura, por causa do desaparecimento das cidades e
do comércio.
c) estagnação, que só poupou a agricultura graças à existência de um numeroso campe-
sinato livre.
d) prosperidade, que ficou restrita ao comércio e ao artesanato, insuficientes para resol-
ver a crise agrária.
e) continuidade, que preservou os antigos sistemas de produção, impedindo as inova-
ções tecnológicas.
HISTÓRIA – A alta e a baixa idade média
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
3
7. Unioeste-PR
“Das duras condições em que viviam, os vilões na Idade Média
Eu me queixo, pois, a São Miguel, que é o mensageiro do senhor do céu, de todos os vilões de
Verson... Os vilões devem carregar pedras todos os dias que for necessário... Eles devem serviço
todos os dias que se fizer construção no forno e no moinho; devem servir de pedreiro, quer para
trabalhar a pedra quer para fazer a argamassa. Tudo isto os vilões fazem com freqüência. O
primeiro dia de serviço do ano eles devem no dia de São João: eles devem ceifar o campo, depois
ajuntar, emparelhar e empilhar o feno.”
ARRUDA. 1986, p. 368.
Disto podemos concluir que:
01. o texto trata das punições aplicadas a pessoas malvadas durante a Idade Média;
02. se trata de uma prece dirigida a São João, protetor dos vilões;
04. é um texto que se refere ao trabalho dos moradores das vilas na Idade Média;
08. é uma queixa sobre as condições de vida dos vilões;
16. o texto pode servir para a escrita da história do trabalho no período da Idade Média;
32. conforme o texto, São Miguel é o mensageiro dos vilões;
64. o texto se refere a um período e a um lugar nos quais o forno, o moinho e a alimen-
tação do gado não tem papel de destaque.
Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.
8. UFGO-PS
A imagem acima retrata a investidura de um cavaleiro medieval. Os símbolos do seu
estamento (a espora, a espada, o capacete e o escudo) são sacramentos pelo ingresso na
ordem cavaleiresca (um conjunto de privilégios e obrigações caracterizadores do modo
de vida da aristocracia), que ordenava simbolicamente o mundo Idade Média, como se
pode depreender das alternativas a seguir:
( ) No século VIII, Carlos Magno empenhou-se em promover a cultura antiga: impor-
tou professores de latim das Ilhas Britânicas, fundou escolas e monastérios e recu-
perou rituais e estilos restabelecedores da herança mediterrânica, visando a restau-
rar o Império Romano do Ocidente.
( ) A autoridade do Sagrado Império Germânico manteve-se intacta, garantindo seu
predomínio diante da ameaça do poder desagregador do Papado.
( ) O movimento cruzadístico é indício de crise e desagregação da cavalaria: o declí-
nio do poder aristocrático foi acompanhado pelo enfraquecimento do poder real.
( ) Suserania e vassalagem constituíram as principais prerrogativas das classes nasci-
das no ambiente renovado das cidades medievais, a partir do século XI.
9. UECE Na origem do chamado “cisma do Oriente”, pode-se assinalar corretamente:
a) as desavenças entre os membros da hierarquia católica e o Imperador bizantino diziam
respeito à cobrança das indulgências e à corrupção dos bispos;
b) significou o aparecimento de inúmeras seitas “reformadas”, que se desligaram da Igreja
romana;
c) no Império Bizantino, a Igreja era submetida ao Imperador e promovia um excessivo
culto aos ídolos e às imagens;
d) em Bizâncio, ao contrário do cristianismo ocidental, as imagens e os ídolos dos santos
não eram objetos de adoração e culto.
HISTÓRIA – A alta e a baixa idade média
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
4
10. Uniderp-MS
“O enfraquecimento gradual do poder central (...) leva insensivelmente, e sem que se dê por isso,
ao deslocamento dos diretos do Estado. Os Condes, Duques etc. alcançam tão grande poderio, no
decorrer do século X, que as suas funções se tornam, de fato, hereditárias (...). Nesta altura, reduzido
o soberano à simples função de senhor feudal, como suserano dos suseranos, a organização dos
feudos transforma-se em regime político e aparece verdadeiramente constituído