A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
APANHADÃO FUNDAMENTOS DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO discursivas

Pré-visualização | Página 1 de 3

FUNDAMENTOS DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO
DISCURSIVAS;
1-Explique o que é e qual a função da ideologia, na perspectivas de Karl Marx.
O conceito de ideologia aparece em Marx como equivalente de ilusão, falsa consciência, concepção idealista na qual a realidade é invertida e as ideias aparecem como motor da vida real.
2- Por que a pensadora Hannah Arendt defende que o educador deve possuir qualificação e autoridade/ Explique ?
Sob a influência da Psicologia moderna e dos princípios do Pragmatismo, a Pedagogia transformouse em uma ciência do ensino em geral, a ponto de se emancipar inteiramente da matéria efetiva a ser ensinada. Um professor, pensavase, é um homem que pode simplesmente ensinar qualquer coisa; sua formação é no ensino, e não no domínio de qualquer assunto particular
3-Disserte sobre a relação entre a sorte (representada pela deusa Fortuna) e a virtude (no sentido de excelência, força) na ação do governante, tematizada no pensamento político de Maquiavel.
A virtude deve ser vista como uma forma do livre-arbítrio do governante, sendo a principal variável na condução do principado. Destaca-se, também, a utilização da variável na contestação aos valores tradicionais. Já a Fortuna constitui-se no suspense de parte dos resultados do governo: ela deve ser dominada, conquistada para o benefício do príncipe.
4-De acordo com os conteúdos estudados sobre epistemologia e educação, identifique quais são os pressupostos epistemológicos das fresas abaixo;
a-O conhecimento ¨se da á medida que as coisas vão aparecendo a sendo introduzidas por nos nas crianças ...¨(Becker,2000 p. 15)
b- ¨Ninguem pode transmitir ( o conhecimento) É o aluno que aprende( Becker,2000 p.20) 
A- epistemologia- Falemos, como na linguagem epistemológica, em sujeito e objeto. O sujeito é o elemento conhecedor, o centro do conhecimento. O objeto é tudo o que o sujeito não é. - O que é o não-sujeito? - O mundo no qual está mergulhado: isto é, o meio físico ou social
B- A Pedagogia não-diretiva e seu fundamento epistemológico Este modelo se faz mais presente em fundamentos epistemológicos do que propriamente em uma relação ocorrida em sala de aula.Vale-se de que o aluno possui conhecimentos já herdado para usa-lo. Estas estruturas estariam em sua bagagem genética, desenvolvida ou não. E que, então, para aprendê-lo, o professor seria um mero estimulador dessas estruturas e que sua interferência deveria ser a mínima possível.
5-De acordo com os conteúdos estudados, explique o que é política e o que significa ser cidadão.
Podemos definir política como a ciência organizadora, em que há uma teoria de se administrar o Estado. Mas a política não é só aquela ligada às eleições. Diariamente, usufruímos da política para diversas coisa
Cidadão é o habitante da cidade, e tem o direito de gozar de seus direitos civis e políticos do Estado em que nasceu, ou no desempenho de seus deveres para com este
6-Leia a citação a seguir e depois responda ao que se pede;
¨A educação não é simples transmissão da herança dos antepassados para as novas gerações, mas o processo pelo qual também se torna possível a gestação do novo e a ruptura com o velho (ARANHA,2006 p.31)
Explique o que é educar, segundo o texto. Você concorda? Por que?
O brincar na Educação Infantil e series iniciais, tem sido objeto de estudo, sendo sempre levando em conta a grande importância que há em momentos em que as crianças brincam e assim tem o seu desenvolvimento cognitivo cada vez mais ampliado. A atividade em que em que a brincadeira está presente torna o ambiente da aprendizagem bem mais enriquecedor, pois o ato de educar não está restrito simplesmente a um quadro de escrever e uma carteira onde o aluno fica sentado, vai muito além da transmissão de conhecimento.  Concordo plenamente , É através de brincadeiras que as crianças interagem com mais intensidade no ambiente em que está inserida. O aluno quando chega a escola traz em sua bagagem muitos conhecimentos adquiridos no cotidiano e que vem cheio de atividades . Quando o educador faz uma atividade de brincadeira não importa apenas a realização da atividade e sim o momento que o aluno vive, o trabalho pedagógico a ação causada pela utilização do atividade, em que é possível passar por momentos de fantasias estando dentro da realidade, promovendo momentos satisfatórios, conduzindo a educação, permitindo com que a criança tenha maior prazer em aprender. 
“Educar é conduzir de um estado a outro, é modificar numa certa direção o que é suscetível de educação. O ato pedagógico pode, então, ser definido como uma atividade sistemática de interação entre seres sociais, tanto no nível do intrapessoal como no nível da influência do meio, interação essa que se configura numa ação exercida sobre sujeitos ou grupos de sujeitos visando provocar neles mudanças tão eficazes que os tornem elementos ativos desta própria ação exercida”. 
7-De acordo com os conteúdos estudados na disciplina, disserte sobre o que é filosofia e qual a contribuição da filosofia para a educação?
 Filosofia, aceita-se a diversidade de opiniões, soluções e métodos. Com isso, os erros têm uma fundamental importância, porque é através deles que nasce a imaginação para criação sobre certos aspectos da realidade, anteriormente ignorados. A melhor criação é aquela que estimula a capacidade para a ação.
8-O filosofo Immanuel Kant valoriza o aprimoramento da razão para que o ser humano possa se libertar de sua condição de menoridade, ou seja, condição de dependência em relação aos outros.
Disserte sobre como a educação pode ajudar nessa tarefa.
é por meio do melhoramento da educação que o ser humano também, progressivamente, atingirá graus cada vez mais elevados de desenvolvimento. Um tratamento adequando da pedagogia não pode deixar de levar em conta que estamos inseridos num mundo que inova, cria, recria e avança com rapidez sem precedentes. É tempo de transformações rápidas e profundas em todos os níveis e espaços, notadamente no campo da tecnologia da informação e na gestão do conhecimento. Novos saberes são construídos, reconstruídos, socializados e globalizados
9-As autoras Koch & Elias (2008), no livro Ler e compreender; os sentidos do texto, afirmam que, para o processamento textual, recorremos a três sistemas de conhecimento, a saber; conhecimento linguistico, que diz respeito aos conhecimentos da língua, conhecimento enciclopédico, que equivale aos conhecimentos acumulados de mundo, e por fim, conhecimento interacional, que diz respeito as estrategias do sujeito produtor do texto para conseguir a adesão do seu interlocutor.
Leia o texto a seguir;
A causa da chuva
Não chovia há muitos e muitos meses de modo que os animais ficaram inquietos. Uns diziam que ia chover logo outros diziam que ainda ia demorar. Mas não chegavam a uma conclusão
- Chove só quando a água cai do telhado do mei galinheiro – esclareceu a galinha........
Koch & Elias, na introdução do volume, para “estabelecer uma ponte entre teorias sobre texto e leitura – esta aqui considerada a habilidade de compreensão/interpretação de textos – e práticas de ensino” (p. 8). Tal desafio anunciado é que diferencia o texto focalizado das demais publicações, evidenciando, portanto, o desenvolvimento progressivo das investigações sobre leitura, que, no tocante ao volume, é originário dos estudos teóricos da Lingüística.  são apresentadas as contribuições da Lingüística Textual para a teoria e prática de ensino de leitura. Na busca do estabelecimento da ponte entre teorias e prática de ensino, são selecionados e analisados inúmeros gêneros textuais, o que parece ser um ganho enorme para os trabalhos desenvolvidos no âmbito da Lingüística Textual, os quais, algumas vezes, possuem exemplificações restritas no nível frasal, conforme alguns trabalhos anteriormente publicados na área
 10: Segundo esse pensador, a moral de senhores é a moral dos nobres, dos fortes, dos poderosos, e a moral de escravos é a moral dos fracos, a moral de rebanho, dos ressentidos. "Dessa