Aula 9   laje pre moldada
34 pág.

Aula 9 laje pre moldada


DisciplinaConstrução de Edifícios169 materiais607 seguidores
Pré-visualização1 página
FACULDADE FARIAS BRITO
DISCIPLINA: CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS
UNIDADE IX \u2013 LAJE PRÉ-MOLDADA \u2013
USO RESIDENCIAL
2 0 1 6 . 2
P R O F E S S O R E S : 
\uf0fc E N G . TA L E S N A R D E L E - M A I L : N A R D E L @ F F B . E D U . B R
\uf0fc E N G . J O S É S O A R E S E - M A I L : J S - E N G E N H A R I A @ H OT M A I L . C O M
Sumário
1. Conceito geral
2. Montagem
3. Armação de distribuição
4. Espessura da laje pré-fabricada
5. Instalações embutida
7. Concretagem da laje pré-moldada
6. Cuidados com a laje pré-moldada
1. Conceito Geral
1. Conceito Geral
São estruturas que suportam com segurança as
sobrecargas normais de uma residência e de
pequenos comércios, como os escritórios de
serviços, e podem vencer vãos de até 5 metros.
1. Conceito Geral
\u2022 Vigota de concreto pré fabricada;
\u2022 Enchimento entre as vigotas de tijolo cerâmico,
elemento de concreto ou EPS;
\u2022 Capa de concreto (capeamento) de espessura e =
variável
1. Conceito Geral
Desvantagens:
\u2022 Boa transferência térmica;
\u2022 Material mais pesado;
\u2022 Menor produtividade.
1. Conceito de Alvenaria
Cerâmico Isopor
Vantagens:
\u2022 Material mais leve (35% mais
leve);
\u2022 Maior produtividade;
\u2022 Maior conforto térmico.
Vantagens:
\u2022 Menor risco de acidentes;
\u2022 Maior aderência do reboco;
\u2022 Não desloca com ação do
vento.
Desvantagens:
\u2022 Maior risco de acidentes;
\u2022 Dificuldade de chumbar lustres;
\u2022 Emite gás tóxico em contato com
fogo.
2. Montagem
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
a) No respaldo da alvenaria deve
haver uma cinta de amarração
devidamente nivelada na altura da
laje, com a finalidade não só de
estruturar a alvenaria, mas também
para melhor distribuir os
carregamentos oriundos da laje a
ser executada.
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
b) Pelo lado externo da alvenaria
deve ser fixada uma tábua,
normalmente de 30 cm de largura,
com a finalidade de servir de fôrma
para o concreto da capa da laje.
Esse procedimento pode ser
substituído pelo assentamento de
canaletas de cerâmica tipo \u201cJ\u201d, que
pode fazer duas funções
simultaneamente: a de servir como
cinta de amarração e de fôrma para
a capa de concreto.
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
c) A distribuição das vigotas deve
seguir a orientação segundo o
esquema de montagem do
fabricante ou do calculista;
d) Nada impede que se comece a
montagem da tavela apoiada sobre
a alvenaria, paralela ao sentido das
vigotas. É recomendável deixar uma
pequena folga entre a tavela e a
vigota para melhor trabalhabilidade,
uma vez que as lajotas sofrem
variações em suas dimensões;
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
e) Os escoramentos, de madeira ou
metálicos, devem ser considerados
no projeto da laje, mas geralmente
pode-se adorar um escoramento
espaçado de no máximo 1,20 m em
cada linha de escora no sentido
transversal ao sentido das vigotas.
No escoramento prever uma
\u201ccontraflecha\u201d para a futura
acomodação da laje, conforme a
orientação do fabricante ou do
calculista. Recomenda-se um prazo
de 21 dias para a retirada dos
escoramentos, e de 28 dias para as
lajes em balanço.
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
2. Montagem
Para a montagem de uma laje pré-moldada, os
procedimentos seguintes devem ser adotados:
3. Armação de distribuição
3. Armação de distribuição
Um projeto de alvenaria deve conter:
\u2022 Uma armadura de distribuição no sentido transversal às vigotas,
a cada 40 cm, de diâmetro ø 5 mm, e a cada 1 metro no sentido
longitudinal.
OBS: Essa armadura tem a função de melhor distribuir os esforços e as
sobrecargas, como também evitar as fissuras na capa de concreto.
3. Armação de distribuição
4. Espessura da laje pré-fabricada
4. Espessura da laje pré-fabricada
A espessura das lajes pré-fabricas é em função da
espessura da tavela acrescida da espessura da capa
Tabela com espessura das lajes pré-fabricadas
5. Instalações embutida
5. Instalações embutida
5. Instalações embutida
5. Instalações embutida
Muitas vezes na laje pré-moldada são posicionados
conduítes, caixas de passagem e tubulações. Os mais
comuns deles são:
\u2022 caixa de passagem mal posicionada, provocando o escorrimento de
concreto em seu interior;
\u2022 conduítes mal fixados nas caixas de passagem que provocam seu
entupimento com concreto;
\u2022 pela atividade de concretagem, principalmente pelo pisoteamento,
pode ocorrer:
\u2022 amassamento dos conduítes;
\u2022 deslocamento das caixas de passagem;
\u2022 deslocamento dos tubos de passagem dos encanamentos.
OBS: É colocada antes da malha de distribuição, as dobras e tamanho da
ferragem negativa e explicada no projeto de montagem, devendo ser
respeitado os tamanhos e espaçamentos entre elas.
6. Concretagem da laje pré-moldada
6. Concretagem da laje pré-
moldada
6. Concretagem da laje pré-
moldada
Cuidados na concretagem:
\u2022 Seguir determinação de resistência do concreto especificada no
projeto estrutural;
\u2022 O lançamento do concreto pode ser realizado manualmente ou
através de \u201cbomba\u201d, no entanto o lançamento de grande altura
deverá ser evitado;
\u2022 Distribuir adequadamente o concreto sobre a laje, eliminando a
concentração do material;
\u2022 Utilizar tábuas ou chapas compensadas para a movimentação
de equipamentos e operários;
\u2022 Atender as exigências de tempo de cura do concreto, as
recomendações para desfôrma e reescoramento, previstas no
projeto;
6. Concretagem da laje pré-
moldada
Cuidados na concretagem:
\u2022 Com utilização de vibradores, colocar a ponta do vibrador dentro
das vigas no caso de laje engastada, passar também sobre as
vigotas para facilitar a acomodação do concreto.
7. Cuidados com a laje pré-moldada
7. Cuidados com a laje pré-moldada
Além dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI)
que devem ser utilizados por todos os trabalhadores,
alguns cuidados adicionais devem ser observados:
\u2022 Na montagem da laje, proibir a permanência e o trânsito de
pessoas sob a área de montagem há riscos constantes de
queda de tavelas e vigotas;
\u2022 Colocar tábuas sobre a laje para a movimentação dos
trabalhadores;
\u2022 Não pisar sobre as tavelas;
\u2022 Molhar abundantemente a laje antes da concretagem;
\u2022 Assegurar que os tubos de passagem estão bem fixados e no
local adequado conforme o projeto, bem como os conduítes e as
caixas de passagem;
7. Cuidados com a laje pré-moldada
\u2022 Verificar durante a concretagem as condições do escoramento;
\u2022 Não sobrecarregar com concreto um único local da laje durante
a concretagem;
\u2022 Não pisar sobre as tavelas;
\u2022 Isso pode ocasionar o rompimento das tavelas;
\u2022 Atenção especial no encontro da laje com vigas e pilares. O
excesso de armadura pode provocar falhas de concretagem;
\u2022 O concreto da laje deve receber procedimentos de cura por pelo
menos 7 (sete) dias. Um procedimento interessante é utilizar
aspersor de água (os mesmos utilizados para regar a grama);
7. Cuidados com a laje pré-moldada
\u2022 Se a laje não for receber cobertura, deve-se providenciar
impermeabilização adequada e não esquecer de executar
escoamento para as águas das chuvas com inclinação mínima
de 1%.