Sistema Tributário Nacional - Resumo
2 pág.

Sistema Tributário Nacional - Resumo

Pré-visualização2 páginas
1
Sistema Tributário Nacional
Conceito
O Sistema Tributário Nacional está previsto entre os artigos 145 e 162, da CRFB.
Segundo o prof. Vittorio Cassone, o seu conceito é: “é o conjunto de princípios constitu-
cionais que rege o poder de tributar, as limitações deste poder e a repartição das corres-
pondentes receitas”1
.
Poder de Tributar
O poder de tributar é a manifestação do ius imperium do Estado. Este poder é outorgado
pelo povo para que o Estado possa exercê-lo.
Sua função é permitir ao Estado que consiga captar recursos nanceiros para viabilizar o
custeio da máquina pública. Ele faz isso por meio da competência tributária. Mas o ins-
trumento usado para alcançar tal nalidade é o tributo, que é cobrado dos cidadãos nas
mais diversas situações da vida cotidiana.
Competência Tributária
Segundo o professor Paulo de Barros Carvalho2
, “A competência tributária é a parcela de
poder conferida pela Constituição a cada ente político (União, Estados, Distrito Federal e
Municípios) para instituição de tributos. Apenas os entes políticos, pois, são titulares de
competência tributária.”
A competência tributária de cada ente político é, portanto, estabelecida taxativamente
pela Constituição em seus artigos 145 a 149-A. Ela busca fracionar a legitimidade de exe-
cutar o poder de tributar.
Características da Competência Tributária:
Indelegável: Cada ente possui sua competência. Exemplo: a União tem competência
para instituir empréstimo compulsório. Mas cabe apenas aos municípios instituir o
ISS. Então, a União não pode querer instituir um tributo que não é da sua alçada, sob
pena de inconstitucionalidade.
1
VELLOSO, Renato Ribeiro. Sistema Constitucional Tributário. Boletim Jurídico, Uberaba/MG, a. 2, n. 84. Disponível em: <http://www.boletimjuridico.
com.br/doutrina/texto.asp?id=314> Acesso em: 9 abr.2017.
2
CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de Direito Tributário. 16ª ed. São Paulo: Saraiva: 2004.
Direito Constitucional Tributário
Direito Tributário
2
Imprescritível: Ainda que nunca institua algum tributo, o ente nunca perderá o seu
poder. A competência não prescreverá.
Irrenunciável: Isso quer dizer que os entes não podem abrir Mao da sua competência,
nem negociar entre si.
Inalterável: Somente através de emenda constitucional é que se pode alterar a xação
das competências tributárias, desde que isso não venha a prejudicar o federalismo ou
violar cláusula pétrea. Lei não pode alterar ou criar competência.