Proteção penal do Meio Ambiente - Lei nº 9.605/1998 - Resumo
2 pág.

Proteção penal do Meio Ambiente - Lei nº 9.605/1998 - Resumo


DisciplinaDireito Ambiental7.081 materiais31.172 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1
Responsabilidade penal ambiental
Direito Ambiental
Conceitos
Características da responsabilidade penal ambiental
Lei nº 9.605/1998
Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/1998) trouxe a possibilidade de responsabiliza-
ção penal pela prática de infrações contra o meio ambiente.
Na forma da lei, são crimes as condutas e atividades lesivas ao conjunto de condições,
leis, inuência, interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e
rege a vida em todas as suas formas.
Para que haja a responsabilização penal ambiental, é indispensável que seja vericada
a culpa, ao menos, do infrator (responsabilidade subjetiva).
Há possibilidade de responsabilização da pessoa jurídica, quando:
A infração for cometida por representante legal ou contratual da empresa, ou, então,
por órgão colegiado ou, ainda, quando o autor do crime estiver de certa forma vincu-
lado à pessoa jurídica.
Quando o crime for cometido no interesse e benefício da entidade.
A pessoa jurídica responde, tão somente, pelos crimes dolosos, não havendo possibili-
dade de responsabilização pelos crimes culposos (praticados com negligência, impru-
dência ou imperícia).
Foi a primeira lei que criminalizou, de forma efetiva, as condutas nocivas ao meio ambien-
te. Antes dela, as condutas eram consideradas apenas contravenções penais, o que di-
cultava a reclusão dos infratores (as penas eram previstas no próprio Código Ambiental).
Algumas peculiaridades vericadas na Lei nº 9.605/1998:
Possibilidade de responsabilização das pessoas jurídicas.
Circunstâncias agravantes da pena.
Aplicação da transação penal e da suspensão condicional do processo.
2
Parte Especial da Lei nº 9.605/1998
A Lei estabelece diferentes tipos de crimes ambientais:
Contra a fauna (arts. 29 a 37).
Contra a ora (arts. 38 a 53).
Poluição e outros crimes ambientais (arts. 54 a 61).
Crimes contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural (arts. 62 a 65).
Crimes contra a administração ambiental (arts. 66 a 69).
Na Lei, diferentes formas de penalização, com uma clara gradação destas, de tal modo
que às mais graves aplicam-se penas privativas de liberdade e às menos graves, restriti-
vas de direitos.