A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
422 pág.
Regra RBNA 2006 Navegação Interior

Pré-visualização | Página 9 de 50

I2. Embarcações velozes Ver título 11 - 
T1. Na construção Ver título 11 - 
100 – Ensaio de inclinação 2-150 
200 – Medição de calados e porte bruto 
(“draft survey”) 
2-150 
300 - Tolerâncias 2-150 
T2. Ao final da constru-
ção 
400 – Teste de tração estática (“bollard pull”) 2-150 
Seção 1 – 
Arquitetu-
ra Naval 
T – Inspeções e tes-
tes 
T3. Testes em navegação 100 – Desempenho de propulsão e manobra 2-150 
A1. Aplicação 100 – Natureza dos sistemas 2-152 A – Abordagem 
A2. Definições 100 – Termos 2-152 
100 – Aparelho de reboque e de empurrar 2-152 
200 - Sistema de fundeio, amarração e reboque 2-152 
300 - Sistema de manobra 2-152 
400 - Salvatagem 2-152 
500 - Prevenção e combate a incêndio 2-152 
600 - Abertura do casco – proteção e fechamento 2-152 
B1. Documentação para o 
RBNA 
700 - Acessórios do casco 2-152 
B – Documentos, 
regulamentação e 
normas 
B2. Regulamentação 100 – Aplicação 2-152 
100 – Aplicação 2-153 
200 – Hipóteses de cálculo 2-153 
300 – Gato de reboque 2-153 
400 – Guincho de reboque 2-153 
D1. Aparelho de reboque 
e de empurrar 
500 – Para choque de empurrar 2-153
100 – Aplicação 2-153 
Seção 3 – 
Equipa-
mentos de 
casco 
D – Requisitos por 
sistemas 
D2. Fundeio amarração e 
reboque 200 – Arranjos 2-153 
 
 Índice - 28 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
300 - Numeral do equipamento 2-153 
400 - Seleção de instalação de âncora 2-154 
500 - Seleção de amarras 2-154 
600 - Seleção de molinetes 2-154 
700 - Cabos de amarração e reboque 2-154 
D2. Fundeio amarração e 
reboque 
800 - Sobressalentes 2-154 
100 – Aplicação 2-154 
200 - Definições 2-154 
300 - Materiais de fabricação e instalação 2-154 
400 - Determinação da área do leme e dos esforços 
aplicados na madre 
2-154 
500 - Dimensionamento da madre, mancais e aco-
plamentos do leme 
2-154 
600 - Escatilhões do leme 2-154 
D3. Sistema de manobra 
700 - Tubulão do hélice (“nozzle”) 2-154 
D4. Equipamento de sal-
vatagem 
Ver título 11 - 
D5. Equipamentos contra 
incêndio 
Ver título 11 - 
D6. Abertura do casco – 
proteção e fechamento 
Ver título 11 - 
D – Requisitos por 
sistemas 
D7. Acessórios e adendos 
de equipamentos do casco 
Ver título 11 - 
100 – Gato e guincho de reboque 2-154 T1. Aparelho de reboque 
200 – Aparelho de empurrar 2-154 
T2. Fundeio amarração e 
reboque 
Ver título 11 - 
100 - Teste de estanqueidade de leme 2-154 
200 - Teste do sistema hidráulico 2-154 
300 – Teste de movimentação do leme 2-154 
T3. Sistema de manobra 
400 – Teste de acionamento de energia 2-154 
T4. Equipamento de sal-
vatagem 
Ver título 11 - 
T5. Equipamentos contra 
incêndio 
Ver título 11 - 
T6. Abertura do casco – 
proteção e fechamento 
Ver título 11 - 
Seção 3 – 
Equipa-
mentos de 
casco 
T – Inspeções e tes-
tes 
T7. Acessórios e adendos 
de equipamentos do casco 
Ver título 11 - 
 
PARTE 2 – CASCO 
TÍTULO 43 – DRAGAS E BATELÕES 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
100 – Configuração 2-157 A1. Aplicação 
200 – Proporções e dimensões 2-157 
Seção 1 – 
Arquitetu-
ra Naval 
A – Abordagem 
A2. Definições 100 – Termos 2-157 
 Índice - 29 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
B – Documentos, 
regulamentação e 
normas 
Ver título 11 - - 
C - Ambiente da 
navegação 
Ver título 11 - - 
100 – Característica de operação 2-157 D –Atividades / ser-
viços 
D1. Atividades/serviços 
200 – Característica de produto a transportar 2-157 
100 – Localização do espaço de carga 2-157 
200 - Localização da praça de máquinas 2-157 
E – Configurações E2. Arranjo básico 
300 - Localização de acomodações 2-157 
F – Dimensões e 
linhas do casco 
Ver título 11 - - 
G1. Subdivisão do casco 100 – Anteparas transversais principais 2-158 G – Capacidades e 
compartimentagem G2. Capacidades Ver título 11 - 
100 – Determinação da borda livre 2-158 
200 – Borda livre de trabalho – dragas ou batelões 
que operam em zona de navegação interior 
2-158 
H1. Borda livre 
300 - Borda livre de trabalho – dragas ou batelões 
que operam até a DVC – Distância de Visisbi-
lidade da Costa 
2-158 
H2. Peso leve Ver título 11 
H3. Condições de carre-
gamento 
100 – Configurações de carregamentos e combina-
ções 
2-158 
H4. Flutuabilidade, sub-
divisão do casco 
Ver título 11 - 
100 – Distribuição de pesos 2-158 
200 – Superfície livre 2-158 
300 – Aferição de estabilidade 2-158 
H – Condições de 
carregamento, flutu-
abilidade e estabili-
dade 
H5. Estabilidade 
400 – Estabilidade em avaria 2-158 
I1. Potência de propulsão 100 – Escolha da propulsão 2-159 I – Desempenho de 
propulsão I2. Embarcações velozes Ver título 11 - 
T1. Na construção Ver título 11 - 
T2. Ao final da constru-
ção 
Ver título 11 - 
Seção 1 – 
Arquitetu-
ra Naval 
T – Inspeções e tes-
tes 
T3. Testes em navegação 100 – Desempenho de propulsão e manobra 2-159 
100 – Tipos de missões de navios 2-161 A1. Aplicação 
200 – Proteções do casco 2-161 
A2. Definições Ver título 11 - 
A – Abordagem 
A3. Topologia Ver título 11 - 
B – Documentos, 
regulamentação e 
normas 
Ver título 11 - - 
C – Material e mão 
de obra 
Ver título 11 - - 
Seção 2 – 
Estrutura 
D – Princípios da 
construção 
Ver título 11 - - 
 
 Índice - 30 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
E1. Cálculo direto / defi-
nições 
Ver título 11 - 
E2. Configurações dos 
sistemas estruturais locais 
Ver título 11 - 
100 – Abordagem 2-161 E3. Carregamentos 
200 – Carga em vaus gigantes do convés na cisterna 2-161 
E4. Equação geral para 
espessura e módulo resis-
tente 
Ver título 11 - 
E – Princípios de 
projeto dos sistemas 
estruturais locais 
E5. Seleção dos escanti-
lhões a utilizar 
Ver título 11 - 
100 – Espessuras nas extremidades 2-162 
200 – Espessuras do fundo a meia nau 2-162 
300 – Quilha 2-162 
400 – Conexão ao cadaste e à roda de proa 2-162 
500 – Hastilhas, longitudinais, longarinas e hasti-
lhas gigantes de fundo simples 
2-162 
600 – Teto do fundo duplo 2-162 
F1. Fundo e fundo duplo 
700 – Hastilhas, longitudinais, longarinas e hasti-
lhas gigantes de fundo duplo 
2-162 
100 – Definições 2-162 
200 – Carregamentos 2-162 
300 – Chapeamento de AECs 2-162 
400 – Prumos de AECs 2-162 
500 – Disposições para ATQs 2-162 
600 – Chapeamento de ATQs 2-163 
700 – Prumos de ATQs 2-163 
F2. Anteparas 
800 – Tanques avulsos 2-163 
F3. Costado Ver título 11 
100 - Espessura de convés nas extremidades 2-163 
200 - Espessura de convés resistente a meia nau 2-163 
300 - Espessura de convés de cobertura 2-163 
F4. Convés 
400 - Vaus e vigas transversais 2-163 
F5. Estrutura da popa Ver título 11 - 
F6. Estrutura de proa Ver título 11 - 
F7. Superestruturas e da-
sarias 
Ver título 11 - 
Seção 2 – 
Estrutura 
F – Dimensiona-
mentos por sistemas 
da estrutura 
F8. Resumo de fórmulas 
para dimensionamento 
local 
Ver título 11 - 
A1. Aplicação 100 – Natureza dos sistemas 2-165 A – Abordagem 
A2. Definições 100 – Termos 2-165 
B – Documentos, 
regulamentação e 
normas 
Ver título 11 - - 
Seção 3 – 
Equipa-
mentos de 
casco 
C – Materiais e mão 
de obra 
Ver título 11 - - 
 Índice - 31 
 
Seções CAPÍTULOS SUBCAPÍTULOS ITEM Pág. 
100 – Aplicação 2-165 
200 – Definições 2-165 
300 – Arranjos 2-165 
400 – Hipóteses de projeto 2-165 
D1. Manuseio de carga ou 
de serviço 
500 – Dimensionamento 2-165 
100 - Aplicação 2-166 
200 - Arranjos 2-166 
300 – Numeral do equipamento 2-166 
400 - Seleção de âncoras 2-166

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.