NORMAS REGULAMENTADORAS

Disciplina:Qualidade, Saúde, Meio Ambiente e Segurança1 materiais51 seguidores
Pré-visualização1 página
NORMAS REGULAMENTADORAS

Carlos Gabriel
Daniel Anjos
Elisabete Paim
Rebeca Bonfim
Tais Santos
Wlânia Oliveira

	Conjunto de requisitos e procedimentos relativos à segurança e medicina do trabalho.

Como surgiu ...
1943 surge a Consolidação das Leis do trabalho;
1978 entraram em vigor as Normas Regulamentadoras (NR).

NR 1
	... são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas e pelos órgãos públicos da administração direta e indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho - CLT.

SSST
( Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho )

DRT
( Delegacia Regional do Trabalho )

CANPAT
( Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho )

PAT
( Programa de Alimentação do Trabalhador )

NR 4
SESMT
( Serviço Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho )

Composição

Técnicos de Segurança do Trabalho;
Engenheiros de Segurança do trabalho;
Enfermeiros do Trabalho e auxiliar de enfermagem do trabalho;
Médicos do trabalho.

CNAE
( Classificação
nacional de atividades econômicas )

Competências dos profissionais integrantes do SESMT
Determinar, quando esgotados todos os meios conhecidos para a eliminação do risco e este persistir, mesmo reduzido, a utilização, pelo trabalhador, de Equipamentos de Proteção Individual-EPI, de acordo com o que determina a NR 6, desde que a concentração, a intensidade ou característica do agente assim o exija;
 Colaborar, quando solicitado, nos projetos e na implantação de novas instalações físicas e tecnológicas da empresa;
manter permanente relacionamento com a CIPA, valendo-se ao máximo de suas observações, além de apoiá-la, treiná-la e atendê-la;

 promover a realização de atividades de conscientização, educação e orientação dos trabalhadores para a prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, tanto através de campanhas quanto de programas de duração permanente;
esclarecer e conscientizar os empregadores sobre acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, estimulando-os em favor da prevenção;
 analisar e registrar em documento(s) específico(s) todos os acidentes ocorridos na empresa ou estabelecimento, com ou sem vítima, e todos os casos de doença ocupacional, descrevendo a história e as características do acidente e/ou da doença ocupacional, os fatores ambientais, as características do agente e as condições do(s) indivíduo(s) portador(es) de doença ocupacional ou acidentado(s).

Benefícios
Desenvolvimento da Cultura Prevencionista;
Orientações;
Ampliação;
Condições Ambientais;
Clima Organizacional;
Motivação;
Otimização;
Contribui para melhor qualidade de vida.

Manutenção do SESMT
 A manutenção desses Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho deverá ser feita pelas empresas usuárias, que participarão das despesas em proporção ao número de empregados de cada uma;

As empresas poderão optar pelos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho de instituição oficial ou instituição privada de utilidade pública, cabendo às empresas o custeio das despesas, na forma prevista no subitem.

Cabe ao empregador:
a) Cumprir e fazer cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho;

b) Elaborar ordens de serviço sobre segurança e saúde no trabalho, dando ciência aos empregados por comunicados, cartazes ou meios eletrônicos;

c) informar aos trabalhadores:
I - os riscos profissionais que possam originar-se nos locais de trabalho;
II - os meios para prevenir e limitar tais riscos e as medidas adotadas pela empresa;
III - os resultados dos exames médicos e de exames complementares de diagnóstico aos quais os próprios trabalhadores forem submetidos;
IV - os resultados das avaliações ambientais realizadas nos locais de trabalho.
d) permitir que representantes dos trabalhadores acompanhem a fiscalização dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho;
e) determinar os procedimentos que devem ser adotados em caso de acidente ou doença relacionada ao trabalho.

Cabe ao empregado:
Cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde do trabalho, inclusive as ordens de serviço expedidas pelo empregador;

Constitui ato faltoso a recusa injustificada do empregado ao cumprimento do disposto no item anterior.

Penalidades ao Empregado

As penalidades previstas na legislação a serem aplicadas ao empregado que não atender ao requisitos de segurança e saúde ocupacional estabelecida pelas legislação e pelo empregador são;
 Advertência oral;
 Advertência escrita;
 Suspensão sem pagamento;
 Dispensa por justa causa.

Penalidades do Empregador

	O não cumprimento das disposições legais e regulamentares sobre segurança e saúde ocupacional acarretará ao empregar a aplicação das penalidade prevista na legislação pertinente, incluindo multas, embargos e interdições conforme previsto na, NR 3 - Embargo ou interdição e, NR 28 - Fiscalização e Penalidades.

	Nenhum trabalho ou tarefa é tão importante que não possa ser feito
com segurança!