Administração de Compras e Suprimentos
32 pág.

Administração de Compras e Suprimentos


DisciplinaAdministração de Compras126 materiais564 seguidores
Pré-visualização9 páginas
ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS E SUPRIMENTOS 
 
AULA 1 
 
As compras têm pôr finalidade suprir as necessidades de materiais ou serviços da empresa. 
Assim é necessário planejá-las quantitativamente e satisfazê-las no momento certo, com as 
quantidades corretas e verificar o recebimento do que foi contratado. 
 
A organização de compras é responsável por ativos organizacionais, tais como o arquivo de 
catálogos, registro de compras, registro de preço, registro de estoque e consumo e registro 
de fornecedores. 
 
Objetividade, idoneidade, diversidade de conhecimento, habilidade e flexibilidade em 
negociação e integridade são características da qualificação de compradores profissionais. 
 
Introdução 
 
Na década de 70, a função Compras era vista como uma função administrativa, burocrática 
essencialmente operacional e que servia de apoio para assegurar que a qualidade do 
fornecimento se adequasse às necessidades de produção. 
 
Carr e Smeltzer (1997) destacam que a importância de Compras passou a ser mais 
reconhecida após 1980, a partir da publicação das 5 forças de Porter que destacava 
compradores e fornecedores como duas forças que afetam a lucratividade das empresas. 
 
Nos anos 90, consolidou-se a identificação da função Compras como tendo um papel crítico 
nas empresas. Monzcka (1992) enfatiza a importância da integração das ações de Compras 
no processo de planejamento estratégico da organização e da importância de suas ações 
estarem integradas com as estratégias corporativas. 
 
Ainda segundo Monzcka, o papel estratégico de Compras está vinculado ao gerenciamento 
da base de fornecedores e a sua contribuição estratégica propriamente dita. 
 
Para Leenders et. al (1994) uma empresa que pretenda ter destaque no cenário internacional 
(world class) precisa ter uma área de Compras que desempenhe não apenas um papel 
operacional mas que também contribua estrategicamente para a organização. 
 
De acordo com Spekman et. Al (1994) o ambiente altamente competitivo exige que a 
função Compras fizesse parte do planejamento estratégico das empresas. 
 
 
A Função Compras 
 
A função compras tem pôr finalidade suprir as necessidades de materiais ou serviços, 
planejá-las quantitativamente e satisfazê-las no momento certo com as quantidades 
corretas, verificar se recebeu efetivamente o que foi comprado e providenciar andamento. 
 
Coordenar esse fluxo de maneira que seja aplicado um mínimo de investimento em capital. 
 
Comprar materiais e insumos aos menores preços, de acordo com os padrões de quantidade 
e qualidade definidos e nos prazos satisfatórios. 
 
Um dos parâmetros importantes para compras é a previsão das necessidades de suprimento. 
Nunca é demais insistir na informação dessas quantidades,das qualidades e prazos que são 
necessários para permitir a produção da fábrica. 
 
São estas informações que fornecem os meios eficientes para o comprador executar o seu 
trabalho, devendo Compras e Produção dispor do tempo necessário para negociar, fabricar 
e entregar os produtos solicitados. 
 
Com mercados competitivos, os resultados da empresa dependem do aumento da 
produtividade, da melhor gestão de material e de compras mais econômicas. O aumento do 
custo das matérias-primas foi responsável pôr uma série de modificações na maneira de ver 
a função do setor de suprimentos dentro da empresa. 
 
A necessidade de se comprar cada vez melhor é enfatizada pelo meio empresarial, 
Juntamente com a necessidade de estocar em níveis adequados e de racionalizar o processo 
produtivo. 
 
Comprar bem é um dos meios que a empresa deve usar para reduzir custos. 
 
Existem certos mandamentos que definem como comprar bem, que incluem a obediência 
aos prazos, preços, qualidade e volume. 
 
Mas manter-se bem relacionado com o mercado fornecedor, antevendo na medida do 
possível eventuais riscos que possam prejudicar a empresa no cumprimento de suas metas 
de produção, é talvez o mais importante na época atual. 
 
 
Organização de Compras 
 
As principais atividades de uma organização de compras são: 
 
a) Administração 
 
b) Aquisição 
 
c) Pesquisa de fornecedores 
 
Assim, sob sua responsabilidade são encontrados: 
 
a) Registro de compras; 
 
b) Registro de preço; 
 
c) Registro de estoque e consumo; 
 
d) Registro de fornecedores; 
 
e) Arquivos e especificações; 
 
f) Arquivo de catálogos. 
 
Organograma da seção de compras 
 
Chefia de Compras: 
estudar e analisar as solicitações de compra de matérias-primas, máquinas e equipamentos 
em geral; inteirar-se das necessidades e detalhes técnicos exigidos pelos requisitantes, 
coordenar pesquisa de fornecedores e coleta de preços; organizar concorrências e estuda os 
seus resultados, optando pelo que melhor condições oferecida, manter contato com 
fornecedores; solicitar testes de qualidade das matérias-primas adquiridas; assessorar as 
várias seções com informações e soluções técnicas; controlar prazos de entrega; elaborar 
previsões periodicamente de compras; examinar cadastro geral dos fornecedores; manter 
contatos com setores de produção; elaborar relatórios e estatísticas de controle geral. 
 
Comprador de Materiais Diversos: 
efetuar e acompanhar pequenas compras de materiais sob supervisão da chefia da seção; 
classificar e analisar requisições de compras remetidas por outros setores; pesquisar 
cadastro de fornecedores e efetuar coleta de preços; estudar preços e qualidades, optando 
pelo que obter melhores condições; efetuaras compras e controlar a entrega dos materiais; 
manter arquivo de catálogos e fornecedores. 
 
Comprador Técnico: 
efetuar compras de materiais especiais de produção mediante a supervisão e orientação da 
chefia; classificar e analisar solicitações de compra; estudar e analisar necessidades 
técnicas; pesquisar cadastro de fornecedores; preparar concorrência. analisar informações 
recebidas e informar á chefia as melhores condições; manter e atualizar cadastro geral de 
fornecedores; assessorar as várias seções com informações técnicas; acompanhar e 
controlar a entrega dos materiais. 
 
Comprador de Matéria-prima: 
efetuar compras de matérias-primas utilizadas em urna ou várias unidades fabris, sob 
supervisão da chefia da seção: classificar e analisar solicitação de compras oriundas de 
outro setor; pesquisar cadastro de fornecedores; consultar em publicações específicas as 
cotações dos produtos; organizar pequenas concorrências; analisar as informações e opinar 
sobre as melhores ofertas; providenciar as compras e acompanhar as entregas das mesmas. 
 
 
Auxiliar de Compras: 
controlar o recebimento de solicitações de compras e efetuar conferência dos valores 
anotados; pesquisar arquivo de publicações técnicas; elaborar relações e fornecedores para 
cada material, emitir pedidos de Compra; controlar arquivo de catálogos e documentos 
referentes às compras efetuadas. Acompanhar, documentar e fiscalizar as encomendas 
realizadas em observância aos respectivos prazos de entrega; informar ao comprador o 
resultado do acompanhamento; efetuar cancelamentos, modificações e pequenas compras 
conforme determinação da chefia. 
 
Aula 2 
 
O canal de suprimento: 
 
As atividades identificadas no canal de suprimento podem ser consideradas fundamentais 
para a administração de materiais, pois elas afetam principalmente a economia e a eficácia 
do movimento de materiais. 
 
As tarefas mais importantes do canal de suprimentos são: 
 
a) Inicialização e transmissão das ordens (pedidos) de compras; 
 
b) transporte dos carregamentos até o local da fábrica; 
 
c)