TECNICASJAPONESAS
26 pág.

TECNICASJAPONESAS

Disciplina:Administração do Processo Produtivo e da Qualidade13 materiais129 seguidores
Pré-visualização1 página
O Movimento da QUALIDADE TOTAL,
trouxe um conjunto de novas técnicas de
trabalho nas áreas de Administração e
Produção.

Produção Enxuta

O Conceito de Produção Enxuta decorreu do livro “A
máquina que mudou o mundo”. Este livro trouxe
mudanças no cenário das empresas a partir do

conceito "enxuto desenvolvido pela Toyota."

“Enxuto -Toyota,"

Para obter lucro é preciso:
• Reestruturar,
• Olhar para dentro de seus processos de produção;
• Identificar oportunidades de melhorias para o aumento da

produtividade;
• Eliminar desperdícios;
• Flexibilidade frente às constantes mudanças exigidas por

clientes e mercados;
• Adaptar o processo produtivo que melhor à cultura

organizacional da empresa.

FERRAMENTAS E TÉCNICAS DO SISTEMA DE
PRODUÇÃO ENXUTO

• Kanban: Conceito relacionado com a utilização
de cartões para indicar o andamento dos fluxos
de produção em empresas de fabricação em
série.

FERRAMENTAS E TÉCNICAS
DO SISTEMA DE PRODUÇÃO ENXUTO

• Círculos de qualidade:

Pequeno grupo voluntário de funcionários
pertencentes ou não à mesma área de trabalho,
treinados igualmente, com a mesma filosofia e os
mesmos objetivos (melhorar o desempenho, reduzir
os custos, aumentar a eficiência, etc) especialmente
no que se refere à qualidade dos seus produtos e/ou
trabalho.

FERRAMENTAS E TÉCNICAS
DO SISTEMA DE PRODUÇÃO ENXUTO

• QFD (Quality Function Deployment-Desdobramento
da Função Qualidade):

• Foi criada na década de 60 pelo japonês Yoji
Akao, cujo objetivo principal é permitir que a
equipe de desenvolvimento do produto
incorpore as reais necessidades do cliente em
seus projetos de melhoria.

QFD

FERRAMENTAS E TÉCNICAS DO SISTEMA DE PRODUÇÃO ENXUTO

• Células de trabalho:

• Pequenas unidades de manufatura e/ou
serviços com mecanismos de transporte e
estoques intermediários entre elas.

Quatro Regras do Sistema de Produção da
Toyota

1. Todo trabalho deve ser altamente especificado no
seu conteúdo, sequência e resultado

2. Toda relação cliente – fornecedor (interno e
externo) deve ser direta, com um canal definido e
claro para enviar pedidos e receber propostas

3. O fluxo de trabalho e processo para todos os
produtos e serviços deve ser simples e direto

4. Qualquer melhoria deve ser feita pelo método
científico, sob a coordenação de um orientador, e
no nível mais baixo da organização

Resultado do uso das quatro regras

• Problemas são sinalizados automaticamente

• Sistema extremamente flexível e adaptável às
mudanças

• Redução da variação no processo

• Correções são feitas imediatamente

• Requisições ao fornecedor externo são claras e
diretas, sem intermediários

• Noção clara do ideal de pessoas ou produto

Noção de Ideal Toyota

• É livre de defeitos, tendo as características e o
desempenho que o cliente deseja

• Pode ser fornecido em lotes unitários

• Pode ser entregue imediatamente

• Pode ser produzido sem desperdício de materiais,
trabalho, energia e outros recursos

• Pode ser produzido num ambiente de trabalho que é
física, emocional e profissionalmente são para
qualquer funcionário

Considerações para implantação de um
sistema de produção enxuta

• Definir claramente o valor do produto, sob a
perspectiva do cliente final

• Identificar desperdícios em toda cadeia de valor

• As etapas do processo devem ser desenhadas para
poder ocorrer continuamente

• Atividades em lotes devem ser eliminadas

• Produzir somente o que o cliente deseja

5 S - Housekeeping

• Limpeza, organização, asseio e ordem do
local de trabalho (housekeeping)

• 5 S

– Seiri: liberação de áreas

– Seiton: organização

– Seiso: limpeza

– Seiketsu: padronização, asseio e arrumação

– Shitsuke: disciplina

Kaizen

• Melhoria contínua, no trabalho, no lar e na vida social

• Eliminação de perdas em todos os sistemas de uma

organização

• Aplicação de dois elementos:

– Melhoria (mudança para melhor)

– Continuidade (ações permanentes de mudança)

Motivos para evitar o Kaizen

• Estou muito ocupado para estudar o assunto!
• É uma boa idéia, porém prematura!
• Não está previsto no orçamento!
• A teoria é diferente da prática!
• Você não tem outra coisa a fazer!
• Acho que isso não vem ao encontro das políticas corporativas!
• Não é da nossa alçada; deixe outros pensarem sobre o

assunto!
• Você está insatisfeito com o seu trabalho?
• Não é melhoria, é bom-senso!
• Já sei os resultados, mesmo que a gente não faça!
• Eu não serei responsável por isso!
• Você não pode pensar em algo melhor?

Sugestões de ações para combater o
comodismo às mudanças

• Descarte as idéias fixas e convencionais
• Pense em como fazer e não no porquê não pode ser feito
• Não apresente desculpas. Comece por questionar as práticas correntes
• Não procure a perfeição. Faça-o imediatamente, mesmo que seja para

atingir somente 50% dos objetivos
• Corrija o erro imediatamente, caso o cometa
• Não gaste dinheiro com o kaizen, use a criatividade
• A criatividade surge com as necessidades
• Faça a pergunta “por quê?” pelo menos cinco vezes e procure as

causas-raízes
• Procure se aconselhar com dez pessoas em vez de somente com uma
• As sugestões kaizen são infinitas

• Tipos de Kaizen:

– Kaizen de projeto: Desenvolver novos conceitos para

novos produtos.

– Kaizen de planejamento: Desenvolver novos sistemas
de planejamento (produção, finanças ou marketing).

– Kaizen de produção: Desenvolver ações para eliminar
desperdícios no chão de fábrica e melhorar o conforto
e segurança no trabalho.

Poka - yoke

• À prova de erros

• Zero defeitos na produção

• Pode ser usado para serviços
– Prever a possibilidade de erro por parte do cliente

– Fornecedor deve estar habilitado a não cometer
erros

Sem poka - yoke

Com poka - yoke

Manutenção Produtiva Total

• Manutenção de instalações

• Manutenção de equipamentos críticos e não
críticos

• Aumento de confiabilidade e qualidade dos
produtos

• Princípio de zero quebra

• Processo produtivo livre de interrupções

Tipos de Manutenção

• Manutenção corretiva

• Manutenção preventiva

• Manutenção preditiva

• Manutenção produtiva total:

– Melhoria das pessoas

– Melhoria dos equipamentos

– Qualidade total

Políticas de Manutenção

• Postura preventiva

• Maior número de máquinas com menor utilização

• Treinamento de operadores

• Projeto Robusto

• Manutenibilidade

• Tamanho das equipes de manutenção

• Maior estoque de peças sobressalentes

• Redundância de equipamentos

Softwares de Manutenção

Características da Fábrica do Futuro

• Organização da Produção: concentrada na alta
produtividade.

• Projeto dos produtos e dos processos: desenvolvidos
conjuntamente

• Layout: ilhas de automação

• Comunicação visual: descentralização de informações

• Posto de Trabalho: conceitos da ergonomia

• Compromisso com o meio ambiente: ecologicamente
correta

• Bibliografia: MARTINS, Petrônio G. e LAUGENI,
Fernando P. Administração da Produção, São Paulo: Ed
Saraiva, 2005.