DIREITO ADMINISTRATIVO I   QUESTÕES DO AVALIANDO
40 pág.

DIREITO ADMINISTRATIVO I QUESTÕES DO AVALIANDO


DisciplinaDireito Administrativo I57.858 materiais1.047.226 seguidores
Pré-visualização14 páginas
DIREITO ADMINISTRATIVO I
	Simulado: CCJ0010_SM_201303093448 V.1 
	Aluno(a): RENAN CORDEIRO SOARES
	Matrícula: 201303093448
	Desempenho: 0,3 de 0,5
	Data: 08/04/2017 12:03:56 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201303291358)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Após tomar ciência de irregularidades praticadas pela Assembléia Legislativa de seu Estado, o cidadão José da Silva diligenciou junto ao referido órgão, oportunidade em que lhe foi negado o direito de obter certidões que esclarecessem tal fato. Com essa recusa foi desrespeitado o princípio da:
		
	
	eficiência;
	 
	publicidade.
	
	impessoalidade;
	
	motivação;
	
	tipicidade;
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201303185973)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	(OAB) No sistema brasileiro, o controle judicial dos atos administrativos:
		
	
	Só é admitido, se houver prévia garantia de instância.
	 
	Só é admissível após esgotadas as vias administrativas.
	 
	Segue o princípio da jurisdição única.
	
	Não comporta o exame do mérito, ainda que quanto à sua conformação aos motivos e à finalidade.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201303291347)
	Pontos: 0,0  / 0,1
	O ato de remoção de servidor público, de ofício, como forma de punição do mesmo, confronta o seguinte princípio da Administração Pública:
		
	 
	finalidade;
	 
	razoabilidade;
	
	publicidade;
	
	legalidade;
	
	ampla defesa.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201303185974)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	(OAB) A coisa julgada administrativa:
		
	
	É efeito das sentenças proferidas por órgãos colegiados em processo litigioso.
	 
	Significa que certa situação está definida e é imutável no âmbito da Administração.
	
	Indica exercício de função jurisdicional pela Administração.
	
	Implica e efeito de imutabilidade de sentença proferida por juiz administrativo.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201303768421)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Não constitui característica das entidades descentralizadas a(o)
		
	 
	vínculo de subordinação à entidade política que a instituiu.
	
	submissão de seus servidores ou empregados às regras de acumulação de cargos, empregos e funções públicas.
	
	capacidade de auto-administração.
	
	patrimônio distinto daquele do ente instituidor.
	
	personalidade jurídica própria.
		
	
	
	   DIREITO ADMINISTRATIVO I
	Simulado: CCJ0010_SM_201303093448 V.1 
	Aluno(a): RENAN CORDEIRO SOARES
	Matrícula: 201303093448
	Desempenho: 0,5 de 0,5
	Data: 24/04/2017 16:59:19 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201303291250)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Acerca dos Órgãos públicos, assinale a opção correta:
		
	 
	Alguns órgãos públicos têm capacidade processual, já que são titulares de direitos subjetivos próprios a serem defendidos. de fato, alguns órgãos públicos têm capacidade processual ou capacidade judiciária; por exemplo, a Mesa da Câmara dos Deputados pode impetrar mandado de segurança para defender direitos próprios;
	
	A teoria que melhor explica a relação existente entre o servidor público e a pessoa jurídica do Estado é a teoria da representação, cuja característica principal consiste no princípio da imputação volitiva. Assim, a vontade do órgão público é imputada à pessoa jurídica a cuja estrutura pertence, já que aquele estaria agindo em seu nome. Comentário: a teoria em tela, na verdade, é a Teoria do Órgão em que os atos dos agentes públicos são imputados diretamente à administração publica.
	
	A organização da administração pública direta, no que se refere à estruturação dos órgãos e competência é matéria reservada à lei. Comentário: a CF, no art. 84, VI, ¿a¿, permite a organização da administração pública por meio de decreto.
	
	É correto, do ponto de vista da natureza jurídica do órgão, afirmar que "João propôs uma ação de rito ordinário contra a receita federal".
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201303293004)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	V EXAME DE ORDEM UNIFICADO
A estruturação da Administração traz a presença, necessária, de centros de competências denominados Órgãos Públicos ou, simplesmente, Órgãos. Quanto a estes, é correto afirmar que
		
	
	possuem personalidade jurídica própria, respondendo diretamente por seus atos.
	
	não possuem cargos, apenas funções, e estas são criadas por atos normativos do ocupante do respectivo órgão.
	
	não possuem cargos nem funções.
	 
	suas atuações são imputadas às pessoas jurídicas a que pertencem.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201303294972)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Acerca dos órgãos públicos, assinale a opção correta.
		
	
	É correto, do ponto de vista da natureza jurídica do órgão, afirmar que "João propôs uma ação de rito ordinário contra a receita federal".
	 
	Alguns órgãos públicos têm capacidade processual, já que são titulares de direitos subjetivos próprios a serem defendidos.
	
	A organização da administração pública direta, no que se refere à estruturação dos órgãos e competência, é matéria reservada à lei.
	
	A teoria que melhor explica a relação existente entre o servidor público e a pessoa jurídica do Estado é a teoria da representação, cuja característica principal consiste no princípio da imputação volitiva. Assim, a vontade do órgão público é imputada à pessoa jurídica a cuja estrutura pertence, já que aquele estaria agindo em seu nome.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201303185962)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	(OAB/CESPE) Ocorre a chamada descentralização administrativa quando o Estado desempenha sua função indiretamente, por meio de outras entidades. A descentralização requer, assim, duas pessoas jurídicas distintas: o Estado, como titular da atividade, e a entidade que executara o serviço por ter recebido essa atribuição. A doutrina indica duas maneiras para que o Estado efetive a descentralização administrativa: outorga e delegação. Assinale a opção correta a respeito desse tema.
		
	
	Nos contratos de concessão de serviço público, verifica-se a descentralização por outorga.
	 
	A descentralização deve ser efetivada por outorga quando o Estado cria uma entidade e a ela transfere, por lei, a execução de determinado serviço público.
	
	Descentralização é o mesmo que desconcentração.
	
	Quando o Estado cria uma autarquia e a ela transfere certa atividade administrativa ocorre a descentralização por delegação
	
	A descentralização é efetivada por meio de outorga quando o Estado transfere, por contrato ou ato unilateral, unicamente a execução de um serviço para que o ente o preste ao público em seu nome e por sua conta e risco.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201303296751)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Quanto à extinção do ato administrativo, é correto afirmar:
		
	
	é factível a convalidação de todo ato administrativo;
	
	oportunidade e conveniência justificam a cassação do ato administrativo.
	
	a caducidade do ato ocorre por raízes de ilegalidade;
	
	os efeitos da revogação retroagem à data inicial de validade do ato revogado;
	 
	a anulação pode-se dar por ato administrativo ou judicial;
		
	
	
	   DIREITO ADMINISTRATIVO I
	Simulado: CCJ0010_SM_201303093448 V.1 
	Aluno(a): RENAN CORDEIRO SOARES
	Matrícula: 201303093448
	Desempenho: 0,3 de 0,5
	Data: 24/05/2017 11:20:38 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201303291747)
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Determinado órgão público federal ligado à cultura pretende atribuir prêmio e ofertar remuneração a trabalho artístico, predominantemente de criação intelectual. Para a escolha do melhor trabalho, o administrador deverá realizar a modalidade de licitação caracterizada como:
		
	
	leilão;
	
	pregão.
	
	convite;