Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
Avaliandos Respiratória

Pré-visualização | Página 1 de 8

Paciente de 72 anos, tabagista crônico, foi encaminhado ao Hospital apresentando quadro de dispneia aos mínimos esforços, T 37,3º C, FR 32 rpm, FC 105 bpm, PA 90/60 mmHg, cianose central, tosse úmida produtiva com expectoração mucopurulenta, uso de musculatura acessória e tiragem supraclavicular. Assinale a alternativa correta: 
R: A tiragem pode ser considerada um sinal de insuficiência respiratória aguda e geralmente está presente em casos de obstrução brônquica.
A dispneia representa uma sintomatologia comum aos pacientes com pneumopatias crônicas, dentre as principais causas lista-se o prejuízo nas trocas gasosas e na mobilização dos volumes pulmonares. Estas causas são geralmente acentuadas por insuficiência dos músculos respiratórios, principalmente pela desvantagem mecânica do diafragma comum a patologias que cursam com hiperinsuflação pulmonar. Assim é correto afirmar:
R: Quanto menor a zona de aposição do diafragma menor a área torácica exposta à pressão abdominal, o que diminui sua capacidade de gerar tensão.
Marque a alternativa incorreta
R: A relação ventilação/perfusão é maior na base.
Com o método barato e seguro da ausculta, pode-se deduzir o que está acontecendo com as estruturas pulmonares e guiar uma abordagem mais proveitosa e funcional com menores riscos ao paciente. Com relação aos ruídos adventícios pode-se afirmar
II. Os sons pulmonares anormais, ou ruídos adventícios, podem ser classificados em sibilos, crepitações e roncos ou, também, podem ser classificados pelo seu caráter contínuo e descontínuo. 
III. A formação do sibilo é uma interação entre o calibre da via aérea e a passagem em jato do ar que produz vibrações nas estruturas pulmonares
R: são corretas: II e III somente.
Ao olhar o exame radiológico de Sr. José admitido na UTI, observou-se uma imagem radio opaca em base de hemitórax direito com desvio do mediastino para o mesmo lado da imagem. A equipe ficou em dúvida quanto ao diagnóstico provável. Dentre as possibilidades descritas abaixo, escolha a mais provável.
R: Atelectasia.
A respiração freno-labial é uma técnica de desinsuflação pulmonar, que consiste na inspiração lenta pelo nariz, manter os lábios semicerrados, expirar lentamente deixando o ar sair pelos lábios franzidos sem forçá-los. O paciente que se beneficia desta técnica é aquele com
R: Distúrbio respiratório obstrutivo.
Os sons pulmonares anormais, ou ruídos adventícios, podem ser classificados em sibilos, crepitações e roncos ou, também, podem ser classificados pelo seu caráter contínuo e descontínuo. Os sibilos:
R: São ruídos adventícios musicais de diapasão alto parecidos com "assobios", também chamados de contínuos pela sua duração maior e comumente encontrada na fase expiratória.
Em uma avaliação respiratória podem ser usados equipamentos com diferentes objetivos e funções que auxiliam a conclusão diagnóstica fisioterapêutica. Analise as afirmativas abaixo e marque a opção correta
I. A manovacuometria avalia a força muscular respiratória através da identificação dos valores de PI max e PE max.
. III. Threshold IMT não se trata de um equipamento de avaliação. É usado com a finalidade de fortalecer a musculatura inspiratória
R: Estão corretas apenas as alternativas I e III.
 
Os sinais físicos e sintomas, que os pacientes apresentam ou relatam, podem levar ao examinador, a precisão diagnóstica. Nesse sentido, observe as informações semiológicas das doenças cardiovasculares e pulmonares. Esta correto o que se afirma apenas em: 
I. Na pneumonia, observa-se macicez à percussão e estertores crepitantes à ausculta.
IV. No edema agudo de pulmão ocorre ortopnéia e estertores inspiratórios à ausculta.
R: I e IV.
Dentre as técnicas de fisioterapia respiratória estão as técnicas desobstrutivas. Elas servem para descolar, deslocar e eliminar as secreções pulmonares patológicas. São vários os recursos que podem ser utilizados pela fisioterapia respiratória para esse fim. Dentre eles está a Oscilação Oral de Alta Frequência (OOAF). São aparelhos que fazem OOAF:
R: Shaker e Acapella.
Com relação à bronquite crônica é correto afirmar que
R: A técnica de conservação de energia pode ser indicada, favorecendo a execução de AVDs com menor gasto de energia.
São considerados tipos de padrões respiratórios, EXCETO: 
R: Padrão torácico.
D.M.M., 45 anos, 160cm, 75kg, sexo masculino, permaneceu 35 dias em VM em função de quadro séptico pós-operatório. Apresenta dificuldade de movimentação de membros superiores e inferiores (grau 3 de força muscular). Está clinicamente apto a realizar o processo de desmame. Para avaliação da força muscular, ventilação e reserva ventilatória desse paciente, devem ser utilizados respectivamente: 
R: Manovacuômetro, ventilômetro e ventilômetro;
Paciente de 63 anos com história de trabalho em marcenaria por 35 anos procurou serviço de emergência com queixa de dispneia aos médios esforços e tosse pouco produtiva com secreção amarela. Relatou que percebeu emagrecimento nos últimos meses. Na avaliação física apresentava-se afebril, normotenso, ausculta pulmonar com murmúrio vesicular diminuído, porém sem ruídos adventícios e uso evidente de musculatura acessória. A radiografia de tórax mostrou retificação das cúpulas diafragmáticas, aumento do diâmetro anteroposterior e pulmões hiperinsuflados. Diante deste quadro assinale a opção que contém a principal suspeita diagnóstica para o paciente.
R: DPOC.
Dadas as afirmativas sobre as terapias utilizadas no tratamento fisioterapêutico do paciente com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Verifica-se que: 
I. Huffing. II. Aceleração do fluxo expiratório (AFE). III. Flutter. IV. Shaker
R: Todas são corretas.
A _______ é uma doença heterogenia, geralmente caracterizada pela inflamação crônica das vias aéreas, sendo definida pelo histórico de sintomas respiratórios como chiado, falta de ar, aperto no peito que variam ao longo do tempo e em intensidade, com limitação do fluxo aéreo expiratório. A opção que melhor completa a lacuna é
R: ASMA.
De acordo com o I Consenso Brasileiro no Manejo da Asma, os pacientes asmáticos podem ser classificados em três grupos:
R: Leve, moderada e grave.
Um paciente do sexo masculino, com 15 anos de idade, asmático, com quadro de exacerbação e sinais de insuficiência respiratória deu entrada no pronto-socorro de um hospital. Com base nessa situação, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 1. O fisioterapeuta de plantão, após avaliação do paciente, terá agido corretamente se tiver utilizado um aparelho de ventilação não invasiva de dois níveis de pressão (BIPAP). PORQUE 2. A ventilação não invasiva evita a entubação de pacientes com insuficiência respiratória aguda e níveis aumentados de PaCO2 devido à exacerbação de crises asmáticas, diminuindo-lhes assim o trabalho respiratório e proporcionando-lhes mais conforto. Acerca das asserções, assinale a opção correta. 
R: As asserções 1 e 2 são proposições verdadeiras, e a 2 é uma justificativa correta da 1.
O controle central da respiração é realizado pelo (a):
R: Ponte/bulbo.
A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é a quarta principal causa de morte em todo o mundo, e estima-se que será a terceira principal causa em 2020. Embora a DPOC acometa o sistema respiratório, outros sistemas são afetados por essa enfermidade, provocando descondicionamento físico, presença de resposta inflamatória sistêmica, estresse oxidativo, depleção nutricional, miopatia por corticosteroides e disfunção muscular esquelética. Em relação a essa doença, a reabilitação pulmonar está bem estabelecida e é mundialmente aceita como tratamento associado à terapia medicamentosa. Entre os componentes mais efetivos da reabilitação pulmonar estão àqueles relacionados à atividade física, como os exercícios aeróbicos, os exercícios resistivos periféricos e respiratórios, além das iniciativas educacionais. Considerando as proposições da reabilitação pulmonar e a fisiopatologia da DPOC, conclui-se que:
Página12345678