ARQUIVÃO COR_ORDEM
108 pág.

ARQUIVÃO COR_ORDEM


DisciplinaEstética e Plástica16 materiais253 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Cor - conceito 1 
Categorias de Cor 
LUZ 
PIGMENTO 
É a propriedade que tem os corpos, 
naturais ou artificiais, de absorver ou 
refletir a luz em maior ou menor grau. 
É uma radiação eletromagnética 
visível de comprimento de onda\u2026 
Provém de uma fonte luminosa, 
natural ou artificial (sol, lua, fogo, lâmpadas e 
outros). 
Cada fonte emana ondas ou vibrações que impressionando a 
visão dão precisamente a sensação de luz \u2026 
Cor - conceito 3 
A luz branca é resultado da combinação de 
muitos raios coloridos, dos quais a vista 
humana percebe somente uma parte\u2026 
D
ec
o
m
p
o
si
çã
o
 d
a 
lu
z 
b
ra
n
ca
 e
 p
ro
je
çã
o
 s
o
b
re
 t
el
a 
b
ra
n
ca
 \u2013
 Is
aa
c 
N
e
w
to
n
, 1
6
6
6
. 
INFRA VERMELHO 
ULTRA VILOLETA 
prisma 
Te
la
 b
ra
n
ca
 
VERMELHO 
LARANJA 
AMARELOVERDE 
CIAN 
ANIL 
VIOLETA 
Cor - conceito 4 
A LUZ emanada das fontes luminosas, 
tornam visíveis os objetos. Estes não tem luz 
própria e parece-nos de uma determinada 
cor porque conservando a propriedade de 
decompor a LUZ, absorvem certos raios e 
refletem outros. 
POR QUE OS CORPOS SÃO COLORIDOS ? 
Um objeto nos parecerá vermelho, quando impressionado pela luz branca, 
absorver todos os outros raios do arco-íris menos o vermelho, que será 
refletido. 
A COR (TINTA) depende diretamente da LUZ 
LUZ BRANCA 
Cor - conceito 6 
É a síntese das radiações. 
É a ausência de luz (COR) 
CORES-LUZ PRIMÁRIAS: 
VERMELHA 
VERDE 
AZUL 
Cor - conceito 7 
Matéria Corante (pigmento, tintas, corantes 
etc) existente na natureza ou obtida 
quimicamente, inclusive o branco, o 
preto e o cinza. 
\u201cA COR (TINTA) depende 
diretamente da (COR) LUZ\u201d 
Ausência de cor 
Síntese de várias cores 
Sistema \u2013 CMYK: ciano, magenta , yellow e preto 
Cor - conceito 9 
PRIMÁRIA 
SECUNDÁRIA 
TERCIÁRIA 
QUENTE 
FRIA 
 
CLARA 
ESCURA 
 
Cor - conceito 10 
A que não resulta de mistura, mas 
depende do uso de variáveis luz ou 
pigmento. 
Primária - Secundária - Terciária 
Cor - conceito 11 5 
1. AMARELO 
2. VERMELHO 
3. AZUL 
Dondis, 2003 
1 
9 5 
Resulta da mistura de duas primárias. 
1. AMARELO 
2. LARANJA 
3. VERMELHO 
4. ROXO 
5. AZUL 
6. VERDE 
Mistura de uma cor primária e uma 
ou mais cores secundárias em 
proporções variáveis. 
Cor - conceito 14 5 
1. AMARELO 
2. AMARELO-ALARANJADO 
3. LARANJA 
4. LARANJA-AVERMELHADO 
5. VERMELHO 
6. VERMELHO-ARROXEADO 
7. ROXO 
8. AZUL-ARROXEADO 
9. AZUL 
10. VERDE-AZULADO 
11. VERDE 
12. AMARELO-ESVERDEADO 
Dondis, 2003 
1 
9 5 
Cor - conceito 15 
Cores Frias 
Cores Quentes 
A faixa compreendida entre o verde e o 
violeta, além de toda a gama de cinzas. 
A que ocupa, no espectro visível, a faixa 
entre o vermelho e o amarelo, e a gama de 
marrons e ocres (terrosos). 
É a capacidade de reflexão da luz. Depende da 
quantidade de preto ou gris que contém uma 
cor e faz com que se aproxime mais ou menos 
do branco (luminoso) ou do preto (escuro). 
Cor CLARA 
Cor ESCURA 
Cor - conceito 19 
Três parâmetros ou valores de avaliação de 
COR: 
Brilho ou Valor 
Croma ou Pureza 
Tonalidade| Tom 
É especificada com o nome ou termos de 
identificação de uma cor: VERDE OLIVA, 
AMARELO, VERMELHO, AZUL, etc. (nomes comerciais) 
É a característica qualitativa de uma cor. 
AZUL MARINHO AZUL ROYAL AZUL CELESTE 
AZUL BEBÊ 
1. AMARELO 
2. AMARELO-ALARANJADO 
3. LARANJA 
4. LARANJA-AVERMELHADO 
5. VERMELHO 
6. VERMELHO-ARROXEADO 
7. ROXO 
8. AZUL-ARROXEADO 
9. AZUL 
10. VERDE-AZULADO 
11. VERDE 
12. AMARELO-ESVERDEADO 
A TONALIDADE DE UMA COR SERÁ PRODUZIDA PELO SUAVIZAMENTO 
OU ESCURECIMENTO PELA ADIÇÃO DO BRANCO OU PRETO. 
Cor - conceito 22 
É a capacidade de reflexão da luz. 
 
Depende da quantidade de preto ou gris que contém uma cor e faz com que se aproxime 
mais ou menos do branco (luminoso) ou do preto (escuro). 
Cores claras - mais luminosas 
Cores escuras - menos luminosas 
Holambra/SP 
Holambra/SP 
Cor - conceito 25 
Grau de pureza de uma cor. 
Ex: o róseo é menos saturado (puro) do que o vermelho, pela 
adição de branco. 
Característica quantitativa de uma cor. 
A cor é mais saturada (pura) quanto menos branco 
ou preto contiver. 
Cor - dinâmica de cores 26 
O poder de excitação, o valor como 
estimulante da atenção que uma cor 
provoca, não depende unicamente de 
sua tonalidade, luminosidade ou 
saturação próprias, \u2026 
\u2026 mas também: 
1) da superfície que ocupa 
2) da textura desta (polida, fosca/ lisa, texturizada) 
3) das cores vizinhas \u2026 (RIBEIRO, 2003) 
TEXTURA GRAFIATO BRANCA 
Cor - dinâmica de cores 29 
Avaliação por superfície/ área 
Das cores vizinhas, ou seja, ENTORNO 
ABIGÜIDADE (incerteza) 
Cor - dinâmica de cores 31 
\u201cAvaliamos uma cor pelas outras cores 
que estão ao seu redor. Comparado-as 
entre si, fazemos uma avaliação de 
acordo com a fonte de luz, a hora do dia e 
a nossa memória\u201d ( Alckerman, 1991) 
É o estudo do comportamento dos 
indivíduos relacionado à influência da cor 
(COLLARO, 2000, p. 73). 
Cada cor e suas nuances 
impõem aos indivíduos 
uma reação psicológica 
peculiar (Dondis, 2003). 
Filme \u201cHero\u201d (2002) \u2013 Zhang Yimou 
CINEMA 
Quarto feminino (cor de rosa ?) 
Quarto masculino (azul ?) 
35 
SIGNIFICADO SIMBÓLICO 
SIGNIFICADO SIMBÓLICO 
Além dos significados SIMBÓLICOS, as CORES 
também transmitem sensação de movimento. 
Acromáticas \u2013 não cores 
Escola Elza Marreiro que foi reformada pela prefeitura de Embu das Artes/SP 
Sensação de volume 
As cores CLARAS e QUENTES ampliam a 
superfície do suporte, diminuindo psicologicamente, 
a sensação de peso. (RIBEIRO, 2003) 
As cores FRIAS e escuras, aumentam 
psicologicamente, a sensação de PESO. 
(idibiem) 
42 
Não existe norma para determinar o 
uso da cor, porém os conceitos 
sensitivos transmitidos em relação a 
alegria, tristeza, seriedade, agitação, 
movimento etc, produzem uma reação 
que deve ser considerada ao se 
elaborar um projeto. 
Tanto a harmonia quanto o 
contraste não devem produzir 
efeitos desagradáveis, insípidos 
ou demasiadamente bruscos. 
(Ribeiro, 2003) 
Observe como o fundo colorido (contraste\policromia) provoca confusão visual 
A harmonia e o contraste 
cromáticos são empregados 
para indicar todo o campo 
operativo das cores. 
A harmonia cromática 
consiste de propriedade que 
as cores possuem de 
ajustarem-se em duplas ou 
mais cores semelhantes. 
Obtém-se Harmonia Cromática justapondo cores 
vizinhas no círculo cromático. 
CHILE- Antônio Menedez e Christian Barriendos - Lofts 
São harmônicas as combinações de um 
mesmo tom, ou ainda, de tons diversos 
mas que conservam na mistura, porções 
de cor comum, um do outro (RIBEIRO, 2003). 
MONOCROMIA - \u201ecombinação de um matiz com seus diferentes graus de 
tonalidade (intensidade) claros ou escuros. 
MONOCROMIA 
POLICROMIA harmonia por contraste de vários matizes 
POLICROMIA 
O contraste é uma das maneiras mais 
eficazes de acrescentar algum atrativo 
visual a uma composição (Robin