Aula 6   Nervos Espinhais.pdf
18 pág.

Aula 6 Nervos Espinhais.pdf


DisciplinaAnatomia II1.781 materiais29.687 seguidores
Pré-visualização1 página
29/10/2016 
1 
ANATOMIA HUMANA II 
NERVOS ESPINHAIS 
Márcio Candido 
NERVO ESPINHAL 
\u2022 Os nervos espinhais tem origem na medula 
espinhal, são responsáveis pela inervação e 
conexão entre a medula espinhal e os 
músculos do tronco, membros superiores, 
membros inferiores e partes de regiões da 
cada cabeça. 
 
29/10/2016 
2 
NERVO ESPINHAL - DIVISÃO 
\u2022 08 Pares raízes nervosas Cervicais; 
 
\u2022 12 Pares raízes nervosas Torácicos; 
 
\u2022 05 Pares raízes nervosas Lombares; 
 
\u2022 05 Pares raízes nervosas Sacrais; 
 
\u2022 01 Par raiz nervosa Coccígeo. 
NERVO ESPINHAL - DIVISÃO 
29/10/2016 
3 
NERVO ESPINHAL - DIVISÃO 
NERVO ESPINHAL - ORIGEM 
29/10/2016 
4 
VERTEBRAS 
VÉRTEBRA 
CERVICAI 
VÉRTEBRA 
TORÁCICA 
VÉRTEBRA 
LOMBAR 
VERTEBRAS 
29/10/2016 
5 
SACRO 
NERVO ESPINHAL - ORIGEM 
\u2022 O nervo espinal é formado pela união das raízes 
dorsal e ventral, as quais ligam-se 
respectivamente, aos sulcos posterior e anterior 
da medula. 
\u2022 Na raiz dorsal localiza-se o gânglio espinhal, 
formada por corpos dos neurônios sensitivos. 
\u2022 A raiz ventral é formada por axônios que se 
originam nos corpos de neurônios situados nas 
coluna anterior (motor somático) e coluna 
lateral da medula (motor visceral). 
 
29/10/2016 
6 
NERVO ESPINHAL - ORIGEM 
Posterior 
Anterior 
NERVO ESPINHAL 
\u2022 Ao contrário do encéfalo na medula espinal, a 
substância cinzenta e substância branca, estão 
localizadas da seguinte forma: 
\u2022 Substância cinzenta está localizada 
internamente ou dentro. 
\u2022 Substância branca está localizada externamente 
ou superficial. 
\u2022 Porém a formação é a mesma, a substância 
cinzenta é formada por corpos de neurônios e a 
substância branca é formada pelos axônios de 
neurônios. 
29/10/2016 
7 
MEDULA 
ESPINHAL 
CEREBRO 
NERVO ESPINHAL 
\u2022 A união da raiz dorsal com a raiz ventral, 
formam o tronco espinhal ou nervo espinhal, 
que deixa a coluna vertebral através dos 
forames intervertebrais. 
 
29/10/2016 
8 
NERVO ESPINHAL 
NERVO ESPINHAL - FUNÇÃO 
\u2022 O Nervoso Espinhal tem a função de 
condução de impulsos nervosos pelas 
seguinte vias: 
 
\u2022 Vias Aferentes é responsável pelo envio de 
informações do sistema nervoso periférico 
para o sistema nervoso central. 
 
\u2022 Percorrem pela raiz dorsal ou posterior. 
 
\u2022 É a via sensitiva responsável por receber 
estímulos do ambiente externos e órgãos 
29/10/2016 
9 
NERVO ESPINHAL - FUNÇÃO 
\u2022 Vias Eferentes é responsável pelo envio de 
informações do sistema nervoso central 
para o sistema periférico. 
 
\u2022 Percorrem pela raiz ventral ou anterior. 
 
\u2022 É a via motora responsável enviar a 
resposta processada no sistema nervoso 
central para um músculo ou órgão. 
 
VIAS AFERENTES E EFERENTES 
29/10/2016 
10 
NERVOS ESPINHAIS 
\u2022 Então podemos concluir que os nervos 
espinhais, tem a função de receber e 
enviar informações do sistema nervoso 
central para o sistema nervoso periférico 
vice e versa. 
NERVOS E PLEXOS 
29/10/2016 
11 
PLEXO CERVICAL 
\u2022 Nervo Frênico (C3-C5) é um dos principais 
nervos do plexo cervical, inerva o músculo 
diafragma, importante músculo do sistema 
respiratório. 
PLEXO CERVICAL 
\u2022 Superficiais Ascendentes: 
\u2022 Nervo Occipital (C2) 
\u2022 Nervo Auricular Magno (C2-C3) 
\u2022 Nervo Transverso do Pescoço (C2-C3) 
 
\u2022 Superficiais Descendentes: 
\u2022 Nervos Supra claviculares Mediais (C3-C4) 
\u2022 Nervos Supra claviculares Intermédios (C3-C4) 
29/10/2016 
12 
PLEXO CERVICAL 
PLEXO CERVICAL 
29/10/2016 
13 
PLEXO CERVICAL 
NERVO ESPINHAL - TORÁCICO 
\u2022 Os nervos torácicos são responsáveis pela 
inervação dos músculos do tronco. 
\u2022 Dividem-se em ramos medial e lateral. 
\u2022 Ramo medial percorre superior e o músculo 
intertransversal. 
\u2022 Ramo lateral percorre o intervalo entre o 
ligamento e o músculo intertransversal e 
segue posteriormente sobre o lado medial do 
músculo levantador da costela. 
29/10/2016 
14 
NERVO ESPINHAL - TORÁCICO 
PLEXO BRAQUIAL 
29/10/2016 
15 
PLEXO BRAQUIAL 
\u2022 Nervo Axilar (C5-C6) 
 
\u2022 Nervo Músculo 
Cutâneo (C5-C6) 
PLEXO BRAQUIAL 
\u2022 Nervo Radial (C5-C8) 
nervo da extensão e 
da sensibilidade do 
braço, antebraço e 
mão. 
29/10/2016 
16 
PLEXO BRAQUIAL 
\u2022 Nervo Mediano (C6-T1) 
nervo da oposição do 
polegar e sensibilidade 
da mão. 
PLEXO BRAQUIAL 
\u2022 Nervo Ulnar (C8-T1) 
sensibilidade lateral 
dos dedos. 
29/10/2016 
17 
PLEXO LOMBAR 
\u2022 Nervo Femoral 
Cutâneo (L2-L3) 
sensibilidade da face 
interna da coxa. 
 
\u2022 Nervo Femoral (L2-L4) 
inervação do 
quadríceps. 
PLEXO LOMBAR 
29/10/2016 
18 
PLEXO LOMBAR 
\u2022 Nervo Fibular (L4-S2) 
sensibilidade da região 
lateral da perna e 
ventral do pé. 
PLEXO LOMBAR 
\u2022 Nervo Tibial (L4-S3) 
sensibilidade face 
externa inferior da 
perna e planta do pé.