A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
av historia da matematica

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fechar
	Avaliação: CEL0514_AV_201301399401 » HISTÓRIA DA MATEMÁTICA
	Tipo de Avaliação: AV
	Aluno: 201301399401 - ALESSANDA PEIXOTO SOUZA
	Professor:
	VICENTE EUDES VERAS DA SILVA
	Turma: 9001/AA
	Nota da Prova: 4,5        Nota de Partic.: 2        Data: 03/06/2014 20:15:10
	
	 1a Questão (Ref.: 201301641812)
	Pontos: 0,5  / 1,5
	Sabemos que a Matemática é a mais antiga das ciências e que a sua origem se esconde nas areias da antiga civilização egípcia. Como Aristóteles explica: A matemática nasceu nas vizinhanças do Egito, porque aí era concedido tempo livre à classe sacerdotal. Ora, todo o conhecimento que temos hoje sobre a Matemática egípcia baseia-se em dois grandes documentos: o Papiro de Rhind e o Papiro de Moscovo. O que é o PAPIRO DE MOSCOVO?
		
	
Resposta: Documento no qual havia as quatro diciplinas da chamada Quadrivium que continha as matérias de aritmetica, astronomia, geometria e musica, este documento encontra-se em um museu em Moscou.
	
Gabarito: O PAPIRO DE MOSCOU (português brasileiro) ou PAPIRO DE MOSCOVO (português europeu) também conhecido como PAPIRO GOLONISHEV em referência ao seu proprietário Vladimir Golenishchev é um papiro egípcio e foi escrito em hierático por volta de 1850 a.C. em forma de uma estreita tira de 5,5m de comprimento por 8 cm de largura, com 25 problemas matemáticos grafados com escrita hierática. Encontra-se atualmente em Moscou no Museu Pushkin. Observação: Não é necessária a resposta completa. Considerar como correta, se o alunos mencionou apenas uma das alternativas: PAPIRO DE MOSCOU; PAPIRO GOLONISHEV; 25 problemas; ano 1850 a.C.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201301641786)
	Pontos: 1,5  / 1,5
	Qual povo utilizava sistema de numeração com base sexagesimal.
		
	
Resposta: O povo que usava o sistema sexagesimal eram os babilônios, esse sistema nos possibilitou a contagem das horas do dia.
	
Gabarito: Babilônios
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201301476471)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Observe as afirmações abaixo;
I - O sistema de numeração romano não utiliza a representação do zero
II - O sistema de numeração maia é decimal não posicional
III - O sistma de numeração maia é decimal posicional
Das afirmações acima, estão corretas:
		
	 
	Apenas a I
	
	Todas
	 
	I e III
	
	I e II
	
	Nenhuma
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201301508686)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Nosso sistema de numeração atual é um sistema de numeração posicional, onde cada algarismo tem o seu valor em função da posição que ocupa no número. Esse sistema é uma consequência lógica do sistema de agrupamento multiplicativo, onde cada símbolo era multiplicado pelo que lhe sucedia imediatamente. Para o uso deste sistema um símbolo especial teve que ser criado quando da ausência de um dígito. Tal símbolo é um :
		
	 
	0 (Zero)
	
	() parênteses
	
	; (ponto e vírgula)
	
	,( Vírgula)
	
	1(um)
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201301587179)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Qual é a designação geral dada ao registro da escrita dos mesopotâmios feito com auxílio de grifos em formato de cunha?
		
	
	Escrita universal
	 
	Escrita cuneiforme
	
	Escrita mesopotâmia
	
	Escrita babilônica
	
	Escrita brasileira
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201301587191)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Os sólidos platônicos são sólidos convexos cujas arestas formam polígonos planos regulares congruentes. A sua designação deve-se a Platão, que os descobriu em cerca de 400 a.C. Estes sólidos foram adquirindo ao longo dos tempos diversos significados místicos. Kepler procurou extraórdinárias justificações para a associação de Platão entre poliedros e os Elementos. Qual elementp que Kepler associa ao CUBO:
		
	
	o Ar
	 
	o Fogo
	 
	a Terra
	
	o Cosmos
	
	a Água
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201301680644)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Na era medieval os mosteiros foram quase que as únicas instituições de ensino. Neste período, existia o trivium e do quadrivium, que unidos constituíam o septivium. As ciências estudadas no quadrivium era:
		
	
	aritmética, teologia, geometria e música
	 
	aritmética, astronomia, geometria e música
	
	aritmética, teologia, geometria e filosofia
	
	aritmética, astronomia, filosofia e anatomia
	
	aritmética, astronomia, filosofia e música
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201301492344)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Em 1545, Girolamo Cardano publicou em latim um tratado intitulado de "Ars Magna" que é considerada um marco do início do período moderno da matemática, foi a partir desta obra que houve um grande impulso à pesquisa em álgebra. Esta obra apresenta:
		
	
	Os determinantes.
	
	Soluções para raízes múltiplas em equações quadráticas.
	
	O Método dos fluxos.
	 
	Raízes de equações com números complexos.
	 
	As resoluções de equações de terceiro e quarto grau.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201301477042)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	O grande lema da escola pitagória era "Tudo é número", afinal, eles acreditavam que tudo no universo poderia ser descrito matemáticamente. Todavia, um acontecimento, que posteriormente foi esclarecido por Eudoxo, criou polêmica desacreditando esta afirmação pitagórica e gerando a primeira grande crise na Matemática. Qual foi este problema?
		
	
	A descoberta do zero.
	
	A descoberta dos números inteiros.
	
	A descoberta dos números naturais.
	 
	A descoberta dos números irracionais.
	
	A descoberta do pi.
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201301487858)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Leibniz percebera subitamente que a tangente a (ou inclinação de) uma dada curva podia ser encontrada formando-se a razão entre as diferenças das ordenadas e das abscissas de dois pontos vizinhos da curva, conforme essas diferenças se tornassem cada vez menores lendo o trabalho de:
		
	 
	Pascal
	
	Borrow
	 
	Descartes
	
	Huygens
	
	Cavalieri