Resumo geologia sedimentar parte 2
15 pág.

Resumo geologia sedimentar parte 2


DisciplinaPrincípios de Geologia Sedimentar6 materiais145 seguidores
Pré-visualização1 página
Resumo para a P2 
 
Princípios de 
Geologia 
Sedimentar 
GSA0621 
Depósitos Costeiros: 
Marés: 
 
- Ação gravitacional da lua e do sol; 
- Ciclicidade; 
- Fatores que controlam. 
Planície de Maré: Supramaré, Intermaré, Inframaré. 
 
 
 
 
Estuários 
Estuários 
ZR: Zona do Rio \u2013 Parte fluvial com salinidade praticamente igual a zero. 
 
ZM: Zona de Mistura - Região onde ocorre a mistura de água doce com salgada. 
 
ZC: Zona Costeira - Parte costeira , se estende até a região de pluma estuarina. 
Definição: protuberância 
na costa de maré, forma-se 
quando o fluxo de 
sedimentos transportados 
pelos rios é maior que a 
capacidade de 
redistribuição dos 
processos marinhos. 
Deltas 
 
 
Elementos do sistema deposicional: 
Tipos: 
 Planície Deltaica: 
 
- Superior: Começa 
quando os canais 
ficam distributários; 
 
- Inferior: abaixo da 
linha da baía 
 Frente Deltaica: 
 
- Barras de 
desembocadura; 
- Bifurcação de 
canais; 
 
- Retrabalhamento 
por ondas de maré. 
 Prodelta: 
 
- Decantação de 
finos; 
 
- Aporte de areia 
correntes de 
turbidez. 
Plano fluvial 
Limite de inundação de 
maré 
Frente deltaica 
Prodelta 
Planície deltaica 
Tipos de deltas: 
Dominados por: 
Rios Ondas Marés 
- Pouca influência 
costeira; 
 
- Alta taxa de 
deposição; 
 
- Ex: Mississipe. 
- Formam barras de 
areia paralelas a costa ; 
 
- Taxa de sedimentação 
baixa; 
 
- Ex: Paraíba do Sul. 
- Forma barras 
segmentadas por 
canais de maré; 
 
- Sedimentos se 
concentram nas 
barras de 
desembocadura; 
 
- Ex: Amazonas. 
Plataforma Continental 
 
 Pericontinental: Forma-se no encontro da crosta continental e oceânica. 
 
Epicontinental: Forma-se em mares cercados por continente. 
 
 
Processos de transporte de sedimentos: 
 
Plumas hipopicnais: densidade menor que a água do mar, depositam-se com a perda da 
turbulência e os sedimentos resultantes são finos (tamanho nas frações areia e silte). 
 
Plumas hiperpicnais: densidade maior que a da água do mar, resultado de grande aporte 
de sedimentos, depositam-se quando o atrito supera a força peso. 
 
\u2022 Plataformas formam-se em áreas localizadas entre o nível de mar baixo e alto. 
 
Carbonatos 
Fatores que influenciam a formação: 
 
- Temperatura; 
- Intensidade de luz; 
- Salinidade; 
- Oxigenação. 
Algumas diferenças entre sedimentos silicáticos e carbonáticos: 
 
 
 
Silicásticos: 
 
- Exposição não altera o sedimento; 
- Não depende das condições 
climáticas; 
- Depositam-se tanto em ambientes 
terrestres quanto marinhos. 
Carbonáticos: 
 
- Exposição causa diagênese 
intensa; 
- Ocorre em águas rasas e quentes; 
- São principalmente marinhos. 
 
 
\u2022 Sedimentos carbonáticos formam-se principalmente entre 
os trópicos pois a temperatura da água nessa região é 
favorável a sua formação ( T = 15 C). 
\u2022 Enquanto maior a latitude e profundidade menor a taxa de 
produção de carbonato CaCO3. 
 
\u2022 Sedimentos carbonáticos autóctones: 
- Atóis; 
- Recifes. 
\u2022 Sedimentos carbonáticos alóctones: 
- Micritos (lama composta de bioclastos), ex: oóide; 
- Esqueletos de animais com carapaça carbonática (aragonita, 
calcita, dolomita).