A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AV LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA 2014/

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação:  LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA
	Tipo de Avaliação: AV
	
	Professor:
	EDSON VIEIRA DE PAULA JUNIOR
	
	Nota da Prova: 4,0        Nota de Partic.: 2        Data: 09/06/2014 
	�
	 ��1a Questão (Ref.: 201201733675)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Considere que um determinado Município instituiu uma taxa de coleta domiciliar de lixo, pois a coleta de lixo é de incumbência local. Analise as asserções seguintes relativas ao tema. O Município ao instaurar a prestação de serviço poderá editar uma lei que institua o tributo PORQUE essa taxa tem como contribuintes os proprietários de imóveis, eis que estes dispõem do serviço em prol de suas unidades imobiliárias. A respeito dessa afirmação, assinale a opção correta.
	
	
	As duas asserções são verdadeiras, mas a segunda não é a justificativa correta da primeira
	
	As duas asserções são falsas, pois uma não justifica a outra
	 
	As duas asserções são proposições verdadeiras e a segunda é uma justificativa correta da primeira
	
	A primeira asserção é verdadeira e a segunda é falsa
	
	A primeira asserção é falsa e a segunda é verdadeira
	
	�
	 ��2a Questão (Ref.: 201201922703)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	No sentido formal, lei é o ato jurídico produzido pelo Poder constitucionalmente competente para o exercício da função legislativa, representada:
	
	
	pelo Poder Judiciário
	 
	pelo Poder Legislativo
	
	pelo Município
	
	pela Prefeitura
	
	pelo Poder Executivo
	
	�
	 ��3a Questão (Ref.: 201201720114)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	A Constituição consagra princípios que concedem prazos para que a eficácia se produza. É vedado (à União, aos Estados, ao DF e aos Municípios) exigir ou majorar tributo no mesmo exercício financeiro em que haja sido publicada a lei que os instituiu ou aumentou (CF88, art. 150, III, ¿b¿). Alguns tributos, no entanto, constituem exceções a esse princípio; são eles:
	
	 
	Empréstimo Compulsório (Guerra e Calamidade Pública), IE e ITR;
	
	ITR, IGF e ICMS
	 
	Empréstimo compulsórios para atender despesas extraordinárias decorrentes de calamidade pública e contribuições destinadas a financiar a seguridade social;
	
	IPI, IR e IOF
	
	Empréstimo Compulsório para investimento público, taxas e contribuições;
	
	�
	 ��4a Questão (Ref.: 201201859049)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	É o Poder responsável pela elaboração da proposta orçamentária:
	
	 
	Executivo;
	
	Vinculado.
	
	Judiciário;
	 
	Legislativo;
	
	Discricionário;
	
	�
	 ��5a Questão (Ref.: 201201701900)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Considerando as definições correspondentes à obrigação tributária: I. A obrigação de pagar ISS (imposto sobre serviço) é tipo de obrigação principal. II. A obrigação de emitir nota fiscal de serviço em operações tributáveis é tipo de obrigação principal. III. Tanto o ISS (imposto sobre serviço) quanto a emissão de nota fiscal de serviço em operações tributáveis são exemplos de obrigação acessória. Assinale a alternativa que indique todas as afirmativas corretas.
	
	
	As afirmativas I, II e III estão corretas.
	 
	Somente a afirmativa I está correta.
	
	Somente a afirmativa III é a correta.
	 
	Somente as afirmativas II e III estão corretas.
	
	Somente a afirmativa II está correta.
	
	�
	 ��6a Questão (Ref.: 201201727432)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	É lançamento por homologação o efetuado pela autoridade administrativa quando
	
	
	deve ser apreciado fato não conhecido ou não provado por ocasião do lançamento anterior
	
	a pessoa legalmente obrigada, embora tenha prestado, tempestivamente e na devida forma, a declaração, deixou de atender no prazo legal a pedido de esclarecimento, pela autoridade formulado; ou se recusou a prestá-lo; ou, ainda, o prestou insatisfatoriamente
	
	a declaração não tenha sido prestada, por quem de direito no prazo e na forma da legislação tributária
	 
	a legislação atribua ao sujeito passivo o dever de antecipar o pagamento sem prévio exame da autoridade administrativa e a esta o de verificar se tal atividade foi regularmente cumprida
	
	se comprove que, no lançamento anterior, ocorreu fraude ou falta funcional da autoridade que o efetuou, ou omissão, pela mesma autoridade, de ato ou formalidade essencial
	
	�
	 ��7a Questão (Ref.: 201201733578)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	A base de cálculo e a alíquota, são os elementos quantificadores do tributo, que pode ser determinado pela fórmula: T= BCxAl, ou seja, T de tributo, BC de base de cálculo e Al de alíquota. Essa fórmula e seus elementos deverão constar na lei instituidora do tributo, para serem impostos ao contribuinte. Por isso
	
	
	A base de cálculo de um tributo é um evento manifestador de riqueza ou a propriedade de um veículo.
	 
	A base de cálculo de um tributo é uma grandeza numérica, trazida pela lei, para dimensionar o respectivo fato gerador.
	
	A base de cálculo do imposto medirá o grau de atividade estatal que está sendo absorvido pelo contribuinte.
	 
	Em se tratando de taxa, a base de cálculo deverá ser sempre uma grandeza que traduza e meça a riqueza manifestada.
	
	Em se tratando de imposto, a base de cálculo deverá medir a intensidade da contraprestação estatal que está sendo oferecida.
	
	�
	 ��8a Questão (Ref.: 201201860449)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	A Presidente da República edita decreto aumentando o Imposto de Renda das Pessoas Físicas para 90%. O referido aumento entra em vigor a partir do dia seguinte à publicação do decreto e será descontado retroativamente a 1o. de janeiro. Considerando as limitações ao poder de tributar, pode-se afirmar que:
	
	
	A Presidente da República poderia aumentar o Imposto de Renda por decreto
	
	A Presidente da República poderia aumentar o Imposto de Renda para 90%, com vigência imediata e retroativa, mas não por decreto.
	
	Todo aumento de Imposto de Renda tem efeito imediato
	
	O decreto não viola nenhuma norma constitucional
	 
	A Presidente da República não poderia aumentar o Imposto de Renda por decreto, o aumento não poderia ser de 90%, não teria vigência imediata nem retroativa.
	
	�
	 ��9a Questão (Ref.: 201201932218)
	Pontos: 0,0  / 1,5
	Com base no conceito de tributo, determinado pelo Artigo 3º do CTN, em que consiste a expressão "Cobrado mediante atividade administrativa plenamente vinculada"?
	
	
	
Gabarito: O poder de tributar é de competência do Estado e somente ele poderá cobrar tributos. O Estado ao arrecadar os tributos determina sobre as finalidades a serem designadas.
	
	�
	 ��10a Questão (Ref.: 201201747062)
	Pontos: 1,5  / 1,5
	Um cliente em consulta expõe o seguinte caso: "A", quando faleceu, devia à Fazenda Pública Municipal a quantia de R$ 10.000,00, referente a tributos. Concluída a partilha, a meação da viúva atingiu o montante de R$ 400.000,00. Uma filha maior e um filho menor, na qualidade de herdeiros, receberam 
seus quinhões, no montante de R$ 200.000,00 cada. Indaga, afinal, se o filho menor também responde pelo crédito tributário do falecido.
Resposta: Sim , ele também responde por esse crédito tributário.
Gabarito:
Na sucessão por morte os herdeiros respondem pelos créditos tributários deixados pelo de cujus até o limite de seu quinhão, no caso o filho responderá até o limite de R$ 200.000,00
s