A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Avaliação Parcial Literatura Portuguesa 2018

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação Parcial: CEL0244_SM_201702125441 V.1 
	Aluno(a): ERIKA ESTEVES SILVA AQUINO
	Matrícula: 201702125441
	Acertos: 9,0 de 10,0
	Data: 26/04/2018 19:34:24 (Finalizada)
	
	
	1a Questão (Ref.:201702262930)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A narrativa cavalheiresca é um dos gêneros literários mais próximos do público medieval", caracterizado pelo seu enorme êxito, com continuidade até ao século XVI e nos séculos seguintes. Este fator de continuidade efetuou-se, sobretudo devido à  literatura oral e foi decisivo para a difusão inicial da epopeia heroico-cavalheiresca.
 
Assinale a opção que NÃO caracteriza  o fator de  difusão da narrativa cavalheiresca na Idade Média:
 
		
	 
	circulação em ambientes restritos
	
	tradução para todas as línguas
	
	acréscimo de novos episódios
	
	formação de um corpus extenso. .
	
	invenção de novos heróis
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201702269180)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	As Cantigas de Amor provençais apresentam as seguintes principais características, EXCETO:
		
	
	regras do amor cortês: sentimento comedido (mesura), ocultação do nome da amada, vassalagem amorosa.
	
	sofrimento de amor (coita).
	 
	amor carnal, realidade, contemplação mútua. 
	
	subserviência à Dama ("mia senhor", "mia dona").
	
	contemplação da Dama amada pelo trovador.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201703167163)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Considerando a peça Auto da Barca do Inferno como um todo, indique a alternativa que melhor se adapta à proposta do teatro vicentino.
		
	
	As figuras do Anjo e do Diabo, apesar de alegóricas, não estabelecem a divisão maniqueísta do mundo entre o Bem e o Mal.
	
	Entre as características próprias da dramaturgia de Gil Vicente, destaca-se o fato de ele seguir rigorosamente as normas do teatro clássico.
	 
	Preso aos valores cristãos, Gil Vicente tem como objetivo alcançar a consciência do homem, lembrando-lhe que tem uma alma para salvar.
	
	As personagens comparecem nesta peça de Gil Vicente com o perfil que apresentavam na terra, porém apenas o Onzeneiro e o Parvo portam os instrumentos de sua culpa.
	
	Gil Vicente traça um quadro crítico da sociedade portuguesa da época, porém poupa, por questões ideológicas e políticas, a Igreja e a Nobreza
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201702269368)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Ao longo do século XV, foram cultivadas a prosa doutrinal e a prosa moralista, com fins:
		
	
	puramente militares destinados aos soldados da realeza e da fidalguia.
	
	pedagógicos destinados ao letramento dos plebeus: culto da cultura (especialmente da indígena).
	
	pedagógicos destinados ao clero: culto de Deus, táticas de sermões e virtudes morais.
	
	pedagógicos destinados à realeza e à fidalguia: culto de deuses (especialmente da Zeus), táticas de guerra e virtudes filosóficas.
	 
	pedagógicos destinados à realeza e à fidalguia: culto do esporte (especialmente da caça), táticas de guerra e virtudes morais.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201702269373)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O período do Renascimento tinha como ideologia:
		
	
	o sentimento como centro das preocupações.
	
	a indústria como centro das preocupações.
	
	a monarquia como centro das preocupações.
	 
	o homem como centro das preocupações.
	
	a igreja como centro das preocupações.
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201702268695)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O Renascimento cultivou as qualidades da obra de arte clássica, mas no fim do período renascentista, essas qualidades começam a ser colocadas em dúvida, começam mesmo a ser substituídas lentamente pelo Maneirismo. A opção que NÃO caracteriza o Maneirismo,é:
		
	
	obscuridade
	
	imperfeição
	 
	clareza
	
	angústia
	
	crise
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201702370846)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A epopeia ganhou destaque na literatura classicista e, em Portugal, ia ao encontro da urgência de cantar as grandes conquistas vividas pelo país na era moderna. Camões criou uma épica para esse tempo moderno português, Os Lusíadas. Sobre esta epopeia, podemos afirmar:
		
	
	A inserção da personagem de ¿O velho do restelo¿ na narrativa é uma herança da Antiguidade Clássica, importante, trazida por Camões à épica, pois apresenta uma visão relativa do acontecimento histórico celebrado na epopeia, como faziam os gregos.
	
	O divino e o humano são expressos de maneira pacífica, pois esta era a visão do novo homem que emergia.
	
	A presença categórica e única da visão de mundo humanista, deixando para trás os valores medievais.
	
	Os processos de expansão marítima não foram aludidos pela epopeia camoniana.
	 
	A dialética entre o imaginário medieval e a visão de mundo humanista vem à tona no poema, apresentando-se como uma característica marcante de Os Lusíadas.
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201702269372)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O épico camoniano Os Lusíadas tem como proposta:
		
	
	narrar toda a história de Portugal, partindo de ideais filosóficos em busca da verdade absoluta.
	
	narrar toda a vida na corte, partindo da viagem de Platão em busca do caminho marítimo para a Índia.
	 
	narrar toda a história de Portugal, partindo da viagem de Vasco da Gama em busca do caminho marítimo para a Índia.
	
	narrar toda sua história, partindo da infância humilde em busca do reconhecimento literário.
	
	narrar toda a história do clero, partindo da viagem de jesuítas em busca da plenitude religiosa.
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201702858899)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Padre Antônio Vieira, grande expressão do Barroco Português, era dotado de dinamismo e expressividade. Em seus sermões refletiu sobre muitas questões importantes de seu tempo, procurando sempre ensinar e orientar os fiéis com base nos valores morais em que acreditava. Assinale a opção que caracteriza corretamente o estilo da sua parenética.
		
	
	Era ocultista e retórico, pois tinha como base imagens apocalípticas e obscuras para assombrar o leitor.
	 
	Era cultista ou gongorista, pois prezava o jogo de ideias e conceitos, organizados em um discurso lógico e preciso a fim de convencer o leitor.
	 
	Era conceptista, pois prezava o jogo de ideias e conceitos, organizados em um discurso lógico e preciso a fim de convencer o leitor.
	
	Era cultista ou gongorista, pois recorria a uma linguagem rebuscada, rica e, para alcançá-la, empregava exageradamente imagens, metáforas, hipérbatos e figuras de sintaxe.
	
	Era conceptista e neoclássico, pois recorria a uma linguagem rebuscada, rica e, para alcançá-lo, empregava exageradamente imagens, metáforas, hipérbatos e figuras de sintaxe.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	10a Questão (Ref.:201702385439)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Apesar de ser membro da Igreja Católica, Padre António Vieira viveu em uma época de contradições entre o Humanismo que marcou o Renascimento, e o Cristianismo, cujo discurso dominou o período Barroco. Assim considerando, marque a alternativa que se enquadra nesta proposta.
		
	
	Padre Antóio Vkieira utilizou passagens do novo testamento para convencer os colonos portugueses a dividirem suas terras com os nativos brasileiros, considerando serem estes os verdadeiros donos do Brasil.
	
	Padre António Vkieira utilizou passagens do velho testamento para consolidar o direito dos judeus de não ser converterem ao cristianismo.
	
	Padre António Vieira apropriou-se dos estudos científicos renascentistas para convencer representantes do clero a libertar todos os indígenas e africanos escravizados.
	
	Padre António Vieira interveio no processo colonial para instaurar, no Brasil, a nova monarquia portuguesa.
	 
	Padre António Vieira utilizou passagens do novo testamento para