Buscar

trabalho de introducao a psicologia

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Nome: Livia Lopes Pinto
Matricula: 201708095705
Curso:Psicologia
A busca pelo conhecimento é percebida desde a pré história, os homens registravam a sua cultura por meio de pinturas em rochas.Desde então temos dúvidas que forma a equação ideal para a construção do conhecimento.
Na antiguidade, quando Sócrates emitiu a frase “Sei que nada sei!” fez a exemplificação máxima entre dúvida e interesse na busca de conhecimento,com a expansão do renascimento cuja razão foi o elemento propulsor,em detrimento da crença religiosa e que houve um retorno ao conhecimento antigo,o ser humano percebeu que tantas informações precisam ser organizadas e sistematizadas.
Além do mais, nesse período a humanidade ocidental estava vivendo a revolução das grandes navegações,que foi tão impactante quanto a globalização que vivemos hoje ,foram tantas mudanças que o homem percebeu a necessidade de organizar e sistematizar as informações produzidas ao seu redor,já que tornou de senso comum a Europa não ser mais o centro do mundo.Existia as Américas ,que tornavam o mundo ainda maior do que se imaginava,e essas pessoas precisavam se comunicar e também repetir os conhecimentos produzidos em outros lugares.
Nesse contexto um filosofo chamado Francis Bacon desenvolveu um método cientifico que, já sob o espírito da razão, permitiu diferenciar o conhecimento corriqueiro do cientifico. Ainda hoje, o entendimento desse método gera muitas discordâncias e mal entendidos.
*1.1 Senso comum e ciência 
De acordo com Fletcher (1984),o senso comum é um corpo de crenças e conhecimentos culturais partilhados por um grupo ou comunidade acerca do funcionamento das pessoas e do mundo que as rodeia com as três perspectivas seguintes:crenças,provérbios e maneira comum de pensar sobre o mundo físico e social.A psicologia deve ter uma relação e uma confrontação diferente com cada uma dessas três áreas ou delimitações do senso comum.
Somente esse conhecimento intuitivo seria muito pouco para que o ser humano dominasse a natureza em seu em seu próprio proveito. Os gregos, por volta do século 4ª.C.,já dominavam cálculos matemáticos,eles precisavam entender esses cálculos para resolver seus problemas agrícolas arquitetônicos,navais e etc.Era questão de sobrevivência.com o tempo esse tipo de conhecimento foi-se especializando cada vez mais, até atingir o nível Maximo de sofisticação que permitiu o homem a Lua.Esse tipo de conhecimento chamamos de ciência.
Mas o senso comum e a ciência não são as únicas formas de conhecimento que o homem possui para descobrir e interpretar a realidade.
*1.2 Senso comum
Constituiu crença generalizada que o conhecimento fornecido pela ciência distingue-se por um grau de certeza alto, teorias,métodos,técnicas,produtos contam com a aprovação geral quando considerados científicos.A autoridade da ciência é evocada amplamente.Atividades várias de pesquisa nascentes se auto qualificam “científicas”,buscando afirma-se:ciências sociais,ciência política,ciência agrária,etc.
Assume-se, implícito ou explicitamente,que por detrás desse sucesso existe um “método “especial,uma “receita”que ,quando,redunda em conhecimento certo,seguro.
Ciência é sempre um trabalho em andamento e suas conclusões são sempre provisórias, Porem assim como a palavra “teoria”,”provisório”tem um significado especial quando inserida no contexto cientifico.Conclusões cientificas tem seu conteúdo objetivo e sua racionalização bem fundamentados,e são provisórias apenas no sentido de que toda idéia está aberta a análise e teste ,existem pontos específicos que o caracterizam como ciência.
*1.3 Ciência
A ciência tem que apresentar duas características básicas, racionalidade e objetividade.
*1.3.1 Racionalidade e objetividade
A ciência mostra a realidade usando a investigação, preservando os fatos.
*1.3.2 O conhecimento cientifico se atém aos fatos
O conhecimento científico sintetiza os fatos para carecê-los, tendo como objetivo formular leis.
*1.3.3 O conhecimento cientifico transcende os fatos
Através da análise se tem respostas precisas do que está sendo investigado pela ciência. 
*1.3.4 O conhecimento cientifico analítico 
É necessário que o conhecimento cientifico seja exato,com informações precisas e objetivas,evitando erros,se ocorrer há meios de corrigi-los e reaproveitá-los estabelecendo exatidão.
*1.3.5 O conhecimento requer exatidão exata
É imprescindível que o conhecimento cientifico seja divulgado fiel e detalhadamente, salvo alguns casos que o sigilo deve ser mantido por questão de segurança, mas o conhecimento deve ser compartilhado para o avanço da ciência.
*1.3.6 O conhecimento cientifico é comunicável 
É fundamental o conhecimento cientifico ser submetido a comprovações, ocorrem experimentações,porem nem todos os casos são possíveis como a astronomia.
*1.3.7 O conhecimento cientifico é verificável 
A investigação cientifica é resultado de planejamento e constatações, hipóteses já pesquisadas e comprovações.
*1.3.8 O conhecimento cientifico depende de investigação metódica 
A ciência se compõe de idéias ligadas, sendo um sistema formado pelo conjunto de pensamentos que dão origem a uma teoria.
*1.3.9 O conhecimento cientifico é sistemático
A busca e a aplicação de leis são feitos pela ciência, em que o conhecimento cientifico observa a realidade formulando regras universais.
*1.3.10 O conhecimento cientifico busca aplicar leis
Com as leis, a ciência esclarece a realidade.A função é concentrar as causas dos fatos.
*1.3.11 O conhecimento cientifico é explicativo
Conhecimento cientifico é indica o lógico com dados,pode mostra o que ocorra no tempo futuro,com o passar do tempo pode ocorrer falhas,mas mesmo assim são úteis.
*1.3.12 O conhecimento cientifico pode fazer predições 
O conhecimento cientifico sempre está em constante mudança, acompanhado as evoluções tecnológicas e dos métodos de investigação buscando cada vez mais chances de sobreviver.
*1.3.13 O conhecimento cientifico é aberto 
O conhecimento cientifico é de extrema importância para o domínio da natureza e é um dos responsáveis pela melhora do comportamento da humanidade.Desde a pré historia,o homem deixou marcas de sua sensibilidade nas paredes das cavernas,criando uma expressão do conhecimento ao que traduz a emoção e a sensibilidade denominando assim a arte.O conhecimento não é delimitado pela arte,senso comum e ciência apenas ,mas também pela religião e filosofia.Todos são campos de domínio do conhecimento humano,tais campos não são isolados eles se relacionam.Os conceitos nascem no cotidiano e tornam-se científicos ao romperem com esse cotidiano,
*1.3.14 O conhecimento cientifico é explicativo
O estudo da mente não se reserva apenas, a psicologia.No entanto,a psicologia é a única cadeira que faz tais estudos de maneira sistemática,com rigor cientifico.A não aplicação do método de Francis Bacon não inferioriza a importância de determinados conhecimentos,mas esses acabam carecendo de controle e análise mais profundos resultados e das variáveis que interferem esse processo.
*1.4 A psicologia, práticas alternativas e misticismo
Como ciência a Psicologia possui uma história de aproximadamente 130 anosos seus objetos de estudo primordiais , arremete-se a Sócrates que refletiu sobre a diferença entre fatores sensitivos e intelectuais,assim difere os seres humanos dos animais,já Platão que foi discípulo de Sócrates foi mais além.Para ele mente e corpo são distintos e separados de modo hierárquico,cujo corpo possui uma posição de inferioridade em relação a alma.Esse pensamento se chama Dualismo Platônico,além deles outro representante da antiguidade foi Aristóteles diferente de Platão,que acreditava no Inativismo, ele desenvolveu a idéia que não existia um mundo das idéias separadas do mundo sensível,e que o conhecimento possuía seis aspectos:sensação,percepção,imaginação,memória,raciocínio e intuição.Ou seja ele foi o primeiro a se preocupar com o empirismo e da relação desse com a natureza.Foi esse o desenho de como os pensadores dilatavam“Psicologia” na antiguidade.
Na Idade média dois filósofos foram os grandes influenciadores sobre os aspectos de estudo da Psicologia ampliando territórios e diversificando as culturas Santo Agostinho e São Tomaz de Aquino.O primeiro foi influenciado por Platão,e a diferença entre corpo e alma se mostrava presente.A diferença estava na predominância da razão,que para santo Agostinho havia divina e que era o elo com Deus.O ultimo por sua vez se embasou em Aristóteles para redesenhar toda filosófica cristã na segunda metade da idade média.A diferença entre os dois e a semelhança desse com santo Agostinho é que o ponto central de ambos é Deus.
Após a famosa idade das trevas que recebeu esse nome injustamente,de certa maneira,vieram movimentos de valorização da razão,como o renascimento.
Descartes,com o seu racionalismo,colocou a razão realmente no centro do universo,separando de vez o homem de qualquer dogma religioso.Locke,filosofo inglês,valorizou as qualidades da verificação do empirismo e desqualificou o inativismo de Descartes.De acordo com esse pensamento,o único conhecimento que é absorvido da experiência.Kant,considerou que ambos estavam errados,pois existiam quesitos inatos,que não se tratavam de conteúdos,conforme a razão de Descartes.para ficar clara essa distinção entre Descartes,Locke e Kant segue uma analogia: Enquanto o primeiro considerava que a mente ao nascimento,fosse uma folha com conteúdo, o segundo afirmava que se tratava de uma folha em branco.E Kant,considerou a mente como uma folha pautada ou seja,com estruturas que possibilitariam o ser humano conhecer.
Vale ressaltar ainda a importância de Francis Bacon para a ciência como um todo,que por conseqüência se tornou primordial para a psicologia.
*1.5 O histórico da Psicologia e sua constituição como ciência
Em suma,com a colaboração desses muitos outros pensadores,no decorrer da historia,fez-se com que o objeto de estudo que viria ser utilizado futuramente pelo campo do sabe chamada Psicologia,fosse maturando até em 1879,em Leipzig,Wilhelm wundt inaugurasse o seu laboratório e começasse a desenvolver o seu estruturalismo.Dentre outras atividades,preocupou-se diretamente com processos mentais e aplicação de métodos que afiançariam a segurança dos resultados buscados.Mesmo com a queda desse sistema Wundt foi declarado “Pai da Psicologia”.
*1.6 Psicologia enquanto ciência
O estruturalismo foi a escola que fundou a Psicologia,pois,em 1879 Wundt inaugurou seu laboratório de Psicologia na universidade de Leipzig,na Alemanha,e lançou o livro princípios de Psicologia Filosofica. Edwuard Titchener foi seu discípulo mais famoso e levou para universidade de Cornell,nos Estados Unidos essa bandeira e também influencias para o surgimento do Funcionalismo.
*1.7 Estruturalismo
William James foi o fundador dessa escola e sua posição era de oposição ao Estruturalismo.James desenvolveu uma teoria funcionalista dos processos mentais e do comportamento,que levantava questões ainda bastante atuais a respeito da aprendizagem da complexidade da vida mental.O Estruturalismo se encontrava fato de ambas se aterem ao estudo da experiência.
*1.8 Funcionalismo
A Psicanálise foi o primeiro grande sistema em Psicologia,cujo objetivo principal não era os sentidos,mas sim fatores determinantes da personalidade.
O fundador desse sistema foi Sigmund Freud,era doutor em medicina,e percebeu alguns problemas psicológicos apresentados pelos seus pacientes não tinham origem fisiológicas.
*1.9 Psicanálise
O comportamentalismo,como todas as escolas anteriores viveu seu momento ápice e também seu declínio.
Essa escola teve nomes marcantes como B.F.S Kinner,para ele através de recompensa,da esfera negativa ou positiva,é possível desenvolver o aprendizado.Teve também Jhon Watson a principal preocupação de Watson foi observar os aspectos da aprendizagem através de associações e repetições.
*1.10 Comportamentalismo
Trata-se de um sistema que preconizou o estudo sobre a percepção e como ela pode interferir na vida das pessoas.
A tradução da palavra Gestaut,de origem alemã é “forma”,que se relaciona com o todo de algo e,ao ao contrário das outras escolas,que tiveram apenas uma mente responsável por sua fundação,essa teve influencias de Max Werthumer,Kurt koffka,Kurt Lewin,Wolfgang Kohler.
Dois grandes feitos da Gestalt foi a aprovação da super soma e transpobilidade e a predominância dos elementos constituintes.
*1.11 Psicologia da Gestalt
A Psicologia humanista seu fundador dói abraham Maslow para ele o que importou foi como o homem se sente se posiciona frente ao mundo criando assim a pirâmide de necessidades de Maslow.
*1.12 Psicologia humanista
A Psicologia cognitiva não está interessada em processos mentais ou suas origens. Seu foco principal é estudar o termo,”felicidade” e assim ao invés de se atar aos problemas seu foco se tornou a saúde das pessoas.Ainda temos a Psicologia evolucionista cujo interesse reside em verificar os fatores Psicológicos que fizeram a humanidade se tornar o que é hoje.
*1.13 Psicologia contemporânea
Conforme falamos anteriormente,apesar da Psicologia ter em 1879 se estruturado como ciência,seus objetivos de estudo já eram discutidos há quase 2 mil anos.
A diferença da Psicologia para qualquer outro campo,que trate sobre os mesmos assuntos até o momento,é que a ciência da mente e do comportamento utiliza o método cientifico e os cuidados que esse exige no tratamento dos dados e na formulação de novas hipóteses.
Terapia Holística trabalha com terapias alternativas,não possuem um material tão vasto para serem considerada ciência.
*1.14 Terapias alternativas
O termo “Misticismo” tem origem grega e significa “iniciado”	 e pode ser traduzido em conhecimentos e práticas que tenham contato com o divino e normalmente é aplicado em noções e crenças que não estão ligadas diretamente a uma religião de grande impacto,ex:uma prática indígena pode ser considerada mística,mas uma missa em uma igreja não.
*1.15 Misticismo
Em 1979 no laboratório de Wundt,o foco da Psicologia,se resumia ao Estruturalismo,isto é dissecar a experiência em processos mentais simples,que fossem como os átomos eram na época.
Quando falamos em processos mentais,falamos de inúmeros pontos que caracterizam a nossa mente,memória,esquecimento,cognição e as capacidades mentais que caracterizam o pensamento,fatores genéticos e sociais.
Outra área da Psique humana desenvolvida tem relação com as perspectivas relacionadas a motivação e emoção e como elas podem interferir na qualidade de vida das pessoas e dos que a cercam.
Além dessas,desde Freud no inicio do século XX,a Psicologia também se ateve a fatores de personalidade e a relação dela com a mente e o comportamento humano.
Alguns autores como Ana Bock,defendem que o objeto de estudo seria a subjetividade,a conceituando como maneira de sentir,pensar,fantasiar,sonhar,amar e fazer de cada um,podendo interferir nele próprio e no ambiente a sua volta.
*1.16 Os objetos de estudo e os processos básicos da Psicologia
Desde o surgimento do método cientifico,cujo leis foram desenvolvidas por Francis Bacon e finalizadas por Descartes,as ciências naturais puderam ser consideradas como tal.Ou seja o método cientifico foi concebido para melhor estudo das ciências naturais.Sendo que o impacto disso ainda é visível,pois quando se pensa em ciência,ainda se pensa em física,biologia e química.
O impacto dessa nova maneira de produzir conhecimento foi tão grandioso,que outros conhecimentos,como a Psicologia,já na época de sua fundação ,se preocuparam em seguir os mesmo padrões,pois,naquele período não se fazia distinção de áreas de conhecimento conforme P.Feyerabend, essa necessidade de se encaixar qualquer conhecimento,não importando a sua origem ou constituição ao método cientifico tem o nome de “ditadura do método” 
Fatores surgiram para provar as diferenças entre as ciências naturais e humanas e que cada uma poderia ter sim suas diferenças e mesmo assim serem consideradas ciências em pé de igualdade.Não é possível ser neutro ao falar de nos mesmos.Em relação a natureza,sim,mas considerando o ser humano,não.Outro motivo que levou a consideração das diferenças está relacionado a constituição e a origem desses objetos enquanto estudo de um movimento se restringe ao movimento propriamente dito e às variáveis envolvidas naquele momento,o ser humano não pode dissociado de seu período histórico social.Não é possível estudar o homem sem considerar suas origens e o ambiente que o circunda.A maior conseqüência desses fatos foi o fator “qualitativo” ganhou importância e foi percebido que não poderia ser posto de lado,pois fazia parte da peculiaridade das ciências naturais.
*1.7 Psicologia e ciências afins:Ciências naturais e ciências humanas-aproximacões e distinções

Outros materiais