Avaliando Aprendizado Direito do Consumidor 2018.1 Estácio
9 pág.

Avaliando Aprendizado Direito do Consumidor 2018.1 Estácio


DisciplinaDireito Civil VI5.037 materiais31.465 seguidores
Pré-visualização3 páginas
DIREITO DO CONSUMIDOR
	Avaliação Parcial: CCJ0023_SM_201504602161 V.1 
	Aluno(a): THIAGO DE OLIVEIRA MENEZES
	Matrícula: 201504602161
	Acertos: 9,0 de 10,0
	Data: 13/05/2018 10:31:08 (Finalizada)
	
	
	1a Questão (Ref.:201504815570)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A Constituição menciona que o Estado promoverá a defesa do consumidor. Quando o poder constituinte originário faz tal afirmação significa dizer que:
		
	
	mesmo com a determinação da Constituição, não se pode esquecer que o Estado é soberano, logo, não há que se falar em dever.
	 
	não é uma mera faculdade e sim um dever do Estado
	
	assim como tantos outros direitos mencionados na Constituição sua aplicabilidade ou não caberia ao apelo social, não passando de mera faculdade do Estado
	
	não há que se falar em dever do Estado uma vez que o Direito do Consumidor regula as relações de direito privado
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201504853474)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A ordem econômica estabelecida na Constituição Federal, e que elege, entre os princípios a serem observados, a defesa do consumidor é fundada
		
	
	na livre concorrência e tratamento privilegiado do trabalho intelectual ou técnico.
	
	apenas na função social da propriedade.
	
	no tratamento igualitário para as empresas de pequeno e grande porte, quando constituídas sob as leis brasileiras e desde que tenham sede e domicílio no país.
	 
	na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa.
	
	na valorização do trabalho humano e na abolição da livre concorrência.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201504815558)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Considere as seguintes afirmativas: I- Vulnerabilidade e hipossuficiência se confundem, pois dizem respeito à situação de inferioridade do consumidor perante o fornecedor. II- Em qualquer caso de relação de consumo, é preciso que fique demonstrada a vulnerabilidade do consumidor para que incida o CDC. III- Não fere o princípio constitucional da isonomia o tratamento diferenciado dispensado pelo CDC ao consumidor em razão de sua vulnerabilidade.
		
	
	todas as afirmações estão corretas;
	 
	somente a III está correta;
	
	somente a I e II estão corretas;
	
	todas estão incorretas
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201505475213)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Sobre o princípio da vulnerabilidade do consumidor, indique a opção correta:
		
	 
	A vulnerabilidade da pessoa física será sempre de presunção absoluta, ao passo em que a vulnerabilidade da pessoa jurídica depende de comprovação
	
	Um consumidor pode ser considerado hipossuficiente sem ser considerado vulnerável
	
	Afirmar que o consumidor é vulnerável significa dizer que este também é hipossuficiente
	
	Pode-se afirmar que existe presunção absoluta de vulnerabilidade e hipossuficiência em toda relação de consumo
	
	A vulnerabilidade só possuí caráter socioeconômico, portanto, um consumidor que também possua grandes fortunas não poderá arrogar para si a condição de vulnerável
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201505441309)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	A despeito da identificação do elemento subjetivo da relação de consumo, indique a opção incorreta:
		
	 
	Considera-se consumidor todo destinatário final de produtos e serviços;
	 
	Pela teoria finalista mitigada permite a aplicação do Código de Defesa do Consumidor para pequenas empresas e profissionais liberais, mesmo que não comprovada uma vulnerabilidade;
	
	A teoria maximalista entende que basta o produto ou serviço seja retirado do mercado de consumo para a pessoa física ou pessoa jurídica ser considerada consumidor;
	
	Também é considerado como consumidor terceiros que, embora não estejam diretamente envolvidos na relação de consumo, são atingidos pelo aparecimento de um defeito no produto ou no serviço;
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201505492402)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Com relação à proteção do consumidor, assinale a opção correta com base na Lei n.º 8.078/1990.
		
	
	Fornecedor é toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira, com exceção dos entes despersonalizados, que desenvolva atividades de comercialização de produtos.
	
	Bem imaterial não pode ser considerado produto.
	
	Pessoa jurídica não pode ser considerada consumidor.
	 
	Coletividade de pessoas, ainda que indetermináveis, que haja intervindo nas relações de consumo equipara-se a consumidor.
	
	Serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, independentemente de remuneração, com exceção da atividade de natureza securitária, salvo se for decorrente de relação de caráter trabalhista.
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201505490298)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	De acordo com a jurisprudência do STJ, aplicam-se as regras do CDC a
		
	
	crédito educativo custeado pelo Estado ao aluno, relação travada entre condomínio e condôminos e contrato de franquia.
	
	relação entre o condômino e o condomínio, no direito de vizinhança, disciplinado pelo Direito Civil.
	 
	serviço de fornecimento de água e esgoto, contrato de previdência privada e contrato de plano de saúde.
	
	contrato de serviços advocatícios, contrato de trabalho e envio de produto gratuitamente como brinde.
	
	contrato de locação, perícia judicial e serviços notariais.
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201504815572)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Com relação ao serviço público essencial é correto afirmar: I- Devem ser contínuos, segundo determinação do Código de Defesa do Consumidor. II- Podem ser cortados se o consumidor for previamente comunicado do corte na prestação do serviço diante de inadimplemento. III- Jamais podem ser cortados porque devem ser contínuos. Essa é a posição pacífica na jurisprudência.
		
	 
	Somente a I e II estão corretas.
	
	Somente a I e III estão corretas.
	
	Todas estão corretas.
	
	Somente a II e III estão corretas
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201504815525)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Sobre o tratamento da publicidade no Código de Defesa do Consumidor, é correto a\ufb01rmar que:
		
	
	o ônus da prova da veracidade da mensagem publicitária cabe ao veículo de comunicação.
	
	a publicidade somente vincula o fornecedor se contiver informações falsas.
	
	a publicidade que não informa sobre a origem do produto é considerada enganosa, mesmo quando não essencial para o produto.
	 
	é abusiva a publicidade que desrespeita valores ambientais.
	
	
	
	10a Questão (Ref.:201504745048)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Os produtos que possuem risco inerente, como inseticidas, uma navalha etc, não se subordinam aos princípios da informação e segurança pois todos tem conhecimento dos risco normais desses produtos. Caso causem algum dano ao consumidor não haverá o dever de indenizar.
		
	
	está correta por não ser possível fornecer produtos e serviços de riscos inerentes sem tais características;
	 
	a afirmativa é incorreta pois os produtos e serviços de risco inerente devem observar com maior rigor o princípio da informação;
	
	está correta porque nem todos os princípios consagrados no CDC devem ser observados conjuntamente.
	
	está correta porque o CDC assegura ao consumidor o direito de ser indenizado sempre que sofrer qualquer dano;
	
	1a Questão (Ref.:201505269188)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	(185º. Concurso de Provas e Títulos para Ingresso na Magistratura - TJ/SP - VUNESP - 2014) Com relação ao Código de Defesa do Consumidor, é correto afirmar:
		
	 
	A Lei nº. 8.078/90 é norma de ordem pública e de interesse social, geral e principiológica e, com base no parágrafo 1º do artigo 2º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro, sempre revoga as anteriores incompatíveis, quer estas sejam gerais ou especiais.
	
	Mesmo se tratando de um sistema próprio,