A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
62 pág.
videos 1 Mercado de Capitais

Pré-visualização | Página 1 de 2

Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 01
Sistema Financeiro Nacional (SFN)
Conceito: Sistema Financeiro 
Poupadores InstituiçõesFinanceiras Tomadores
“O Sistema Financeiro Nacional pode ser entendido
como um conjunto de instituições financeiras e
instrumentos financeiros que visa, transferir recursos dos
agentes econômicos superavitários para os deficitários.”
Mercadoria = Moeda 
Preço = Taxa de Juros
Subsistema de operador: coloca em operação
todas as políticas e diretrizes definidas pelas
instituições normativas bem como realizam as
intermediações financeiras no SFN.
O Subsistema Normativo: tem como finalidade
definir a política da moeda e crédito na economia
bem como fiscalizar e garantir o
desenvolvimento do SFN.
Sistema Financeiro Nacional (SFN)
Fonte: http://arquiteturabancaria.com.br/br/imagens/sistemafinanceironacional.png
Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 02
Política Econômica: Política Monetária
Uma das formas do governo participar da Economia é
por meio da sua política econômica que é composta
por:
 Política Monetária;
 Política Fiscal;
 Política Cambial;
 Política de Rendas.
Política Econômica
 Garantir o pleno emprego e sua estabilidade;
 Equilibrar o volume financeiro das transações 
econômicas com o exterior;
 Estabilidade dos preços;
 Distribuição das riquezas e das rendas. 
Objetivos da Política Econômica
Conforme LAGIOIA (2007, p.2), a política monetária
pode ser definida como “o controle da oferta da
moeda e das taxas de juros que garantam a liquidez
ideal na economia”
Política Monetária
Controle de Emissões: Emissão de moeda na economia 
Depósito Compulsório: é uma taxa que se recolhe sobre todos 
os depósitos à vista
Mercado Aberto : é a compra e venda de títulos públicos
Redesconto: esta é uma operação de empréstimo às 
instituições bancárias
Instrumentos de Política Monetária
A taxa de Juros é um dos instrumentos da política
monetária para combate da inflação;
Além disso, a taxa de juro, passa a ser uma das
remunerações para muitos ativos financeiros;
Por isso, é preciso compreender as perspectivas da
política monetária para o mercado de capitais.
Política Monetária e o Mercado de Capitais 
Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 03
Política Econômica: Política Fiscal e Cambial 
Política fiscal é a atuação do governo sobre a
demanda agregada através de:
15
Política Fiscal
Tributos:
Alteram a renda
disponível dos
indivíduos.
Gastos:
Fazem parte da
demanda
agregada.
A política cambial é responsável por administrar a
taxa de câmbio por meio dos regimes de câmbio.
Taxa de Câ mbio Valor da moeda nacional em
comparação a uma moeda estrangeira
Política Cambial 
• Valorizaçâ o Cambial a moeda nacional ganha valor frente
as moedas estrangeiras.
• Desvalorizaçâ o Cambial é a situação na qual a moeda
nacional perde valor para as moedas estrangeiras.
Processo de Valorização e Desvalorização da 
Taxa de Câmbio
Taxa de Câmbio
Taxa de Câmbio
Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 04
Mercado de Renda Fixa: Títulos Públicos e Privados
Tâtulos Pâ blicos
Os títulos públicos podem ser emitidos por estados,
município e federação e são considerados como
divida mobiliária;
Atualmente apenas os títulos de federais são
negociados.
Renda Fixa: Títulos Públicos
Principais Títulos Públicos
Os títulos privados podem ser emitidos por
instituições privadas que tem por objetivo captar
recursos juntos à outras instituições privadas e com o
público em geral.
Renda Fixa: Títulos Privados
 Emissão: Bancos
 Comercialização: Público em Geral
 Remuneração: Taxa de Juros Pré ou Pós Fixada
Renda Fixa: Certificado de Depósito Bancário 
(CDB) 
 Emissor: Bancos
 Comercialização: Instituições financeiras
 Remuneração: Taxa de Juros Pré ou Pós Fixada
Renda Fixa: Certificado de Depósito 
Interbancário (CDI)
Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de 
Crédito Agrícola (LCA) 
a) Rentabilidade: Taxa de Juros Pré e Pós-Fixado 
b) Isento de Imposto de Renda; 
c) É garantida pelo FGC até o limite de R$ 250 mil.
Renda Fixa Mercado Bancário 
Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 05
Mercado de Renda Fixa: Fundos de Investimentos 
Fundos de investimentos são entidades financeiras
que, pela emissão de títulos de investimentos
próprios, concentram capitais de inúmeros indivíduos
para aplicar em carteiras diversificadas.
Renda Fixa: Fundos de Investimentos
 Fundo de Curto Prazo: Títulos públicos ou privados.
 Fundo Referenciado: Ter 80% do capital em títulos do
governo e títulos de renda fixa.
Classificação da CVM para os Fundos de 
Investimentos:
Taxas de Administraçâ o
O administrador do fundo irá debitar uma taxa de
administração do patrimônio do fundo ou por uma taxa
por performance.
Características dos Fundos de 
Investimentos
Valor da quota
O valor da cota é o resultado da soma do patrimônio
divido pelo numero de cotas em circulação
Exemplo:
Patrimônio: R$ 200 000
Numero de cotas: 100 000 cotas
Valor da Cota: R$ 2,00
Características dos Fundos de Investimentos
Resgate e Compra de Cotasâ
A administração do fundo irá estabelecer as normas. 
Estas podem ser:
 Execução imediata da ordem;
 Prazo determinado para executar a ordem.
Características dos Fundos de 
Investimentos
Administraçâ o do Fundo de Investimentoâ
 Bancos comerciais e investimentos.
 Sociedades Corretoras - instituições financeiras
membros da valores, constituídas como sob forma de
sociedade anônima ou por cota de responsabilidade
limitada.
Características dos Fundos de 
Investimentos
Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 06
Fundamentos do Mercado de Capitais 
É um conjunto de instituições e de instrumentos
que negociam títulos e valores mobiliários,
objetivando a canalização dos recursos dos
agentes compradores para os agentes
vendedores.
Conceito de Mercado de Capitais
Mercado de Capitais: Companhias Anônimas
Companhia Aberta: São companhias com
valores mobiliários registrados na CVM,
admitidos à negociação no mercado de títulos e
valores mobiliários, de bolsa ou de balcão.
Companhia Fechada: São companhias cujos
valores mobiliários não estão admitidos à
negociação no mercado de títulos e valores
mobiliários. Portanto, não há necessidade de
que a Sociedade registre a emissão pública de
ações na CVM.
A oferta pública de ações caracteriza a venda
de ações, visando acesso ao mercado de
capitais, ou seja, é o mecanismo pelo qual uma
empresa realiza a colocação pública de ações
na bolsa de Valores.
IPO (Oferta Pública Inicial)
Mercado 
Primário 
Mercado 
Secundário 
Colocação das Ações no Mercado
Prof. Ms. Leuter D. Cardoso Jr.
Bacharel em Ciências Econômicas 
Mestre Engenharia da Produção
Mercado de Capitais 
Vídeo Aula 07
Fundamentos do Mercado de Ações 
42
Uma ação representa a menor parcela do 
capital da empresa.
O detentor de uma ação é o proprietário da 
empresa (acionista).
Mercado de Ações
43
Ações Ordinárias (ON)
As ações ordinárias tem direito a voto quando
ocorrer reuniões da assembléia administrativa