Direito Administrativo - Anotações: contrato administrativo, bens e serviços públicos
10 pág.

Direito Administrativo - Anotações: contrato administrativo, bens e serviços públicos


DisciplinaDireito Administrativo I54.584 materiais991.460 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Direito Administrativo
Serviços públicos
1 \u2013 Conceito
2 \u2013 Classificação
3 \u2013 Competência para prestação do serviço
4 \u2013 Formas e meios de prestação do serviço
5 \u2013 Contrato administrativo como serviço público
6 \u2013 Espécies de contrato administrativo
7 \u2013 Parceria público-privada e suas espécies
8 \u2013 Serviços públicos exclusivos
9 \u2013 Meios de extinção da concessão
10 \u2013 Observações
Bens públicos
1 \u2013 Conceito
2 \u2013 Classificação quanto ao uso
3 \u2013 Administração
4 \u2013 Alienação 
5 \u2013 Tombamento e seus tipos
6 \u2013 Imprescritibilidade, impenhorabilidade e não oneração de bens públicos
7 \u2013 Observações 
Intervenção estatal na propriedade
1 \u2013 Competência para intervenção
2 \u2013 Meios de intervenção e atuação
3 \u2013 Desapropriação
4 \u2013 Expropriação 
5 \u2013 Requisitos para desapropriação
6 \u2013 Procedimento da desapropriação
7 \u2013 Indenização
8 \u2013 Anulação da desapropriação
9 \u2013 Retrocessão
10 \u2013 Desistência
11 \u2013 Ação expropriatória
12 \u2013 Direito de extensão
13 \u2013 Juros moratórios
14 \u2013 Servidão administrativa
15 \u2013 Requisição administrativa
16 \u2013 Limitação administrativa
17 \u2013 Ocupação temporária
18 \u2013 Observações 
Atuação no domínio econômico 
1 \u2013 Monopólio
2 \u2013 Repressão ao abuso do poder econômico 
3 \u2013 Tabelamento de preços
4 \u2013 Controle de abastecimento
5 \u2013 Outras formas de atuação
6 \u2013 Observações
Responsabilidade civil da Adm Pública
1 \u2013 Conceito
2 \u2013 Teorias
3 \u2013 Reparação de danos
4 \u2013 Observações 
Controle administrativo
1 \u2013 Conceito
2 \u2013 Tipos de controle
3 \u2013 Meios de controle
4 \u2013 Processo administrativo
5 \u2013 Controle administrativo do Poder Judiciário e do MP
6 \u2013 Controle legislativo
7 \u2013 Controle judiciário
8 \u2013 Observações
	Serviços públicos
	1 \u2013 Todo serviço pela Adm.Pública ou seus delegados, sob normas e controles estatais, com o fim de satisfazer necessidades
	essenciais ou secundarias da população ou conveniências do Estado
	2 \u2013 Utilidade pública
	(1)
	 Próprios do estado 
	(2)
	 Impróprios do estado 
	(3)
	 Administrativos
	(4)
	 Industriais
	(5)
	 Gerais
	(6)
	 Individuais
	(7)
	2.1: aqueles que a Adm Pública presta diretamente ou autoriza que terceiros o façam, nas condições impostas pela Adm
	e por conta e risco dos prestadores, através de remuneração dos usuários
	2.2: serviços que são diretamente relacionados as atribuições do Poder Público, como justiça, saúde pública, segurança
	2.3: aqueles que não afetam de maneira substancial as necessidades da população, mas satisfaz interesses em comum
	da mesma, e devido a isso a Adm os presta através de seus órgãos, entidades descentralizadas ou delega a prestação destes
	serviços a concessionários, permissionários ou autorizatários 
	2.4: executados pela Adm p/atender as necessidades internas ou preparar outros serviços que serão prestados ao público, 
	como imprensa oficial, estações experimentais, etc
	2.5: serviços que geram renda para os prestadores, através da remuneração da utilidade usada ou continua, denominada
	tarifa ou preço público, que é denominada/o pelo próprio Poder Público. Serviços industriais são impróprios do Estado
	2.6: aqueles que a Adm presta sem que haja destinatários determinados, e sim para atender a população em geral, como
	polícia, iluminação pública, etc
	2.7: aqueles que tem usuários determinados e uso particular e mensurável para cada destinatário, como energia elétrica
	domiciliar, água, telefone, etc
	3 \u2013 União
	(1)
	 Estado
	(2)
	 Município 
	(3)
	 DF
	(4)
	3.1: Art. 21 CF, são os de competência exclusiva, os do Art. 23 são competência privativa da União, que pode delegar aos
	estados e municípios a execução 
	3.2: aqueles do Art.23 CF, os citados no Art. 25, §1° CF. Exceção deste é a exploração e distribuição de gás canalizado
	3.3: competências descritas no Art.30 CF
	3.4: cabe a este as competências legislativas reservadas aos estados e municípios nos termos do Art.32 §1° CF
	4 \u2013 Centralizado
	(1)
	 Descentralizado
	(2)
	 Desconcentrado
	(3)
	 Execução direta
	(4)
	 Execução indireta 
	(5)
	 Outorga
	(6)
	 Delegação 
	(7)
	4.1: o Poder Público presta por seus próprios órgãos em seu nome e sob exclusiva responsabilidade. Nessa possibilidade,
	o Estado é titular e prestador do serviço ao mesmo tempo
	4.2: Poder Público transfere a titularidade do serviço ou a execução do mesmo, através de outorga ou delegação, para as
	autarquias, fundações, empresas estatais, empresas privadas e consórcios públicos
	4.3: a Adm realiza o serviço de maneira centralizada mas o distribui entre vários órgãos da mesma entidade, de modo que
	facilite a realização e obtenção do mesmo pelos usuários 
	4.4: feito pela pessoa responsável pela prestação, podendo esta pessoa ser estatal, autárquica, fundacional, empresarial,
	paraestatal ou particular
	4.5: nesta hipótese o(a) responsável por prestar do serviço atribui a terceiros a realização do serviço dentro das condições 
	regulamentares. A possibilidade de execução indireta depende do tipo de serviço, já que existem alguns serviços que não são 
	admitidas a substituição 
	4.6: o Estado cria uma entidade e transfere a mesma a responsabilidade por prestar uma serviço de utilidade pública
	4.7: o Estado transfere por contrato ou ato unilateral, que pode ser permissão ou autorização, a execução do serviço, que
	5 \u2013 Há 2 gêneros de contrato administrativo que sã o para serviços públicos, que são concessão e permissão. São as formas
	de transferir para o particular a competência para executar um serviço público. A transferência de competência do Estado para
	o particular para a execução de um serviço público deve ser analisada a partir da CF primeiramente, e não havendo ressalvas
	para este ato, observa-se a Lei 8987/95
	6 \u2013 Concessão 
	(1)
	 Permissão 
	(2)
	6.1: contrato entre Adm e empresa particular, pelo qual o governo transfere ao ente particular a execução de um serviço
	público, para que este o exerça em seu próprio nome e por sua conta e risco, mediante tarifa paga pelo usuário, em regime 
	de monopólio ou não. É feita através de licitação, na qual a proposta mais vantajosa vencerá
	6.2: ato administrativo discricionário e precário através do qual é consentida ao particular alguma atividade de interesse 
	predominante da população
	7 \u2013 De acordo com a Lei 11.079/2004, é um contrato administrativo de concessão especial, em que o particular presta o serviço
	em seu nome, mas ñ assume todo o risco do empreendimento, já que o Poder Público contribui financeiramente p/realização 
	e manutenção do serviço. Habitualmente essas parcerias são feitas nos setores rodoviários, ferroviários, portuários, gestão de
	infra-estrutura pública, etc. Há 2 tipos de parceria público-privada
	- Concessão administrativa 
	(1) 
	-> Parceria público-privada só é cabível em contrato com valores superiores a R$ 20 mi.
	- Concessão patrocinada
	(2)
	Caso seja inferior, é usada a modalidade concessão ou permissão 
	7.1: Adm remunera integralmente o serviço, ainda que o mesmo compreenda execução de obra ou fornecimento de bens
	7.2: a concessão de serviços ou de obras públicas prevê uma contraprestação do Poder Público junto com a tarifa cobrada
	dos usuários 
	8 \u2013 Serviço postal
	 Correio aéreo nacional
	 Telecomunicações
	 Radiofusão
	 Navegação aérea
	 Gás canalizado
	9 \u2013 Reversão/término do prazo contratual 
	(1)
	 Encampação/resgate
	(2) -> Cabível indenização ao ente privado prestador de serviço 
	 Caducidade
	(3) -> Causas de caducidade estão no Art.38 Lei 8.987/95
	 Rescisão
	(4) -> Art.39 Lei 8.987/95
	 Anulação 
	(5)
	9.1: fim do prazo da concessão do serviço com o retorno do mesmo ao poder concedente
	9.2: retomada coativa do serviço pelo poder concedente durante