A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
37 pág.
APS EUA

Pré-visualização | Página 1 de 2

Seminário Atenção Primária No Mundo
Estados Unidos da América
IAPS I – Turma D3
Stéffano Mesquita
Tatiana Perlatto
Thais Cristina
Thais Oliveira
Tiago Almeida
Thaynã Balbuena
Víctor Nogueira
Victor Pontine
Vitor Galdino
Vitor Montenegro
Vitória Portella
Wender de Souza 
Yann Oliveira
Professor Hugo
1
Introdução
Características do País
Regime político: república federal presidencialista
PIB: US$ 19,360 trilhões
População total: 325,7 milhões
População urbana: 82%
População rural: 18%
(2017)
As fontes incluem: Departamento do Censo dos Estados Unidos, Banco Mundial
Introdução
Características do País
Proporção homens/mulheres: 49,4% homens e 50,6% mulheres
Proporção de idosos (65 anos ou mais): 15,4%
Analfabetismo: 1%
IDH: 0,920 (10º do mundo)
Índice de Gini: 41,5
Introdução
Situação de Saúde da População
Mortalidade em geral: 8.2 mortes/ 1000 população (2017)
Mortalidade infantil: 5.9 mortes/ 1000 nascimentos (2015)
Expectativa de vida: 78.8 anos (2015)
Prevalência de fatores de risco
Introdução
Situação de Saúde da População
O SISTEMA DE SAÚDE
Histórico
2010: Obamacare
Todos os cidadãos devem ter um convênio particular;
Subsídios do governo: tornar os planos acessíveis a pessoas de baixa renda.  
Ampliar o acesso dos americanos a convênios médicos. 
O SISTEMA DE SAÚDE
Histórico
As companhias de seguro precisaram se adaptar: antes, elas podiam negar a assistência a pessoas que tivessem condições de saúde pré-existentes e criavam critérios de barreira para impedir o acesso de pessoas com doenças crônicas, evitando maiores custos. Após a lei, foram obrigadas a oferecer seguro para todos e não poderiam retirar a cobertura de quem ficasse doente.
O SISTEMA DE SAÚDE
Histórico
8
O SISTEMA DE SAÚDE
O direito à saúde na legislação do país 
A Constituição não estabelece a saúde como um direito universal. 
A Suprema Corte nunca interpretou que ela garante o acesso aos serviços de saúde àqueles que não têm condições de pagar por eles. 
Hospitais são obrigados por lei a atender pessoas em emergência.
9
O SISTEMA DE SAÚDE
Princípios e Diretrizes
10
O SISTEMA DE SAÚDE
Formas de Financiamento
Nem sempre oferecem todas as opções disponíveis (quem pré-seleciona os planos é o empregador). 
A grande maioria não consegue pagar um plano de saúde privado por conta própria.
11
O SISTEMA DE SAÚDE
Gastos
Proporção do PIB investido em serviços de saúde
Os Estados Unidos gastam cerca do dobro em assistência médica que outros países ricos.
Os medicamentos, os equipamentos e a remuneração dos médicos são mais caros. 
.
12
O SISTEMA DE SAÚDE
Gastos
Proporção do PIB investido em serviços de saúde
“Atividades realizadas por instituições ou indivíduos através da aplicação de conhecimento e tecnologia médica, paramédica e/ou de enfermagem, cujo principal objetivo é promover, restaurar ou manter a saúde”
13
O SISTEMA DE SAÚDE
Gastos
Relação do investimento público/privado nos serviços de saúde
 2014
14
O SISTEMA DE SAÚDE
Papel dos municípios e estados na organização
O sistema de saúde:
Não é universal;
É altamente fragmentado;
Com um forte envolvimento do setor privado;
Com participação governamental secundária, restrita aos programas Medicare e Medicaid;
Tem cobertura residual.
15
O SISTEMA DE SAÚDE
16
O SISTEMA DE SAÚDE
O SISTEMA DE SAÚDE
Gastos
17
O SISTEMA DE SAÚDE
O SISTEMA DE SAÚDE
Lei Obamacare
Redução e melhor gerenciamento dos altos custos e débitos do governo com a saúde; 
Aumento da cobertura e prestação nos serviços de saúde; 
Maior controle do estado sobre o mercado de planos de saúde; 
O estímulo ao plano de saúde é uma obrigatoriedade.
Maior atenção dada à promoção da saúde e prevenção de doenças. 
18
O SISTEMA DE SAÚDE
O SISTEMA DE SAÚDE
Lei Obamacare
Proibição dos planos de saúde de rejeitar pessoas com histórico e riscos de doenças pré-existentes. 
Não altera na sua essência a natureza do sistema de saúde. 
Não propõe universalidade na cobertura de serviços.
Promove maior regulação dos planos de saúde e dos programas financiados pelo governo.
19
O SISTEMA DE SAÚDE
Lei Obamacare
20
O SISTEMA DE SAÚDE
Lei Obamacare
21
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Marcos históricos e conceituais
 Os EUA não discutiram a atenção primária até a década de 1960:
Relatório do Comitê Ad Hoc para Medicina de Família, da Associação Médica Americana (AMA) - Relatório Millis;
Relatório do Conselho sobre Educação para Medicina de Família (William R. Willard, Universidade de Kentucky) - Reforma na medicina geral: contrabalancear hiperspecialização.
 
Utilizando esses dois relatórios, se passou a pensar a atenção primária nos Estados Unidos.
 
22
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Marcos históricos e conceituais
Até os anos 60: médicos generalistas ou especialistas.
1969: medicina de família sob a supervisão do Conselho Americano de Medicina de Família (ABFM – American Board of Family Medicine). 
Os médicos generalistas foram contemplados pela nova especialidade: ‘médico generalista’ substituído por ‘médico de família’. 
1995: diferenciação pelo Conselho.
23
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Método de captação
24
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Territorialização/adscrição 
NP: Nurse Practitioners (“enfermeiros”); PA: Physician Assistant (“médico assistente”); GP: General Practitioner (“médico generalista”); Family physicians: “médico de família”; General internal medicine: “clínico geral”.
25
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Territorialização/adscrição 
Oeste e Sul
26
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Modelos de formação e remuneração 
Sistema de bônus baseado no “mérito” no Medicare: MIPS (Merit-based Incentive Payment System).
27
A ORGANIZAÇÃO DA APS
Interface com a assistência social
Prover suporte psicossocial necessário para lidar com enfermidades, crônicas, agudas ou terminais;
Aconselhamento de profissionais do cuidado à família;
Referências a outros serviços;
Intervenções elaboradas.
28
O processo de trabalho da aps
Formato da Equipe de Saúde
Médicos;
Enfermeiros; 
Assistentes de médicos;
Farmacêuticos;
Nutricionistas;
Assistentes sociais;
Educadores;
Coordenadores do sistema de tratamento.
29
O processo de trabalho da aps
Equipes de apoio e dimensionamento dos profissionais e carteira de ações e serviços
O médico da atenção primária é o PCP (primare care physician). Ele é capaz de encaminhar pacientes para especialistas: referral.
Medicare
Medicaid
MilitaryHealth System
65 anos ou mais deficientes
Pessoas de baixa renda.assistidas por programas socioeconômicos
Militares ativos e aposentados dos EUA
Pessoas com deficiência
Pessoas com deficiência
Dependentes
Pessoas com doenças renais crônicas em estágios avançados
Grávidas
Nos campos de atenção e bases militares
Pacientes crônicos tratados por longos períodos de tempo
Família:plano TRICARE (plano privado)
30
O processo de trabalho da aps
Equipes de apoio e dimensionamento dos profissionais e carteira de ações e serviços
Os planos privados são divididos em: 
HMO (health maintenence organization): PCP encaminha ou não ao especialista. Exceção: mulheres podem escolher um OBGYN (ginecologista-obstetra).
PPO (preferred provider organization): pode marcar consulta com PCP ou algum especialista sem necessitar consultar o plano antes. 
Os procedimentos variam de acordo com o plano.
31
O processo de trabalho da aps
Relação com os demais pontos de atenção à saúde 
Depende muito do plano e da forma como o paciente procura ajuda.
PCMH: “medical neighborhood”: local em que haja ampla comunicação entre todos as áreas da saúde, desde a porta de entrada até os grandes centros especializados.
32
O processo de trabalho da aps
33
O processo de trabalho da aps
34
O processo de trabalho da aps
Garantia dos atributos
O acesso atenção primária não é grande, limitando-se a áreas mais ricas e com grau de escolaridade maiores, além de todas essas áreas serem urbanas.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.