A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
311 pág.
Exercícios UNO História

Pré-visualização | Página 4 de 50

como mão-de-obra escrava os prisioneiros de guerra
e de dívidas;
II. o período medieval assistiu à redução progressiva do número de escravos na Europa
cristã ocidental pela utilização da mão-de-obra servil;
III. a mão-de-obra africana utilizada na colonização do Brasil foi justificada pela renta-
bilidade do tráfico negreiro;
IV. a mão-de-obra assalariada foi empregada em toda a colonização da América, impe-
dindo a utilização da mão-de-obra escrava.
São corretas as afirmativas .
a) I, II e IV, apenas c) II, III e IV, apenas
b) I, II e III, apenas d) I e II, apenas
HISTÓRIA - O modo de produção asiático, Grécia antiga e mundo romano
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
8
22. Univali-SC A partir deste tipo de homem, atinge-se o Homo Sapiens. O homem chegou
a este estágio de desenvolvimento por volta de 40.000 anos antes de Cristo. Bem diferen-
te dos anteriores, este tipo de homem era alto, possuía membros retos e peito amplo,
fronte mais alta, queixo arredondado. Sua grande capacidade craniana demonstra eleva-
do grau de inteligência, que provou através do aperfeiçoamento da arte, da magia e da
vida social. O texto acima refere-se ao:
a) homo Neanderthalensis;
b) homo habilis e o Pithecanthropus; d) homem de Cro-Magnon;
c) homo Heidelbergensis; e) javantropo.
23. FUVEST-SP
“Em verdade é maravilhoso refletir sobre a grandeza que Atenas alcançou no espaço de cem
anos depois de se livrar da tirania… Mas acima de tudo é ainda mais maravilhoso observar a
grandeza a que Roma chegou depois de se livrar de seus reis.”
MAQUIAVEL. Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio.
Nessa afirmação, o autor
a) critica a liberdade política e a participação dos cidadãos no governo.
b) celebra a democracia ateniense e a República romana.
c) condena as aristocracias ateniense e romana.
d) expressa uma concepção populista sobre a antigüidade clássica.
e) defende a pólis grega e o Império romano.
24. U. Católica Dom Bosco-MS Com base nos conhecimentos sobre as civilizações da An-
tigüidade Oriental e Clássica, associe a informação indicada ao nome do povo a que ela
se refere, numerando a segunda coluna de acordo com a primeira.
I. Viviam na Palestina e eram monoteístas.
II. Eram excelentes marinheiros, grandes comerciantes e divulgaram o alfabeto.
III. Inventaram os algarismos, depois divulgados pelos árabes, e tinham a sociedade divi-
dida em castas.
IV. Deram origem à democracia e sua estrutura política era formada por cidades-estado.
V. Deixaram-nos como legado cultural a língua latina e o Direito.
( ) Romanos ( ) Indianos ( ) Hebreus ( ) Fenícios ( ) Gregos
A alternativa que contém a seqüência correta, de cima para baixo, é a
a) I, IV, III, II, V; d) IV, I, III, V, II;
b) II, V, IV, I, III; e) V, III, I, II, IV.
c) III, II, I, V, IV;
25. UFPE Alguns historiadores afirmam que a História iniciou quando a humanidade in-
ventou a escrita. Nessa perspectiva, o período anterior à criação da escrita é denominado
Pré-História. Sobre esse assunto assinale a alternativa correta.
a) A história e a Pré-História só podem se diferenciar pelo critério da escrita. Logo,
aqueles historiadores que não concordam com esse critério estão presos a uma visão
teológica da História.
b) Esta afirmação não encontra qualquer contestação dos verdadeiros historiadores, pois
ela é uma prova irrefutável de que todas as culturas evoluem para a escrita.
c) Os historiadores que defendem a escrita como único critério que diferencia a História
da Pré-História reafirmam a tradição positivista da História.
d) A escrita não pode ser vista como critério para distinguir a História da Pré-História,
pois o aspecto econômico é considerado um critério muito mais importante.
e) Os únicos historiadores que defendem a escrita como critério são os franceses, em
razão da influência da filosofia iluminista.
HISTÓRIA - O modo de produção asiático, Grécia antiga e mundo romano
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
9
26. F.M. Triângulo Mineiro-MG No século III d.C., o Império Romano sofreu uma grave
crise provocada:
a) pela falta de escravos, que eram a mão-de-obra principal, devido ao esgotamento das
guerras de conquista;
b) pelas transformações decorrentes das Guerras Púnicas contra Cartago, que conduzi-
ram às guerras civis;
c) pelo cristianismo, cuja aceitação pelas camadas ricas levava ao questionamento da
divindade dos senadores;
d) pelas invasões bárbaras, que fragmentaram o território romano em vários reinos e
isolaram regiões;
e) pela anarquia militar, pois a disputa pelo comando do exército gerou a transferência
da capital para Bizâncio.
27. UFRS O mapa a seguir apresenta a região da Mesopotâmia.
A planície do Eufrates e do Tigre não constitui, como vale do Nilo, um longo oásis no
meio do deserto. Ela tem fácil comunicação com outras terras densamente povoadas
desde tempos remotos. Por isso, a história da civilização mesopotâmica está marcada por
uma sucessão de invasões violentas e de migrações pacíficas que deram lugar a um con-
tínuo entrecruzamento de povos e culturas.
Entre esses povos, destacam-se:
a) egípcios, caldeus e babilônios;
b) fenícios, assírios e hebreus;
c) hititas, sumérios e fenícios;
d) sumérios, babilônios e assírios;
e) hebreus, egípcios e assírios.
28. UNICAMP-SP
“Acerca do fascínio exercido pelos espetáculos de sangue na arena, muitos romanos afirmavam
que eles inspiravam um nobre desprezo pela morte. Mas é possível interpretar esses espetáculos
como um ritual que reafirmava o poder e a autoridade do Estado romano. Os gladiadores, por
exemplo, eram indivíduos sem direitos, marginalizados ou condenados por subversão da ordem
pública. Ao executá-los em público, o povo romano reunido celebrava a sua superioridade e o seu
direito de dominar.”
Adaptado de SHELTON J. A. As the Romans Did. Oxford, 1998, p. 350.
a) De que maneira esse texto interpreta a popularidade dos espetáculos de sangue na
Roma antiga?
b) Por que, segundo o texto, o sacrifício de um gladiador perante o público reforçava as
relações de dominação na sociedade romana?
c) Explique por que os cristãos foram perseguidos em nome da ordem pública ro-
mana.
HISTÓRIA - O modo de produção asiático, Grécia antiga e mundo romano
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
10
29. UFMS Sobre a vida econômica e social em Atenas, no chamado período clássico da
polis grega (séc. V e parte do IV a. C.), assinale as características corretas.
01. O fundamento da cidadania era a riqueza proveniente da terra, garantido pelo regime
da grande propriedade então existente em Atenas – três quartos de seus cidadãos
eram proprietários. Isso impediu que a democracia ateniense fosse se abrindo e in-
cluísse na categoria de cidadão também os atenienses não proprietários.
02. Os atenienses estabeleceram o sistema representativo em sua democracia, em pre-
juízo da participação direta de seus cidadãos, diferenciando-se de Esparta nesse
aspecto.
04. As famílias ricas tinham suas terras, trabalhadas pelos escravos e dedicavam-se à
política, filosofia e ginástica. Daí o preconceito existente contra o trabalho manual.
Os trabalhos que o cidadão ideal não deveria executar eram realizados pelos cida-
dãos pobres, metecos (estrangeiros) e escravos.
08. Os metecos (estrangeiros) eram imprescindíveis ao funcionamento da democracia
dos cidadãos, em razão dos serviços que prestavam (inclusive o comércio) e dos
impostos que pagavam. A escravidão também era indispensável para a manutenção
desse sistema.
16. O único reparo, o limite que se pode constatar na democracia ateniense, era quanto
ao gênero, pois as mulheres não eram consideradas cidadãs.
Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.
30. UFPE Sobre os ancestrais do homem moderno, é falso afirmar que:
a) no Paleolítico inferior, viveram os primeiros bandos de Australopitecos,