Nutricao na intervencao primaria, secundaria e terciaria
30 pág.

Nutricao na intervencao primaria, secundaria e terciaria


DisciplinaProcesso de Cuidado Nutricional6 materiais28 seguidores
Pré-visualização1 página
Nutrição na intervenção primária, 
secundária e terciária
Profa. Dra. Jaqueline Girnos Sonati
FENF - UNICAMP 
2014
NUTRIÇÃO
NUTRIÇÃO
\u2022 Soma dos processos de ingestão e
conversão de substâncias alimentícias em
nutrientes que podem ser utilizados paranutrientes que podem ser utilizados para
manter a função orgânica de diferentes
tecidos.
\u2022 Estima-se que 50 milhões de células se 
renovam diariamente.
Células
O que é preciso fazer para que essa 
renovação seja bem feita?
Células
\u2022 São dependentes de nutrientes que
mantenham seu funcionamento adequado.
50 nutrientes
Comida
Comida
\u2022 São coisas comestíveis
\u2022 Industrializados ou não.
Atualmente.....
Recebem mais xenobióticos que nutrientes.
Se consome mais \u201cComida\u201d e não \u201cAlimentos\u201d.
Causam uma desnutrição de nutrientes.
Saber Escolher
\u2022 Nutrição \u2260Matemática.
\u2022 Alimentos
\u2013 Não são somente fontes de nutrientes.\u2013 Não são somente fontes de nutrientes.
\u2013 Possuem substancias nutraceuticas (são aqueles 
que não nutrem mais protegem).
\u2013 O que o meu corpo quer hoje?.
Vamos comer comida, resgatar o simples e 
prestar atenção no que ingerimos.
Você é o que você come!
Nutricionista
\u2022 Segundo a Lei Federal 8234, de 17/09/1991, que regulamenta a
profissão de nutricionista:
\u201csão atividades privativas do nutricionista a assistência
dietoterápica hospitalar ambulatorial e em nível de consultórios
de nutrição e dietética, prescrevendo, planejando, analisando,
supervisionando e avaliando dieta para enfermos\u201d. Nesta
citação, a prescrição da dieta refere-se à prescrição dietética.
Atendimento Nutricional na Atenção Primária
Atenção Primária
É o primeiro contato com o sistema de saúde.
É o local responsável pela organização do cuidado à saúde dos
indivíduos, suas famílias e da população.
Deve proporcionar equilíbrio entre as duas metas de um sistemaDeve proporcionar equilíbrio entre as duas metas de um sistema
nacional de saúde: melhorar a saúde da população e proporcionar
equidade na distribuição de recursos (STARFIELD, 2002).
\u2022 Qual é o eixo principal da Atenção 
Primária?
Atenção Primária
?
É uma estratégia de articulação transversal na qual se
confere visibilidade aos fatores que colocam a saúde da
população em risco e às diferenças entre necessidades,
Promoção da Saúde
população em risco e às diferenças entre necessidades,
territórios e culturas presentes no nosso país, visando a
criação de mecanismos que reduzam as situações de
vulnerabilidade, defendam radicalmente a equidade e
incorporem a participação e o controle social na gestão das
políticas públicas.
Atendimento nutricional primário
Assistência nutricional aos pacientes cuja
patologia de base ou problema apresentado não
acarretam fatores de risco nutricional.
Risco Nutricional
Condição limite do Estado Nutricional.
Que potencializa o desenvolvimento 
de patologias associadas à nutrição.
Preservar a Adequação do Estado Nutricional
CFN
de patologias associadas à nutrição.
\u2022 Educação Nutricional e Alimentar.
\u2022 Vigilância Alimentar e Nutricional
Atendimento Nutricional na Atenção Primária
\u2022 Vigilância Alimentar e Nutricional
Educação Nutricional e Alimentar
\u201ccampo de conhecimento e de prática contínua,
transdisciplinar, intersetorial e multiprofissional que visa
promover a prática autônoma e voluntária de hábitospromover a prática autônoma e voluntária de hábitos
alimentares saudáveis\u201d.
Vigilância Alimentar e 
Nutricional
A vigilância alimentar e nutricional (VAN) tem como
objetivo a análise permanente da situação de saúde da
população para a organização e execução de práticas mais
adequadas ao enfrentamento dos problemas existentes,adequadas ao enfrentamento dos problemas existentes,
devendo estar inserida no cotidiano das Equipes de Atenção
Básica.
Promover Hábitos Alimentares 
Saudáveis
\u2022 Alimentação Saudável.
Atendimento nutricional 
secundário
Assistência nutricional aos pacientes cuja patologia de base ou
problema apresentado acarretam fatores de risco nutricional
associados, ou ainda assistência nutricional aos pacientes cujaassociados, ou ainda assistência nutricional aos pacientes cuja
patologia de base exige cuidados dietéticos mais específicos e não
acarretam fatores de risco nutricional associados.
Desnutrição
Doença Renal 
Atendimento nutricional 
secundário
Doença Renal 
Crônica
Diabetes Mellitus
Alergias
CFN
\u2022 Ambulatório
Atendimento nutricional 
secundário
- Individual
Exige acompanhamento 
multidisciplinar.
- Individual
- Grupos
multidisciplinar.
\u2022 Quando a patologia de base exige cuidados
dietéticos mais específicos e apresentam
fatores de risco nutricional associado.
Atendimento nutricional terciário
fatores de risco nutricional associado.
Neoplasias
Deficiências enzimáticas
Internações 
prolongadas CFN
\u2022 Avaliação Nutricional
\u2022 Reunião multidisciplinar
\u2022 Acompanhamento diário
Atendimento nutricional terciário
\u2022 Acompanhamento diário
\u2022 Adequações dinâmicas
\u2022 Sair do risco nutricional
Atendimento nutricional terciário
Internações prolongadas levam a desnutrição.
\u2022 LOLLO, P. C. B.; TAVARES, M. C. G. F. Consumidores de Suplementos Alimentares nas 
Academias de Campinas, SP, Brasil. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO 
FÍSICA, 19., 2004, Foz do Iguaçu, PR, Brasil 
\u2022 Tribarry IN. Aproximações sobre a transdisciplinaridade: algumas linhas históricas, fundamentos e 
princípios aplicados ao trabalho de equipe. Psicopatologia: Reflexão e Crítica. 2003; 16(3):4893-900.
Bibliografias
\u2022 Vilela EM, Mendes IJM. Interdisciplinaridade e saúde: estudo bibliográfico. Rev Latino-Am 
Enfermagem. 2003; 11(4):525-31.
\u2022 http://www.fef.unicamp.br/fef/qvaf/http://www.fef.unicamp.br/fef/qvaf/