AV PARCIAL TRAB. II 2018.2
4 pág.

AV PARCIAL TRAB. II 2018.2


DisciplinaDireito do Trabalho I23.595 materiais475.574 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Alice, repositora no Supermercado Alegria Ltda. manifestou sua intenção de rescindir seu contrato de trabalho por prazo indeterminado, pedindo para ser feito um acordo com seu empregador. Tendo em vista as novas disposições introduzidas pela Lei nº 13.467/2017, o contrato de trabalho  
		
	
	poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, sendo devido apenas o saldo de salário e as férias vencidas acrescidas de 1/3, podendo Alice sacar 80% do valor dos depósitos do FGTS e ingressar no Programa de Seguro-Desemprego.
	
	poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, não sendo devido o aviso prévio, sendo que as demais verbas trabalhistas serão devidas em sua integralidade, podendo Alice sacar 80% do valor dos depósitos do FGTS, sem direito à indenização sobre o seu saldo e não podendo ingressar no Programa de Seguro-Desemprego. 
	 
	poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, sendo devido metade do aviso prévio, se indenizado, e metade da indenização sobre o saldo do FGTS e as demais verbas trabalhistas em sua integralidade, podendo sacar 80% do valor dos depósitos do FGTS, não podendo ingressar no Programa de Seguro-Desemprego. 
	
	não poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, uma vez que as verbas trabalhistas representam direitos indisponíveis.  
	
	não poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, necessitando, para tanto, obrigatoriamente de autorização do Ministério do Trabalho para sua homologação. 
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201610459807)
	Acerto: 0,0  / 0,2
	Analise as assertivas abaixo e marque a opção correta:
I - Na demissão por justa causa o empregado não tem direito a férias proporcionais. 
II - O empregado que completa o período aquisitivo tem direito a usufruir férias de 30 dias. 
III - As férias podem ser concedidas em quatro períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 14 dias. 
IV - O prazo para pagamento das férias é de 2 dias antes da concessão. 
 
		
	 
	I e IV
	 
	I e II
	
	II e III
	
	I e III
	
	III e IV
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201610459805)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Joana trabalha em uma padaria e, há algum tempo, o seu empregador vem demonstrando insatisfação com o serviço prestado por ela. Por sua vez, Joana também está insatisfeita com as medidas que vêm sendo adotadas pelo seu empregador. Por tais razões, o empregador e Joana decidiram, por mútuo acordo, extinguir o contrato de trabalho.
 
Nessa situação hipotética, Joana terá direito 
		
	
	a metade de todas as verbas trabalhistas, mas não terá direito a habilitação no programa de seguro-desemprego.
	
	a metade da indenização sobre o saldo do FGTS, além da movimentação da conta vinculada desse fundo, limitada a 50% do valor dos depósitos.
	
	a metade do aviso prévio, se indenizado, além da habilitação no programa de seguro-desemprego.
	 
	a metade da indenização sobre o saldo do FGTS, cuja conta vinculada poderá ser movimentada até o limite de 80%, e metade do aviso prévio, se indenizado, bem como à integralidade das demais verbas trabalhistas, mas não terá direito a habilitação no programa de seguro-desemprego.
	
	à integralidade de todas as verbas trabalhistas.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201610459815)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Alice, repositora no Supermercado Alegria Ltda. manifestou sua intenção de rescindir seu contrato de trabalho por prazo indeterminado, pedindo para ser feito um acordo com seu empregador. Tendo em vista as novas disposições introduzidas pela Lei nº 13.467/2017, o contrato de trabalho  
		
	
	não poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, necessitando, para tanto, obrigatoriamente de autorização do Ministério do Trabalho para sua homologação. 
	
	poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, sendo devido apenas o saldo de salário e as férias vencidas acrescidas de 1/3, podendo Alice sacar 80% do valor dos depósitos do FGTS e ingressar no Programa de Seguro-Desemprego. 
	 
	poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, sendo devido metade do aviso prévio, se indenizado, e metade da indenização sobre o saldo do FGTS e as demais verbas trabalhistas em sua integralidade, podendo sacar 80% do valor dos depósitos do FGTS, não podendo ingressar no Programa de Seguro-Desemprego. 
	
	poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, não sendo devido o aviso prévio, sendo que as demais verbas trabalhistas serão devidas em sua integralidade, podendo Alice sacar 80% do valor dos depósitos do FGTS, sem direito à indenização sobre o seu saldo e não podendo ingressar no Programa de Seguro-Desemprego. 
	
	não poderá ser extinto por acordo entre empregado e empregador, uma vez que as verbas trabalhistas representam direitos indisponíveis.  
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201610459801)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Analise as opções abaixo e marque a correta:
I- As férias podem ser usufruidas em até três períodos, sendo que um deles não poderá ser menor que catorze dias e os outros dois cinco dias cada. 
II - É lícito ao empregado vender o período de férias na sua integralidade para poder quitar dívidas, em virtude da crise econômica.
III - O prazo para concessão das férias será após o término do período concessivo.
IV- Se não pagas as férias no prazo é devido o pagamento em dobro. 
		
	
	I e II
	
	II e IV
	 
	I e IV
	
	I, III e IV
	
	Somente a I esta correta
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201610459800)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Acerca das férias marque a opção correta:
		
	
	Os maiores de 50 anos devem gozar férias em um único período 
	 
	O prazo para pagamento das férias é de até dois antes da sua concessão.
	
	O empregador deverá conceder as férias ao empregado dentro do período aquisisito, sob pena de pagar em dobro 
	
	As férias podem ser concedidas em três períodos de 10 dias cada um.
	
	As férias são suspensão do contrato de trabalho
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201610459808)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Acerca da extinção do contrato de trabalho marque a opção correta:
		
	
	Na extinção do contrato de trabalho por prazo determinado é devido aviso prévio.
	
	O contrato e trabalho por prazo determinado que for extinto por iniciativa do empregador, sem justo motivo, antes da data final, assegura ao empregado o direito a indenização de 40% sobre o FGTS. 
 
 
	
	O empregado que comete desídia não pode ser demitido por justa causa. 
	
	Na extinção por comum acordo o empregado recebe seguro desemprego.
	 
	O contrato de trabalho por prazo determinado que for extinto por iniciativa do empregador, sem justo motivo, antes da data final, assegura ao empregado o direito a indenização prevista no artigo 479, CLT.
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201610459812)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Na hipótese de extinção do contrato de trabalho, por culpa recíproca de empregado e empregador,
		
	 
	as verbas rescisórias correspondem à metade do que seria devido na hipótese de despedida sem justa causa.
	
	as verbas rescisórias devem ser quitadas no prazo estabelecido em acordo coletivo de trabalho.
	
	as verbas rescisórias devem ser quitadas no prazo de trinta dias contados a partir do término do contrato.
	
	o empregado tem os mesmos direitos que decorreriam de um pedido de demissão.
	
	não é devida a liberação dos depósitos do fundo de garantia do tempo de serviço.
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201610459810)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Em relação ao término do contrato por prazo determinado no Direito do Trabalho, analise as afirmativas a seguir.
I. Aos contratos por prazo determinado, que contiverem cláusula assecuratória do direito recíproco de rescisão antes de expirado o termo ajustado, aplicam-se, caso seja exercido tal direito